Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Month: novembro 2017 (page 1 of 4)

Mais indícios de fraude


Para tornar o Santos mais limpo, Somos todos Santos

Enquete final
Na reta final para a eleição presidencial do Santos Futebol Clube, lançamos a última enquete. É esta que está no lado direito da home do blog. Diga, com convicção, em que candidato você votará no dia 9 de dezembro. Se não é sócio, seja honesto e responda que não votará. Obrigado.

MAIS INDÍCIOS DE FRAUDE


Marco Antonio Villa: “O senhor tenha dignidade, tenha vergonha na cara!”

O sociólogo Marco Antonio Villa, 62 anos, natural de São José do Rio Preto, mas que morou também no ABC e hoje vive na capital paulista, se tornou um dos mais importantes formadores de opinião do País por suas posições claras, incisivas e em defesa da ética e da honestidade. Sua participação no programa “Jornal da Manhã”, da rádio Jovem Pan, é sempre acompanhada com interesse. Pois bem , nesta quinta-feira, 30 de novembro, Villa, que também é torcedor do Santos, fez um comentário contundente sobre os fotes indícios de fraude eleitoral nas eleições do Santos Futebol Clube, marcadas para o dia 9 de dezembro.

Sem tergiversar, Marco Antonio Villa foi direto ao ponto e certamente munido de mais informações ainda do que as que já são conhecidas, disse exatamente o seguinte:

Palavras de Marco Antonio Villa no programa Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan:

Vou fazer uma menção à Baixada Santista. É que nós temos o Eurico Miranda. O Eurico Miranda dois é o Modesto Roma. Viu, seu Modesto Roma, estou falando com o senhor. A denúncia é grave. Quase 2.500 sócios nos últimos dias que permitiam se associar ao Santos para participar das eleições que vão ocorrer agora em dezembro.

E a turma do senhor – a “turma” eu vou chamar, poderia dizer uma palavra mais forte, o senhor sabe do que estou falando – encheu de associados ali, associados que não são santistas, que não moram em Santos, que têm e-mails estranhos, telefones estranhos, em suma, o senhor está querendo fraudar as eleições. Eu quero falar diretamente. O senhor sabe, não gosto de tergiversar. O senhor quer fraudar as eleições.

O senhor não é o Eurico Miranda da Baixada Santista. A urna sete lá de São Januário não vai se repetir em Santos. Santos não é palhaçada! Portanto, o senhor tenha a dignidade, vergonha na cara e retire aqueles 2.500 votos que o senhor colocou lá.

É uma vergonha. E tem empresário, empresário picareta, eu sei o nome do cara, que está pagando de 100 a 200 anuidades de sócios para ter voto. O Santos não é local de roubo, de ladrão… Eu não estou dizendo que o senhor é ladrão, mas o empresário é pilantra, o senhor sabe muito bem do que estou falando…

Querem transformar o Santos no Vasco da Gama. Lá não tem Eurico Miranda, não, lá não tem palhaçada! Portanto, tenha honra, tenha carátrer e vergonha na cara!

Mais indícios de fraude

Acostumado a denunciar as falcatruas que envolvem os poderosos políticos brasileiros, Marco Antonio Villa está sempre bem fundamentado para fazer acusações como essa sobre as eleições no Santos. Desde ontem, quando a distribuição de carteitinhas foi denunciada pela matéria assinada pelos jornalistas Diego Garcia e Thiago Cara, do site ESPN.com.br, outros fatos sobre essa enxurrada de carteirinhas do dia para a noite chegaram ao conhecimento da imprensa, fatos que no mínimo exigem uma investigação rigorosa do Ministério Público. Alguns deles:

– Dos 335 associados de última hora de Piracicaba, 155 deles, praticamente a metade, não possuem e-mail, o que, convenhamnos, é muito estranho para os dias atuais.

– Na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, dos 37 associados, 23 tem o mesmo e-mail: galeguinho030@hotmail.com

– Na Avenida Dom Pedro II, Cidade Náutica, em São Vicente, em um pequeno trecho de rua 22 pessoas foram associadas e uma delas, a sócia Daniella Bernardes, matrícula número 173.750, é declarada torcedora do Corinthians.

– Foram associadas várias jogadoras do futebol feminino do Santos, funcionários do clube e seus parentes, assim como parentes de muitos dirigentes do Santos.

A fraude eleitoral e sua punição

Não cabe a nós afirmar quem praticou essa fraude, já que nada poderá ser dito antes de uma investigação rigorosa que envolva as áreas jurídica e policial. Porém, em busca de um conhecimento maior sobre o assunto, busquei, em primeiro lugar, a definição de tal crime. Lá está:

Uma fraude eleitoral é a intervenção deliberada numa eleição com o propósito de impedir, anular ou modificar os resultados reais, favorecendo ou prejudicando alguma candidatura, partido ou coligação.

Assim, mesmo um leigo , como eu e você, podemos deduzir que, diante dos fatos, é inegável que houve o propósito deliberado de modificar os resultados da eleição do Santos por meio de uma intervenção ilícita para favorecer uma candidatura e prejudicar as outras.

Mesmo sem saber quem possa ter apelado para atitude tão reprovável, que interfere no direito mais sagrado do sócio do Santos, que é o de votar e escolher o seu presidente, temos a obrigação de conhecer um pouco mais sobre esse crime e saber de suas consequências. Assim, encontramos o trabalho acadêmico de Lourivaldo Ferreira Junior, do curso de Direito da Universidade de Itajaí, que diz:

Art. 299. Crime de compra e venda de votos. Dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva ou qualquer outra vantagem , para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita.
Pena: Reclusão até quatro anos e pagamento de 5 a 15 dias – multa.

Veja, caro leitor e cara leitora, que são considerados culpados e puníveis pela lei não só quem compra o voto, mas também quem vende o seu, concordando com a ação ilícita e se tornando copartícipe. Assim, os que vão votar, valendo-se dessa barganha, também serão enquadrados nesse artigo.

