Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Month: janeiro 2016 (page 1 of 2)

Parcialidade no futebol depõe contra imagem da Globo

Pelo jogo, o empate até que foi bom

O Santos teve mais a bola, mas não foi eficiente e não mereceu a vitória. Mesmo muito defensivo, o São Bernardo marcou aos 10 minutos, com o zagueiro Luciano Castán, e ainda teve outras boas oportunidades. O gol de empate santista só veio aos 36 minutos do segundo tempo, com Gabriel, de cabeça, após receber passe medido de Lucas Lima.

Dos estreantes do Santos, Joel mostrou mais disposição. Lucas Veríssimo cansou de dar furadas e Paulinho mal pegou na bola. Dos outros, a maior decepção foi Ricardo Oliveira, flagrado em uns dez impedimentos e sem nenhum chute a gol. Gustavo Henrique também deu umas pisadas na bola. Ninguém foi muito bem, mas ao menos Victor Ferraz, Lucas Lima e Serginho trocaram bons passes. Sem contar Gabriel, claro, o autor do gol.

É óbvio que se fosse no Pacaembu daria umas 30 mil pessoas, mas, para a Vila Belmiro, o público não foi mal. 9.341 torcedores foram ao Urbano Caldeira.

Na quarta-feira o Santos joga contra a Ponte Preta, em Campinas. Se repetir o futebol sem inspiração mostrado diante do São Bernardo, voltará para casa com sua primeira derrota nesse Campeonato Paulista.

Parcialidade no futebol depõe contra imagem da Globo

Nos últimos seis campeonatos paulistas, o Santos ganhou quatro e foi vice em dois. E nas últimas 10 edições foi campeão de seis e vice em três. Enfim, como se costuma dizer, é o time a ser batido no Estadual. O São Paulo não ganha um título paulista há mais de dez anos, o alvinegro de Itaquera está esfacelado e o Palmeiras tem um belo estádio, mas nenhum craque.

O melhor jogador em atividade no Brasil é Lucas Lima, o grande artilheiro do País é Ricardo Oliveira e a maior revelação tem sido Gabriel, o Gabigol. Quando se fala de futebol paulista, então, não há nem como se comparar. Nenhum outro time tem tantas atrações individuais como o Santos.

As maiores audiências da tevê no Campeonato Paulista do ano passado foram obtidas nas finais entre Santos e Palmeiras. Aliás, esse confronto também representou o maior Ibope do ano, na decisão da Copa do Brasil.

Enfim, em qualquer país do mundo com uma tevê preocupada em valorizar o esporte, em seguir ao menos os preceitos básicos da meritocracia que é a alma do esporte, a estréia do Santos, neste sábado, às 17 horas, seria transmitida ao vivo. Em vez disso, como já anunciou que não renovará com a Globo e assinará com o Esporte Interativo, o Santos está sendo duramente boicotado e só terá um jogo transmitido na fase inicial do campeonato.

Se houvesse uma justificativa técnica ou comercial, além da retaliação pura e simples, ainda se poderia entender. Mas é apenas mais um ato para prejudicar o Alvinegro Praiano, ao mesmo tempo em que continua bajulando o time do ex-presidente, hoje investigado em mais uma elogiosa ação da Polícia Federal.

Só o fato de insistir para que os jogos noturnos sejam realizados às 22 horas, prejudicando todos os profissionais envolvidos no futebol, além de milhões de torcedores, já mostra o caráter egoísta e indiferente da Globo. Felizmente o assunto já está chegando à Fifa, e o simpático Jérome Champagne, que conheci em alguns encontros em Brasília, prometeu fazer de tudo para mudar isso caso seja eleito para presidente da entidade, que, felizmente, também está sendo passada a limpo.

Essa parcialidade da direção do futebol da Globo, obviamente subordinado ao departamento comercial da emissora, depõe contra a imagem dessa poderosa empresa de comunicação, que, diga-se de passagem, já não é tão poderosa e jamais foi simpática.

