Primeiro, o Conselho Fiscal do Santos elencou uma série de incongruências no balanço fiscal de 2016, depois sugeriu que o Conselho Deliberativo aprovasse o documento. Ora, o enunciado não combinou com o seu desfecho. É óbvio que assim como ocorreu com o balanço de 2015, o de 2016 também não deveria ter sido aprovado, pois as práticas da gestão de Modesto Roma continuam obscuras, enganadoras, suspeitas.

Anuncia-se um superávit, mas não há superávit nenhum; anuncia-se um patrocínio de 18 milhões da Caixa, mas na verdade será de 11 milhões e mais 5 hipotéticos milhões em caso de títulos; anunciou-se a “fabricação do próprio uniforme”, em parceria com a Kappa, como um grande negócio, mas isso só rendeu 5 milhões, dois a menos do que se ganhava com a Nike. Enquanto isso, as despesas previstas com o marketing em 2017 alcançarão 31 milhões de reais, quase o dobro da verba da Caixa e da comercialização do uniforma somadas.

Porém, uma nova rejeição das contas da temerária gestão de Modesto Roma poderia tirar o Santos do Profut, o que seria desastroso. Profut é a sigla do Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro, lei sancionada em 5 de agosto de 2015 que objetiva ajudar os clubes a quitar suas enormes dívidas com a União. Quem adere ao Profut, como é o caso do Santos, pode refinanciar suas dívidas em um prazo de 20 anos (240 parcelas). Além disso, o Profut reduz 70% das multas e 40% dos juros. É um grande negócio, sem dúvida, mas para se manter no Profut, o clube tem de cumprir algumas obrigações, cujas principais, são:

Utilizar no máximo 80% da receita bruta para o futebol profissional

Não atrasar salários da carteira nem direitos de imagem

Regularizar as ações trabalhistas

Não antecipar verbas referente a período posterior ao fim do mandato

Restringir os mandatos dos presidentes a no máximo 4 anos e apenas uma reeleição

Como se vê, o clube está no fio da navalha com relação ao Profut e uma nova reprovação das contas da gestão Modesto Roma provavelmente alijaria o Alvinegro Praiano do programa. Assim, muito generosamente, Marcelo Teixeira, o dono de Santos, mexeu seus pauzinhos e fez sair conselheiros até das catacumbas da cidade para, mesmo sem ser o relatório, votar por sua aprovação, o que deu uma sobrevida à gestão MR.

Então, essa contagem final de 115 votos a favor do balanço e 53 contra não reflete a verdade dos fatos. Na verdade, não há superávit nenhum e a situação financeira do Santos é caótica, mas a aprovação das contas impediu que a situação se tornasse ainda pior.

Dúvidas antigas, como: que empresa levou 2,5 milhões na comissão da venda de Geuvânio? ou quem levou o mesmo valor na venda de Gabriel? continuam sem resposta. Não se sabe também quem do clube coordena a fabricação e a comercialização dos uniformes do Santos. Tudo indica que as empresas parceiras fazem tudo e depois informam quanto venderam e quanto devem pagar ao clube. Amadorismo maior, impossível.

Outro fato que me despertou a curiosidade, apesar do valor baixo, comparado a outros citados, foi o de um “pagamento a maior” no valor de 104 mil reais. O tal pagamento, feito em 2015, jamais foi ressarcido ao clube e nem ao menos cobrado. Quem sabe esses 104 mil reais estão voando por aí. Cheque a sua conta, caros leitor e leitora. Quem sabe… Pois é. As perguntas sem resposta são tantas, que esses 104 mil nem foram citados pelos oradores contrários à aprovação.

Enquanto puderem, Roma e seus assessores venderão a ideia de um clube que caminha para a solidez financeira e de que tudo está sob controle. Para isso, iludem os que se deixam iludir e ignoram muita coisa, como as ações da Doyen, que cobra na Justiça direitos nos casos de Leandro Damião, Felipe Anderson, Geuvânio, Gabriel e outros que somam cerca de 150 milhões de reais. Já teria sido arbitrada uma multa diária de 300 mil reais a serem pagas à Doyen enquanto o clube nãso quita a dívida, mas o caso nem foi mencionado no balanço e o clube finge desconhecê-lo.

E você, o que acha disso?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Dois exemplares de Time dos Sonhos, com frete grátis e dedicatória por apenas 59 reais não se pode perder.
Clique aqui e leve agora!

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube com descontos inacreditáveis na Livraria do Blog nos meses de março e abril. Para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi em 80% alguns preços dos livros oferecidos na livraria e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Mas a promoção só vai até o fim do estoque. Então, se ainda não comprou esses livros – para você ou para dar de presente aos amigos – aconselho que o faça agora.

Você sabe: divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares
https://livraria.lojaintegrada.com.br/2-exemplares-do-dossie-unificacao-dos-titulos-brasileiros-a-partir-de-1959-com-dedicatoria-do-autor-frete-gratis

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 18 reais um exemplar, ou 29 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS.
O FRETE É POR CONTA DO BLOG.
APROVEITE POR QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

ATENÇÃO: A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Participe do livro 20 Jogos Eternos do Santos

CAPA 20 jogos Santos 5 - final para gráfica FRENTE (2)

Os jornalistas Bruno Freitas e Renan Prates estão lançando uma campanha de venda antecipada para lançar o livro “20 Jogos Eternos do Santos”.

Para este livro foram consultados os santistas da mídia Ademir Quintino, João “Canalha”, José Roberto Torero, Marcelo Tas, Odir Cunha, Paulo “Morsa”, Vladir Lemos e Xico Sá.

Não está caro participar e com 36 reais já dá para garantir um exemplar. Como sempre digo, a história é o bem mais precioso do Santos e tudo o que for feito para preservá-la tem o meu apoio.

Para mais informações, clique neste link: https://abacashi.com/#/p/livro20jogoseternosdosantos