Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Month: abril 2017 (page 1 of 3)

Mobilizar é a solução

Uma torcida pode sim, comprar todos os ingressos do estádio em menos de uma hora. Uma outra pode comprar esses mesmos ingressos em três, quatro, cinco dias. O que importa é o resultado final. Um dos segredos dos enormes públicos que o Santos levava ao Morumbi e ao Pacaembu entre meados da década de 1970 e meados da década de 1980 era a capacidade de mobilização de sua torcida, principalmente da dinâmica Torcida Jovem, fundada em 1969.

Hoje a Internet, a mídia social, serve como o meio de comunicação mais eficaz entre os santistas, conclamando-os ao jogo desta quinta-feira, no Pacaembu, às 21h45, diante do colombiano San José. Quanto tempo se levará para vender todos os ingressos é irrelevante. O que interessa é termos um grande público para empurrar o time para mais uma vitória que o deixará bem próximo da próxima fase da almejada Copa Libertadores.



Média no Pacaembu pode ser superior a 20 mil pagantes

Histórico recente comprova: atingir e manter uma média superior a 20 mil pagantes no Pacaembu é totalmente viável para a torcida santista. Para comprovar isso, pesquisei os jogos do Santos no Estádio Municipal de São Paulo durante a gestão de Modesto Roma. Foram 13 partidas ao todo, mas incluirei nesse estudo apenas 12 delas, pois uma teve mando de campo e torcida única do adversário, no caso o São Paulo (São Paulo 0 x 1 Santos, em 13/10/2016, com 28.321 pagantes e um total de 29.314 pessoas).

Excluindo-se esta partida com o São Paulo, todas as outras tiveram mando de campo do Santos ou uma grande maioria de torcedores santistas, como nos casos dos jogos contra o Red Bull e a Portuguesa, que detinham o mando de campo. Assim, levo em conta 12 partidas e apenas o público pagante, mesmo sabendo que os não pagantes também importam, principalmente quando crianças, e representam, em média, um acréscimo de 2,5 mil pessoas por jogo.

Bem, vamos então ao público dos jogos do Santos no Pacaembu, com maioria de torcedores santistas, durante a gestão atual:

Portuguesa 1 x 3 Santos – 14.361 pagantes
Santos 4 x 2 Linense – 10.954 pagantes
Santos 1 x 0 Osasco Audax – 9.113 pagantes
Santos 3 x 2 Figueirense – 25.930 pagantes
Santos 4 x 1 Mogi Mirim – 9.897 pagantes
Santos 1 x 0 Água Santa – 16.035 pagantes
Santos 3 x 0 Botafogo (RJ) – 16.530 pagantes
Santos 3 x 0 São Paulo – 19.748 pagantes
Santos 3 x 2 Santa Cruz – 24.586 pagantes
Santos 5 x 1 Kenitra – 10.350 pagantes
Red Bull 2 x 3 Santos – 20.412 pagantes
Santos 1 x 0 Ponte Preta – 33.236 pagantes

O total destes públicos dá 211.052 pessoas, que dividido por 12 resulta na média de 17.587 pagantes por partida.

Coincidentemente, se somarmos os não pagantes, teremos a média praticamente exata de 20 mil pessoas por partida do Santos no Pacaembu. Entretanto, vamos continuar falando apenas dos pagantes.

Todo o santista que costuma ir aos jogos do time sabe que das imensas dificuldades que o torcedor do Santos costuma ter para obter informações precisas sobre a venda dos ingressos, comprá-los e adentrar o estádio.

Não se consegue escapar das imensas filas e dos desconfortos provocados pela estrutura do futebol brasileiro e também pela precariedade do sistema adotado pelo clube, que só agora começa a ser mudado.

Não se podia comprar ingressos com cartão de crédito. Toda a operação precisava ser em dinheiro e o sócio não podia simplesmente passar a carteirinha na catraca e entrar. Os pontos de venda também não eram espalhados geograficamente pela Capital Paulista. Os três – Pacaembu, Ginásio do Ibirapuera e loja do Santos na Rua Augusta – ficam todos na mesma região da cidade.

Apenas com a melhoria e a agilização de todo o sistema, com pontos de venda nos pontos cardeais da cidade e também no Centro, o número de ingressos vendidos subiria, no mínimo, de 20 a 30%. Se a divulgação das partidas fosse feita com maior antecedência e fossem criadas promoções para o torcedor que vai ao estádio, isso também atrairia um público maior.

