Relançamento do livro Time dos Sonhos foi adiado

Antes de mais nada, peço desculpas aos que adquiriram o livro “Time dos Sonhos” na pré-venda, mas não conseguiremos lançá-lo em outubro, como queríamos. O livro está na fase final de revisão, seleção e edição de fotos. Pretendemos que entre em gráfica até o final de outubro para que seja lançado até o final de novembro.

Logo que tivermos a data e o local precisos, anunciaremos.

Abraços!

Odir Cunha

Derrota do Palmeiras mantém o Santos no G4

O Palmeiras, que podia ultrapassar o Santos com uma vitória, perdeu para o Sport, no Pacaembu, por 2 a 0, neste sábado á noite, e com isso deixou passar a oportunidade de ganhar a posição do Santos no G4 do Campeonato Brasileiro. O detalhe é que foi a primeira vitória do Sport fora de casa na competição. Agora, só uma catástrofe tira o Santos do G4 nesta rodada, pois para isso acontecer o São Paulo teria de conseguir uma goleada absurda contra o Coritiba, em Curitiba, pois está uma vitória e 11 gols de saldo atrás do Santos.

A Ponte Preta, que pode empatar com o Santos em pontos ganhos, mas mesmo assim ficará atrás no número de vitórias, enfrentará o Atlético Mineiro, no Mineirão, e o Flamengo, que está a seis pontos do Santos, jogará contra o Corinthians em São Paulo.

Na próxima rodada o Santos receberá o Palmeiras, enquanto o Internacional, que só está atrás do Alvinegro Praiano no saldo de gols (16 gols atrás), irá à Goiânia jogar contra o Goiás. O São Paulo enfrentará o Sport, no Morumbi; a Ponte Preta receberá o Joinville e o Flamengo visitará o Grêmio, em Porto Alegre.

Faltou talento e coração

Veja o que fizeram e falaram os santistas antes e depois do jogo:

Tudo bem que o Figueirense marcou como nunca e bateu à vontade sem que fosse coibido pela arbitragem desleixada de Leandro Pedro Vuaden, que é arbitro da Fifa, mas hoje foi péssimo, deixando de marcar três pênaltis (dois a favor do Santos) e inúmeras faltas contra o time da casa. A torcida local, os jogadores e o técnico do Figueirense combinaram chamar Lucas Lima e os santistas de cai-cai, Vuaden entrou ou quis entrar nessa onda. Porém, apesar dessas circunstâncias hostis, um time que já venceu Corinthians e São Paulo fora de casa, não poderia mostrar um futebol tão indigente contra o rebaixável Figueira.

Numa partida em que os mais eficientes jogadores do Santos foram o goleiro Vanderlei e, apesar de algumas atitudes temerárias, o zagueiro Gustavo Henrique, é fácil perceber que o ataque santista pouco funcionou. Apenas pela quantidade de chances de gol, se tivesse de haver um vencedor em Florianópolis, seria o time da casa.

O lateral Daniel Guedes voltou a errar cruzamentos; Zeca marcou muito mal, foi entortado por quem caiu pelo seu setor, a ponto de tomar dribles em espaço de centímetros; Werley foi um perigo constante, principalmente quando tinha a bola; Ledesma e Renato foram mais ou menos com a bola, mas sem ela não tiveram fôlego para fazer uma marcação eficiente; Lucas Lima jogou bem, mas cansou de levar pancada e a partir da metade do segundo tempo parecia de saco cheio; Geuvânio, desnorteado, fez muito pouco, e Nilson só deu trombada e perdeu quase todas as divididas.

Dos que entraram, Neto Berola foi o melhor. Ao menos foi pra cima e criou algumas oportunidades. Ricardo Oliveira e Léo Cittadini pouco fizeram. Este último ainda parece um juvenil no meio de profissionais. Dorival Junior fez o que pôde. Não creio que ele tenha ficado contente com o rendimento da equipe. Porém, em uma outra oportunidade, será melhor colocar o Rafael Longuine ou mesmo o Neto Berola em vez de Nilson. Aliás, os meninos Diego
Cardoso e Stefano Yuri bem que mereciam uma chance nesse ataque.

