Por Amir Somoggi, especial para o Blog do Odir

O motivo desse artigo é poder dividir com todos a minha visão sobre o Santos FC nesses mais de 15 anos de experiência em projetos de consultoria em marketing e gestão esportiva para clubes, agências, patrocinadores e investidores.

Mas antes, preciso dizer que sou santista, meu amor pelo clube veio do meu pai e já passou para a minha filha de 5 anos, santista fanática. Todos de São Paulo, capital.

Esse é o ponto central do meu artigo, já que essa minha história ocorre aos milhões em todo o estado de São Paulo e em diferentes partes do Brasil e apenas aos milhares em Santos. E digo mais: pela abrangência global de sua marca, comprovadamente a mais reconhecida entre os clubes brasileiros no exterior, também no mundo.

Toda sua história, das mais lindas do futebol mundial, marcaram o nome do clube no cenário global. Isso tudo construindo na Vila Belmiro, sem dúvida, o DNA do Alvinegro Praiano.

Contudo, a realidade do clube mudou, seus competidores estão cada vez mais fortes financeiramente e, infelizmente, o Santos ficou para trás, mesmo com tamanha potencialidade. Segundo meu estudo sobre as finanças dos clubes brasileiros, o Santos encerrou 2015 com receitas de R$ 170 milhões, em queda desde 2011.

Palmeiras por exemplo, que viu uma ascensão em 2015 já fatura R$ 352 milhões, São Paulo R$ 331 milhões e Corinthians R$ 298 milhões.

Santos tem cerca de 6 milhões de torcedores em todo o Brasil, uma alta concentração na capital e interior de São Paulo. Há ainda muitos torcedores no Paraná, todo o Centro Oeste e Nordeste. Por outro lado, apenas 33% da população de Santos torce para o time.

O time, para crescer e prosperar nacionalmente e internacionalmente, terá de contar com a reflexão do torcedor e sócios da cidade de Santos e o entendimento de que ficar atrelado exclusivamente à cidade de Santos somente diminui o potencial mercadológico de sua marca.

O clube precisa ter uma proximidade maior com os milhões de torcedores que tem e para isso precisa ocupar esses espaços. O caminho: muito mais jogos fora da Vila, departamento de marketing/comercial completamente diferente do modelo atual, com sede em São Paulo e numa nova dimensão.

Santos conta com mais de 1 milhão de curtidas no Facebook fora do Brasil. É o maior, disparado, entre os clubes brasileiros.

O time onde nasceu Pelé, que parou duas guerras, que produz craques como ninguém, que joga esse futebol irreverente, é do mundo. Não apenas de sua cidade natal!

amir somoggiAmir Somoggi é graduado e especialista em Planejamento Estratégico, Gestão e Marketing Esportivo

Uma partida dos tempos em que o Santos enfrentava os melhores (não os rabeiras) fora de casa, em jogos decisivos, vencia e dava espetáculo!

A Olimpíada acabou mas a promoção no Blog do Odir melhorou!
Até o dia 31 de agosto quem adquirir o livro Time dos Sonhos receberá um exemplar do histórico Dossiê da Unificação, além das versões eletrônicas (PDFs) de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. É só comprar o Time dos Sonhos que eu envio os outros. Tudo isso por apenas 68 reais. Torne-se um guardião da rica história santista!

novo time dos sonhosCapa Dossiê Unificação dos Títulos BrasileirosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTime
Entre aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.