Por tudo isso, atingir a média de 22 a 25 mil pagantes a cada partida com o mando do Santos no Pacaembu não é nenhuma utopia. Mas deixo claro que não defendo todos os jogos do Alvinegro Praiano no estádio da Capital.

Creio que um rodízio entre Pacaembu e Vila Belmiro melhorará a média dos dois estádios e dará fôlego para torcedores santistas de ambas as regiões assistirem ao menos a duas partidas do time a cada mês. Essa estratégia foi usada no Paulista de 1978 e no brasileiro de 1983, nas quais o Santos conseguiu suas melhores médias de público nas duas competições.

Deixemos a política de lado e, a exemplo do prefeito João Dória, pensemos como gestores. O mercado do Santos é enorme. Não pode ser diminuído por interesses pessoais.

E você, o que acha disso?

Os livros ainda estão baratos! Não perca!

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis e minha dedicatória personalizada)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 59 reais.
2 exemplares: 79 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 59 reais.
2 exemplares: 79 reais.
— A compra de um exemplar de Time dos Sonhos dá direitos aos PDFs dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho Escolheu um time.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 6,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 4,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 4,50 a R$ 6,50.


Como está o Santos?


Venceu, mas convenceu? Diga o que você achou.

Como está o Santos?
Depois de quase um mês sem jogar na Vila Belmiro, era normal se esperar um bom público para ver a vitória santista sobre o Paysandu pela Copa do Brasil. Até porque os sócios não pagaram nada para entrar. Porém, apenas 6.260 pessoas foram ver o jogo, em mais um público decepcionante no estádio santista. Diante de mais esse fato, juro que não entendo como ainda tem torcedor que defende a realização de todos os jogos com mando do Santos na Vila. Ou dizem isso por motivação política, ou… bem, não sei como explicar. Se você tem uma explicação, gostaria de conhecê-la.

Como estará o Santos

Sempre que fica um bom tempo sem jogar, o Santos volta pior. É que o intervalo entre os jogos não é usado para um treinamento intensivo e programado, mas apenas para “descansar”. Nesta quarta-feira o time estreia na Copa do Brasil, às 19h30, na Vila Belmiro, diante do Paysandu, e a expectativa normal do torcedor santista é de uma goleada de 3 ou 4 a 0. Mas isso era antes. Agora é sempre uma incógnita.

Como está há 27 dias sem fazer um jogo profissional na Vila Belmiro e como os jogadores preferem jogar no Urbano Caldeira, esta é uma noite para casa cheia. Porém, sabemos que nem sempre é assim. Creio que a melhor previsão é de um público de nove mil pessoas.

O técnico Dorival Junior fará apenas uma alteração na equipe, colocando o lateral-direito Matheus Ribeiro na lateral esquerda, no lugar de Jean Mota. O técnico explicou que Mota não poderá jogar contra o Santa Fé, pela Copa Libertadores, e por isso já está treinando Matheus na posição.

Treinado pelo técnico Marcelo Chamusca, o Paysandu está embalado. A tradicional equipe azul e branca de Belém do Pará está classificada tanto para a final do Campeonato Paraense, na qual enfrentará o Remo, como para a decisão da Copa Verde, em que enfrentará o Luverdense.

A partida de hoje terá a arbitragem de Igor Junio Benevenuto, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Felipe Alan Costa de Oliveira, todos de Minas Gerais. A seguir, as escalações prováveis dos dois times:

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Matheus Ribeiro; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Paysandu: Emerson, Ayrton, Gilvan, Perema e Hayner; Augusto Recife, Rodrigo Andrade e Diogo Oliveira; Leandro Carvalho, Bergson e Alfredo

A ameaça contra mim e contra a liberdade de expressão

Como muitos já devem saber, e como eu só soube pelo jornalista Eduardo Ohata, corre entre os conselheiros da situação do Santos uma lista de assinaturas com o intuito de me excluir como sócio do clube sob a alegação de eu ter ”propalado informações” que obtive por meio de minha condição de conselheiro “de forma deturpada e inverídica”.

Excluindo-me como sócio, esses conselheiros que organizam a lista, todos ligados à chapa de Modesto Roma, me impediriam de concorrer às próximas eleições. Bem, é evidente que sem candidatos contrários ficará menos difícil para o sr. Roma, e todos que são remunerados por essa gestão temerária, manterem-se sugando o precioso leite das tetas da baleia.

