Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Month: dezembro 2015 (page 1 of 3)

O abaixo-assinado contra o estádio no Portuários continua

Ausências sentidas: Gilberto Mendes, Olten Ayres de Abreu e Carlos Roberto Escova

No primeiro dia deste ano morreu o jovem santista de 93 anos Gilberto Mendes, expressão mundial da música contemporânea, autor de obras pós-modernas como o clássico “Santos Futebol Music”. Tive o prazer de conhecê-lo em uma exibição no Sesc e seus olhos de eterno adolescente criativo brilhavam. Uma grande perda. Condolências à família e amigos.

Na semana passada morreu o advogado e ex-árbitro Olten Ayres de Abreu, forte e determinado nos seus 87 anos, aquele que atuou no jogo do Gol de Placa de Pelé; viu Zito entrar em campo e, aos berros, virar um jogo que o Santos perdia por 4 a 1; foi o árbitro da goleada de 7 a 1 que o Santos aplicou no Flamengo em pleno Maracanã e o que teve a honra de mediar o primeiro jogo no Morumbi do seu São Paulo, de quem era conselheiro vitalício. Quando ele foi presidente do Sindicato dos Árbitros, ganhei duas vezes o prêmio do Sindicato destinado ao melhor repórter esportivo de São Paulo. Não creio que eu tenha merecido. Acho que Olten me presenteou porque gostava de mim e eu o respeitava e ouvia com prazer suas histórias, algumas delas citadas no livro Time dos Sonhos. Meus sentimentos à sua mulher e aos seus filhos.

E em 20 de dezembro, em Ourinhos, morreu o humorista e grande imitador Carlos Roberto Escova, que dizia saber imitar 800 vozes. Eu não duvido, pois até a minha ele imitou, ao que o Fausto Silva replicou: “Não adianta imitar quem ninguém conhece!”. Rsss. Realmente. Quando produtor do Balancê, programa de rádio que gerou o “Perdidos da Noite”, eu trabalhava rindo das piadas do Escova. Um dia ele imitou o Papa João Paulo II e convidou uma cantora presente para passear no seu jipe, o papa-móvel. Escova era uma usina de humor, mas não conseguia decorar um script, tinha de ser tudo improvisado, do jeito dele, sem hora para acabar. Uma figura rica, pura, espontânea, uma eterna criança que tinha o dom de fazer as pessoas rirem.

O abaixo-assinado contra o estádio no Portuários continua

Entendemos que o Santos deva jogar mais na cidade de São Paulo, onde está o seu maior contingente de torcedores, e ao mesmo tempo iniciar uma campanha permanente para atrair mais associados. Enfim, é preciso aumentar substancialmente o seu faturamento voltando-se mais para os santistas de fora da cidade de Santos.

A Vila Belmiro pode ser reformada para comportar mais torcedores, não é preciso ter um novo estádio pequeno ao seu lado. O importante mesmo é construir um grande e moderno CT para a base em Santos, iniciativa que pode manter o clube como o maior revelador de jogadores do Brasil.

Por isso, assino este abaixo-assinado incluindo meu nome completo, número do RG e/ou número de associado do clube (basta escrever esses dados no campo dos comentários que depois eles serão editados na lista).