Como apenas um jornalista esportivo, amante do futebol e do Santos, espero que tudo termine bem e que as eleições do dia 9 transcorram da maneira mais civilizada, pacífica e limpa possíveis, dando a vitória a quem receber mais votos conscientes, jamais comprados. Também espero, e creio que esse anseio é geral, que essa fraude eleitoral seja desmarcarada e os culpados sejam punidos. Como disse Marco Antonio Villa, o Santos não pode se transformar no Vasco de Eurico Miranda.

E você, o que acha disso?


Jogo sujo na eleição?

Logo cedo recebi o link de uma matéria que me deixou consternado, arrasado, perplexo. Já tinha ouvido rumores sobre esse fato, mas preferia não acreditar. Um conhecido já me tinha dito que só de Piracicaba entraram 350 novos sócios nos dois últimos dias antes de vencer o prazo para votar para presidente do Santos. Disse que tinha os nomes dos sócios e o nome de quem pagou pelas filiações. Confesso que nem tive vontade de saber. Sou daqueles que considera os santistas seres especiais, íntegros, incapazes de transgredir as regras, ainda mais em um ato sagrado que é o de uma eleição.

Creio que todos nós, principalmente alguns como eu, que saíram em passeatas pelas eleições diretas, creditamos às eleições livres e limpas a máxima manifestação da democracia, algo que jamais pode ser fraudado. Porém, as informações claras e precisas dos jornalistas Diego Garcia e Thiago Cara, do site ESPN.com.br, me derrubaram. Elas são tão detalhadas e contundentes que é impossível não acreditar que houve um movimento orquestrado para associar milhares de pessoas ao Santos apenas para votar na eleição do dia 9 de dezembro e garantir a reeleição de Modesto Roma, a exemplo do que ocorreu no Vasco da Gama do autoritário Eurico Miranda.

A matéria fala da “participação do empresário Luiz Taveira, um dos mais fortes nos bastidores santistas e braço direito do atual presidente e candidato à reeleição Modesto Roma Júnior”. Há a informação de que “quatro parentes próximos de Taveira, além de outras pessoas que usaram o mesmo endereço, se associaram nos dias 23 e 29 de novembro. Com o mesmo logradouro de dois desses parentes próximos, por exemplo, também se associaram mais três pessoas, todas fornecendo ao clube e-mails ligados a Taveira – ou de outro de parente ou de uma de suas empresas, a LTT Soccer. Já com outro parente do empresário, ganharam direito a voto mais duas pessoas que deram o mesmo endereço e também e-mails já utilizados anteriormente.”

Se fossem apenas cinco, seis ou sete associação, eu não ficaria alarmado. Mas o trabalho de pesquisa dos jornalistas nos mostra que só no dia 29 de novembro de 2016 o Santos recebeu 612 novos associados, o que não ocorria desde 2012, quando o time comemorava o seu centenário. Esses novos associados entraram em cima da hora para ter o direito de voto nas eleições presidenciáveis de 9 de dezembro próximo.

Sobre as associações recebidas em 29 de novembro de 2016, “recorde de novas adesões no Santos nos últimos cinco anos”, há uma informação cômica, não fosse trágica: 55 pessoas anotaram como seu e-mail o insólito naotem@naotem.com.br e 37 usaram sememail@santosfc.com.br. Sei que parece piada, mas foi assim mesmo que ocorreu e o clube aceitou normalmente essas inscrições.

Digo que aceitou normalmente porque hoje, dia 29 de novembro, ao ser questionado com relação ao grande número de associados em tão pouco tempo e a forma desleixada e suspeita com que as fichas de inscrição foram preenchidas, o clube respondeu que se associar ou não é questão que depende apenas da vontade do associado. Ora, ou é ingenuidade, ou má fé, ou negligência, já que os fatos evidenciam graves delitos. É preciso defender a instituição, não uma gestão. Todos os envolvidos serão responsabilizados se o Santos for punido por crime eleitoral, estejam certos disso.

A eleição no Santos é algo seríssimo, pois define quais pessoas administrarão um clube com uma história riquíssima, com mais de oito milhões de torcedores no mundo e que movimenta um capital de 600 a 800 milhões de reais por triênio. Um clube que passa por um delicado momento financeiro e exigirá transparência, competência e muita responsabilidade em sua condução, sob o risco de entrar em falência e sofrer profundas decepções no campo esportivo.

O torcedor santista, o cidadão comum, está preparado para aceitar normalmente o resultado das urnas em uma eleição limpa, decidida apenas pelo uso consciente e democrático dos votos. Agora, ninguém gosta de ser enganado, qualquer um se revolta ao constatar que está sendo usado em um jogo de cartas marcadas. Por isso, essa grave denúncia na matéria da ESPN.com.br precisa ser apurada com rigor.

A seguir, na íntegra, a matéria assinada por Diego Garcia e Thiago Cara:

Antes de eleição, Santos tem explosão de novos sócios com inscrições suspeitas

Publicado em 29/11/2017, 10:15

A lista de sócios aptos a votarem nas eleições que definirão o próximo presidente do Santos, em dezembro, conta com mais de 2 mil pessoas que se associaram ao clube em um intervalo de apenas 17 dias. O “boom” aconteceu no fim de 2016, justamente às vésperas da data limite para que novos associados tivessem direito a participar do pleito agora em 2017.

O ESPN.com.br teve acesso aos dados completos dos santistas com direito a voto e verificou diversas coincidências que levantam suspeitas sobre o crescimento acelerado no quadro associativo, principalmente, entre 23 de novembro e 9 de dezembro de 2016 – essa última data exatamente um ano antes da eleição, período exigido em estatuto para que um novo associado possa votar.

Somente nesses 17 dias, o Santos ganhou exatos 2.098 novos adeptos, mais que os meses de outubro, setembro, agosto e julho somados. Chama atenção também a concentração de adesões em dias iguais, com 612 pessoas se associando em 29 de novembro ou outras 482 em 6 de dezembro, por exemplo, em marcas que o clube não tinha em uma mesma data desde 2012.

