Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Time dos Sonhos

Page 2 of 481

O Clássico dos Clássicos


Em 2015, um massacre que resultou em um magro 2 a 1.

Santos e Palmeiras fazem o clássico mais importante do futebol brasileiro dos últimos anos. Não só estão jogando melhor e têm os melhores jogadores, como disputaram o último título brasileiro, a final de Copa do Brasil de 2015 e dois jogos decisivos nos dois mais recentes Campeonatos Paulistas. Como ambos têm a tradição de buscar o futebol bem jogado e já foram chamados de “academias” pelo estilo bonito e elegante de jogar, esse confronto deve ser chamado de “O clássico dos clássicos” e nunca de “o clássico da saudade”, expressão que não quer dizer nada e não corresponde à verdade, pois o clássico mais antigo de São Paulo é Santos e Corinthians, jogado pela primeira vez em 22 de junho de 1913, no antigo campo do Parque Antártica e vencido pelo Santos por 6 a 3, com dois gols de Adolfo Millon e dois de Arnaldo Silveira.

A primeira partida entre Santos e Palmeiras, na época chamado de Palestra Itália, ocorreu em 7 de outubro de 1915, no campo do Velódromo, em São Paulo, e o Alvinegro Praiano goleou por 7 a 0, com três gols do centroavante Ary Patusca. Doze anos depois, em 1927, decidiriam o título paulista na Vila Belmiro, e mesmo jogando pelo empate para conquistar seu primeiro título estadual, o Santos perderia por 3 a 2, em uma atuação facciosa do árbitro Anthero Molinaro, ligado às hostes palestrinas.

Em 1950 o Santos ficou a apenas um ponto do Palmeiras, campeão paulista, e esse pontinho deu ao rival a oportunidade de disputar a Copa Rio, em 1951, que os palmeirenses consideram seu primeiro título mundial. A partir de 1959 até 1969, período que considero a fase de ouro do futebol brasileiro, o Santos dominou o futebol nacional e, em São Paulo, só não obteve 11 títulos consecutivos porque o Palmeiras conseguiu furar a sequência em 1959, 1966 e 1969. É por isso que, com orgulho, os palmeirenses dizem que seu time foi o único que conseguiu rivalizar com o Santos de Pelé.

Nas competições que revelaram os primeiros campeões brasileiros, o maior duelo também reuniu santistas e palmeirenses. O Santos obteve seis títulos e o Palmeiras quatro. Defendi com orgulho e prazer a legitimidade dessas conquistas no “Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros a partir de 1959” e me lembro bem que um dos inócuos argumentos usados contra a unificação era a de que esses times outrora campeões não eram mais tão importantes para o futebol nacional e se apegavam ao passado para conseguir alguma evidência.

Pois na mesma época o Fluminense foi campeão brasileiro, o Cruzeiro também e, no ano passado, o Palmeiras. Quanto ao Santos, foi além ao conquistar sua terceira Copa Libertadores em 2011; o Bahia voltou à Série A e o Botafogo vive sua melhor fase desde há muitos anos. Seis grandes clubes brasileiros, sem dúvida alguma.

Mesmo sem Pelé, 9 a 6 para o Santos

Com relação às disputas do Campeonato Paulista, desde 1974, quando Pelé parou, o Palmeiras conseguiu seis títulos: 1974, 1976, 1993, 1994, 1996 e 2008. No mesmo período o Santos ergueu nove vezes a taça: em 1978, 1984, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016. Seis conquistas em 11 anos é um feito extraordinário e representa uma das hegemonias mais marcantes nesse que é o campeonato regional de melhor nível técnico e mais importante do País. No momento, os dois times estão empatados com 22 títulos paulistas cada um.

Tabu na Vila

Como bem lembrou o companheiro Paulo Vinicius Coelho, o Palmeiras não vence na Vila Belmiro desde 2011, período em que sofreu nove derrotas e só conseguiu dois empates.