Nessa hora, é impossível deixar de lembrar da maneira meteórica como a Globo surgiu e superou, do dia para a noite, emissoras bem mais bem-sucedidas e estáveis, como as TVs Record, Excelsior e Tupi. Impossível também não se recordar de como a emissora manipula as informações para favorecer seus parceiros e prejudicar os demais.

O Santos é apenas um time de futebol, mas ainda é aquele que mais fez pelo Brasil. Tem um currículo invejável e continua sendo uma atração onde atue. Nos últimos 12 anos ganhou 11 títulos e foi vice em outros quatro. Revelou Neymar, o melhor brasileiro em atividade. Mas nem é preciso dizer dos jogadores que revelou. Se alguém quiser medir sua popularidade, veja que time a Escola Grande Rio escolheu para homenagear neste Carnaval. Ter tido Pelé por 19 anos significa alguma coisa? Deveria significar para quem ama o futebol. Nem vou dizer que jamais foi rebaixado, pois isso é uma obrigação para um time realmente grande.

Só sei dizer que o Santos já tem 103 anos e não se tornou o melhor do mundo do dia para a noite, ou na calada desta. Penou, batalhou, insistiu, até poder mostrar sua arte em todos os continentes, para todos os povos e todas as línguas. O que alguns tentam conseguir, em vão, com conchavos, acordos financeiros e uma interminável parafernália eletrônica, o Santos conseguiu e voltará a conseguir apenas com talento, beleza e paixão.

Campeão estréia contra o São Bernardo, na Vila

Lucas Veríssimo na zaga e Paulinho no ataque são as novidades do Santos para sua estréia no Campeonato Paulista, neste sábado, às 17 horas, na Vila Belmiro, diante do São Bernardo. Dorival Junior deve escalar o time com Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Paulinho, Gabriel e Ricardo Oliveira.

Era um jogo para o Pacaembu, até porque não há outro jogo de time grande na Capital e o Corpo de Bombeiros não colocaria obstáculo. Mas nem vou falar sobre isso hoje. Vamos pro jogo! E terça-feira espero todos no encontro de sexto aniversário deste blog. Confirme presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Programa “Santos Meu Amor”, na Rádio Estilo de Jogo
Meu amigo Luiz Carlos Almeida criou um programa de rádio pela Internet que fala do Santos.
Clique aqui para ouvir o programa “Santos Meu Amor”

convite blog

E você, o que acha disso?


Somos todos Grande Rio!

Domingo, 7 de fevereiro, das 00h15 às 01h06 a Grande Rio desfilará no carnaval carioca falando da cidade e do time do Santos. Vamos prestigiar!

Cinco dias antes, vamos comemorar seis anos deste blog. Conto com você!

convite blog

E aí, vamos nessa?


Um golaço de Serginho – e do Esporte Interativo!

Aniversário das duas cidades mais santistas no mundo

Nestas segunda e terça comemoramos os aniversários das duas cidades mais santistas no mundo. Primeiro, os 462 anos de São Paulo, megalópole com 12 milhões de habitantes, um milhão dos quais torcedores do Santos. No dia seguinte, o município de Santos faz 470 anos. Berço do Alvinegro Praiano, mais de 40% dos seus 440 mil habitantes são santistas. As duas cidades são o suporte do Santos. Por isso, ver o tobogã do Pacaembu tomado pela torcida do Flamengo – clube que estuda a possibilidade de assumir o estádio paulistano -, é preocupante. O Santos não pode abrir mão de suas conquistas em Sampa.

O abaixo-assinado contra o Santos mandar todos os seus jogos na futura areninha do Portuários prossegue na página ETC deste blog. Vai lá!
Clique aqui para ir para a página ETC.

UM GOLAÇO DE SERGINHO – E DO ESPORTE INTERATIVO

Para um amistoso em que os dois técnicos trocaram quase todos os jogadores, o empate de 2 a 2 entre Bahia e Santos, na Fonte Nova, foi um bom entretenimento. Duelo que decidiu três títulos brasileiros, esse confronto de história e carisma mostrou os elencos dos dois times para a temporada de 2016 e deixou nos santistas a impressão de que a força do time deve continuar vindo de sua base.