Considerando todo o ano de 2016, a equipe alvinegra ganhou 6.942 sócios. Até outubro, a média mensal de adesões foi de 462 pessoas; já em novembro e apenas nos nove primeiros dias de dezembro, esse número mais do que dobra, subindo para 1.157.

As suspeitas, contudo, vão além dos números e incluem até a participação do empresário Luiz Taveira, um dos mais fortes nos bastidores santistas e braço direito do atual presidente e candidato à reeleição Modesto Roma Júnior. Nos dias 23 e 29 de novembro, por exemplo, quatro parentes próximos se associaram ao clube e, com eles, mais pessoas usando os mesmos endereços.

Com o mesmo logradouro de dois desses parentes próximos, por exemplo, também se associaram mais três pessoas, todas fornecendo ao clube e-mails ligados a Taveira – ou de outro de parente ou de uma de suas empresas, a LTT Soccer. Já com outro parente do empresário, ganharam direito a voto mais duas pessoas que deram o mesmo endereço e também e-mails já utilizados anteriormente.

As associações do dia 29 de novembro, recorde de novas adesões no Santos nos últimos cinco anos, mesmo dois dias após uma derrota do time no Campeonato Brasileiro, também têm diversas inconsistências. O e-mail, por exemplo, é dado obrigatório para cadastro, mas 55 pessoas se associaram usando “naotem@naotem.com.br”. Outras três com “naotememail@gmail.com”, 37 com o domínio “sememail@santosfc.com.br” e sete com “sfcssememail@gmail.com”.

Outro ponto são onze pessoas com o mesmo número de telefone, sendo que alegaram morar em quatro municípios diferentes: Itanhaém, São Vicente, Nova Lima e Santos. Outras com o contato de celular idêntico também chamaram a atenção da reportagem.

Vinte e duas delas moram na mesma avenida, na Cidade Náutica, em São Vicente, sendo metade delas distribuídas em duas casas, e o restante em construções bem próximas – a cidade vizinha a Santos, aliás, colocou 151 novos associados nesse dia.

Seis dias antes, em 23 de novembro, o e-mail “naotem@gmail.com” já tinha aparecido em 24 novos cadastros, sendo eles de Osasco, Itanhaém, São Vicente, Santos e até Jardinópolis. Foram mais 12 com o domínio “sememail@santosfc.com.br” e outros três “sfcnaotememail@gmail.com”.

No dia 2 de dezembro, 110 novos sócios ingressaram no quadro santista com o e-mail “naotem@naotem.com.br” e mais 120 apareceram como novidades do dia 5 – totalizando, portanto, quase 300 novos associados em uma semana com o mesmo domínio inexistente.

Ainda no dia 2, dez sócios tinham o mesmo número de telefone, sendo seis deles com o endereço eletrônico “naotem@naotem.com.br”. Outros dez distintos possuíam linha telefônica e e-mail idênticos – o mesmo “naotem@naotem.com.br”.

Em outro item curioso, 13 novos associados do dia 2 de dezembro citaram o mesmo e-mail, com número de contato de uma pousada na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, no interior de São Paulo. A reportagem procurou o celular cadastrado e foi atendida por um homem de nome “Luciano”. Ele disse que, de fato, todos funcionários do local torcem para o Santos e se associaram no mesmo dia. No entanto, na lista dos novos adeptos, nenhum se chama Luciano.

Outro e-mail que se repete em meio ao boom de novos sócios é o de Alexandre Cruz da Cunha, associado ao Santos desde 2012. Ele já foi presidente do grupo chamado Terceira Via Santista – que apoiou Orlando Rollo nas últimas eleições –, mas renunciou e hoje é cabo eleitoral para a reeleição de Modesto. São oito pessoas que se associaram utilizando seu endereço eletrônico, sendo seis apenas nos dias 2 e 5 de dezembro de 2016.

Há ainda casos de sócios que a reportagem confirmou torcerem para Corinthians e São Paulo, algo comum em clubes sociais, caso por exemplo dos arquirrivais santistas, mas não o do Santos, que destaca-se apenas pelo futebol.

Ainda existem novos sócios que torcem para os arquirrivais Corinthians e São Paulo – o fato não teria problema nenhum caso o Santos fosse um clube social, caso dos dois adversários citados na capital, o que não é o caso, já que a agremiação praiana destaca-se apenas pelo futebol.

Perguntado sobre o crescimento no número de sócios no fim de 2016 e também sobre a entrada de pessoas ligadas a Taveira, o Santos respondeu que “o crescimento do número de sócios do Clube tem ocorrido de forma constante, a partir dos bons resultados em campo e a maior divulgação dos benefícios oferecidos pelo Programa Sócio Rei” e que “o ingresso de sócios, nesse contexto, se dá pelo livre arbítrio da parte interessada, não cabendo ao Clube qualquer medida restritiva de acesso, a não ser as que demandam informações cadastrais.”

A equipe também foi questionada se há alguma determinação para que atletas do Santos se associem ao clube, já que, no dia 29 de novembro de 2016, diversas jogadoras da equipe feminina do clube se tornaram sócias juntas na mesma data. A resposta foi a mesma de que “o ingressos de sócios se dá pelo livre arbítrio da parte interessada.”

Além do atual presidente Modesto, também já anunciaram candidatura para o pleito do próximo dia 9 de dezembro três chapas de oposição: a “O Santos que Queremos”, com Nabil Khaznadar como candidato; “Santástica União”, de Andres Rueda Garcia; e o movimento “Somos Todos Santos”, encabeçado por José Carlos Peres.

A polêmica com as listas de sócios com direito a voto não é a primeira nas eleições santistas. Recentemente, a ESPN apontou possível “pedalada fiscal” da atual diretoria no último balanço antes do pleito, que apontou superávit de R$ 79,7 milhões, apesar de o clube possuir diversas dívidas com empresários e atletas que ficam em pelo menos R$ 40 milhões.

Diante das suspeitas, as chapas de oposição estudam entrar na Justiça pedindo explicações ao Santos, em movimento parecido ao que aconteceu no Vasco – que também registrou aumento considerável no número de sócios às vésperas da data limite para novos eleitores. Hoje, o pleito vascaíno tem vencedor indefinido, entre Eurico Miranda e Julio Brant, já que os associados sob suspeita tiveram que votar em urna separada e foram decisivos para o resultado final.

