luiz-taveira
O empresário Luiz Taveira com Zé Love, um jogador que ele trouxe para o Santos, vendeu para o Genoa e não lhe rendeu um tostão.

Gosto das coisas claras, de pessoas que abrem o jogo e dão a cara para bater. Por isso, fiquei surpreso e agradecido ao receber o telefonema do empresário Luiz Taveira. Ele ligou para explicar o caso Cleber e não fugiu de nenhuma pergunta:

“Tenho a informação de que o Santos fez todos os exames médicos com o Cleber, incluindo ressonância magnética. Só depois ele assinou um pré-contrato, que é um compromisso de contratação.”

O empresário me explicou que não soube das notícias na imprensa alemã de que o zagueiro do Hamburgo teria problemas recorrentes no joelho direito, mas adiantou que a responsabilidade pelos exames médicos é do clube contratante e, no caso, os exames foram feitos.

Disse ainda que ficou cinco dias em Hamburgo concentrado apenas em convencer Cleber a escolher o Santos em vez do Atlético Mineiro, que oferecia um valor maior. Garantiu-me que o argumento principal foi pedir para o jogador imaginar quanto não valeria entrar no mesmo vestiário em que estão os armários de Pelé, Zito, Clodoaldo, Carlos Alberto e tantos outros jogadores imortais do futebol.

Taveira me contou que mesmo sendo da cidade e torcedor fanático do Santos, sempre tinha evitado fazer negócios com o clube porque achava “complicado”. Lembrou que montou o time da Portuguesa Santista terceiro colocado no Campeonato Paulista de 2003, mas não levou jogadores da Briosa para o Santos; que trouxe Zé Love para o Santos e depois participou da venda de seu passe para o Genoa sem ganhar um tostão e contou-me ainda do esforço que fez para, em parceria com o ex-lateral Marco Aurélio, trazer Ricardo Oliveira ao Alvinegro Praiano e depois impedir que ele fosse embora para o Grêmio, seduzido por uma proposta financeira bem melhor. Por fim, lembrou Jonathan Copete, também negócio feito por ele.

Senti sinceridade em Taveira quando ele me explicou como é o trabalho dos empresários no futebol. Disse que se o clube enviar seus dirigentes para negociar jogadores, como eu sugeri, o valor final sempre será mais caro. Com o empresário é diferente e é por isso que o Palmeiras, mesmo tendo o diretor Alexandre Mattos, trabalha com três empresários.

“São os empresários que fazem o contato e fecham os valores para o Palmeiras”, garantiu.

Em determinado momento ele usou a expressão “se um dia você for presidente do Santos, Odir”, então eu aproveitei a deixa para lhe dizer que reconheço no trabalho do empresário uma atividade honesta e profissional como outra qualquer, protegida pela Lei Pelé, mas que trabalharia para modificar a Lei Pelé e estabeleceria que toda negociação de jogadores, no Santos, seria cem por cento transparente. Não haveria comissão para ninguém do clube e o empresário receberia apenas a estipulada por lei. Os negócios têm de ser limpos a ponto de serem expostos no Conselho Deliberativo sem se esconder nada.

Ele respondeu que essa transparência nas negociações de jogadores já existe no Santos, ao menos nos negócios de que ele participa. Eu lhe disse que entendo que ele seja partidário do presidente atual, mas que se ocorrer de eu ser mesmo eleito presidente, não serei revanchista, conversarei com todas as pessoas que têm trabalhado pelo Santos e analisarei caso a caso. Quem está servindo ao clube e não servindo-se dele, não precisa ter medo de uma gestão que se baseará na competência, na austeridade e na honestidade.

Confesso que tenho um certo preconceito contra empresários no futebol e o próprio nome Taveira, que me lembra Caveira, não me soava bem. Porém, a Lei Pelé institucionalizou a figura do empresário e mesmo entre eles há os bons e os maus. Um dirigente de clube terá de saber trabalhar com eles, ou sempre será passado para trás nas transações. Gostei de conversar com o senhor Taveira. Acho que pintaram o diabo mais feio do que ele é.

E você, o que acha dos empresários no futebol?

Quer conhecer melhor uma pessoa? Veja como ela se relaciona com o dinheiro. Quer saber como eu me relaciono? Clique em Etc, abaixo.

Etc

anuncio-promocao-de-natal

Não dá mais tempo de comprar livros neste blog para dá-los de presente neste Natal? Não há problema. Presenteie no Ano Novo. A promoção de livros prossegue até a meia-noite do dia 31. Aproveite!


time dos sonhos - autor lendo trecho do livro para Robinhoeu, Pelé e as crianças - livro segundo tempodossie - peres e eu

Livro é um presente duradouro. Pense nisso antes de presentear neste final de ano. Atente para as promoções de livros do Blog do Odir até a meia-noite do dia 31 deste mês.

Time dos Sonhos: Você compra apenas um exemplar, mas recebe dois, sem despesa de correio, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.

Após fechar a compra, peça dedicatórias para os dois exemplares de Time dos Sonhos pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Por tudo isso você vai pagar apenas 68 reais.

Como proceder: clique em Comprar Livros, no alto da home deste blog, e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos. Os outros eu envio para você.

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros: Compre apenas um exemplar, por 38 reais, mais as despesas de correio que o Pagseguro calcula logo que você inserir o número do seu CEP, e eu enviarei dois exemplares para você. Para pedir as dedicatórias, é só enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

Segundo Tempo, de Ídolo a Mito: Até 31 de dezembro esta obra-prima poderá ser adquirida na Livraria deste blog por apenas 49 reais, mais as despesas de correio. Conheça a vida de Pelé de um ângulo que você nunca viu antes. O livro irá com uma dedicatória do autor para o comprador. Se quiser uma dedicatória para outra pessoa, é só enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para garantir o seu Dossiê e o presente de Natal do seu amigo santista, palmeirense, botafoguense, ou torcedor de Cruzeiro, Fluminense e Bahia.

A promoção do livro Time dos Sonhos continua
Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Com apenas 68 reais você recebe dois exemplares do livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, sem despesas de correio, com direito a dedicatórias em cada um deles (basta enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e dizer para quem quer as dedicatórias) e ainda recebe, por e-mail, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.
É só comprar um exemplar de Time dos Sonhos que envio o pacote todo para você. Já tem o livro? Então compre para os amigos. Uma obra com preciosas 535 páginas sobre a rica história do Santos é um presente para toda a vida, você sabe.
Clique aqui para comprar um exemplar do livro Time dos Sonhos e ganhar mais um, com dedicatórias exclusivas e mais as versões eletrônicas de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.Tudo por 68 reais, e ainda dá para parcelar!

Leia O barqueiro de Paraty, uma história de virtude e amizade que pode mudar sua vida. Mas se vida simples e os ensinamentos do filósofo Epiteto não lhe interessam, compre para sua mulher, mãe, ou filha, pois estou certo de que elas gostarão.

Na livraria deste blog a versão em papel de O barqueiro de Paraty está esgotada. Mas é possível adquiri-lo em Ebook, na Amazon, por apenas R$ 10,21 (abaixei um pouco mais o preço). Essa história, um tanto autobiográfica, é um ótimo presente para quem quer aprender mais sobre a essência da vida simples e a filosofia de Epiteto. No link abaixo é possível ler o primeiro capítulo. Experimente…
Clique aqui para entrar na Amazon, ler uma parte do livro “O barqueiro de Paraty” e, se gostar, adquiri-lo por apenas R$ 10,21. Um livro que pode mudar a sua vida por apenas R$ 10,21 está bom pra você?