Com apenas 68 reais você já adquire cinco livros e começa a montar sua biblioteca sobre o Santos!
Neste setembro, mês de aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Esses cinco livros por apenas 68 reais! E sem despesas de correio!
Isso mesmo! Compre um exemplar de Time dos Sonhos e ganhe outro de presente (este segundo você pode trocar por um Dossiê, se quiser), com dedicatórias, despesa de correio incluída e mais as cópias eletrônicas de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Tudo isso por apenas 68 reais!
Não perca! Promoção vai até 9 de outubro ou o fim do estoque!
Conheça os tempos em que o Santos reinava no futebol mundial

Não se esqueça: se quiser pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
DonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Entre aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.
Clique aqui para comprar o livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, e ganhar mais um exemplar de graça, ou um Dossiê, além das versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, frete pago e dedicatória exclusiva. Tudo isso só por R$ 68,00 e ainda dá pra parcelar. Clique já!

QUEM QUER SER CAMPEÂO?

O Santos bobeou demais e está a oito pontos do líder, porém ainda faltam 14 rodadas e em metade delas o Alvinegro Praiano jogará em casa. E mesmo nas partidas fora, como não há nenhum esquadrão neste Campeonato Brasileiro, todos os jogos são ganháveis. Desistir agora da luta pelo título será o mesmo que assinar um atestado de preguiça e incompetência. Lutar em cada jogo, como em uma batalha, é a única solução. Não se pode esperar nenhuma outra atitude de uma equipe de atletas profissionais.

Fosse eu o técnico do Santos, escalaria um time para enfrentar o Botafogo, nessa quarta-feira, às 19h30, no estádio Luso-Brasileiro, apenas com jogadores dispostos a correr pela vitória. Levaria em conta a qualidade técnica de cada um, claro, porém daria um peso maior à força de caráter, à vontade de voltar do Rio com três pontos.

O Estádio Luso-Brasileiro fica na Ilha do Governador, Rio de janeiro, e pertence à Portuguesa Carioca. Sua capacidade é de 15 mil pessoas, bem próxima à da Vila Belmiro. Esperamos que os jogadores do Santos não se sintam peixes fora d’água lá.

A escolha pelo time mais motivado pode ser feita simplesmente perguntando aos jogadores quais estão realmente a fim de ralar pela vitória no Rio, mas a seleção dos atletas para o jogo também pode ser feita levando-se em conta, simplesmente, os que têm se empenhado mais nos últimos jogos.

Santistas que somos, temos o hábito de colocar a técnica acima de tudo, mas o passado nos mostra que nem sempre é ela que decide. Não fosse um atacante brigador como Almir Albuquerque, o Almir Pernambuquinho, e o Santos não teria se tornado o primeiro bicampeão mundial da história do futebol, derrotando o poderoso Milan, no Maracanã, sem os titulares Pelé, Zito e Calvet.

Quero dizer com isso que este jogo contra o Botafogo, que pelos antecedentes dificilmente livrará o Santos de outra derrota, é a oportunidade ideal de Dorival Junior fazer algo diferente e corajoso e escalar um time cascudo, com jogadores talvez de menos técnica, mas ansiosos por se firmar no elenco e no futebol.

Para começar, Victor Ferraz, Renato, Vitor Bueno, Lucas Lima e Ricardo Oliveira iriam para o banco de reservas. Os cinco têm atributos técnicos inegáveis, porém têm atuado sofrivelmente nas partidas fora de casa. Veja ainda, amiga leitora e amigo leitor deste blog, que nas quatro partidas que o Santos perdeu para times na rabeira do campeonato, esses jogadores estavam presentes.

Com todos eles em campo o Santos foi derrotado pelo lanterninha América Mineiro, para o Coritiba, Figueirense (na Vila Belmiro) e Internacional. E sabe por quê? Por que, ao contrário do que preconizava o genial Johan Cruiff, de que o atacante é o primeiro defensor, esses santistas não se empenham na marcação, não têm a pegada de jogadores menos talentosos, porém com muito mais vontade.