Clique aqui para ver a matéria da ESPN.com.br

E você, o que acha disso?

Hoje nosso encontro é em São Bernardo
Olá santista e sócio do Santos da região do ABCD. Hoje, 29 de novembro, o encontro da chapa Somos todos Santos será no São Bernardo Tênis Clube, na Rua Tietê, 255, Rudge Ramos, São Bernardo do Campo.
O candidato a presidente José Carlos Peres, Orlando Rollo e eu estaremos lá, a partir das 19 horas, para falar do programa de nossa chapa e para responder quaisquer dúvidas sobre nossa gestão. É hora de mudar o Santos!


Quem mentiu?

Encontro logo mais no Bar Santa Tereza
Logo mais espero encontrar os amigos do blog que compartilham das mesmas ideias para o futuro do Santos no encontro no Bar Santa Tereza, à rua Fradique Coutinho, 888, Vila Madalena.
chapa 1 - encontro sp

Atenção: hoje é o último dia para mudar o domicílio eleitoral
Diante da grave situação administrativo-financeira do nosso clube, é importante que José Carlos Peres, da chapa 1, a Somos todos Santos, seja eleito presidente do Santos no dia 9 de dezembro. Para isso, você que é sócio do Santos e gostaria de votar em São Paulo no dia 9 de dezembro, deve enviar um e-mail para o endereço domicilioeleitoral@santosfc.com.br avisando que pretende votar em São Paulo. O e-mail deve conter o seu nome completo, número do CPF e número de sua carteirinha de sócio do Santos. No dia da eleição, compareça à sede da Federação Paulista de Futebol, na rua de mesmo nome, Barra Funda, com sua carteirinha do Santos e um documento de identidade com foto.

QUEM MENTIU?

Peresroma

No rápido e superficial debate de segunda-feira, na TV Santa Cecília, veículo de comunicação cujo proprietário é Marcelo Teixeira, apoiador de Modesto Roma, houve um momento de total antagonismo entre Roma e o candidato de oposição José Carlos Peres, momento que teria de ser melhor esclarecido para ajudar na decisão dos associados santistas que em 9 de dezembro escolherão o presidente do clube para o triênio 2018/19/20.

Ao explanar sobre a temerária situação das finanças do Santos, Peres afirmou que a dívida total do clube está chegando a meio bilhão de reais. Roma retrucou que essa dívida não passa de 200 milhões de reais e que vem sendo reduzida na sua gestão. Diante da insistência de Peres, Roma o chamou de mentiroso. Todo homem de bem, ou todo ser humano normal sabe o quanto dói ser chamado de mentiroso.

Quem mente não tem caráter, não tem empatia pelos demais, quer levar vantagem com uma situação irreal. Por isso a lei é tão implacável com os mentirosos. Para um investigador, um advogado e um juiz, a mentira é sinal evidente de que a pessoa tem culpa e tenta fugir dela falseando os fatos. Peres ficou indignado e tentou reagir, mas o impávido mediador disse que seu tempo havia terminado.

Ora, um homem que é chamado de mentiroso tem de ter o tempo todo do mundo para de defender, para se explicar e explicar os fatos que o levaram a dizer o que disse. Porém, Modesto Roma jogava em casa e lascou um “mentiroso” certo da impunidade.

É evidente que o caso não poderia e não pode terminar assim. Convenhamos que a diferença entre meio bilhão e 200 milhões de reais é muito grande para que se passe à próxima pergunta sem o devido esclarecimento. Sinto que aqui preciso dar minha pequena contribuição.

Como conselheiro assíduo, como alguém que analisou com atenção as números e pareceres do Conselho Fiscal desde o começo dessa gestão tocada com mãos ágeis,falas sedutoras e ouvidos de mercador por Modesto Roma, devo dizer, da maneira mais isenta possível, que os débitos sempre superaram os créditos e a dívida do Santos só aumentou nos últimos três anos, apesar de tantas receitas inesperadas.

Fui um dos que votaram pela reprovação das contas de 2015, seguindo o próprio parecer do Conselho Fiscal, e também votei contra a aprovação das contas de 2016, pois incorriam nos mesmos erros e obscuridades da anterior. Como se sabe, as de 2015 foram reprovadas e jamais esclarecidas. Um conselheiro da situação entrou com uma ação na justiça para melar o processo, que continua melado até hoje. Porém, em um país sério, um presidente de clube que tivesse as contas anuais reprovadas nem sequer se candidataria novamente.

As contas de 2016 foram aprovadas com profundas ressalvas. Como eu disse, segui minha consciência e votei contra, mas senti que muitos conselheiros votaram a favor com medo de que uma nova reprovação pudesse prejudicar o clube. Roma foi mantido no poder por piedade de alguns, jamais por competência.

Bem, mas isso posto, é justo que você, leitor e leitora, queira saber quem é o mentiroso da história. Ainda mais se você votará no dia 9 de dezembro, um sábado decisivo para o futuro do Santos. Informação tão relevante não pode ser reduzida a uma troca de palavras de alguns segundos. O Santos tem dívidas de meio bilhão de reais, como disse José Carlos Peres, ou de “apenas” 200 milhões de reais, como defendeu Roma?

Valho-me de gráfico produzidos pelo companheiro Renato Goulart que dá uma boa ideia de como anda a situação do clube, ou ao menos como ela era em setembro deste ano. Perceba que há dívidas de curto e de longo prazos, estas últimas a perder de vista, mas o correto é somar as duas, pois se tratam de encargos que, mais dia, menos dia, o clube terá saldar.

dividas do santos 2

Note que de dezembro de 2016 a setembro de 2017 a dívida aumentou em 82,361 milhões de reais, o que dá uma média de 9,151 milhões por mês. Como estamos no final de novembro, teríamos de somar dois meses, ou 18,202 milhões, a esse total, chegando a uma dívida de 473,761 milhões de reais. Com o acréscimo de multas e encargos fica fácil deduzir que a dívida do Santos é mesmo de meio bilhão de reais e parece inexplicável insistir que ela é de “apenas 200 milhões”.