Abaixo-assinado contra o estádio para 25 mil pessoas ao lado da Vila Belmiro

Ademir Joaquim Teles, RG 20.715.269-X, Sócio 40.401.
Aderbal Pereira de Matos, RG 15181775, Sócio Rei 65841-00.
Adriano Macena Santos, RG 28.239.975-6.
Adriano Navarro da Silva, RG 49613430-9, Sócio 160688.
Affonso Parisi Junior, RG 9.633.653-5 PR.
Ailton Luiz F. do Carmo, RG 33.328.042 8.
Alan da Silva Leite, RG 44.411.708-8, Sócio 58000.
Alaudio de Souza, RG 47138361.
Alberto, Sócio 60369.
Alex Rosendo, RG 30.108.483-X.
Alexandre Silva do Nascimento, RG: MG11339159.
Alexsandro aparecido Silva, RG 27.519.726-8.
Amilton dos Santos Ferreira, RG: 53.209.103-6.
André Barros Pirovic Zanin, RG 50.614.129-9.
André Ferreira de Abreu, RG 28.697.052-1.
André Luiz Marini, RG 5.138.969-7.
André Oliveira, RG: 20574262-2, Sócio 068098.
Anselmo Narangeira Rovati, RG 42.639.865-8, sócio 58100.
Antonio Mauro de Sousa, RG 9177641-7.
Bruno Eugênio Costa, RG 340259954.
Carlos Alberto, RG 19650826, sócio 64972.
Carlos Henrique dos Santos Mendonça, RG 43.758.771-X.
Carlos Henrique dos Santos Mendonça, RG 43.758.771-X.
Cássio Henrique Mazzer, RG 14330942, sócio 0160830.
Cássio Roberto Lino, RG 27.856.831-2, Sócio Rei 74686.
Cesar Almeida, RG 16.902.957-8.
Cezar Le Petit, RG 14 474 392, sócio 76166, RG 14 474 392.
Claudio Favarin, RG 9.551.593, Sócio 14.756.
Claudio Roberto Brandalise, RG 1134028-8.
Cleber Rocha Coelho, RG 304615870, Sócio 148584.
Clodoaldo Pereira Azevedo, RG 23.306.648-2, Sócio 46.818.
Daniel Lucas, RG: 6.209.494.
Daniel Roberto Carpentieri Censi, RG 361544479, Sócio 148508.
Daniel Santos Andrioli sócio 46327.
Danilo Caio Valente Simões, RG 24.281.795-6.
Davi Cláudio Maria, RG 22.489.128_5.
Douglas M Casarini, RG 25434189-5.
Douglas, Sócio 60268.
Edilson, Sócio 60174.
Edison R E Bertoncelo, RG 25493722-6, Sócio 61027.
Eduardo Faria Igesca, Sócio: 074013.
Eduardo Santana dos Santos, 48.726.869 – 6, sócio 160952.
Eduardo Sebastiao Soares, RG 24365146-6.
Eduardo Simas, RG 6789714-9, Sócio 64375.
Eduardo Vital Barbosa da Luz, RG 1281530085.
Efigênio, RG 14 674 863-3.
Fabiano Accorsi , RG.18.502.405-1, Sócio 37.784.
Fabiano R. Lima dos Santos, RG 26304378-2.
Fabio de Souza Lima, RG 29322996X, sócio 74436.
Fabrizio Elbel, RG 29530893-x.
Fabrizio Elbel, RG 29530893-x.
Fagner Vinicius da Costa Borges, RG : 41.605.665-9.
Felipe Luis Boschi Rubinger, RG M9.307.663, Sócio Rei 53508e.
Fernando Oliveira Paulino, RG 22.539-777-8, sócio 38628.
Flavio Jose de Sousa, RG 278731284, sócio 64445.
Flavio José de Sousa, RG 278731284, Sócio 64445.
Gabriel Melo de Oliveira, RG: 13983317-08, Sócio 48471.
Gilmar Curitiba, Sócio 60355.
Glecimar de Carvalho Mól, RG 23.862.940-5, Sócio 47570.
Guilherme dos Santos Castilho Cunha, RG 35178020-8, Sócio 51653.
Guilherme Pinheiro Guedes, RG 2.746.675.
Helcius José Campeão Vale, RG 44.582.233-8.
Helio de Faria Merheb Junior, RG 9858804.