Já comentei sobre isso na mídia social e evitei tratar esse assunto no blog, mas tinha de dar uma explicação aos meus queridos leitores. Ocorre que se houvesse uma comissão de ética rigorosa no Santos, ela não permitiria que conselheiros santistas que moram em São Paulo fossem chamados de “merdas” por conselheiros da situação; que aqueles que usam o púlpito para se expressar não fossem chamados de “palhaços” e o próprio clube não fosse definido por um deles como “merda”. Porém, esses termos chulos foram usados por conselheiros amigos de Roma e a eles tudo é permitido. Eles patrulham e não são patrulhados. Sentem-se donos do clube.

Duvidar do superávit falacioso, da arena em Santos que não tem investidor conhecido e não se sabe a procedência do dinheiro, reclamar da folha de pagamentos inchada pelo cabidão de empregos em que se transformou o clube, do péssimo negócio com a Kappa para a fabricação do material esportivo, da relação promíscua com empresários, das contratações ruins e caras, da falta de jogos no Pacaembu e do pouco empenho para se aumentar o número de sócios são direitos de todo conselheiro e de todo santista, ainda mais de um que também é jornalista e tem a prerrogativa profissional de duvidar, investigar, criticar as mazelas administrativas dessa gestão que já teve um ano de contas reprovadas e ainda não as explicou, procurando apelar para a justiça comum para ir protelando o caso até as eleições.

A imagem da instituição Santos Futebol Clube eu defendo há décadas. Defendo e tenho divulgado, positivamente, com meus 10 livros sobre o Santos, sem contar o Dossiê, produzido com José Carlos Peres, que recuperou seis títulos brasileiros para o clube, a recente biografia sobre Pelé e a curadoria do Museu Pelé, que divulga não só a história do melhor jogador de todos os tempos, mas também a história do Santos para milhares de visitantes por ano, entre eles muitos estrangeiros. Fiz as contas e cheguei à conclusão de que uma boa porcentagem dos torcedores do Santos aumentaram seu conhecimento sobre a história do clube devido a esse meu trabalho. Conceitos como o DNA ofensivo do time, a vocação para revelar jogadores e a afinidade com o futebol-arte foram reforçados por mim nesse trabalho de anos que ainda prossegue. Incentivei amigos e companheiros a pesquisarem e escreverem livros sobre o Santos e sou um dos fundadores da Assophis, a Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos Futebol Clube.

Como jornalista, jamais escondi minha preferência pelo Alvinegro Praiano e sobre ele já produzi milhares de matérias para jornais, revistas e Internet, além de inúmeros comentários na tevê e no rádio. Defendo e sempre defenderei a instituição Santos Futebol Clube, fundada em 14 de abril de 1912, mas não tenho a menor obrigação de defender uma gestão incompetente e temerária, que mesmo sabendo que o Santos tem 450 milhões de reais em dívidas usa o precioso dinheiro do clube para festinhas eleitoreiras que visam apoiar a reeleição de Modesto Roma, o inimigo dos santistas de São Paulo, aquele que quer transformar o Santos em uma ação entre amigos.

Qualquer que seja o resultado dessa tentativa grosseira e desesperada de calar a minha boca e me alijar das eleições presidenciais do Santos, continuarei santista e torcedor desse time que já foi muito grande, já foi dirigido e representado por homens notáveis e, estou certo, voltará a sê-lo um dia.

Liquidação Total dos livros até 30 de abril! Não perca!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


Faltam apenas cinco dias!

Faltam apenas cinco dias para encerrar a promoção de livros de futebol em homenagem ao 105º aniversário do Santos. Aproveite os enormes descontos!

Faltam apenas cinco dias para encerrar a promoção de livros de futebol em homenagem ao 105º aniversário do Santos. Aproveite os enormes descontos!

Clique aqui para entrar na Livraria do blog e fazer a festa!

Liquidação Total dos livros até 30 de abril! Não perca!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


É preciso ter fé

Estádio cheio = + sócios + visibilidade + patrocínio + verba de tevê +...

