Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Search results: "Timemania" (page 1 of 14)

Como transformar a Timemania em pesquisa científica

Timemania - 1

Digo e repito que a Timemania não pode ser negligenciada como indicador de torcidas de futebol no Brasil. O fato de dar ao apostador a opção de escolher o seu “time do coração” faz com que ela se torne a enquete mais abrangente sobre torcidas já feita no País.

Mas não é pesquisa científica, protestam os pragmáticos sistemáticos. E eu concordo. Realmente, é uma enquete que jamais pode ser desprezada, mas não é pesquisa científica. Por isso, neste post, que ofereço aos pesquisadores do Brasil, estagiários, estudantes, desempregados e à própria Caixa Econômica Federal, dou a fórmula, simples, de se transformar a Timemania em pesquisa científica.

Antes de divulgar a “Fórmula Odiriana para transformar a Timemania em Pesquisa Científica’, explicarei porque não se pode desperdiçar a abrangência nacional de uma enquete como esta.

Muitos já disseram que a única maneira de se fazer uma pesquisa fidedigna sobre torcidas de futebol no Brasil, precavendo-se das armadilhas do método científico por amostragem, seria incluir no censo populacional a pergunta sobre um único time de preferência de cada cidadão ou cidadã brasileiros. Só assim saberíamos exatamente o time para o qual cada brasileiro torce, e saberíamos também quantos não torcem para time nenhum. Como isso não foi feito e nem sequer é cogitado, a Timemania é a única oportunidade de se atingir uma abrangência maior, próxima de um censo.

Tenho dito que a Timemania é apostada em 65% das cidades brasileiras, mas descobri que estou sendo muito modesto. Informação da Caixa Econômica Federal de maio de 2008 dizia que havia 8.870 casas lotéricas em 3.499 cidades brasileiras. Como o Brasil tem 5.565 cidades, isso queria dizer que 62,8% dos municípios do País tinham casas lotéricas. Muito bem…
Quantas cidades tinham casas lotéricas em maio de 2008

Informação mais recente, provinda da Caixa em maio de 2014, diz que havia 13.076 casas lotéricas no Brasil, portanto 49% a mais do que em 2008. A matéria não informa quantas cidades a mais passaram a ter lotéricas desde maio de 2008, mas é natural esperar que destas 4.200 casas lotéricas abertas nos últimos seis anos, a metade, ou no mínimo um quarto, tenham como endereço as mais de duas mil cidades brasileiras que não possuíam casas da Caixa Econômica Federal – que, é bom lembrar, são um ótimo negócio, pois funcionam como agências bancárias.
Número de casas lotéricas aumentou quase 50% em seis anos

Então, não seria nenhum exagero imaginar que, hoje, no mínimo 80% das cidades brasileiras têm casas lotéricas e, conseqüentemente, recebem pessoas que anotam o seu “time do coração” na Timemania. Isso é uma quantidade espantosa, inalcançável para qualquer instituto de pesquisa.

Outro detalhe impressionante é que apesar de um número de apostas cada vez maior, a porcentagem de votos em cada time do pelotão de frente não se altera substancialmente de um ano para outro, assim como a posição de cada um dos dez mais votados. Isso prova que é consistência na enquete, ao contrário de outras pesquisas que apresentam resultados disparatados mesmo quando realizadas em intervalos menores de tempo.

Só para dar uma idéia do crescimento no número das apostas, lembro que o Flamengo terminou o ano de 2010 como o time mais votado da Timemania, com 3.848.273 votos. Agora, sua contagem parcial em 2014 já chegou a 6.468.142 votos. O Palmeiras, quinto colocado neste ano de 2014, já tem mais votos do que o Flamengo teve ao final de 2010. E se a porcentagem do rubro-negro em 2010 era de 6,38%, hoje é de 5,07%, apenas 1,31% menos.

