Contra o Avaí o Santos foi o que tem sido o ano todo: irregular, inseguro, sem iniciativa, e acabou empatando em casa com um time praticamente rebaixado. Uma vitória e o Santos ganharia 11 milhões como prêmio pelo vice-campeonato. O empate lhe fez perder 3,7 milhões. Uma pena. E olhe que as maiores chances foram do time catarinense.

Não se pode culpar os jogadores. Fazem o que podem com o talento que a natureza lhes deu e com a força de vontade que têm. Ocorre que, com exceção de Bruno Henrique, todas as contratações do Santos nos dois últimos anos foram ruins e inexplicáveis.

O caso dos sócios-fantasma não ficará assim. Aguardem desdobramentos nas próximas horas.