Com um gol fácil de Gabriel no primeiro tempo, aproveitando passe de Joel, e um golaço do canhoto Serginho quando a partida caminhava para o seu final, o Santos empatou e até poderia ter saído de campo com a vitória, caso a arbitragem baiana não tivesse anulado um gol legal do Alvinegro Praiano no último lance da partida.

De qualquer forma, o resultado não importava. O jogo valeu para mostrar as novas caras do Santos e dar uma ideia do potencial do time para esta temporada. Não analisarei jogador por jogador – se quiser fazê-lo, vá em frente -, só direi que gostei de Gustavo Henrique, da movimentação de Gabriel, da jogada e do chute sensacional de Serginho, mas fiquei ressabiado com Caju, errático e nervoso, com responsabilidade nos dois gols do Bahia e ainda expulso de campo por reclamação.

Gostei da qualidade de imagem do Esporte Interativo, agora na grade da Net, e do teor dos comentários – que buscaram valorizar o espetáculo, enaltecendo os dois times por igual, sem nenhum favorecimento, como se costuma fazer na Globo. Os formadores de opinião entre os santistas, principalmente os blogs, sites e páginas no Facebook, devem divulgar o Esporte Interativo e essa parceria, pois essa é a salvação para o nosso Santos e para o futebol brasileiro.

Quanto mais clubes assinarem com o Esporte Interativo, maior será a possibilidade de que a meritocracia prevaleça no nosso futebol e de que termine os privilégios e a reserva de mercado que tenta espanholizar o futebol brasileiro. O torcedor também poderá voltar aos jogos noturnos, hoje marcados para o impraticável horário das 22 horas, o que tem colocado o futebol como coadjuvante das apelativas novelas da tevê carioca.

Estou certo de que as comunidades de todos os clubes que estão assinando ou devem assinar com o Esporte Interativo estão interessadas em divulgar o canal e suas atrações, ajudando no fortalecimento das relações entre a emissora e os clubes parceiros. Porém, a assessoria de imprensa e o departamento de comunicação do Esporte Interativo precisam estar preparados para usar essa arma. Só na Internet há milhões de espectadores que acompanham sites, blogs e páginas de seus clubes. Essa forma de publicidade espontânea e barata não pode ser desprezada pelo canal da Turner Time Warner se quiser atingir o coração dos torcedores.

Bahia 2 x 2 Santos

Data: 23 de janeiro de 2016, sábado, 19h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Renda: R$ 250.561,50. Público pagante: 10.429 pessoas.
Bahia: Marcelo Lomba, Cicinho (Hayner ) , Robson (Dedé), Gustavo (Eder) e João Paulo (Júnior); Paulo Roberto (Yuri), Danilo Pires (Gustavo Blanco), Juninho (Rômulo) e Edigar Junio (Zé Roberto); Jeam (Marquinho) e Luisinho (Mario). Técnico: Doriva.
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz (Caju), Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca (Léo Citadini); Alison (Rafael Longuine), Thiago Maia (Lucas Otávio) e Lucas Lima (Ronaldo Mendes); Paulinho (Vitor Bueno), Gabriel (Marquinho) e Joel (Serginho). Técnico: Dorival Júnior.
Gols: Gabriel, aos 24 minutos do primeiro tempo; Hernane, aos 3 e 10 minutos, e Serginho, aos 44 minutos do segundo tempo.
Arbitragem: Diego Pombo Lopes, auxiliado por Dijalma Silva Ferreira e Marcos Welb Rocha de Amorim, todos da Bahia.
Cartões amarelos: Paulo Roberto e Gustavo, do Bahia; Lucas Lima, Victor Ferraz, Alison e Caju, do Santos.
Cartão vermelho: Caju.

Encontro de aniversário de 6 anos do Blog do Odir
Você já confirmou sua presença – e as dos amigos – no encontro do sexto aniversário do Blog do Odir? Então envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br O papo será bom, o chope também e haverá ofertas especiais de livros do Santos – como o Time dos Sonhos e o Dossiê – e sorteios. Será no Murymarelo Bar, na rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, Santo Amaro, São Paulo, telefone (11) 5181-3104. Será dia 2 de fevereiro (terça-feira), das 18 às 23 horas. Espero você lá!