Nesses quatro anos e meio a classificação dos dez primeiros pouco foi alterada. Flamengo e Corinthians continuam primeiro e segundo, respectivamente. O Santos era o terceiro em 2010 e o São Paulo, o quarto, hoje trocaram de posições. O Grêmio era o quinto e o Palmeiras, sexto, e também trocaram de posições. Internacional, sétimo, e Vasco da Gama, oitavo, continuam nas mesmas colocações. O Botafogo era o nono e o Cruzeiro, o décimo, e trocaram de posições.
Cheque os resultados e número de apostas na Timemania

E note que de lá para cá foram feitas cerca de 480 milhões de apostas, em milhares de cidades diferentes, por milhares (ou milhões) de pessoas que escolheram seus times dentre 80 times diferentes. Qual seria a possibilidade matemática de que os 10 mais votados continuassem os mesmos desde o início de 2010 até hoje, sabendo-se ainda que a cada ano a contagem é zerada?

Enfim, é evidente que essa abrangência da Timemania precisa ser aproveitada como pesquisa. E como fazer isso? Simples. Depurando os resultados da própria Timemania. É preciso saber quantas apostas cada apostador faz, em média; qual a porcentagem de apostadores que escolhem o seu próprio time como “time do coração” e qual a porcentagem de apostadores que deixam esse encargo para a “surpresinha”. Sabendo-se isso, teremos mais de um milhão de votos “válidos” a cada teste.

Além dessas informações básicas, seria interessante, também, saber a idade do entrevistado, o que serviria para definir as faixas etárias que mais apostam na Timemania. Nem vou incluir a pergunta sobre sexo, pois presumo que o entrevistador consiga distinguir o dito cujo de cada entrevistado sem precisar perguntar. E as cidades das lotéricas serviriam como indicativos de lugar.

Perguntas a serem feitas ao apostador da Timemania

Qual a sua idade?

Quantas apostas você costuma fazer em um teste da Timemania?

Que time você anota como “time do coração”:
( ) O time para qual você torce
( ) Um time qualquer
( ) Deixa a escolha para a surpresinha

Pois bem.A pesquisa é esta. Tem de ser simples, direta, de forma que todos entendam. Com ela saberíamos quantas pessoas efetivamente apostam em cada teste, pois suprimiríamos os volantes dobrados. Saberíamos também quantos votam aleatoriamente e quantos escolhem realmente o time para o qual torcem. Esses dados tabulados com os resultados de cada teste da Timemania seriam suficientes para nos fornecer uma pesquisa ampla e fidedigna.

Quem pode fazer isso? A própria Caixa, ou, o que é mais provável, grupos de estudantes que se proponham a fazer as perguntas nas lotéricas de sua cidade. Garanto que cada entrevista não durará mais do que um minuto. Com alguns grupos de entrevistadores espalhados pelo Brasil, teríamos a melhor pesquisa de torcidas – dentro da faixa etária da Timemania – que já se fez no País.

Se mesmo pesquisas que ouviram duas, três mil pessoas, já devem ser consideradas científicas, então bastaria ouvir 100 apostadores da Timemania em 20 ou 30 cidades brasileiras, espalhadas pelas cinco regiões do País, para termos uma amostragem que, cruzada com as informações dos testes da Timemania, daria uma ideia precisa do volume das maiores torcidas de futebol no Brasil.

O blog está aberto para receber os resultados e divulgá-los, assim como divulgar o nome dos entrevistadores e do professor responsável. Não se perderia muito tempo e poderíamos contribuir para transformar a Timemania em uma pesquisa consistente. O que acham?

E você, não acha possível transformar a Timemania em pesquisa científica?


Santos sobe para 3º do País no último teste da Timemania

Como era de se esperar, a chacoalhada que o Santos deu no São Paulo domingo e a conseqüente classificação para a final do Campeonato Paulista – a quarta final consecutiva, com direito a lutar pelo Tri-Tri –, fez com que mais pessoas escolhessem o Alvinegro Praiano como o seu “time do coração” nas casas de apostas da Loteria Federal, que abrangem 68% das cidades brasileiras.

Mais do que ficar em terceiro no teste de quarta-feira, o Santos pela primeira vez passou de 4% das preferências, com 4,07%, contra 3,82% do São Paulo. O total de votos no Santos foi de 20.574, contra 19.314 dos que preferiram o tricolor.