Igor Dias Bonifácio, RG: 18.878.024.
Irair Leite de Moraes, RG 5.077.784-SSP-SP, sócio 48733.
Jair Sergio de Moraes, RG 17007505-9.
Jardel Soares Fernandes, RG 34020220-8, sócio 159967.
João Eduardo da Silva de Faria, sócio 167143.
João Gustavo Lechinieski, RG 27749997-5, Sócio 41713.
Johnni Xavier Padilha, RG 10 892 965 0.
Jorge Issamu Makibara, RG 8272649.
Jose Antonio, RG 5.046,048.
José aparecido Braga, RG 503.058.169-34.
José Aparecido da Silva, RG 15.617.411, Sócio 38.784.
José Carlos Roncato Junior, RG 29.543.341-3.
José Flavio Ferreira Junior, RG 26.268.133-x.
Jose Luis de Meira, RG-3900985-4 PR.
José Maria Rodrigues, RG 25.015.608-8.
José Tenório de Aquino, RG 7.149.062-0.
Leonardo Fernandes Emiliano Silva, RG 36433341.
Luan Santos, RG 48.207.118-7.
Lucas Nascimento, RG 49.396.574-9, sócio 59517.
Lucas Pires de Freitas, RG 455918351, sócio 58658.
Luciano Rodrigues Gargel , RG 43.796.229-5, sócio 45063.
Luiz Tomaz do Nascimento Filho, RG MG-2.531.265.
Marcello Centeno, RG 08521802-25 BA , Sócio 39183.
Marcio Rodrigues Ferreira, RG 29100964-5.
Marco Aurélio de Góes Monteiro, RG 14.344.613-7.
Marcos Antonio Rosetti, RG 5.9334459-9.
Marcos C Andrade, RG 16.263.769-X, Sócio 45.968.
Marcos de Oliveira Campos, RG 25079804-9.
Marcus Eduardo Siqueira, RG 10935258 MG.
Matheus Silva Castro, RG, 29.456.399-4, sócio 053789.
Matheus Varela, RG 42.395.771-5.
Mauro M.N.Ferri, RG 16152044.
Michel Silva Santos, RG 40.486.674-8.
Monica Tenorio de Aquino, RG 32.931.392-7.
Odair José Valentin, RG: 24.796.112-7.
Odair Pinto de Oliveira, RG 17.014.092-1.
Odir Cunha, RG 5.769.731, sócio 41.487.
Otacílio José Tenório de Aquino, RG 7.149.062-0.
Paulo B, sócio 155565.
Paulo Roberto Perez Salvino, RG 3.086.909SC.
Paulo S Cabral, RG 13034869, Sócio 42904.
Pedro Carlos Pereira Neto, RG 12.993.332.
Pedro Henrique Nery da Silva, 43.994.389-9, Sócio 61842.
Pedro Henrique Nery da Silva, RG 43.994.389-9, Sócio 61842.
Pedro Okner, RG 17. 709. 669.
Plínio Tibério Pinho Ramos, RG 12.310.350.
Reginaldo Evaristo, RG 5.937.347, sócio 6012.
Renato Soares da Silva, RG 10.131.490-1.
Ricardo Sudo, RG 15674492, sócio 56837.
Roberto Dias Álvares, RG 4.139.568-0.
Rogério Eduardo B Sciamana, RG 23017108-4.
Rômulo Narciso Nunes Machado, RG 332533840.
Sérgio Alves Nicolau, RG 39.627.755-X, sócio 166176.
Sergio Elias Cardoso, RG 6.578.080-2.
Sergio Tomasoni, RG 12.722.657-6, sócio 44.033.
Silvanir, Sócio 158412.
Silvio Correia de Campos, RG 19.544.892, sócio 160513.
Tales Maciel Dos Santos, RG 1565709209.
Thiago Melo Santos, RG 30.531.749-0.
Thiago Otto Kruszieslki Bredow, RG 7.542.516-3.
Vagner Correa, Sócio 38486.
Vinícius da Silva Conde, RG 47.087.375-9.
Vinícius de Souza Costeira Leite, RG: 37.397.587-9, Sócio-Rei 56957.
Vitor Almeida, RG 42.860.633-7.
Waldomiro Jayme Filho, RG.6.785.486.
Willian Andrade, RG 10.926.436-9.
Willyan Beleze de Souza, RG 7.510.410-3.