Bem, a essa altura você já deve saber quem realmente mentiu no debate de segunda-feira e deve estar se perguntando por que alguém mentiria sobre assuntos tão relevantes do clube que ele pretende presidir? Será que não é perigoso deixar o Santos e a sorte de mais de sete milhões de santistas nas mãos, lábios e olhos de alguém que nega as evidências e passa por cima das mais rasteiras convenções morais para manter o poder?

Confesso que não tenho sabedoria suficiente para entender certas atitudes humanas. O que sei é que nada sei. Por isso, como acredito que o hábito de dizer a verdade está na raiz de todas as coisas boas, fui pesquisar um pouco mais sobre o seu oposto, a mentira, sobre a personalidade e o caráter das pessoas que mentem, e me deparei com um artigo muito interessante e esclarecedor do doutor Sergio Senna. É um pouco longo, mas vale a pena.

Psicopatia e a mentira

Por Sergio Senna

Quando ministro aulas sobre a mentira, muitas pessoas me perguntam sobre os psicopatas e suas artimanhas para enganar.

Nesse artigo, apresentarei algumas características da psicopatia e introduzirei aspectos sobre a mentira que ocorrem nesse contexto. Em outra postagem veremos a mentira com mais detalhes.

Veremos, ainda, alguns aspectos sobre a psicopatia que podem nos interessar no que diz respeito à mentira e à análise do comportamento não verbal.

Percebo que a preocupação excessiva das pessoas com a psicopatia e com a mentira está relacionada à repercussão das barbaridades cometidas por serial killers. Entretanto, estudos mostram que, na população em geral, as taxas dos transtornos de personalidade podem variar de 0,5% a 3% (APA, 2000; Assadi et al., 2006; Dembo et al., 2007; Elonheimo et al., 2007), lembrando que nem todos os assim chamados sociopatas matam pessoas ou trazem grandes prejuízos para os que os cercam.

Como se define a psicopatia?

Psicopatia ou sociopatia é a forma popular para denominar o Transtorno de Personalidade Dissocial.

É um transtorno de personalidade descrito no DSM-IV-TR, caracterizado pelo comportamento impulsivo do indivíduo afetado, desprezo por normas sociais, e indiferença aos direitos e sentimentos dos outros.

Na Classificação Internacional de Doenças, recebe a denominação de Transtorno de Personalidade Dissocial (Código: F60.2).

É um transtorno de personalidade caracterizado por um desprezo das obrigações sociais, falta de empatia para com os outros. Há um desvio considerável entre o comportamento e as normas sociais estabelecidas.

Existe uma baixa tolerância à frustração e um baixo limiar de descarga da agressividade, inclusive da violência. Existe uma tendência a culpar os outros ou a fornecer racionalizações plausíveis (usando ou não a mentira) para explicar um comportamento que leva o sujeito a entrar em conflito com a sociedade.

Nos casos extremos, o Transtorno de Personalidade Dissocial é caracterizado principalmente pela ausência de empatia com outros seres vivos, resultando em descaso com o bem estar do outro e sérios prejuízos aos que convivem com eles.

São comuns os relatos de sociopatas que dão conta de uma infância difícil ou de testemunhas que observaram comportamentos excessivamente agressivos e mentira patológica na adolescência. É igualmente comum que essas pessoas não tenham recebido o adequado cuidado familiar, geralmente repetindo os comportamentos violentos e abusivos a que foram submetidos. Com a passagem do tempo, o transtorno tende a se cronificar e pode causar grandes prejuízos à vida do próprio indivíduo e especialmente de quem convive com ele (Kaplan, Sadock & Grebb, 1997).

Como se chega à conclusão de que alguém é um psicopata?

Pela descrição das características do Transtorno de Personalidade Dissocial, é possível notar a dificuldade de identificar tal transtorno, pois existem muitas situações que são “socialmente” aceitas e que se assemelham ao padrão de comportamento em que há quebra de normas sociais ou algum nível de violência. Além disso, existem outros critérios a considerar como a idade, comorbidades, entre outros que fogem ao propósito informativo desse artigo.

O instrumento auxiliar mais utilizado como guia para um diagnóstico foi desenvolvido por Robert Hare (2003). Vem sendo utilizado no Brasil e foi classificado como teste psicológico (mas, caracteriza-se como uma escala), em 2005, pelo Conselho Federal de Psicologia. Seus critérios diagnósticos abrangem aspectos afetivos, interpessoais e comportamentais em relação ao estilo de vida e às ações antissociais. Cada item é avaliado em uma nota de zero (ausente ou leve), um (moderada) ou dois (grave). Essa avaliação é realizada por um especialista (não é um questionário respondido pelo próprio sujeito) e se baseia em entrevistas e no histórico disponível sobre a pessoa. A soma total determina o grau de psicopatia de uma pessoa.

Veja alguns dos critérios da escala Hare (PCL-R): Narcisismo agressivo, sedutor ou charme superficial; Grandioso senso de auto-estima; Mentira patológica; Esperteza e Manipulação; Falta de remorso ou culpa; Superficialidade emocional; Insensibilidade / Falta de empatia; Falha em aceitar a responsabilidade por ações próprias; Agressão a animais; Impulsividade; Irresponsabilidade.

Em que o Transtorno de Personalidade Dissocial interessa à análise da mentira e do comportamento não verbal?

Um dos principais aspectos que pode interessar a quem estuda a análise do comportamento não verbal é que o sociopata não apresenta o padrão de ansiedade e depressão que costuma estar presente nos demais indivíduos quando do cometimento de atitudes violentas e da utilização da mentira para enganar ou esconder seus atos socialmente reprováveis.

É importante ressaltar que os indivíduos que desenvolvem esse transtorno não apresentam um déficit em termos de processamento das informações sociais, conseguindo entender e manipular os estados mentais de outras pessoas (e seus comportamentos), ainda que se mostrem indiferentes às emoções que percebem nos outros.