Minha previsão

Considero as equipes que jogarão o clássico neste domingo, a partir das 18h30m, na Vila Belmiro, as duas mais bem ajustadas do futebol brasileiro no momento, apesar de seus técnicos estarem na berlinda: tanto Dorival Junior como Eduardo Baptista estão sendo contestados por boa parte dos torcedores de seus times e uma derrota, ainda mais acachapante, poderá colocá-los no olho da rua. Creio que Baptista, por ser menos experiente na profissão e estar há menos tempo no clube, corre risco maior.

Em campo, prevejo uma partida mais tensa do que deveria ser – pela situação delicada dos técnicos e pelo recente acirramento da rivalidade entre as equipes –, mas mesmo assim vislumbro jogadas de alta técnica, pois as duas equipes têm jogadores capazes disso, tais como os santistas Renato, Victor Bueno, Lucas Lima e Ricardo Oliveira, e os palmeirenses Zé Roberto, Tchê Tchê, Dudu e Borja.

Quanto ao resultado, creio que a lógica deva apontar vitória do Santos ou empate. Mesmo considerando que os jogadores se equivalem, a verdade é que o Santos está mais entrosado e, acredito, chegará mais vezes ao gol de Fernando Prass.

O Santos deve iniciar a partida com Bruno Henrique e Vitor Bueno, mas creio que no segundo tempo Copete e Vladimir Hernández substituirão a esses dois. Nas zagas, destaco Lucas Veríssimo, que se saiu muito bem contra o Strongest no meio da semana. Do lado palmeirense, lembro que o veterano Edu Dracena, jogando na sobra, continua titular ao lado de Mina. A briga no meio será dura e o Palmeiras deverá colocar cinco jogadores por ali. Só Renato, Thiago Maia e Vitor Bueno não darão conta do setor, por isso mesmo Lucas Lima deverá recuar e os laterais Zeca e Victor Ferraz deverão fortalecer o setor.

Porém, desde que o Palmeiras recue, o Santos poderá assumir a posição de que mais gosta, que é avançar suas linhas e trocar bolas na intermediária do adversário até que surjam as oportunidades de gol. Acredito que essa será a configuração mais comum na partida.

Times prováveis

Santos: Vladimir, Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato e Thiago Maia; Vítor Bueno, Lucas Lima e Bruno Henrique; Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior. Palmeiras: Fernando Prass, Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Michel Bastos, Guerra, Tchê Tchê e Dudu; Borja. Técnico: Eduardo Baptista.

E você, o que espera do Clássico dos Clássicos?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Dois exemplares de Time dos Sonhos, com frete grátis e dedicatória por apenas 59 reais não se pode perder.

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube com descontos inacreditáveis na Livraria do Blog nos meses de março e abril. Para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi em 80% alguns preços dos livros oferecidos na livraria e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Mas a promoção só vai até o fim do estoque. Então, se ainda não comprou esses livros – para você ou para dar de presente aos amigos – aconselho que o faça agora.

Você sabe: divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 18 reais um exemplar, ou 29 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITE POR QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

ATENÇÃO: A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Essa promoção você não pode perder


Quem será o mais forte?


2 a 0. Desta vez venceu e convenceu

O futebol boliviano de clubes está evoluindo e é bom o Santos entrar atento e determinado contra o Strongest, às 21h45, na Vila Belmiro, ou poderá ser surpreendido. Invicto em cinco jogos nesta Copa Libertadores, dois deles fora de casa, o Strongest ainda se recorda de que no ano passado derrotou o São Paulo no Pacaembu, e acha que poderá realizar a mesma façanha contra o Santos nesta quinta-feira.

O técnico Cesar Farías, venezuelano, está feliz com o rendimento de sua equipe e com o retorno do goleiro Daniel Vaca, que ainda sente dores no lado esquerda nas costas, mas deve voltar ao time.