Falamos sobre isso no encontro de terça-feira no Bar Murymarelo. Creio que concordamos que um círculo virtuoso começa para um clube de futebol quando ele consegue aumentar substancialmente sua média de público e a quantidade de seus associados. Leiam a notícia que recebi hoje, enviada pelo Lance Expresso:

A força de sua torcida gerou ao Palmeiras, em 2016, mais receitas do que os badalados patrocínios da Crefisa e da Faculdade das Américas. É o que mostrou o balanço divulgado ontem. Somando bilheteria e a arrecadação do programa Avanti, de sócio-torcedor, o Verdão faturou R$ 103,8 milhões, contra R$ 90,6 milhões dos contratos com patrocinadores. Os direitos de TV ainda são a maior receita do clube, com R$ 128,2 milhões. A arrecadação total do Verdão chegou a R$ 468 milhões com um superávit de R$ 89,6 milhões nas contas do clube.

Pois é. Essa gestão do Santos está escondendo a torcida do time e nada fez de concreto para elevar o número de associados do clube – já que o interesse das pessoas que a compõem é apenas político, visa a sua perpetuação no poder e jamais o crescimento real do clube. Pense nisso.

Bom empate. Exibição horrível
Para a classificação foi bom empatar com o Santa Fé em Bogotá e terminar o primeiro turno do grupo da Copa Libertadores em primeiro lugar, pois no segundo fará dois jogos em casa – o primeiro deles contra o próprio Santa Fé, no Pacaembu. Os zagueiros, principalmente Lucas Veríssimo, se sairam bem, perfeitos nas bolas altas. Renato e Thiago Maia se destacaram. Victor Ferraz marcou melhor. Lucas Lima sofreu muitas faltas e passou a maior parte do tempo reclamando. Ricardo Oliveira foi um peso morto, mais uma vez, e ao ser substituído cometeu ato de indisciplina ao chutar um copo d’água e molhar quem estava no banco de reservas. Esse realmente precisa falar menos e jogar mais futebol, a profissão com a qual sustenta a sua família. Jean Mota foi expulso por não perceber que Libertadores não é Campeonato Paulista. Tecnicamente o jogo foi horrível, sem que o Santos criasse uma única chance real de gol. Nem dá para colocar um vídeo com os melhores lances da partida.

É preciso ter fé

Escrevo este artigo poucos minutos antes de o Santos entrar em campo para enfrentar o Santa Fé, na Colômbia. Nem preciso dizer que do nosso time esperamos garra do começo ao fim, esperamos honra à nossa camisa, coragem, ousadia e uma vitória, pois somos melhores que o time colombiano. Se algum santista fizer corpo mole, pode crer que será cobrado, e muito. Não queremos torcer para santos, mas para homens, com suas fraquezas e forças humanas, mas destemidos. Não é preciso ser santo para ser guerreiro. Lutem e não nos venham com desculpas caso fracassem. Não queremos ouvir mais desculpas. Queremos ouvir histórias de vitórias e heroísmos.

Mas escrevo, principalmente, para agradecer a todos que foram ao encontro no Bar Murymarelo, na noite de terça-feira, que, além de se expressarem livremente e darem suas ideias para um Santos Maior, provaram que o clube tem, sim, uma forte e organizada oposição, e ela não assistirá passivamente à tentativa de uma minoria incompetente e temerária de se perpetuar no poder usando o dinheiro do clube para comprar consciências e continuar a se servir do clube, ao invés de servi-lo.

Agradeço, particularmente, a Francisco Hidalgo, santista de Santos, que compareceu ao Murymarelo com seus familiares Tamara, Cipriano, Murilo e Matheus. Mesmo proprietários de cadeiras cativas na Vila Belmiro, os Hidalgo apoiam mais jogos em São Paulo e apoiam a minha candidatura. Não tenho palavras para agradecê-los pela confiança.

Agradeço também aos amigos e conselheiros influentes Marcello Pagliuso, Clóvis Cimino, Rachid Bourdokan (tão conhecido pelos santistas pelos filmes que faz em defesa da torcida alvinegra), Nelson Jafet, Alex Bessa, Luiz Louzada, Oscar Leite, Carlos Eduardo Cunha e Rafael Fidelis.

Envio um agradecimento especial aos amigos Norberto de Jesus Marques e Daniel da Graça Griggio, representantes do mais importante e independente fórum de torcedores do Santos, o Santos Total, independente e ético.
Não posso esquecer do amigo Adalberto Matiusso de Camargo e seus filhos Gustavo e Leonardo. Muito menos da amiga de infância Suely del Costo Lopes, que verei em breve no lançamento do livro “Lições de Jornalismo”, em Cidade Dutra.

Mais agradecimentos ao sempre brilhante santista Nivaldo Saraiva, que nos brindou com um brilhante discurso. Ao amigo Edwin Perez, sempre com ótimas ideias. Um fortíssimo abraço a Paulo Cabral, que compareceu e ainda trouxe sua esposa, Vera, e sua cunhada, Lúcia.