Se você é contra o Santos passar a mandar todos os seus jogos em um estádio para 25 mil pessoas, assine este abaixo-assinado. Pode parecer pouco, mas já é um grande apoio para quem está brigando e vai brigar contra essa ideia maluca da presidência do clube.


90% dos santistas não querem mais um estádio pequeno em Santos. Se você também é contra, assine o abaixo-assinado na página ETC deste blog

O assunto principal no Murymarelo Bar, durante o relançamento do livro Time dos Sonhos, nessa terça-feira, foi a intenção do presidente Modesto Roma de construir um estádio para 25 mil pessoas em Santos. Conselheiros, sócios, torcedores de vários cantos da Grande São Paulo, mostraram-se indignados com essa ideia que pode sepultar de vez o sonho de o Santos ter um estádio do tamanho de sua grandeza.

Mais uma vez o presidente do clube, que se elegeu por uma chapa denominada “Santos Gigante”, demonstra o quão pequeno imagina que o Santos é, estabelecendo como 25 mil pessoas o público-limite para os jogos do Alvinegro Praiano.

O interesse político do pequeno grupo que se apossou do nosso clube – apesar de ter apenas um quarto dos votos – parece estar bem acima dos sonhos de crescimento da maioria dos santistas. Administram para eles e não para o Santos, que nesse primeiro ano de gestão já acumula mais 190 milhões de reais de prejuízo.

Assim, atendendo a pedidos, lanço na página “ETC”, na parte superior da home deste blog, um abaixo-assinado contra a construção do referido estádio, documento que me comprometo a entregar à direção do clube e ao prefeito de Santos.

Clique aqui para ler o enunciado e assinar o abaixo-assinado

Lista contra o estádio para 25 mil pessoas em Santos

Lista atualizada até as 13 horas de sábado, 26 de dezembro de 2015:
Nesta lista consta, pela ordem, o nome, o número do RG e, para quem é sócio, o número de associado do Santos:

Alaudio de Souza, RG 47138361.
André Luiz Marini, RG 5.138.969-7.
Bruno Eugênio Costa, RG 340259954.
Carlos Alberto, RG 19650826, sócio 64972.
Cássio Henrique Mazzer, RG 14330942, sócio 0160830.
Cezar Le Petit, RG 14 474 392, sócio 76166, RG 14 474 392.
Claudio Roberto Brandalise, RG 1134028-8.
Daniel Lucas, RG: 6.209.494.
Daniel Santos Andrioli sócio 46327.
Eduardo Santana dos Santos, 48.726.869 – 6, sócio 160952.
Eduardo Sebastiao Soares, RG 24365146-6.
Eduardo Vital Barbosa da Luz, RG 1281530085.
Fabio de Souza Lima, RG 29322996X, sócio 74436.
Guilherme Pinheiro Guedes, RG 2.746.675.
Helcius José Campeão Vale, RG 44.582.233-8.
Jardel Soares Fernandes, RG 34020220-8, sócio 159967.
João Eduardo da Silva de Faria, sócio 167143.
Jorge Issamu Makibara, RG 8272649.
Jose Antonio, RG 5.046,048.
José Carlos Roncato Junior, RG 29.543.341-3.
José Maria Rodrigues, RG 25.015.608-8.
José Tenório de Aquino, RG 7.149.062-0.
Leonardo Fernandes Emiliano Silva, RG 36433341.
Lucas Nascimento, RG 49.396.574-9, sócio 59517.
Lucas Pires de Freitas, RG 455918351, sócio 58658.
Matheus Silva Castro, RG, 29.456.399-4, sócio 053789.
Matheus Varela, RG 42.395.771-5.
Odir Cunha, RG 5.769.731, sócio 41.487.
Paulo B, sócio 155565.
Reginaldo Evaristo, RG 5.937.347, sócio 6012.
Renato Soares da Silva, RG 10.131.490-1.
Ricardo Sudo, RG 15674492, sócio 56837.
Rogério Eduardo B Sciamana, RG 23017108-4.
Rômulo Narciso Nunes Machado, RG 332533840.
Sérgio Alves Nicolau, RG 39.627.755-X, sócio 166176.
Sergio Tomasoni, RG 12.722.657-6, sócio 44.033.
Silvio Correia de Campos, RG 19.544.892, sócio 160513.
Tales Maciel Dos Santos, RG 1565709209.
Vitor Almeida, RG 42.860.633-7.


Venha discutir o Santos nesta terça-feira, a partir das 18 horas, no Murymarelo Bar

Em todo evento em se juntam santistas, os temas históricos e atuais do clube são discutidos e boas idéias sempre surgem. Hoje, terça-feira, teremos o relançamento do livro Time dos Sonhos em São Paulo. Será uma ótima oportunidade para falarmos do nosso Santos. O encontro se dará – a partir das 18 horas, sem horário para terminar – no Murymarelo Bar, situado à rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, telefone (11) 5181-3104.