Contrariando a tendência defensivista das equipes bolivianas quando atuam fora de casa, Farías promete um time mais ofensivo, com três atacantes: Pablo Escobar, Matías Afonso e o meia Alejando Chumacero. O técnico também promete ter mais posse de bola, pressionar o Santos e espera sair da Vila com um “resultado histórico”.

Dorival Junior tem demonstrado que apesar de pouco conhecer os novos contratados do clube, não pretende mudar a sua equipe preferida e não se influenciou pela goleada sobre o São Bernardo. Dos que atuaram domingo, os últimos que talvez entrem no jogo de hoje são Bruno Henrique e Vladimir Hernández. O time deve ser o mesmo que vinha jogando, com a substituição do zagueiro Cleber, com dores no joelho, por Lucas Veríssimo.

O Santos deve jogar com Vladimir, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete (ou Bruno Henrique) e Ricardo Oliveira. O boliviano The Strongest provavelmente entrará em campo com Daniel Vaca, Diego Bejarano, Maldonado, Marteli e Marvin Bejarano; Chumacero, Castro, Wayar e Jara; Escobar e Alonso.

A força do adversário

Estamos acostumados a esperar goleadas sempre que o Santos recebe um time boliviano, mas as circunstâncias exigem cuidado. O Santos perdeu a chance de lutar pelo título do Campeonato Brasileiro devido a alguns resultados ruins na Vila Belmiro e está fora da fase de classificação do Paulista também por derrotas inesperadas para São Paulo e Ferroviária, ambas na Vila. Por outro lado, o adversário de hoje vive fase de grande confiança.

Fundado em 8 de abril de 1908, o The Strongest sempre se valeu da altitude de La Paz – assustadores 3.660 metros – para conseguir seus melhores resultados internacionais. Entretanto, a equipe se saía muito mal nos jogos nos campos adversários e isso a impedia de ir longe na Libertadores. Este ano, porém, venceu o Wanderes no Uruguai e empatou com a Unión Espanhola ,no Chile, mantendo-se invicta até agora na competição.

Assim como o Santos, o The Strongest tem um estádio próprio pequeno, o Rafael Mendonza Calderón, com capacidade para apenas 14 mil pessoas. Porém, ao contrário do Alvinegro Praiano, o clube boliviano prefere mandar seus jogos no estádio Hernando Siles, em La Paz, com capacidade para 42 mil pessoas.

Minha previsão

Baseado em tudo que já vi de confrontos de times brasileiros e bolivianos, e de times bolivianos na Vila Belmiro, é difícil não ter a sensação de que o Santos conseguirá uma goleada hoje. Se a equipe estiver motivada, com grande mobilidade e fome de gols, deve criar muitas oportunidades e chegar a meia hora de jogo com uma boa vantagem de dois ou três gols. Um ataque com Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Copete, apoiados por Lucas Lima pelo meio e os laterais Victor Ferraz e Zeca deixa qualquer defesa tonta. Porém, será preciso ver a reação do The Strongest.

Caso consiga reter a bola e organizar alguns ataques nessa primeira meia hora, talvez a equipe boliviana consiga pegar o sistema defensivo do Santos desprevenido, o que não seria nenhuma grande surpresa para nós, e conseguir um gol, o que já mudaria o panorama tático e psicológico da partida. Com dificuldades no jogo e ainda pressionado por sua torcida, cada vez mais impaciente com Dorival Junior e alguns titulares, o fato de jogar na Vila pode se voltar contra o time, desequilibrando-o.

Então, é um confronto que tem tudo para ser bem vencido pelo Santos, desde que adote a atitude correta desde o início e mantenha a calma caso as coisas não deem certo no começo. O adversário não é tão frágil como o de outras jornadas, mas também poderá se descontrolar caso sofra, digamos, dois gols até os 30 minutos de jogo. Para isso, o Santos terá de arrematar mais a gol, obviamente, e não desperdiçar tantas oportunidades como ocorreu em jogos vitais jogados na Vila.

E você, o que acha disso?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Qual desses livros você gostaria de ter?


É hoje!

É hoje! Venha falar de Jornalismo e do Santos no Shopping Higienpopolis.

Considere-se convidado
Convite - Lições de jornalismo

Coragem Professor!

Depois das atuações de Bruno Henrique e de Vladimir Hernández na vitória de 4 a 1 sobre o São Bernardo, fora de casa, o que o santista espera é que o ténico Dorival Junior tenha coragem de iniciar a próxima partida com os dois como titulares, provavelmente nos lugares de Vitor Bueno e Copete.

Bruno Henrique fez três gols e Hernández deu duas assistências, em uma vitória que mantém o Santos com chances de se classificar para a próxima fase do Campeonato Paulista.

Dorival Junior disse que poupou os titulares (para não dizer que poupou ele respondeu algo incompreensível, mas na realidade poupou mesmo) porque estes chegaram ao Brasil na sexta-feira à noite, sem dormir bem de quinta para a sexta. Bem, duas boas noites de sono – de sexta para sábado e de sábado para domingo – não são suficintres para descansar um atleta que só ia jogar domingo à noitinha em uma cidade próxima a Santos?

Mas por um lado foi ótimo colocar todos os novos contratados em campo. Deu para ver quem pode ser mais aproveitado no time principal. O que você achou de cada um? Quais deles podem ser titulares? Creio que, no momento, no mínimo Bruno Henrique e Vladimir Hernánfez poderiam entrar nos lugares de Copete e Vitor Bueno, concorda? E também seriam boas opções para os lugares de Ricardo Oliveira e Lucas Lima naqueles dias em que ambos estiverem no mundo da lua.

O que você acha disso?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Qual desses livros você gostaria de ter?


Contratar para a reserva?

Assisti aos melhores momentos da vitória do Palmeiras sobre o São Paulo e percebi a renovação da equipe de Parque Antartica. Corrijam-me se estiver errado, pois não costumo acompanhar esses times, mas creio que Michel Bastos, Guerra, Keno, Borja, além de Tchê Tchê são jogadores contratados recentemente e já são titulares ou ao menos estão sendo lançados regularmente na equipe. Por outro lado, no Santos, que neste domingo enfrenta o São Bernardo, às 18h30, não vemos nenhum dos novos contratados como titular ou próximo de conseguir essa condição. Por que?

Alguns dirão que é porque a panelinha não deixa os contratados se estabelecerem. Não posso entrar nessa viagem. Creio que se o jogador está mostrando qualidades nos treinamentos e nas poucas vezes em que pode jogar, não seria inteligente deixá-lo fora do time. Que técnico não gostaria de montar a melhor equipe possível?

Então, a conclusão mais plausível é a de que o clube dessa vez contratou mal. Digo dessa vez porque acho que no início dessa gestão as contratações foram boas e baratas. Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Renato, Vitor Bueno deram padrão ao time e o tornaram um dos melhores do País. Agora, entretanto, em que havia dinheiro em caixa para negócios mais ousados, o departamento de futebol santista, ao menos pelo que se pode ver até agora, não foi nada bem.

A não ser o baixinho Vladimir Hernandez, não há nenhum contratado que parece ter alguma intimidade com a bola. Tanto o zagueiro Cleber, como o volante Leandro Donizete e os atacantes Bruno Henrique e Kayke não demonstraram nenhuma facilidade para jogar. Quanto ao lateral Matheus Ribeiro, o pobre ainda nem teve uma chance real de jogar.
Uma pena que dessa vez a direção de futebol do Santos, que tinha ido tão bem em 2015, tenha contratado tão mal para a temporada 2017.

Continuaremos torcendo para o sucesso desses rapazes, mas até agora o sentimento de muitos santistas é o de desânimo. Ao ver Tchê Tchê e Keno no Palmeiras fiquei com uma certa dorzinha de cotovelo. Ambos não tinham passes caros e cairiam muito bem no Santos. Porém, como sempre, torcerei para queimar a língua.