E você, o que achou da estreia do Santos no Esporte Interativo?


Uma noite no Conselho

Logo mais, todo santista deve se ligar no Esporte Interativo!
santos bahia esporte interativo
Clique aqui para saber como acessar o Esporte Interativo

UMA NOITE NO CONSELHO

O Conselho Deliberativo do Santos aprovou que um escritório de advocacia comece as investigações para saber se Odílio Rodrigues será processado pelo clube por gestão temerária.

Creio que tenha sido mesmo temerária, principalmente no que se refere à contratação de Leandro Damião, mas temos de ser justos. O grande prejuízo que Damião deve causar ao Santos não é responsabilidade apenas de Odílio Rodrigues.

Eu pedi a palavra e lembrei, embasado em opiniões de conselheiros advogados, como a do amigo Marcello Pagliuso, que se Modesto Roma tivesse pagado os salários atrasados logo que assumiu o cargo, Leandro Damião não teria como ganhar a causa trabalhista que poderá tirar do clube cerca de 160 milhões de reais.

Além de Damião, na passagem de uma gestão a outra o Santos perdeu Arouca, Mena e Aranha.

Portanto, concordo que a gestão de Odílio Rodrigues foi temerária, assim como foi a de Luis Álvaro Ribeiro, a de Marcelo Teixeira e está sendo a de Modesto Roma. Ou seja, nosso pobre Santos tem vivido de gestão temerária em gestão temerária. Torcemos para um time administrado temerariamente há décadas, essa é a verdade.

Abaixo-assinado contra o Santos na areninha

Além do abaixo assinado deste blog – que pode ser assinado simplesmente deixando um comentário, com número de RG, ou de sócio do Santos – um outro abaixo-assinado com o mesmo teor foi passado entre os conselheiros. A maioria dos conselheiros é contra o time jogar em tal estádio e esquecer a capital.

Robinho

Para gente que viveu bem de perto a última passagem de Robinho pelo Santos, o clube não deveria contratá-lo mais. Segundo um ex-diretor, depois de ser reserva do time da China, sem a mesma vontade de treinar dos seus companheiros, ele não está em boa forma e é um mau exemplo para os mais jovens. E 600 mil por mês, nem pensar.

Geuvânio

Houve quem lembrasse a participação de Luis Álvaro Ribeiro na recuperação de Geuvânio, que seria mandado embora do Santos pelo técnico Muricy Ramalho. O ex-presidente resolveu ficar com o jogador e hoje a venda do seu passe é que dará algum respiro às combalidas finanças do clube.

A ditadura dos jogadores

Fonte confiável garante que o time não se esforçou como devia para ganhar do Flamengo pois já havia o interesse de alguns jogadores de pressionar o técnico Dorival Junior para escalar reservas nos jogos finais do Campeonato Brasileiro. A esta fonte Dorival se justificou, dizendo que teria escalado os titulares contra o Coritiba, mas os jogadores o pressionaram para não jogar.

Cabidaço de empregos

Ao assumir, a gestão atual criticava o cabide de empregos em que o clube tinha se transformado desde o presidente Luis Álvaro Ribeiro, com cerca de 360 funcionários. Realmente, era demais para um clube que não oferece nada, além de meia entrada para se assistir ao futebol. Bem, pois hoje, após apenas um ano de gestão de Modesto Roma, o quadro de funcionários do Santos está em 450!

Crise reduzirá ainda mais o público na Vila

Empresário de Santos previu que os jogos do time na Vila Belmiro terão públicos menores do que costumam ter. Ocorre que a crise tem desempregado muita gente na cidade e o poder aquisitivo, que nunca foi alto, está ainda menor. Aí eu acrescento: e por que não marcar a estreia do Santos para o Pacaembu, que teria um público de cerca de 30 mil pessoas?