Eles aprendem e desenvolvem técnicas sofisticadas para realizar manipulações voltadas à obtenção de vantagens exclusivamente pessoais e não raras vezes perversas.

Considerando tudo isso, a mentira faz parte da vida (e pode ser uma de suas principais técnicas) de uma pessoa que desenvolve esse transtorno, bem como outros aspectos como a elevada capacidade de manipulação e a deficiência em sentir remorso ou empatia pelas pessoas habilita esses indivíduos a serem mentirosos eficientes.

Tomando em conta que os métodos de detecção de mentiras se baseiam, em grande parte, nas alterações comportamentais observáveis advindas:
De estados emocionais de culpa, medo ou satisfação em enganar;
Do nervosismo ou desconforto que a mentira pode provocar;
Do aumento da carga cognitiva subjecente à criação de versões fictícias.

A alteração na forma como essas pessoas experimentam as emoções como medo ou culpa e sua incapacidade de sentir empatia pelas pessoas fazem da detecção da mentira pelos métodos tradicionais um desafio para profissionais de elevada capacitação técnica.

Um elemento distintivo em relação à mentira é a ocorrência do Duping Delight (uma demonstração de satisfação quando o mentiroso percebe que suas artimanhas funcionaram). Acredito que isso se dê pela excessiva carga de narcisismo desses indivíduos. Você pode saber mais sobre o duping delight no artigo de minha autoria intitulado: Expressões faciais fingidas são eficazes?

Então, quando diante de mentirosos tão eficientes quanto esses, você precisa tomar medidas protetivas adicionais sobre as quais trataremos em outra postagem.

Enfim, descobrimos pelo doutor Sergio Sena que há pessoas que mentem com tanta naturalidade que é mais fácil o seu interlocutor ficar nervoso e perder a linha do que o próprio mentiroso, já que é mestre em seu ofício.

E você, o que pensa sobre isso?

A Livraria do Blog tem uma Black Friday permanente! Aproveite!
Ninguém vende os livros Dossiê e Time dos Sonhos mais baratos do que este blog. Aproveite e já compre os presentes de Natal para o parente ou o amigo santista antes que os preços aumentem!
time-dossie ok
Até 80% de desconto! Clique aqui para ver e comprar os livros

Como foi feito o trabalho da Unificação dos Títulos Brasileiros

Vídeo do projeto A Cidade do Futebol:


Desonestidade é isso!

Clique aqui para entrar no Santa Portal e acompanhar o debate entre os candidatos José Carlos Peres, Andrés Rueda, Nabil Khaznadar e Modesto Roma. Dê suas impressões no espaço para os comentários.

DESONESTIDADE É ISSO!

Como explicar o que é desonestidade? Para o cidadão comum é, simplesmente, roubar, pegar o que não é nosso. Mas há outros significados mais sutis. Veja que probidade quer dizer “observância rigorosa dos deveres, da justiça e da moral”. Um dos sinônimos de probidade é honradez, o outro, justamente, é honestidade. Ser honesto, além de não roubar, significa cumprir seus deveres, obedecer às regras da justiça e da moral. Em um cargo eleito por votação quer dizer fazer o que se prometeu a seus eleitores.

Então, posso dizer que alguém é desonesto mesmo que não esteja comprovado que roubou? Bem, se está provado que descumpriu regras para tirar vantagem dessa irregularidade, sim, pode-se dizer que essa pessoa é desonesta. Então, uma pedalada fiscal, que tenta enganar com a prestação maquiada das contas de uma empresa, ou de uma entidade, é uma atitude desonesta? Sim, não há qualquer dúvida nisso.

Ser honesto é ser verdadeiro, sincero, transparente. Mesmo que alguém não usufrua dos desvios de dinheiro que faça, estará sendo desonesto por não cumprir as regras da justiça e da moral, as normas que se predispôs a obedecer quando se candidatou para o cargo. Pior ainda se tentar iludir, enganar, falseando os números de modo a tirar vantagem dessa manipulação de contas.

Estou aqui divagando sobre o conceito de honestidade, assim como o de desonestidade, ao ler a reveladora matéria escrita pelo
jornalista Diego Garcia, do site ESPN.com.br,
publicada na manhã desta segunda-feira, 27 de novembro. Ela deixa muito claro, com nomes e números, como a gestão atual do Santos usou uma série sucessiva de calotes para chegar ao “superávit de R$ 79,7 milhões”, número mentiroso com o quer lançar mão de mais três anos à frente das contas do Santos. Segue a matéria de Diego Garcia:

Pedalada Fiscal? Santos usou R$ 40 milhões de empresários para poder anunciar superávit na véspera de eleição

Diego Garcia, do ESPN.com.br
Publicado em 27/11/2017, 06:00

A polêmica sobre o superávit de R$ 79,7 milhões anunciada pela diretoria do Santos na véspera da eleição presidencial do clube continua dando o que falar. Agora, a reportagem mostra como o time alvinegro acumulou calotes com empresários para poder anunciar o montante.

A situação começa com a venda de Thiago Maia. Fechada ao Lille por 14 milhões de euros (R$ 51 milhões), a transação tinha, desde o começo, conforme mostraram várias reportagens do ESPN.com.br, diversos desencontros e pontos dúbios envolvendo comissões.

Primeiro, o clube deveria ter pago 8% do valor total da transferência ao empresário Giuliano Bertolucci, dinheiro que jamais chegou ao bolso do agente, segundo apurou a reportagem – ou seja, R$ 4,1 milhões.

O jogador, por sua vez, tinha direito a 30% do valor que sobrou, ou R$ 14,1 milhões. Seu tio, Vanderi Maia, que toma conta de sua carreira, confirmou à reportagem que jamais viu a cor do dinheiro – e prometeu ir à Justiça.

“Não recebi. Vamos procurar os meios judiciais”, apontou Vanderi, que confirmou ter a promessa de Modesto, quando assinou a renovação de Thiago, em 2015, de que receberia os 30% assim que o atleta fosse vendido. “Tinha essa promessa, mas não nos pagaram”, apontou.