A diferença do Santos para o segundo colocado, o Corinthians, foi de apenas 0,81%, e para o Flamengo, o primeiro, de 2,92%. Como meus leitores se lembram, Santos e São Paulo têm disputado a terceira posição na Timemania este ano, depois que o Santos ocupou essa posição em 2010 e 2011.

No resultado acumulado do ano o São Paulo ainda continua em terceiro, com 3,83% dos votos, mas apenas 0,16% a mais do que o Santos. Prevê-se que é questão de tempo para que o Alvinegro Praiano volte à posição que ocupou nos dois últimos anos, com boa possibilidade de se aproximar do segundo lugar.

Confira os resultados do teste de 02/05, última quarta-feira

1 – Flamengo – 30.295 apostas, 5, 99%
2 – Corinthians – 24.678 apostas, 4,88%
3 – Santos – 20.574 apostas, 4,07%
4 – São Paulo – 19.314 apostas, 3,82%
5 – Grêmio – 17.937 apostas, 3,55%
6 – Internacional – 17.225 apostas, 4,41%
7 – Vasco – 17.074 apostas, 3,38%
8 – Palmeiras – 16.867 apostas, 3,34%
9 – Botafogo – 15.097 apostas, 2,99%
10 – Fluminense – 14.009 apostas, 2,77%

Acumulado de 2012

1 – Flamengo – 1.403.331 apostas, 6,04%
2 – Corinthians – 1.123.541 apostas, 4,84%
3 – São Paulo – 889.312 apostas, 3,83%
4 – Santos – 852.287 apostas, 3,67%
5 – Grêmio – 786.701 apostas, 3,39%
6 – Palmeiras – 781.333 apostas, 3,36%
7 – Vasco – 760.506 apostas, 3,27%
8 – Internacional – 746.357 apostas, 3,21%
9 – Fluminense – 620.519 apostas, 2,67%
10 – Botafogo – 619.769 apostas, 2,67%

Você não acha que a Timemania exprime bem o momento de cada time?


Timemania: Santos briga com Corinthians pela segunda posição


Timemania mostra que a boa fase do time faz a torcida do Santos crescer (Foto: Comunicação SantosFC)

No último teste da Timemania, sábado passado, apenas 0,59% separaram a torcida do Santos da do Corinthians, na disputa pela segunda posição.

Como tem acontecido desde o início do ano passado, o Santos se mantém na terceira posição, à frente de Palmeiras, Grêmio, São Paulo, Internacional, Vasco, Botafogo, Cruzeiro e outros…

Será que é o fato de ter sido campeão paulista e ser o único brasileiro na Copa Libertadores que tem feito com que o Alvinegro Praiano seja um dos mais lembrados pelos apostadores, ou estes números da Timemania provam que a torcida do Santos é mesmo a que mais cresce no Brasil?

Confira o resultado do teste 212, com os 10 times mais votados, o número de apostas em cada um como o “time do coração” e a porcentagem dos votos:

1º FLAMENGO RJ 40.915 6,36 %

2º CORINTHIANS SP 30.520 4,74 %

3º SANTOS SP 26.730 4,15 %

4º PALMEIRAS SP 23.754 3,69 %

5º GRÊMIO RS 23.590 3,66 %

6º SÃO PAULO SP 23.057 3,58 %

7º INTERNACIONAL RS 21.202 3,29 %

8º VASCO DA GAMA RJ 20.478 3,18 %

9º BOTAFOGO RJ 18.257 2,84 %

10º CRUZEIRO MG 18.019 2,8 %

Clique aqui para ver o site da Caixa com o último teste da Timemania

Como você analisa esses números da Timemania que mostram, há mais de um ano, um número impressionante de votos no Santos como o time do coração?


Timemania mostra a diferença entre o ânimo dos torcedores

Está bem. Não direi que a Timemania mostra que a torcida do Santos cresce e já é, tranqüilamente, uma das quatro maiores do País. Não direi não porque não acredite nisso, mas porque não há como comprovar cientificamente. Porém, veja que a Timemania mede, no mínimo, o ânimo do torcedor. E o que faz uma torcida crescer ou diminuir, além do ânimo?