Bem, mas estas são apenas as opiniões do blogueiro, uma entre milhões. Creio que alguns comentários que este blog recebeu durante o jogo mostram bem como o santista recebeu mais essa atuação medíocre do time fora da Vila Belmiro. Antes de reproduzir esses comentários, reforço que talvez o hipnotismo seja a solução para o Santos. Esses jogadores precisam acreditar que é possível jogar em qualquer campo como jogam no Urbano Caldeira.

Vamos agora a alguns comentários de leitores deste blog que resumem o que foi Figueirense 0 x 0 Santos:

O Santos jogando fora de casa parece menino, e todo mundo já foi, no primeiro dia de aula… pede socorro, se mija, chora, grita, agarra no vestido da mãe e não consegue fazer nada além de viver esse pavor de ser obrigado a jogar fora da Vila, “que é a nossa Casa”.Concordo com J Nassim, é caso pra psicologia, psiquiatria, seja lá o que for, mas que deve haver algum jeito de fazer esses caras entenderem que futebol joga quem sabe, e em qualquer campo (Luiz Tomaz).

Tsc, tsc, o Garfield voltou, rides again. Culpa de quem? Atribuo primeiro ao técnico, que constantemente fala que o SFC é valente na vila, que é por consequência a sua casa. Só falta dizer que fora, normalmente é um gatinho, mormente no Brasileiro. Segundo, atribuo aos jogadores, que também já entram acomodados em qualquer local, para digamos empatar . E quem vai para empatar normalmente perde. E terceiro e não menos importante os dirigentes santistas, todos dando o maior respaldo para que o clube fique do tamanho do bairro da Vila Belmiro. Aos amigos, digo quer não estou diminuindo o SFC, e sim as pessoas que hoje o dirigem são os que o fazem pequeno, portanto aos reclamões, digo que a culpa disso tudo é dos dirigentes, comissão técnica e dos próprios jogadores. Sem mais (Dr. Alvinegro).

O time do Santos hoje não jogou nada, mas a arbitragem também foi uma porcaria! 1 pênalti para o Figueirense e 2 pro Santos não marcados, rodízio de faltas no Lucas Lima com várias faltas não marcadas em cima dele e um monte de faltas nos jogadores do Santos não marcados. Arbitragem péssima, mas o time tinha que tentar superar isso mas não demonstrou nada hoje (Fernando Tomazini).

Tem coisas que não dá pra entender, ou é melhor nem querer entender. Esta falta de ousadia para ganhar um jogo fácil.Era para dormir tranquilo no G-4 e consolidar esta posição, mas… (J.Nassim)

Péssimo resultado,não entendo porque muda tanto a forma de jogar quando joga na Vila e fora da Vila .. estão confiantes que vão ganhar a Copa do Brasil..O Milton Leite acaba de comentar dizendo que foi péssimo resultado pro santos e eu concordo (Marcos Antonio Rosetti).

Esse time do Figueirense é uma lástima.E mesmo assim o peixe tomou sufoco.Quando atua fora de casa o Santos é uma merda (SDJ56).

O Garfield fora do seu estado não consegue ganhar uma. Por isso que eu falo o resultado contra os bambis é meio que enganoso (Silvio Campos).

Falta ambição e explosão pra esse time fora de casa… Como gostam de trocar bolas com zagueiros. .. odeio esse tipo de jogo (Alaudio Souza).

VUADEM não marcando NENHUMA falta para o SANTOS! Foram várias próximas da área do Figueira que ele não marcou e poderia até expulsar jogador do Figueira! (Junior SFC).

Putz! Que lerdeza desse time do SANTOS fora de casa! Hoje era jogo para 3 pontos. Meeeu Deus! (Herbert Castro).

Que presente deram pro Pelé ! Um jogo melancólico , segundo o narrador . Minha opinião tb . Pereba “NIRSON” , que coisa ridícula meu Deus ! (José Augusto Chaves).

Com Geovânio fora de ritmo e Nilson, nosso ataque está inoperante. O Dorival tem que trocar pelo menos o Nilson (Affonso Ata).

Perto do Nirsu o Yuri é craque e não custa R$50 mil! (Fabiano Reis).

E você, o que achou do Santos contra o Figueirense?