bandeirao 28-01-2017 Vista do bandeirão desde a arquibancada verde do Pacaembu

Mais um filme sensacional do Rachid:

Comentário de Gustavo Roman, imparcial e excelente:

Com a goleada de 5 a 1 sobre o Kenitra, do Marrocos, o Santos estabeleceu uma marca no Pacaembu que dificilmente será superada, pois alcançou a 16ª vitória consecutiva no estádio municipal de São Paulo. Nessa sequência, teve adversários difíceis, pois derrotou duas vezes o São Paulo (3 a 0 e 1 a 0) e uma o Palmeiras (3 a 1). A série se inicia com a vitória sobre o Ituano por 1 a 0, na final do Campeonato Paulista de 2014.

Confira as 16 vitórias consecutivas do Santos no Pacaembu

Santos 1 x 0 Ituano – 13/4/2014
Santos 3 x 1 Vitória – 6/9/2014
Santos 2 x 0 Goiás – 28/9/2014
Palmeiras 1 x 3 Santos – 19/10/2014
Santos 5 x 0 Botafogo – 16/10/2014
Portuguesa 1 x 3 Santos – 22/02/2015
Santos 4 x 2 Linense – 1/3/2015
Santos 1 x 0 Audax – 21/3/2015
Santos 3 x 2 Figueirense – 1/10/2015
Santos 4 x 1 Mogi Mirim – 25/2/2016
Santos 1 x 0 Água Santa – 12/3/2016
Santos 3 x 0 Botafogo – 5/6/2016
Santos 3 x 0 São Paulo – 26/6/2016
Santos 3 x 2 Santa Cruz – 18/09/2016
São Paulo 0 x 1 Santos – 13/10/2016
Santos 5 x 1 Kenitra – 28/01/2017

Não foi a primeira marca importante do Santos no Pacaembu. Lembro algumas delas:

Maior público na história do Pacaembu

Com 68.327 pagantes, Palmeiras 1 x 1 Santos, com grande maioria de santistas, em 11 de dezembro de 1977, é o recorde de público do Pacaembu. A revista Placar provou que os números foram superfaturados no jogo São Paulo 3 x 3 Palmeiras, em 24 de maio de 1942. Na verdade, naquela partida o borderô somava apenas 63.281 pessoas.

Maior artilheiro do Pacaembu

Pelé, com 115 gols em 116 jogos, é o jogador que fez mais gols no estádio santista da capital.

O grande jogo da história do estádio

Com viradas espetaculares e 13 gols, o clássico Santos 7 x 6 Palmeiras, pelo Torneio Rio-São Paulo de 1958, jogado em 6 de março daquele ano, é apontado como o grande jogo do estádio e um dos grandes jogos da história do futebol mundial.

A virada mais importante dos Brasileiros

Após perder no Rio por 4 a 1, o Santos precisava vencer o Fluminense por três gols de diferença, na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1995, em 10 de dezembro daquele ano. A meta foi alcançada com uma vitória por 5 a 2, na virada mais importante e empolgante entre grandes times brasileiros.

Primeiro título brasileiro da Libertadores

A primeira vez que um time brasileiro comemorou um título da Copa Libertadores no Pacaembu ocorreu em 22 de junho de 2011, quando o Santos bateu o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 1.

15 títulos comemorados no estádio

Sem contar as decisões em que fez o primeiro jogo no Pacaembu e garantiu o título no campo do adversário, como nas finais dos Campeonatos Brasileiros de 1962, 63, 64 e 65, o Santos comemorou 15 conquistas na sua casa paulistana. São elas:

1. Taça das Taças 1948 – Santos 2 x 1 Corinthians – Jogo único
2. Taça Cidade de São Paulo de 1949 – Santos 2 x 0 São Paulo – Final
3. Torneio Início 1952 – 04 partidas
4. Paulista 1956 – Santos 4 x 2 São Paulo – Jogo Desempate
5. Torneio Internacional da FPF 1956 – Santos 5 x 2 Newll’s Old Boys – Final
6. Rio-São Paulo de 1959 – Santos 3 x 0 Vasco – Pontos Corridos
7. Paulista de 1962 – Santos 5 x 2 São Paulo – Pontos Corridos
8. Rio-São Paulo de 1966 – Santos 0 x 0 Corinthians – Pontos Corridos
9. Paulista de 1967 – Santos 2 x 1 São Paulo – Jogo Desempate
10. Torneio Laudo Natel de 1975 – Santos 2 x 2 Palmeiras – Final
11. Paulista de 2010 – Santos 2 x 3 Santo André – Final
12. Taça Libertadores de 2011 – Santos 2 x 1 Peñarol – Final
13. Recopa Sul-Americana de 2012 – Santos 2 x 0 Universidad de Chile – Final
14. Copa São Paulo de Futebol Júnior/2013 – Santos 3 x 1 Goiás – Final
15. Copa São Paulo de Futebol Júnior/2014 – Santos 2 x 1 Corinthians – Final

Goleada no Kenitra

Com direito a gol de bicicleta do estreante Vladimir Hernández, o Santos não teve dificuldade para golear o Kenitra, de Marrocos, por 5 a 1, no sábado, em jogo de apresentação de alguns dos novos contratados do time e também de se conhecer o novo uniforme produzido pela parceria com a Kappa.

O primeiro tempo terminou com a vantagem santista por 2 a 0, gols de Rodrigão e Vitor Bueno. No segundo tempo, Vitor Bueno, Vladimir Hernández e Thiago Ribeiro completaram o marcador. Hamza, de cabeça, marcou o único gol dos marroquinhos quando o Santos vencia por 3 a 0. O rapaz comemorou tanto que foi aplaudido pela torcida santista. Um pouco mais de 15.300 pessoas compareceram à partida.

Quem tem mais contato com essa diretoria dizia, ainda no Pacaembu, que o Santos voltará a jogar no estádio dia 18 de fevereiro, um sábado, às 19h30, contra a Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. Como se sabe, é o tipo de jogo que na Vila Belmiro atrairia, no máximo cinco mil pessoas.

Maior bandeira do mundo

No intervalo o Santos estendeu no gramado a maior bandeira já confeccionada de um time de futebol. O bandeirão mede 105 x 68 metros e tomou todo o gramado do Pacaembu.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa