A posse do presidente José Carlos Peres e do vice-presidente Orlando Rollo só se dará em 2 de janeiro, mas o trabalho já começou. Enquanto esqueletos não param de sair dos armários, uma nova campanha está em andamento, agora para a presidência e a mesa do Conselho Deliberativo, cuja eleição se dará na próxima segunda-feira. Apoiamos Otávio Adegas para presidente. Pela outra chapa concorrerá Marcelo Teixeira. Prevê-se disputa acirrada.

Ao mesmo tempo em que me dedico ao fechamento do livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”, mantenho contatos que estejam ao meu alcance para mudar o Santos. Tudo está por fazer. Nesse cenário percebo que um dos maiores desafios de quem adquire algum poder – no nosso caso pelo exercício sagrado do voto – é administrar sua própria vaidade e se manter fiel aos princípios que o levaram à nova posição que ocupa.

Repito o tempo todo, para mim mesmo, que tudo isso passará e não podemos perder essa oportunidade de colocar o nosso Santos nos trilhos. Pelas conversas que tenho tido com o presidente Peres, sinto que o choque de gestão realmente virá. É preciso ter coragem e despreendimento para promovê-lo e Peres é o líder talhado para isso. Que os deuses do futebol lhe deem forças para seguir adiante. Precisamos ajudá-lo nessa tarefa.

Os 11 princípios de nossa chapa seguem mais vivos do que nunca. Não podemos esquecê-los nenhum segundo, ou cairemos na armadilha de quase todos que atingem o poder e logo negligenciam seus compromissos. Transparência, jogos meio a meio entre Santos e São Paulo, 100 mil sócios em três anos, ampliação da Vila, voto à distância… Fique tranquilo, amigo leitor e amiga leitora, pois já pensamos nisso todos os dias.

Já posso informar que o clássico com o Corinthians, pelo Campeonato Paulista, será no Pacaembu. Ainda faltam mais de dois meses, mas vá se preparando. Vamos lotar o Paulo Machado de Carvalho de santistas. Quanto a novos contratados, não cito nomes antes que estejam confirmados, mas acredite que teremos um time forte, que seguirá os cinco valores históricos do nosso Santos, que são Disciplina, Técnica, Garra, Ousadia e Confiança.

Sinto que as providências caminham em quase todas as áreas. O santista logo perceberá, pelos atos, não pelas palavras, a grande mudança de filosofia da gestão atual para a anterior. Queremos a abertura, a democracia, o fortalecimento das instituições do clube. E para solidificar essas mudanças, é essencial que na noite de segunda-feira elejamos Otávio Adegas para presidente da mesa do Conselho Deliberativo.

E você, o que acha disso?