E você, o que acha disso?

E não se esqueça: terça-feira estou esperando você lá:
Convite - Lições de jornalismo

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

E você, que tal comprar um livro meu?


Santos na Libertadores


Santos perdeu dois pontos. Após um primeiro tempo nulo, o Santos melhorou na segunda etapa e estreou na Libertadores com um empate em 1 a 1 com o Sporting Cristal, em Lima. O gol do Sporting foi de Cazulo, de cabeça, em posição de impedimento. O do Santos foi de Thiago Maia, aproveitando ótimo passe de Lucas Lima. Os melhores jogadores santistas foram o goleiro Vladimir, com importantes defesas, o volante Thiago Maia, com muita garra e o gol que salvou o time da derrota, e Lucas Lima, que mesmo marrento e cheio de mimimi ainda é o único que trata a bola de “você”. Os contratados Cleber e Bruno Henrique mostraram garra, mas pouco futebol. Victor Ferraz e David Braz quase entregaram a rapadura. Renato e Ricardo Oliveira pouco fizeram, assim como Vitor Bueno, Zeca e Copete. Dorival Junior respira.

Se respirar fundo, entrar com confiança e não se intimidar com o fato de jogar longe da familiar Vila Belmiro, o Santos tem tudo para conseguir um bom resultado nesta quinta-feira, às 21h45, no Estádio Nacional de Lima, quando estreará contra o Sporting Cristal, atual campeão peruano.

Assim como o Santos, o Sporting Cristal vem cumprindo uma campanha irregular em 2017, só que no caso no time peruano há um agravante: desde 2004 a equipe não passa da fase de grupos na Libertadores, o que é uma pressão a mais. Percebe-se, pelo depoimento de seus jogadores, como do jovem titular Joel Sánchez, que só de fazer um jogo equilibrado com o Santos eles já ficariam satisfeitos:

– É uma alegria poder enfrentar uma equipe tão importante – disse Sánchez, refletindo o espírito da equipe.

Porém, é evidente que, jogando em casa, o técnico José del Solar motivará sua equipe para conseguir a vitória. Para isso, usará “poseisón del balón y la presion alta”, ou seja, posse de bola e pressão na saída de bola do Santos. Isso quer dizer que não será recomendável tentar sair jogando lá de trás, como Dorival Junior tentou no início da temporada. Quando a defesa santista for apertada, o jeito será partir para os lançamentos e lutar muito pela chamada segunda bola.

A esperança de gols do Sporting se chama Diego Ifrán e é um atacante uruguaio que fez quatro gols nos últimos seis jogos de sua equipe. O jogador que comanda a defesa é Jorge Cazulo e o mais importante do meio de campo é Carlos Lobatón.

Ainda sem Vanderlei, recuperando-se da fratura no dedo anelar e de luxação no dedo médio da mão esquerda, o Santos deverá iniciar a partida com Vladimir, Victor Ferraz, David Braz, Cleber e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira.

O Sporting Cristal tentará surpreender o Santos com Mauricio Viana, Jorge Cazulo, Renzo Garcés, Renzo Revoredo e Jair Céspedes (Edinson Chávez); Gabriel Costa, Josepmir Ballón e Carlos Lobatón; Joel Sánchez e Ray Sandoval; Diego Ifrán.

Tarde de autógrafos no Memorial das Conquistas

Neste sábado, das 15 às 18 horas, no Memorial das Conquistas da Vila Belmiro, os autores Almir Rizzatto e Ted Sartori assinam dedicatórias para quem adquirir o livro Histórias da Vila Belmiro – 100 anos de magia do estádio santista.

capa-do-livro-vila

O Santos na Copa Libertadores

Por Guilherme Gomez Guarche, responsável pelo Departamento de Memória e Estatística do Santos Futebol Clube

O Santos FC já participou 12 vezes da Taça Libertadores da América (NA: sem contar três vezes que tinha o direito e não quis).