Três cargos mais importantes

Frase de um santista influente, de cabeça aberta e morador de Santos: os três cargos mais importantes em Santos, são: prefeito da cidade, presidente do Santos e provedor da Santa Casa. Eu concluo: cargos que, além de poder e bom salário, permite empregar os amigos sem exigir qualificação.

Campanha de sócios? Espere sentado

Fontes próximas ao presidente e ao Conselho Gestor confirmam que não há o menor interesse do clube de atrair mais sócios, principalmente de fora da cidade de Santos. Deixar de fazer algo óbvio para melhorar as finanças do Santos não é sinal evidente de gestão temerária?

Visitei a sub-sede de São Paulo, muito bem instalada na avenida Higienópolis, deslumbrei-me, mais uma vez, com o sorriso da Juliana, só que o telefone e o sistema para aceitar novos associados ainda não estão funcionando. Aguardemos…

Fragmentação das chapas

Os grupos de conselheiros estão se fragmentando em subgrupos e já surgem prováveis nomes para a próxima eleição. Uma coisa é certa: se os conselheiros que enxergam o óbvio e querem realmente o bem do Santos não se unirem em torno de um único candidato, a visão oportunista dos que anseiam o poder apenas para sugar o clube prevalecerá novamente.

Falastrão

A opinião de muitos conselheiros é de que o Modesto Roma fala muito e adora um holofote. Anunciar publicamente, dois anos antes de terminar o atual contrato com a Rede Globo, que o Santos assinará com o Esporte Interativo, para muitos foi um tiro no pé. Agora o Santos será ainda mais boicotado pela rede que manda no futebol brasileiro e, se não tiver o apoio de outros clubes, ficará sozinho na parada, arcando com o ônus de tal ato. Agora que o estrago foi feito, creio que não haja volta. O Santos tem de assumir o futuro contrato com o Esporte Interativo, contatar outros clubes para fazer o mesmo e trabalhar muito para não cair no ostracismo em 2016 e 2017.

Homenagem a Gilberto Mendes

Sugeri que, em sua estreia no Campeonato Paulista, o time faça um minuto de silêncio em respeito à norte de Gilberto Mendes, compositor pós-moderno de renome mundial, morador na cidade e autor da obra “Santos Football Music”.

Reserve seu lugar no Encontro do 6º aniversário do Blog do Odir
Dia 2 de fevereiro, terça-feira, das 18 às 23 horas
Murymarelo Bar – Rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, São Paulo, SP, telefone (11) 5181-3104.
Haverá venda de livros a preços promocionais, e com direito a dedicatória do autor.
Sorteio de brindes
Para confirmar sua presença apenas envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

E você, o que acha disso tudo?


Que tipo de pressão a Globo pode fazer contra o Santos?

Reserve o seu lugar no aniversário de 6 anos do Blog do Odir – Envie e-mail com seu nome para blogdoodir@blogdoodir.com.br

A Globo já fez ótimas matérias sobre o Santos, como esta, que mostra a força do santista no Pacaembu. Mas depois acertou parceria com o time do ex-presidente e se esqueceu da obrigatória neutralidade.

Recentemente o presidente Modesto Roma disse na rádio Jovem Pan que tem sofrido muita pressão para renovar com a Globo e não assinar com o Esporte Interativo que, segundo ele, pagará ao Santos sete vezes mais do que paga a emissora carioca. Ficamos todos nós curiosos para saber que tipo de pressão a Globo exerceria sobre um presidente de clube para garantir sua assinatura.

– A Globo pode ameaçar a integridade física do Roma – sugeriu um amigo, em uma tese absurda, que rechacei prontamente. Vivemos em um país de estelionatários, mentirosos, ladrões e golpistas, mas não de assassinos profissionais. E a Globo, além de tudo, tem um nome a zelar. Que absurdo pensar em algo assim. A Globo jamais faria isso.

– Ué, então pode oferecer uma propina gorda – prosseguiu o rapaz, que deixou de ser meu amigo depois de tão insólita sugestão. Imagine uma empresa do grupo do grande jornalista Roberto Marinho subornar um presidente de clube para conseguir sua assinatura em um acordo que prejudicará imensamente este clube e sua legião de torcedores. Impossível. E impossível também um senhor de 63 anos, filho de um histórico ex-presidente do Santos, aceitar sequer ouvir tal proposta.