Assim, como Copete não poderá jogar, por suspensão, eu escalaria o Santos, para enfrentar o Botafogo, com Vanderlei, Daniel Guedes, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Yuri, Vecchio e Jean Mota; Joel e Rodrigão. Se a vitória não viesse, ao menos o torcedor do Santos teria a certeza de que o time lutaria até o final por ela.

Nesse momento do texto você deve estar achando que eu sou maluco e deve estar pedindo ao menos dois ou três desses cinco afastados no time titular. Bem, é possível colocar Renato no lugar de Joel, dando ao veterano a oportunidade de ir mais à frente, como fez domingo. Com a posse de bola, teríamos Jean Mota, Renato, ou Vecchio, e Rodrigão mais avançados e o time ainda teria um meio-campo forte na marcação, com Thiago Maia, Yuri e Vecchio, ou Renato.

Sei que é difícil para o torcedor santista aceitar que jogadores de nível técnico tão elevado, como Lucas Lima e Ricardo Oliveira, tenham de sair do time para o Santos ter mais chances de vitória no Rio de Janeiro, mas não basta saber jogar futebol, é preciso querer. Não basta ser o melhor no papel, como o Santos era nesses quatro jogos que perdeu, é preciso ter jogadores comprometidos com a vitória e a busca pelo título.

Quanto ao Vitor Bueno, é um jogador de enorme potencial, mas some em alguns jogos, principalmente fora de casa, a ponto de ter sido substituído em todas essas quatro derrotas citadas. Mas tanto ele, como os outros que eu colocaria no banco, poderiam entrar no transcorrer da partida.

Uma pesquisa do jornal Lance comparou jogador por jogador de Santos e Botafogo e o Alvinegro Praiano ganhou em todas as posições, com exceção daquela do ex-santista Neilton. Portanto, no papel, a vitória seria certa. Ocorre que, sabemos bem, a teoria não entra em campo, pois, se entrasse, o Santos seria o líder, disparado, deste Brasileiro.

Bem, mas esse post é apenas um exercício de rebeldia e provocação e faz parte daqueles que irão para o limbo, pois sabemos que jamais nosso convencional técnico adotará atitude tão radical. Na verdade, todos os que ele chama de titulares entrarão em campo – talvez até o indefectível Léo Cittadini – e o Santos ficará tocando a bola de lá para cá, daqui para lá, até que o alvinegro carioca acerte um ataque e abra o marcador. Quero muito queimar a língua, mas sem jogadores raçudos, não vejo como o Santos possa mudar a sorte desenhada para essa partida.

santistas pacaembu
Recebi o aviso abaixo da Ouvidoria do Santos, dizendo que o clube disporá de ônibus, “grátis”, para trazer os proprietários de cadeiras e camarotes na Vila Belmiro para o Pacaembu, domingo. Providências para facilitar a vida do santista do planalto? Nenhuma. Os ingressos para o jogo contra o Figueirense, domingo, às 18h30, só começarão a ser vendidos nessa quinta-feira, enquanto o Flamengo, que nem é de São Paulo, já deve ter vendido 15 mil ingressos para o seu jogo das 11 horas no mesmo Pacaembu e no mesmo domingo. Fica evidente a diferença entre uma administração profissional, como a do rubro-negro carioca, e uma amadora, como a do Santos. Os cariocas estão carecas de saber que São Paulo é o mercado mais rico do Brasil e querem fincar sua bandeira na capital paulista, o Santos tem 1,2 milhão de torcedores na metrópole e os trata a pontapés. Mas vamos lá. Os que querem um Pacaembu vazio, para dizer, mais uma vez, que não vale a pena jogar em São Paulo, terão de colocar o rabo entre as pernas.

PARA CONHECIMENTO

O Santos disponibilizará ônibus grátis para associados proprietários de Cadeiras / Camarotes.

Saída: Domingo – 18.09.16

Horário: 14h30

Local: Em frente ao Portão 7/8

Reservas: Na Ouvidoria até sexta-feira – 16 horas

– Venceslau – 3257 4123 / venceslau.neto@santosfc.com.br

– Batalha – 3257 4142 / jorge.batalha@santosfc.com.br

* Demais associados – 40 reais a serem pagos até sexta-feira (16) as 16 horas.

Atenciosamente.

E você, quem escalaria para enfrentar o Botafogo?