Outro agente que jamais levou sua parte do acordo foi Juan Figger, que deveria levar 10%, ou R$ 4,7 milhões. O empresário Alexis Malavolta, que trabalha com Figer, confirmou que ainda não recebeu o montante.

Para completar, dos 60% restantes, ou R$ 28,2, o Santos precisava depositar judicialmente 28% do total da transferência (R$ 14,3%) – que sai da sua parte – por conta de processo movido pela empresa DLX, que quer uma parcela da transferência.

Se perder na Justiça, o clube tem que retirar esse montante da sua fatia da transferência.

Assim, dos R$ 51 milhões da venda de Thiago Maia, o Santos, hoje, só pode dizer que R$ 13,9 milhões são seus. Mesmo assim, contabilizou o montante total em seu último balanço financeiro com Modesto Roma como presidente do clube.

Ou seja: dos R$ 79,7 milhões que o Santos anunciou como superávit, o clube conta com R$ 37,1 milhões que são dos empresários por conta da transferência. Além disso, a ESPN já havia mostrado que o clube pode ter omitido ao menos R$ 24 milhões de transferências ainda não quitadas, o que diminuiria ainda mais o “azul” das contas santistas.

Isso porque, segundo informações que chegaram à reportagem, nenhuma das contratações feitas neste ano foram pagas. As transferências do zagueiro Cléber (7,3 milhões) e do atacante Bruno Henrique (R$ 13,5 milhões) ainda não tiveram nenhum centavo vindo dos cofres do clube. O negócio por Vladimir Hernández (R$ 6,3 milhões) não foi pago integralmente e teve somente sua primeira parcela quitada (cerca de R$ 2,1 milhões).

Ainda de acordo com o que chegou à reportagem, nem a comissão prometida a agentes durante negociações conseguiram ser pagas. O negócio com Bruno Henrique só foi concretizado após uma pessoa com força nos bastidores ter pago do próprio bolso o montante correspondente ao responsável por intermediar a chegada do atacante.

O que ajudou também a contabilizar o superávit foi o clube ter recebido R$ 34 milhões da venda de Neymar ao PSG por ser o clube formados. Sem a quantia, o Santos provavelmente teria fechado o trimestre no vermelho, às vésperas da eleição.

Para completar, segundo informações que chegaram à reportagem, acordos judiciais estão sendo atrasados, além de direitos de imagens de atletas e parcelas de valores referentes a outros empresários que não os ainda citados aqui.

O pleito será realizado no dia 9 de dezembro e contará com os candidatos Modesto Roma, José Carlos Peres, Andres Ruedas e Nabil Khaznadar.

Encontro esta terça no Bar Santa Tereza

Sócio do Santos, o dia D do nosso clube se aproxima. Será 9 de dezembro, data da eleição para a presidência do Santos e a composição do Conselho Deliberativo para o triênio 2018/19/20. Eu votarei em José Carlos Peres, candidato da chapa 1, a Somos todos Santos, que terá Orlando Rollo como candidato a vice. Peço o seu voto e o seu apoio à Somos todos Santos, pois ela construirá um Santos universal, sem fronteiras, e tem chances reais de vencer a eleição e impedir a reeleição de Modesto Roma e da filosofia separatista que hoje impera no nosso clube.

Na terça-feira, dia 28, espero encontrar os amigos do blog que compartilham das mesmas ideias para o futuro do Santos no encontro no Bar Santa Tereza, à rua Fradique Coutinho, 888, Vila Madalena.
chapa 1 - encontro sp

Atenção: prazo foi prorrogado: terça-feira será o último dia para mudar o domicílio eleitoral
Diante da grave situação administrativo-financeira do nosso clube, é importante que José Carlos Peres, da chapa 1, a Somos todos Santos, seja eleito presidente do Santos no dia 9 de dezembro. Para isso, você que é sócio do Santos e gostaria de votar em São Paulo no dia 9 de dezembro, deve enviar um e-mail para o endereço domicilioeleitoral@santosfc.com.br avisando que pretende votar em São Paulo. O e-mail deve conter o seu nome completo, número do CPF e número de sua carteirinha de sócio do Santos. No dia da eleição, compareça à sede da Federação Paulista de Futebol, na rua de mesmo nome, Barra Funda, com sua carteirinha do Santos e um documento de identidade com foto.

A Livraria do Blog tem uma Black Friday permanente! Aproveite!
Ninguém vende os livros Dossiê e Time dos Sonhos mais baratos do que este blog. Aproveite e já compre os presentes de Natal para o parente ou o amigo santista antes que os preços aumentem!
time-dossie ok
Até 80% de desconto! Clique aqui para ver e comprar os livros

Como foi feito o trabalho da Unificação dos Títulos Brasileiros

Vídeo do projeto A Cidade do Futebol:


Com duas falhas do goleiro do Flamengo e boas atuações de Vanderlei, Alison e Bruno Henrique, o Santos venceu o Flamengo por 2 a 1 e garantiu vaga na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018. Mas o time não jogou bem e foi dominado. Parecia que o Flamengo é que tinha folgado a semana inteira.


Vamos pra Libertadores!


Com duas falhas do goleiro do Flamengo e boas atuações de Vanderlei, Alison e Bruno Henrique, o Santos venceu o Flamengo por 2 a 1 e garantiu vaga na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018. Mas o time não jogou bem e foi dominado. Parecia que o Flamengo é que tinha folgado a semana inteira.

Como ganhar esse ponto

Meus amigos e minhas amigas, o Santos enfrenta o Flamengo na Ilha do Urubu e precisa apenas de um ponto para garantir seu lugar na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018. Dessa vez o Alvinegro descansou durante a semana, enquanto o adversário se envolveu, há três dias em uma batalha renhida pela semifinal da Copa Sul-americana. Se conseguir empreender um ritmo intenso à partida, a tendência é a de que o rubro-negro canse antes.