Entenda ânimo como entusiasmo, aquela motivação especial que o leva a fazer parte de um grupo, respeitar uma bandeira, cantar um hino com amor, sofrer ou se alegrar com os resultados de 11 marmanjos correndo atrás de uma bola.

Pois veja, meu amigo, como a Timemania ao menos mede, como nenhum outro instituto de pesquisa, o ânimo do torcedor brasileiro. O Palmeiras tem uma grande torcida? Sim, claro. Mas estou aqui com o resultado do último teste da Timemania, o de número 164, e ele mostra que o time da colônia italiano caiu para a oitava posição entre os mais apostados, uma posição à frente do time da colônia portuguesa do Rio.

Sim, o Palmeiras é o oitavo e o Vasco o novo. É o que eu digo: torcedor não é bobo. O Fluminense, campeão, pulou para sexto lugar em apostas, à frente de Internacional, Palmeiras, Vasco, Botafogo, Cruzeiro e Atlético Mineiro – clubes que os institutos dizem ter mais torcedores do que o tricolor carioca.

Os primeiros continuam sendo Flamengo seguido de Corinthians. Torcedores tipo mulher de malandro, flamenguistas e corintianos não se importam com os fracassos em campo. Eles, torcedores, se bastam. Na verdade, estes clubes, ao longo do tempo, fizeram seus maiores espetáculos nas arquibancadas.

O Santos, mesmo prosseguindo no terceiro lugar do acumulado do ano, com mais 46 mil votos a mais do que o São Paulo, ficou 1.200 votos atrás do time do Morumbi no último teste. O que isso quer dizer?

Não sei explicar o que fez os são-paulinos votarem mais do que os santistas no teste 164. Os dois times fizeram uma pálida figura nos últimos jogos do Brasileiro e o São Paulo nem ao menos conseguiu uma vaguinha para a pré-Libertadores. A Timemania virou uma opção tricolor.

Palmeirense ficou bem desanimado. Santista continua confiante

Mas o que intriga mesmo é a queda de apostas no Palmeiras como “o time do coração”. Se recentemente o Ailton, palmeirense que frequenta este blog, veio mostrar, todo orgulhoso, que o Palmeiras era o terceiro em apostas, superando o Santos, por que o time do Parque Antártica caiu tanto, se vinha lotando o Pacaembu nos jogos da Copa Sul-americana?

Olha, não tenho explicação para o fato, a não ser apelar para a sabedoria popular e defini-lo como “a melhora da morte”. Isso mesmo. Há muitas histórias do doente terminal que um dia tem uma melhora, levanta, faz a barba, toma café e… morre.

A Sul-americana representou o último esforço do Palmeiras e de sua esperançosa comunidade de conseguir um títulozinho para fechar esta década tão ingrata aos esmeraldinos. Com o retumbante fracasso representado pela derrota, de virada, para o rebaixado Goiás, em pleno Paulo Machado de Carvalho, adveio a prostração definitiva.

E, pergunto, o que aumenta ou diminui as torcidas, a não ser o ânimo? Quantos nunca mais irão a um estádio, ou ficarão anos sem fazê-lo, depois de uma desilusão dessas?

Quantos palestrinos, desde que amem mais a seus filhos do que ao Palmeiras, não permitirão e até incentivarão, veladamente, que seus rechonchudos rebentos tenham outras preferências futebolísticas? Afinal, que pai gosta de ver o filho sofrer?

“Olha o cabelo desse cara, que bonito, bambino!”, dirá um, mostrando Neymar para filho. “Olha como joga esse Ganso! Maestro!”, exclamará outro. “E esse Elano! Mama mia! gritará outro. E assim o pequeno ser verde descobrirá o caminho da verdade, do talento, da arte e da luz e nunca mais precisará abrir o berreiro em rede nacional.