Aqueles que compraram o livro pela campanha da Kickante o receberão pessoalmente. Também serão sorteados alguns exemplares do Dossiê. Não se trata de coquetel. A comanda no Murymarelo é individual. Aconchegante, o bar tem vários ambientes. Vamos fazer o lançamento no mezanino, em um salão chamado, sintomaticamente, de “Fênix”.

Entre os temas atualíssimos do Santos, está a construção de um estádio, em um terreno do Portuários e da Prefeitura de Santos, para 25 mil pessoas. Há muitos pontos a serem abordados antes de se tomar uma decisão tão importante. Porém, o presidente Modesto Roma age como se fosse um monarca no gozo de seus poderes absolutistas.

Como em tudo na vida, o projeto tem fatores positivos e negativos. Se o envolvimento financeiro do Santos for mínimo e se a arena estiver sempre lotada, o time, provavelmente, ficará entre os quatro de melhor média de público do Brasil, já que em 2015 o quarto colocado, Grêmio, teve média de 23.164 pessoas, e o Cruzeiro, quinto, de 22.943.

Entretanto, pelo histórico da cidade de Santos, de não ter o costume de comparecer em massa à Vila Belmiro, é difícil acreditar que a média de público da arena ultrapassará 15 mil pessoas, o que colocaria o Santos abaixo das dez maiores médias, já que, só como referência, em 2015 o décimo foi o Bahia, com 15.295 pagantes por jogo.

Eternamente de Santos?

O que mais se percebe nas discussões é a contrariedade de quem sonhou um Santos maior do que seus rivais, levando públicos recordistas a alguns de seus jogos, e terá de se contentar com um time que só jogará para públicos maiores do que 25 mil pessoas quando for visitante. Enfim, o Santos abrirá mão de jogar para a sua maior massa torcedora, que fica na Grande São Paulo.

Se jogar mais em São Paulo atrairá mais público, aumentará a arrecadação com a bilheteria e permitirá atrair mais sócios, por que Modesto Roma e seus subordinados nem pensam em fazê-lo? Bem, aí nenhum motivo lógico ou científico explica. É política pura. Eternizar o time na sua cidade de origem esconde a intenção de “não perder” o Santos para os paulistanos. Na verdade, isso significa não perder o poder sobre o clube e todas as benesses que ele pode gerar.

Um estádio do Santos na capital teria, no mínimo, um público médio entre o do Palmeiras – de 29.454 este ano – e do São Paulo, de 19.751. Acredito mesmo que com um bom trabalho de marketing e uma campanha abrangente e eficiente para atrair novos sócios, atingiria uma média superior a 30 mil pessoas, tornando o segundo estádio em público na Capital.

O Santos continuaria de Santos, o dinheiro arrecadado continuaria indo para Santos – gerando emprego e aumentando o PIB da cidade –, mas o clube jogaria mais onde tem mais público. O artista iria onde o povo está e o fã da Coca-Cola não precisaria ir até Atlanta para tomar uma.

Enfim, este é um dos assuntos atuais do Santos. Há outros, como a formação do elenco para 2016. Isso tudo é discutido quando santistas se reúnem. Hoje teremos mais essa oportunidade: a partir das 18 horas, até meia-noite, no relançamento do livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, o melhor presente de Natal que um santista pode desejar. Anote aí: bar Murymarelo, rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, telefone (11) 5181-3104. Estarei lá te esperando.

Posso contar sua presença hoje, no Murymarelo, no relançamento de Time dos Sonhos? E o que você acha do estádio em Santos?


Livro Time dos Sonhos já está no Museu Pelé

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Mesmo com um trânsito infernal para descer a serra e com uma tempestade de verão em plena primavera na hora do evento, a nata da torcida do Santos compareceu ao Museu Pelé no sábado para o coquetel de lançamento do livro Time dos Sonhos, conhecido como “A Bíblia do Santista”.

Na oportunidade, os pesquisadores da história santista Wesley Miranda, Guilherme Nascimento e Guilherme Gomes Guarche falaram sobre passagens e personagens memoráveis do clube. Miranda exibiu e comentou imagens raras e inéditas do jogo Santos 6, Seleção da Tchecoslováquia 4, de janeiro de 1965; Nascimento explicou porque o Santos parou duas guerras na África no início de 1969, e não “apenas” uma, como se acredita, e Guarche, responsável pelo Departamento de Memória do Santos, dissertou sobre Urbano Caldeira, um símbolo do clube.