Posso criticar algumas ações do presidente do Santos, mas sei que é uma pessoa íntegra, incapaz de tomar uma decisão prejudicial ao Santos e aos santistas apenas por interesse pecuniário próprio. Ele sabe que tem um nome a zelar. Um só não, pois, sintomaticamente, carrega o mesmo nome de seu pai, o grande Modesto Roma, parceiro fiel de Athié Jorge Cury.

Abaixo-assinado está no ETC

Se você não quer que daqui a três anos o Santos mande todos os seus jogos na cidade de Santos e vire as costas para os mais de um milhão de santistas da capital, vá à página ETC e assine o abaixo-assinado. Deixe um comentário com seu nome completo, número de RG ou de sócio do clube, que incluirei na lista.

Para quem tem dúvida das intenções do presidente Modesto Roma sobre o estádio, sugiro que leia o perfil de Modesto Roma Junior colocado na Wikipédia provavelmente por um assessor de imprensa. Digo assessor de imprensa por que só há notícias positivas. As desabonadoras foram cortadas. Ou seja: o perfil tem a aprovação do próprio Roma.

E no texto há um parágrafo que diz, claramente: “Outro projeto do presidente do Santos é a construção de um estádio multiuso nas áreas que ficam atrás do Estádio Ulrico Mursa e do AA Portuários.”

Portanto, se Roma fez parte da criação desse projeto, como ele mesmo anuncia, obviamente quererá dividir todos os jogos do clube entre esse novo estádio e a Vila Belmiro, o que causará enorme prejuízo financeiro ao clube, pois o afastará do maior e de maior poder aquisitivo grupo de torcedores do Santos, que são os moradores da Grande São Paulo.

Clique aqui para entrar na página ETC e deixar seu nome no abaixo-assinado contra a participação do Santos no estádio para 25 mil pessoas em Santos.

Reserve seu lugar no aniversário de 6 anos do Blog do Odir

Encontro do 6º aniversário do Blog do Odir Cunha será dia 2 de fevereiro, uma terça-feira, das 18 às 23 horas horas, no Salão Fênix, no mezanino do Murymarelo Bar.

Reserve seu lugar pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Desde o primeiro aniversário estou ensaiando promover um encontro dos frequentadores deste blog. Naquela época os frequentadores eram outros, mas muitos, como o amigo Luiz Tomaz, permanecem até hoje. Bem, enfim surgiu a oportunidade. Dia 2 de fevereiro o blog completa seis anos e o encontro ocorrerá no Murymarelo Bar, na Chácara Santo Antonio, Capital.

Venha comemorar com a gente o aniversário de um blog que em seis anos acompanhou e comentou sete títulos e quatro vice-campeonatos do Santos; testemunhou o surgimento e o futebol mágico da geração de Neymar & Ganso; defendeu a Unificação dos Títulos Brasileiros; festejou o Centenário do Glorioso Alvinegro Praiano, denunciou e vem denunciando a tentativa de Espanholização no futebol brasileiro promovida pela Rede Globo, e tem atuado como um verdadeiro ombudsman do clube, acompanhando de perto as gestões de Luis Álvaro Ribeiro, Odílio Rodrigues e, agora, de Modesto Roma. Tudo isso em 2.200 posts e 162 mil comentários – dos melhores analistas de futebol do Brasil-, além de dezenas de enquetes que espelham a opinião do torcedor do Santos.

Participe de sorteios de brindes e livros.

Venha conhecer e rever amigos santistas.

Na oportunidade, os livros Time dos Sonhos, Dossiê da Unificação e outros sobre a rica história santista serão oferecidos a preços promocionais e com direito a dedicatórias do autor. Venha e traga os amigos.

Presença de ex-jogadores que fizeram história no Santos.

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo

Clique aqui para ver o endereço e conhecer melhor o Murymarelo Bar

E você, o que acha disso tudo?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