Aniversário das duas cidades mais santistas no mundo

Nestas segunda e terça comemoramos os aniversários das duas cidades mais santistas no mundo. Primeiro, os 462 anos de São Paulo, megalópole com 12 milhões de habitantes, um milhão dos quais torcedores do Santos. No dia seguinte, o município de Santos faz 470 anos. Berço do Alvinegro Praiano, mais de 40% dos seus 440 mil habitantes são santistas. As duas cidades são o suporte do Santos. Por isso, ver o tobogã do Pacaembu tomado pela torcida do Flamengo – clube que estuda a possibilidade de assumir o estádio paulistano -, é preocupante. O Santos não pode abrir mão de suas conquistas em Sampa.

O abaixo-assinado contra o Santos mandar todos os seus jogos na futura areninha do Portuários prossegue na página ETC deste blog. Vai lá!
Clique aqui para ir para a página ETC.

UM GOLAÇO DE SERGINHO – E DO ESPORTE INTERATIVO

Para um amistoso em que os dois técnicos trocaram quase todos os jogadores, o empate de 2 a 2 entre Bahia e Santos, na Fonte Nova, foi um bom entretenimento. Duelo que decidiu três títulos brasileiros, esse confronto de história e carisma mostrou os elencos dos dois times para a temporada de 2016 e deixou nos santistas a impressão de que a força do time deve continuar vindo de sua base.

Com um gol fácil de Gabriel no primeiro tempo, aproveitando passe de Joel, e um golaço do canhoto Serginho quando a partida caminhava para o seu final, o Santos empatou e até poderia ter saído de campo com a vitória, caso a arbitragem baiana não tivesse anulado um gol legal do Alvinegro Praiano no último lance da partida.

De qualquer forma, o resultado não importava. O jogo valeu para mostrar as novas caras do Santos e dar uma ideia do potencial do time para esta temporada. Não analisarei jogador por jogador – se quiser fazê-lo, vá em frente -, só direi que gostei de Gustavo Henrique, da movimentação de Gabriel, da jogada e do chute sensacional de Serginho, mas fiquei ressabiado com Caju, errático e nervoso, com responsabilidade nos dois gols do Bahia e ainda expulso de campo por reclamação.

Gostei da qualidade de imagem do Esporte Interativo, agora na grade da Net, e do teor dos comentários – que buscaram valorizar o espetáculo, enaltecendo os dois times por igual, sem nenhum favorecimento, como se costuma fazer na Globo. Os formadores de opinião entre os santistas, principalmente os blogs, sites e páginas no Facebook, devem divulgar o Esporte Interativo e essa parceria, pois essa é a salvação para o nosso Santos e para o futebol brasileiro.

Quanto mais clubes assinarem com o Esporte Interativo, maior será a possibilidade de que a meritocracia prevaleça no nosso futebol e de que termine os privilégios e a reserva de mercado que tenta espanholizar o futebol brasileiro. O torcedor também poderá voltar aos jogos noturnos, hoje marcados para o impraticável horário das 22 horas, o que tem colocado o futebol como coadjuvante das apelativas novelas da tevê carioca.

Estou certo de que as comunidades de todos os clubes que estão assinando ou devem assinar com o Esporte Interativo estão interessadas em divulgar o canal e suas atrações, ajudando no fortalecimento das relações entre a emissora e os clubes parceiros. Porém, a assessoria de imprensa e o departamento de comunicação do Esporte Interativo precisam estar preparados para usar essa arma. Só na Internet há milhões de espectadores que acompanham sites, blogs e páginas de seus clubes. Essa forma de publicidade espontânea e barata não pode ser desprezada pelo canal da Turner Time Warner se quiser atingir o coração dos torcedores.

Bahia 2 x 2 Santos

Data: 23 de janeiro de 2016, sábado, 19h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Renda: R$ 250.561,50. Público pagante: 10.429 pessoas.
Bahia: Marcelo Lomba, Cicinho (Hayner ) , Robson (Dedé), Gustavo (Eder) e João Paulo (Júnior); Paulo Roberto (Yuri), Danilo Pires (Gustavo Blanco), Juninho (Rômulo) e Edigar Junio (Zé Roberto); Jeam (Marquinho) e Luisinho (Mario). Técnico: Doriva.
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz (Caju), Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca (Léo Citadini); Alison (Rafael Longuine), Thiago Maia (Lucas Otávio) e Lucas Lima (Ronaldo Mendes); Paulinho (Vitor Bueno), Gabriel (Marquinho) e Joel (Serginho). Técnico: Dorival Júnior.
Gols: Gabriel, aos 24 minutos do primeiro tempo; Hernane, aos 3 e 10 minutos, e Serginho, aos 44 minutos do segundo tempo.
Arbitragem: Diego Pombo Lopes, auxiliado por Dijalma Silva Ferreira e Marcos Welb Rocha de Amorim, todos da Bahia.
Cartões amarelos: Paulo Roberto e Gustavo, do Bahia; Lucas Lima, Victor Ferraz, Alison e Caju, do Santos.
Cartão vermelho: Caju.

Encontro de aniversário de 6 anos do Blog do Odir
Você já confirmou sua presença – e as dos amigos – no encontro do sexto aniversário do Blog do Odir? Então envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br O papo será bom, o chope também e haverá ofertas especiais de livros do Santos – como o Time dos Sonhos e o Dossiê – e sorteios. Será no Murymarelo Bar, na rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, Santo Amaro, São Paulo, telefone (11) 5181-3104. Será dia 2 de fevereiro (terça-feira), das 18 às 23 horas. Espero você lá!

E você, o que achou da estreia do Santos no Esporte Interativo?