Como sempre ocorre quando se reúnem pessoas que se interessam e respeitam a história do clube, o evento foi realizado sob um clima magnífico de amizade e reconhecimento. Sentimos, nesses momentos, que a maior grandeza do Santos está no espírito de cada um que ama esse time.

Para quem não pôde ir, devido aos compromissos de fim de ano, haverá outras oportunidades. A primeira delas ocorrerá terça-feira, dia 22, a partir das 18 horas, no bar Murymarelo, na Chácara Santo Antonio.

Na terça-feira é em São Paulo, no bar Murymarelo

Na terça-feira, a partir das 18 horas, no “Salão Fênix” do Bar Murymarelo, será realizado o lançamento do livro Time dos Sonhos em São Paulo. Quem já pagou pelo livro pela campanha de crowdfundindg, é só passar por lá e recebê-lo, com dedicatória. Não é preciso confirmar presença. O Murymarelo fica na rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, São Paulo, SP.

Clique para entrar no site do Bar Murymarelo

Espero por você lá.

Será que é sonho imaginar que o Santos, um dia, voltará a ser o Time dos Sonhos?


Neste sábado tem Time dos Sonhos no Museu Pelé

Como se sabe, neste sábado, a partir das 15 horas, no Museu Pelé, estaremos relançando o livro Time dos Sonhos, chamado de “A Bíblia do Santista”, que conta a história completa do Santos desde a sua fundação até o título brasileiro de 2002. Lançado pela nascente Editora Verbo Livre, a reimpressão da obra, que estava esgotada, foi viabilizada por uma campanha organizada pela Kickante, uma empresa de crowdfunding. Esperamos todos os que garantiram o seu lugar no coquetel no evento especial deste sábado.

Além da presença de ilustres santistas, estaremos em um verdadeiro templo do futebol e do melhor jogador da história, o nosso eterno Rei Pelé. Quem ainda não conhece o Museu, finalmente terá a oportunidade de fazê-lo.

Outra atração será a conversa com os pesquisadores da vida do Santos. Saberemos detalhes raros e interessantes da trajetória do Alvinegro Praiano revelados por Guilherme Guarche, autor de livros e responsável pelo departamento de Memória do Clube; Guilherme Nascimento, professor e autor do “Almanaque do Santos” e Wesley Miranda, garimpador de filmes inéditos de jogadores e jogos do Santos.

Na terça, encontro no bar Murymarelo, em São Paulo

O evento deste sábado é fechado, reservado apenas aos que contribuíram para participar do coquetel e do bate-papo com os pesquisadores do Santos. Mas na próxima terça-feira, dia 22, a partir das 18 horas, teremos um evento aberto em São Paulo, com acesso a todos os que contribuíram pela Kickante e também àqueles interessados em adquirir o livro.

O encontro, das 18 horas até o último freguês, ocorrerá no bar Murymarelo, situado à rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio (a Fernandes Moreira é uma travessa da rua Alexandre Dumas, à direita de quem desce da avenida Santo Amaro. Mas também tem fácil acesso da Marginal Pinheiros, atravessando a Ponte do Morumbi no sentido Santo Amaro e saindo à direita, passando em frente ao Shopping Market Place) Clique aqui para entrar no site do Bar Murymarelo

Salão Fênix!

Uma curiosidade: o espaço no mezanino em que faremos nosso encontro no Murymarelo (que no site está com “i” e não “y”) se chama “Salão Fênix”.No livro uso essa expressão para falar dessa ave mitológica que está ligada ao signo do Santos e o acompanha em todos os momentos de sua existência.

Coincidência? Não creio. Ao preservar a rica história do Alvinegro Praiano, que se renova a cada dia, estamos impedindo que o clube, os santistas, a imprensa e todos os demais se esqueçam de que o Santos é um time enorme, sempre capaz de renascer.

A oportunidade também será ideal para conhecermos pessoalmente alguns companheiros do blog. Compareçam na terça! Ah, a Kickante mandou avisar que a tiragem é limitada e não haverá outras edições. Quem não tem e não adquirir agora o seu exemplar do Time dos Sonhos, ficará sem.

Um abraço e até lá!

E pra você, o que o Santos tem de fazer para renascer, de novo, das cinzas?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