Nesta segunda-feira, 2 de abril, completam-se três meses da gestão presidida por José Carlos Peres, e é justo que o santista saiba em que ponto estão os 11 compromissos da campanha da chapa Somos todos Santos.
Em eleições anteriores muito se prometeu e pouco, quase nada, se fez. Agora, apesar das enormes dificuldades, tudo está andando, como se pode notar nesta análise de cada um dos nossos 11 compromissos:

1 – Transparência e reputação
Trabalhar a reputação e a credibilidade. Criar o portal da transparência. Fortalecer a identidade do clube.
O que está sendo feito.
São qualidades que agora estão sendo levadas a sério no Santos. Tão esperada, a auditoria já começou e está sendo realizada por uma empresa que atuou na Operação Lava Jato. Para garantir a lisura nas próximas eleições, funcionários e pessoas ligadas profissionalmente ao clube não poderão votar. Ações de endomarketing estão apresentando o clube aos novos contratados e aproximando mais os funcionários do Santos.

2 – Sócios
Uma gestão mais próxima do associado, estimulando sua participação. Reformular o programa de benefícios. Alcançar a meta de 100 mil sócios em três anos. Estabelecer o voto à distância.
O que está sendo feito
Sócio é prioridade. Ainda há muito a ser feito nessa área para se atingir a meta de 100 mil associados até o final de 2020, mas o trabalho tem sido constante. O recadastramento já começou e o atendimento tem melhorado. Os inadimplentes interessados em refinanciar sua dívida poderão fazê-lo pelo e-mail social@santosfc.com.br Quatro empresas foram pesquisadas para o sistema do voto à distância, que logo deverá ser implantado. Além das recompensas e dos benefícios já distribuídos pela Redegol, o sócio gozará de um serviço exclusivo de informações históricas sobre o clube e também terá à sua disposição, gratuitamente, livros digitais sobre o Santos Futebol Clube. Logo será lançada uma grande campanha para aquisição de mais sócios. Porém, só com a credibilidade inspirada pela nova gestão o número de novos associados tem alcançado 1.500 pessoas por mês.

3 – Gestão e controle de dívidas
Enxugar despesas. Implantar uma estrutura profissional. Nova metodologia com responsabilidade fiscal.
O que está sendo feito
Isso tem sido feito mesmo antes de se tomar posse, pois a gestão herdou um clube em situação financeira caótica. Imediatamente foram obtidos recursos para impedir ações trabalhistas e a fuga de jogadores. A folha de pagamentos sofreu um corte profundo sem perda da eficiência, o que resultará em uma economia de cerca de 30 milhões de reais por ano. O Santos passará a gastar apenas o que arrecada e aliará o controle de gastos ao aumento de receitas.

4 – Projeto Capital – SP
50% dos jogos na Capital, 50% dos jogos na Vila Belmiro. Grande ampliação de sócios na Capital.
O que está sendo feito
Mais um compromisso que vem sendo cumprido à risca. Em uma decisão corajosa, a diretoria marcou o clássico contra o Corinthians para o Pacaembu, em uma festa inédita para o torcedor do Santos. Gradativamente a massa santista voltará a demonstrar sua força, iniciando um círculo virtuoso com reflexos em todas as áreas ligadas à marca e ao marketing do clube. Dia 12 de abril será inaugurado o Business Center do Santos Futebol Clube na avenida Pacaembu, em São Paulo, quando será apresentada a nova coleção da Umbro.

5 – Santos, A Cidade do Futebol
Vamos valorizar a nossa história. Criação de roteiros turísticos envolvendo futebol e atrativos vinculados ao Santos Futebol Clube. Integração do Museu Pelé com o Memorial das Conquistas. Ampliação do Memorial e Digitalização do Acervo Histórico.
O que está sendo feito
A comemoração da 1.a Semana Santos, de 9 a 15 de abril, unirá o Santos Futebol Clube e a Prefeitura de Santos em eventos que prometem inscrever a data de aniversário do clube no calendário da cidade. Entre os muitos acontecimentos programados para celebrar os 106 anos do Glorioso Alvinegro Praiano haverá a exposição de pinturas do narrador Osmar Santos, cuja vernissage se dará às 19h30 do dia 9, no Memorial das Conquistas, na Vila Belmiro, e ficará aberta ao público durante toda a semana. Na mesma semana o restaurante português Tasca do Porto será aberto na noite do dia 11, quarta-feira, para uma comemoração especial de 55 anos do primeiro título mundial do Santos, contra o Benfica, com a participação de ídolos que atuaram naqueles confrontos.

6 – Hospitalidade
Implantação do verdadeiro conceito de Match Day, fazendo dos jogos com mando de campo do Santos grandes e completas experiências, valorizando todas as etapas envolvidas em um jogo de futebol.
O que está sendo feito
Isso já tem sido realizado, com uma participação crescente do torcedor do Santos. Contra o Corinthians, por exemplo, foi um sucesso. O maior acontecimento do gênero, denominado Santos Day, será comemorado antes e durante a estreia do Santos no Campeonato Brasileiro, contra o Ceará, dia 14 de abril. O jogo começará às 21 horas, mas desde às 15 horas uma série de atrações tomará a Praça Charles Miller, no Pacaembu.