Ranking do concurso nº 164

1º FLAMENGO RJ 51.412 5,83 %
2º CORINTHIANS SP 46.453 5,27 %
3º SAO PAULO SP 33.852 3,84 %
4º SANTOS SP 32.645 3,7 %
5º GREMIO RS 32.219 3,65 %
6º FLUMINENSE RJ 30.525 3,46 %
7º INTERNACIONAL RS 29.350 3,33 %
8º PALMEIRAS SP 29.321 3,33 %
9º VASCO DA GAMA RJ 26.814 3,04 %
10º BOTAFOGO RJ 24.717 2,8 %
11º CRUZEIRO MG 24.405 2,77 %
12º ATLETICO MG 20.278 2,3 %
13º BAHIA BA 19.269 2,19 %
14º GOIAS GO 15.195 1,72 %
15º JUVENTUDE RS 15.098 1,71 %
16º FORTALEZA CE 14.822 1,68 %
17º CORITIBA PR 14.177 1,61 %
18º VITORIA BA 13.643 1,55 %
19º CEARA CE 12.259 1,39 %
20º ABC RN 11.640 1,32 %
21º ATLETICO PR 10.462 1,19 %
22º GUARANI SP 10.378 1,18 %
23º AVAI SC 10.235 1,16 %
24º SPORT PE 10.040 1,14 %
25º SANTA CRUZ PE 9.215 1,05 %
26º TREZE PB 8.810 1 %
27º LONDRINA PR 8.593 0,97 %
28º JOINVILLE SC 8.243 0,94 %
29º NAUTICO PE 8.080 0,92 %
30º ATLETICO GO 7.825 0,89 %

Acumulado do ano

1º FLAMENGO RJ 3.490.951 6,52%
2º CORINTHIANS SP 2.889.931 5,40%
3º SANTOS SP 2.085.369 3,89%
4º SAO PAULO SP 2.039.266 3,81%
5º PALMEIRAS SP 2.027.963 3,79%
6º GREMIO RS 2.004.328 3,74%
7º INTERNACIONAL RS 1.785.764 3,34%
8º VASCO DA GAMA RJ 1.722.813 3,22%
9º BOTAFOGO RJ 1.511.714 2,82%
10º CRUZEIRO MG 1.449.520 2,71%
11º FLUMINENSE RJ 1.385.015 2,59%
12º ATLETICO MG 1.240.893 2,32%
13º BAHIA BA 1.141.347 2,13%
14º FORTALEZA CE 926.635 1,73%
15º VITORIA BA 836.611 1,56%
16º GOIAS GO 820.590 1,53%
17º CEARA CE 739.602 1,38%
18º ATLETICO PR 702.895 1,31%
19º ABC RN 674.845 1,26%
20º CORITIBA PR 668.459 1,25%
21º AVAI SC 655.006 1,22%
22º JUVENTUDE RS 648.872 1,21%
23º SPORT PE 606.455 1,13%
24º SANTA CRUZ PE 605.025 1,13%
25º GUARANI SP 557.583 1,04%
26º TREZE PB 535.516 1,00%
27º LONDRINA PR 509.924 0,95%
28º JOINVILLE SC 493.751 0,92%
29º NAUTICO PE 487.657 0,91%
30º PORT DESPORT SP 483.992 0,90%

Será que a Timemania, ao retratar o momento, não representa a tendência de aumento ou queda das torcidas?


Com 1,775 milhão de apostas, Santos está entre os “três times do coração” da Timemania. Paixão pelos Meninos é uma realidade no Brasil

O ídolo Neymar e as Sereias da Vila são duas causas do crescimento da torcida santista entre crianças, jovens e mulheres.

No concurso 152 da Timemania, do dia 28 de outubro, o Santos voltou a ficar em terceiro lugar. Com isso, ele se mantém como o terceiro “time do coração” dos brasileiros em 2010, com 1.775.527 apostas desde o início do ano, ou 3,93% do total.

Quem lê este blog sabe que considero a Timemania, pela maior abrangência, como a pesquisa de torcidas mais fidedigna do Brasil. A evolução da preferência pelo Santos no País é evidente. Só não vê quem não quer. Os fatos se somam…

Em 17 de outubro o jornal O Estado de São Paulo publicou uma pesquisa da Sport+Markt revelando que Neymar é o jogador mais querido do Brasil, com 12,76% dos votos de um total de 8.198 pessoas entrevistadas.

