Segue o boicote odioso da Globo ao Santos

Mesmo com cinco jogadores das Seleções Brasileiras Principal e Olímpica, o Santos está sumido da tevê Globo e de seus filhotes Sportv e Premiere. É claro que isso já era esperado e é uma retaliação ao fato de o Glorioso Alvinegro Praiano ter assinado com o Esporte Interativo a partir de 2019. O que a Globo faz, como empresa jornalística, é inominável. Mas algumas coisas estão mudando em nosso País e esse poder que ela tem sobre o futebol e sobre os clubes está no fim.

Clique aqui para ler sobre o boicote da Globo ao Santos

A entrada de Lucas Lima no lugar de Alison mudou o Santos da água para o vinho, e o time, que terminou o primeiro tempo perdendo para a Ferroviária por 1 a 0, virou para 4 a 1 na segunda etapa, com gols de Zeca, Paulinho (2) e Gabriel, de pênalti. Além de Lucas Lima, os destaques santistas foram Joel, Paulinho e Zeca.

Com o resultado, o Santos volta à liderança do Grupo A, com 26 pontos, sete vitórias, 11 gols de saldo e 21 gols marcados, contra 24 pontos, seis vitórias, 10 gols de saldo e 19 gols marcados pelo São Bento, o segundo colocado.

Ao Santos restam ainda o Capivariano fora e o Audax em casa, enquanto o São Bento enfrentará o Audax fora e o São Paulo em casa. Uma vitória domingo, às 18h30, contra o Capivariano, pode garantir o primeiro lugar do grupo ao Santos, desde que o São Bento não vença o Audax fora de casa.

É importante terminar em primeiro porque isso dará ao Alvinegro Praiano a vantagem de fazer o jogo único das quartas de final em casa. Se vencer, fará também a semifinal diante de sua torcida.

Sem os titulares David Braz, Renato e Ricardo Oliveira, Dorival Junior escalou o Santos com Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Alison (Lucas Lima) e Rafael Longuine; Gabriel, Paulinho (Elano) e Joel (Ronaldo Mendes).

A Ferroviária, dirigida por Sérgio Vieira, jogou com Rodolfo, Igor Julião, Marcão, Luan e Thallyson; Juninho, Matheus Rossetto (Luiz Gustavo) e Fernando Gabriel; Tiago Marques (Caíque), Samuel e João Paulo (Rafinha).

Depois de alguma instabilidade no primeiro tempo, o Santos dominou a partida e conseguiu uma ótima vitória na segunda etapa. O único fato a lamentar foi o pequeno público do Urbano Caldeira: apesar dos apelos dos jogadores e da imprensa local, apenas 4.208 pessoas pagaram para ver a boa vitória santista.

Flashes de uma democracia que funciona:

E você, o que acha disso?