Um agradecimento especial aos amigos deste blog, o ponderado Ian Rocha, o afável Adauto Gudin e meu irmão Marcos Magno. Um agradecimento super especial à minha mulher, Suzana Silva Gonzaga Cunha.

Abraços fortes a Ana Maria de Souza Nascimento, Mario Francisco Moreira Gonçalves Dias, Leonardo Maklouf, Gean Marcelo, Antonio Carlos Nascimento, Daniel Caldeira Brant, Guilherme Kastner, João Batista do Nascimento, Marcos Maldonado, Silmar Batista, André Ferreira, Rodrigo Neves, Tawan Victor de Oliveira, José Francisco e Victor Augusto Ferreira.

O mais importante é que todos vieram para dar e discutir ideias, não para receberem brindes ou terem a despesa paga. Vieram porque estão fartos de ver essa presidência empurrar o clube para o apequenamento. Foram discutidas ideias para transformar Santos na Cidade do Futebol, para se incrementar o turismo de Santos voltado ao futebol, para se construir um CT amplo e moderno para a base e a possibilidade de se dividir os jogos com o Pacaembu. Nem precisei proibir as palavras “provincianos” e “forasteiros”, pois ninguém as usou. Todos estão compreendendo que o momento é de união dos santistas, pois nessa junção de forças está o nosso futuro.

Nova reunião será marcada para São Paulo, a fim de consolidar os pontos de um plano estratégico, e depois nos reuniremos em Santos. Contamos, desde já, com o comparecimento dos santistas livres de preconceitos, que pensem um Santos de todos, sem fronteiras.

As ideias sugeridas na reunião estão sendo catalogadas e serão divulgadas nos próximos posts. Peço desculpas por não ter postado sobre o encontro apenas hoje. Estou trabalhando em ritmo acelerado para a próxima exposição no Museu Pelé, um museu que honra o maior jogador de todos os tempos, de todos os santistas, e o grande catalisador na cidade de Santos.

E você, o que pensa disso?

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


Vamos discutir o Santos

Santa Fé respeita o Santos
Apesar do título, matéria de jornal de Bogotá mostra que Santa Fé respeita o time brasileiro. Veja o que diz o jornal El Periódico Deportivo:
Clique aqui para ler a matéria sobre Santa Fé X Santos no jornal colombiano

Valdivia não!!!
Confesso que não levei a sério as informações de que Modesto Roma estaria interessado na contratação de Jorge Valdivia, o problemático chileno de 33 anos e meio que está desde 2015 no Al-Wahda, dos Emirados Árabes, pelo qual, nesse tempo todo, segundo a Wikipédia, só fez seis jogos e marcou dois gols. E o chileno ainda quer ganhar 300 mil reais por mês e assinar um contrato por três anos. Brincadeira! Só de pensar em Valdivia um dirigente de clube já demonstra o quanto entende de futebol e de finanças. Além disso, um negócio assim geraria muitas suspeitas de propinas e superfaturamento, pois é evidente que Valdivia não quer mais saber de jogar futebol e não tem a mínima empatia com o Santos. Só lhe resta um pouquinho de fama. Contratar mais um “chinelinho”, e tão caro, para quê? O clube é que não ganharia nada com isso.

VAMOS DISCUTIR O SANTOS

Dar ideias, criticar e discutir os caminhos do Santos por este blog ou pelas mídias sociais é importante, mas nada como fazer isso ao vivo. A troca de informações é que leva às melhores respostas. Por isso convido-o(a) a participar do encontro de amanhã, no Bar Murymarelo, quando tentaremos entender o momento do Santos e descobrir meios de garantir um bom futuro para o Glorioso Alvinegro Praiano. Basta confirmar o seu nome pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Movimento por um Santos Melhor – Encontro em São Paulo

Dia 18, a partir das 18 horas, encontro no Murymarelo Bar

Venha conhecer nossas ideias e também dar as suas para um futuro melhor para o Santos Futebol Clube, com

TRANSPARÊNCIA – COMPETÊNCIA – TRABALHO – OUSADIA

Entrada gratuita. Você só paga o que consumir.

murymarelo

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos ou do Dossiê – por apenas 30 reais – ganhe um chope claro ou escuro.

Na compra de uma dose do uísque Chivas, ganhe mais uma de graça.

Confirme sua presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