7 – Internacionalização da Marca
Ratificar o posto de grande marca do futebol mundial e atrair parceiros internacionais, além de buscar oportunidades em outros continentes.
O que está sendo feito
Esse é mais um trabalho constante. Time brasileiro mais conhecido e com mais torcedores no exterior, o Santos precisa exercer essa sua vocação. Empenhado em abrir mercado no rico futebol mexicano, o presidente José Carlos Peres passou quatro dias visitando os grandes clubes daquele país. Nesses três meses de gestão recebemos representantes do Santos na China, Japão, Coreia, além de propostas de abertura de escolinhas e negócios nesses países. Ainda nesse capítulo, o Santos passou a ter mais visibilidade na tevê com a retomada das transmissões de seus jogos pela TV Globo. Outra iniciativa que tem a ver com a preservação da história do Santos, a base para todo o trabalho voltado para a valorização da marca, é a digitalização de todos os documentos do clube, processo que já está em andamento e correrá paralelo à reestruturação do espaço do arquivo histórico.

8 – Vila Belmiro, a nossa casa
Reestruturar e reformar a Vila. Promover parcerias com o poder público e a iniciativa privada com foco na modernização, respeitando sua história e preservando suas características.
O que está sendo feito
Um projeto estrutural para ampliação e modernização da Vila Belmiro já foi apresentado à direção do clube e outro está em vias de ser executado. Tornar o nosso estádio mais espaçoso e confortável é um compromisso constante. Algumas alterações pequenas já foram feitas, mas o Urbano Caldeira merece uma reestruturação bem maior. As restrições financeiras impedem essas obras, que poderão ser feitas com o apoio de parceiros.

9 – Patrimônio
Construir um novo CT para as categorias de base. Reformar a Chácara Nicolau Moran.
O que está sendo feito
Em 22 de fevereiro o Departamento de Patrimônio do Santos concluiu o projeto executivo da restauração e ampliação da Chácara Nicolau Moran, que inclui a reforma da sede, a construção de um hotel de três pavimentos e a construção de um campo de futebol oficial com grama natural. Enquanto outras gestões falavam de usar a chácara para inúmeros fins, mas seus dirigentes nem sequer visitavam o local, já estamos prontos para inscrever o projeto na Lei Rouanet e a partir daí captar parceiros para a obra que enriquecerá o patrimônio do clube. Da mesma forma, foram feitas visitas e tratativas para que o clube adquirisse uma grande área na divisa entre Santos e São Vicente que serviria para um maravilhoso Centro de Treinamento para a base. O negócio acabou sendo fechado com outra instituição, mas o Santos prosseguirá procurando a melhor alternativa para oferecer um CT amplo e moderno aos seus meninos.

10 – Respeito ao Estatuto
Ter um Comitê Gestor de verdade, com pessoas de alta qualificação. Uma gestão mais próxima e aberta ao Conselho Deliberativo. Profissionalismo na gestão. As melhores cabeças nos lugares certos.
O que está sendo feito
Com nove integrantes credenciados para analisar e gerenciar os vários setores do clube, o Conselho Gestor se reúne semanalmente para discutir e decidir sobre as melhores alternativas para a sustentabilidade e o crescimento do Santos Futebol Clube. As decisões são tomadas levando-se em conta a eficiência, a meritocracia e o profissionalismo, em absoluto respeito ao Estatuto do clube.

11 – Futebol
Austeridade e responsabilidade. Promover uma grande valorização da base. Respeitar as nossas características históricas, com um futebol forte e competitivo. Transparência total e respeito na contratação de atletas.
O que está sendo feito
É importante lembrar que esta gestão contratou três jogadores: Gabriel, o Gabigol; Sasha e Dodô, e os três são titulares. A gestão anterior trouxe uma dezena de jogadores em 2017 e, deles, apenas Bruno Henrique, no momento machucado, era titular. Hoje, apesar da limitação financeira, há mais cuidado e eficiência nas contratações. Também não se perdeu nenhum jogador da base de grande potencial. Em um esforço que envolveu vários profissionais do clube, o garoto Diogo Vitor, que estava com um pé na Espanha, foi mantido no Santos e hoje é uma das esperanças entre os profissionais. A contratação do jovem técnico Jair Ventura se revelou acertada e o Santos, mesmo em formação e com muitos jogadores da base, já soma vitórias sobre São Paulo e Palmeiras, ambas como visitante, além de um triunfo sobre o Nacional, do Uruguai, esta com um jogador a menos.

O que mais vem sendo feito
Além dos compromissos de campanha, há muito mais que já vem sendo feito por esta gestão. Algumas áreas principais:
Futebol de base – Racionalização e profissionalização dos trabalhos. Não há mais jogadores que ficam treinando no clube por amizade ou “cartucho”. Como se sabe, na antiga gestão só uma categoria tinha mais de 70 atletas, gerando custos desnecessários e infringindo a obrigatória meritocracia do setor.
Futebol feminino – Como se sabe, as Sereias da Vila continuam fortes e firmes em defesa do Santos. Muitas delas foram levadas a acreditar que tinham de votar na gestão anterior, ou o futebol feminino seria extinto no clube, em mais uma mentira que ficou para trás. Elas seguem treinando sob a orientação da técnica Emily Lima e neste sábado, às 15 horas, têm importante duelo contra o Corinthians, com entrada franca na Vila Belmiro. Ótimo evento para toda a família santista. Compareça e leve as crianças.
Outros esportes – O futebol americano, com o Santos Tsunami, o skate, o surfe, os games, o basquete e o vôlei são modalidades que já estão em atividade ou se preparam para representar o Santos Futebol Clube em competições importantes. A arena municipal será disponibilizada pela Prefeitura para muitas dessas equipes.

E você, o que acha disso?