Com esses dois gols no Clássico Alvinegro, Ricardo Oliveira chegou a quatro e está a três gols de William Pottker, atacante do Linense que é o artilheiro do Paulista. Será que Oliveira balançará a rede neste sábado, no Pacaembu?

Você sempre não pediu mais jogos do Santos no Pacaembu? Pois este sábado é o dia de ir e levar as crianças ao estádio mais aconchegante do Brasil. Às 18h30 o Santos enfrenta o bom Água Santa. Finalmente Rafael Longuine iniciará uma partida, e no lugar do maestro Lucas Lima, suspenso. Um jogo gostoso de assistir.

Espera-se um Santos motivado, depois da boa vitória no Clássico Alvinegro. O time teve seis dias para descansar e está praticamente completo, com a mesma defesa e o mesmo ataque que jogou domingo. O meio-campo terá Thiago Maia, Renato, Serginho e Rafael Longuine. Creio que a equipe talvez perca um pouco a posse de bola, mas será mais aguda no ataque, pois Longuine é o chamado jogador vertical, ou seja, vai pra cima mesmo.

Este Água Santa, de Diadema, é um time que há quatro anos era amador e, após subir de divisão ano a ano, está fazendo um bom Paulista. Com três vitórias, apenas uma a menos do que o Santos, o time do ABCD, que, entre outros, revelou Romarinho e Neilton, tem 11 pontos ganhos e é o terceiro colocado do Grupo D, apenas dois a menos do que o Red Bull.

O técnico Márcio Ribeiro disse que seu time vai buscar o gol o tempo todo. Porém, talvez não possa escalar o artilheiro Everaldo, que sentiu uma lesão na última partida, contra o Oeste, e não treinou durante a semana. O mesmo ocorreu com o goleiro titular, Roberto. Ambos passarão por um teste antes da partida contra o Santos.

Enfim, é melhor não confundir esse Água Santa com água benta, aquela que todo mundo passa a mão. Com exceção da derrota para o Linense, em Lins, por 4 a 0, a equipe de Diadema tem feito jogos equilibrados. Para vencê-la, o Santos terá de se impor, enfrentá-la com a mesma determinação com que enfrenta os grandes times do Estado. É aquele tipo de jogo que o Santos poderá tornar fácil desde que jogue o que pode.

A vitória é muito importante para o Santos. Não só para se firmar na liderança do Grupo A, no qual tem a perseguição do Linense e do São Bento, como para até assumir a liderança geral do campeonato nesta rodada. Com três pontos o Alvinegro Praiano irá a 18 pontos e poderá se tornar o líder na classificação geral caso o alvinegro de Itaquera não vença o Botafogo, amanhã, em Ribeirão Preto.

Como você deve saber, este blog sempre pede mais jogos no Pacaembu. Se o próprio diretor de marketing do Santos, Eduardo Rezende, reconhece que há um milhão de santistas na Grande São Paulo, então é preciso olhar com mais carinho para este enorme contingente de adoradores do Peixe. Mas não conseguiremos mudar a cabeça dos que comandam o clube se ficarmos em casa neste sábado, em que o jogo é bom e o ingresso está mais barato.

Vá e não se esqueça de levar as crianças. Até 12 anos elas não pagam. Da mesma forma que têm acesso livre torcedores com mais de 60 anos. Se for o seu caso, não se esqueça do documento para comprovar a idade. Mesmo que não tenha comprado ingresso com antecedência, não há problema. É só chegar uma hora mais cedo e garantir o seu. É o que eu faço.

O Santos deve jogar com Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Serginho e Rafael Longuine; Gabriel e Ricardo Oliveira. Classifico este time de médio para bom, acima, entretanto, dos outros times paulistas.

A provável escalação do Água Santa será Roberto (Richard), Jonathan, Eli Sabiá, Gustavo e Bruno Ré; André Rocha, Sérgio Manoel, Éder Loko e Francisco Alex; Rafael Santiago e Everaldo (Rafael Martins).

A arbitragem ficará a cargo de Vinicius Furlan, auxiliado por Vicente Romano Neto e Patrick André Bardauil. Vamos ver se desta vez o árbitro não esquece o cartão amarelo durante o primeiro tempo, como tem ocorrido nos últimos jogos do Santos.

Olha só quem está chegando…

E você, o que espera do Santos contra o Água Santa?