O problema é que a gente nunca sabe como o Santos vai jogar, principalmente em partidas no campo do adversário. Se começar recuado, dando campo ao Flamengo, permitirá que o time de carioca toque a bola, fazendo os santistas correrem. Então, mesmo fora de casa, quem precisa acelerar o jogo é o Santos. Sei, porém, que há bons argumentos ao contrário.

Se é o Flamengo que precisará da vitória para buscar, na última rodada, a classificação direta para a Libertadores, então o Santos deveria se fechar bem e partir em rápidos contra-ataques, estratégia que já deu certo mais de uma vez antes. Sim, essa é a fórmula mais simples e, pelo que conhecemos da c abeça do técnico Elano e do comitê de jogadores que comanda o time, acredito que seja isso o que farão.

O prolema de ficar nas cordas apenas assimilando os golpes do adversário é que uma hora, de tanto tentar, o oponente acerta um direto no queixo e coloca o Santos na lona. Já vimos isso várias vezes e hoje ainda teremos uma carga extra do Fator Ex: além de Pará e Diego, algo me diz que o ex-Menino da Vila Geuvânio será escalado.

Outro problema do Santos é que o time ainda terá mais uma rodada para conseguir esse pontinho: sena na Vila Belmiro, contra o Avaí. O medo é que o time entre relaxado demais hoje, imaginando que será fácil conseguir ao menos um pontinho contra o time de Santa Catarina. Ocorre que o Avaí lutará pela vitória para não ser rebaixado e já teve ano que ele ganhou do Santos na última rodada e fugiu do rebaixamento. Portanto, é melhor garantir esse precioso pontinho hoje.

O Santos deverá jogar com Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Adrián Noguera e Jean Mota; Alison, Renato e Vecchio; Bruno Henrique, Ricardo Oliveira e Copete.

A defesa nos dá calafrios. Esperemos que Victor Ferraz resguarde as suas costas, Luiz Felipe e Noguera se entendam e Jean Mota não dê os botes na hora errada. Com Vecchio o time ganha um pouco mais de poder de marcação no meio. No ataque, essa formação pode dar certo, pois com dois jogadores rápidos pelas extremas, deve sobrar alguma boa bola para o pastor.

O Flamengo deverá ser escalado por Reinaldo Rueda com Muralha, Pará, Rever, Juan e Trauco; Cuéllar, Arão e Diego; Everton Ribeiro, Vizeu e Mancuello. Há rumores, entretanto, de que muitos reservas deverão ir a campo.

O time carioca não tem um bom sistema defensivo e o goleiro Muralha, apertado, desmorona. É uma equipe que joga na base do entusiasmo, mas não é tão técnico quanto parece. Bem marcado, Diego, o cérebro do time, pouco faz.

A arbitragem será de Braulio da Silva Machado, auxiliado por
Kleber Lucio Gil e Carlos Berkenbrock, todos de Santa Catarina. Espero que não sejam caseiros.

A partida será transmitida pelo SportTV e pelo Premiere. Mas se você quiser torcer e desavagar, está convidado a acompanhar o jogo por aqui. No mínimo a gente sofre junto

Como foi feito o trabalho da Unificação dos Títulos Brasileiros

Vídeo do projeto A Cidade do Futebol:

Pra não dizer que não entrei no Black Friday
Até domingo à meia-noite a Livraria do Blog está oferecendo dois livros que falam a vida simples por preços super promocionais: Dinheiro, é possível ser feliz se ele, por apenas 12 reais um exemplar e 19 reais dois exemplares, com dedicatória do autor e frete pago. Há também uma novidade: o PDF de O Barqueiro de Paraty por apenas cinco reais. Está precisando aprender a lidar melhor com o dinheiro e simplificar sua vida? Não perca essas promoções.
capa o barqueiro de paratydinheiro-e-possivel
Clique aqui para ver as promoções da Livraria do Blog do Odir e comprar os livros Dinheiro, é possível ser feliz sem ele e O Barqueiro de Paraty

Encontro esta terça no Var Santa Tereza

Sócio do Santos, o dia D do nosso clube se aproxima. Será 9 de dezembro, data da eleição para a presidência do Santos e a composição do Conselho Deliberativo para o triênio 2018/19/20. Eu votarei em José Carlos Peres, candidato da chapa 1, a Somos todos Santos, que terá Orlando Rollo como candidato a vice. Peço o seu voto e o seu apoio à Somos todos Santos, pois ela construirá um Santos universal, sem fronteiras, e tem chances reais de vencer a eleição e impedir a reeleição de Modesto Roma e da filosofia separatista que hoje impera no nosso clube.

Na terça-feira, dia 28, espero encontrar os amigos do blog que compartilham das mesmas ideias para o futuro do Santos no encontro no Bar Santa Tereza, à rua Fradique Coutinho, 888, Vila Madalena.
chapa 1 - encontro sp

Atenção: prazo foi prorrogado: terça-feira será o último dia para mudar o domicílio eleitoral
Diante da grave situação administrativo-financeira do nosso clube, é importante que José Carlos Peres, da chapa 1, a Somos todos Santos, seja eleito presidente do Santos no dia 9 de dezembro. Para isso, você que é sócio do Santos e gostaria de votar em São Paulo no dia 9 de dezembro, deve enviar um e-mail para o endereço domicilioeleitoral@santosfc.com.br avisando que pretende votar em São Paulo. O e-mail deve conter o seu nome completo, número do CPF e número de sua carteirinha de sócio do Santos. No dia da eleição, compareça à sede da Federação Paulista de Futebol, na rua de mesmo nome, Barra Funda, com sua carteirinha do Santos e um documento de identidade com foto.

A Livraria do Blog tem uma Black Friday permanente! Aproveite!
Ninguém vende os livros Dossiê e Time dos Sonhos mais baratos do que este blog. Aproveite e já compre os presentes de Natal para o parente ou o amigo santista antes que os preços aumentem!
time-dossie ok
Até 80% de desconto! Clique aqui para ver e comprar os livros

Quem fica e quem sai? Continue opinando sobre os jogadores do elenco do Santos que devem ficar e sair. Farei a tabulação amanhã.


Older posts

© 2018 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