Certamente os Meninos da Vila e o talento e o carisma de Neymar têm grande influência nesta popularidade santista, que parece estar conquistando as crianças, os jovens, o público feminino, além do eleitorado indeciso – aquelas pessoas que não ligavam para o futebol ou diziam torcer para outros times, mas sem muita convicção.

O bom futebol e a simpatia das Sereias da Vila, que este ano conquistaram o bicampeonato da Copa Libertadores de futebol feminino, também foram importantes para que o Santos ganhasse muitas torcedoras entre as mulheres.

Quanto ao time dos Meninos, mesmo sem Robinho, Wesley e André, que foram para outras equipes, e mesmo sem poder contar com Paulo Henrique Ganso desde o dia 25 de agosto, quando saiu machucado da partida contra o Grêmio, a popularidade do Santos continua em alta.

Confira as classificações da Timemania

Concurso 152

1º – FLAMENGO – RJ – 43.890 – 6,47%
2º – CORINTHIANS – SP – 35.025 – 5,16%
3º – SANTOS – SP – 26.525 – 3,91%
4º – GREMIO – RS – 26.303 – 3,88%
5º – PALMEIRAS – SP – 25.810 – 3,81%
6º – SAO PAULO – SP – 24.953 – 3,68%
7º – INTERNACIONAL – RS – 23.761 – 3,5%
8º – VASCO DA GAMA – RJ – 21.669 – 3,19%
9º – BOTAFOGO – RJ – 19.628 – 2,89%
10º – CRUZEIRO – MG – 18.932 – 2,79%
11º – FLUMINENSE – RJ – 17.422 – 2,57%
12º – ATLETICO – MG – 15.739 – 2,32%
13º – BAHIA – BA – 15.290 – 2,25%
14º – FORTALEZA – CE – 11.681 – 1,72%
15º – VITORIA – BA – 10.017 – 1,48%
16º – GOIAS – GO – 9.996 – 1,47%
17º – CEARA – CE – 9.889 – 1,46%
18º – CORITIBA – PR – 9.027 – 1,33%
19º – ABC – RN – 8.511 – 1,25%
20º – SPORT – PE – 8.462 – 1,25%
21º – AVAI – SC – 8.265 – 1,22%
22º – A. PARANAENSE – PR – 8.253 – 1,22%
23º – SANTA CRUZ – PE – 7.909 – 1,17%
24º – JUVENTUDE – RS – 7.723 – 1,14%
25º – GUARANI – SP – 6.938 – 1,02%

Acumulado de 2010

1º – FLAMENGO – RJ – 2.985.833 – 6,60%
2º – CORINTHIANS – SP – 2.454.183 – 5,43%
3º – SANTOS – SP – 1.775.527 – 3,93%
4º – SAO PAULO – SP – 1.743.271 – 3,86%
5º – PALMEIRAS – SP – 1.728.690 – 3,82%
6º – GREMIO – RS – 1.692.244 – 3,74%
7º – INTERNACIONAL – RS – 1.503.228 – 3,32%
8º – VASCO DA GAMA – RJ – 1.466.448 – 3,24%
9º – BOTAFOGO – RJ – 1.288.621 – 2,85%
10º – CRUZEIRO – MG – 1.220.750 – 2,70%
11º – FLUMINENSE – RJ – 1.151.838 – 2,55%
12º – ATLETICO – MG – 1.053.364 – 2,33%
13º – BAHIA – BA – 960.612 – 2,12%
14º – FORTALEZA – CE – 785.874 – 1,74%
15º – VITORIA – BA – 712.411 – 1,58%
16º – GOIAS – GO – 690.914 – 1,53%
17º – CEARA – CE – 624.954 – 1,38%
18º – A. PARANAENSE – PR – 571.853 – 1,26%
19º – ABC – RN – 554.045 – 1,23%
20º – AVAI – SC – 551.808 – 1,22%
21º – CORITIBA – PR – 531.587 – 1,18%
22º – JUVENTUDE – RS – 516.241 – 1,14%
23º – SPORT – PE – 510.890 – 1,13%
24º – SANTA CRUZ – PE – 509.379 – 1,13%
25º – GUARANI – SP – 468.881 – 1,04%

E você, tem alguma dúvida de que a torcida do Santos é que mais cresce no Brasil?


« Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