É o time brasileiro que mais venceu o torneio, três vezes, ao lado do São Paulo.

É o quinto clube brasileiro que mais participou da disputa, ao lado de Corinthians e Flamengo.

O Santos FC não perde na Vila Belmiro para times estrangeiros desde o dia 20/02/2003, quando ganhou do 12 de Octubre, do Paraguai, por 3 a 1.

Colocações
1962 – Campeão
1963 – Campeão
1964 – 4º lugar
1965 – 3º lugar
1966 – tinha vaga garantida, como campeão brasileiro de 1965, mas não participou.
1967 – tinha vaga garantida, como vice-campeão brasileiro de 1966, mas não participou.
1969 – tinha vaga garantida, como campeão brasileiro de 1968, mas não participou.
1984 – Eliminado na fase de grupos
2003 – 2º lugar
2004 – 5º lugar
2005 – 5º lugar
2007 – 3º lugar
2008 – 7º lugar
2011 – Campeão
2012 – 3º lugar

Ao todo foram 112 partidas, com o time santista marcando 229 gols e sofrendo 134, com:
63 Vitórias
21 Empates
28 Derrotas

Artilheiros santistas na competição
16 gols: Pelé
14 gols: Robinho e Neymar
11 gols: Coutinho
09 gols: Ricardo Oliveira
08 gols: Diego, Pepe e Elano
07 gols: Zé Roberto
06 gols: Dorval, Ricardinho, Basílio, Molina e Kléber Pereira
05 gols: Alex e Deivid
04 gols: Lima, Marcos Aurélio, Danilo, Paulo Henrique Ganso e Alan Kardec
03 gols: Mengálvio, Pagão, Peixinho, Nenê, Léo, Cléber Santana e Rodrigo Tiuí
02 gols: Zito, Lino, Renato, Róbson (Robgol), Lima (2008), Kléber, Renatinho, Edu Dracena e Borges
01 gol: Tite, Toninho Guerreiro, Toninho Carlos, Camargo, Ronaldo, André Luis, Fabiano, Lopes, Preto Casagrande, Ricardo Bóvio, Ávalos, Paulo César, Flávio, Pedro, Maldonado, Carlinhos, Pedrinho, Rodrigo Tabata, Rodrigo Souto, Jonas, Adaílton, Domingos, Quiñonez, Trípodi, Maikon Leite, Jonathan, Alan Patrick, Zé Eduardo, Henrique, Fucile e Maranhão.
04 gols contra: Caetano (1962), Ledesma (1965), Risso (2005) e Barreto (2011).

Artilheiros máximos do Santos FC na competição

1962 – Coutinho com 06 gols (junto com Spencer do Penãrol)
1965 – Pelé com 07 gols
2003 – Ricardo Oliveira com 09 gols (junto com Delgado do Boca Juniors)
2012 – Neymar com 08 gols (junto com Alustiza do Deportivo Quito)

Jogadores campeões

1962 – Laércio (g) – Gylmar (g) –Lima – Dorval – Mengálvio – Pepe – Pagão – Zito – Calvet – Coutinho – Dalmo – Mauro – Pelé – Getúlio – Olavo – Tite – Oswaldo – Zé Carlos – Formiga – Silas e Cabralzinho.
Técnicos: Francisco Ferreira Aguiar, o Chico Formiga (interino) e Luiz Alonso Perez, o Lula.

1963 – Gylmar (g) – Dalmo – Mauro – Calvet – Geraldino – Zito – Lima – Dorval – Coutinho – Pelé – Pepe – Tite – Almir e Toninho Guerreiro.
Técnico: Luiz Alonso Perez, o Lula.

2011 – Rafael (g) – Bruno Aguiar – Bruno Rodrigo – Durval – Edu Dracena – Danilo – Léo Bastos – Pará – Jonatha n- Alex Sandro – Adriano – Arouca – Possebon – Keirrison – Elano – Felipe Anderson – Maikon Leite – PH Ganso – Diogo – Neymar – Zé Eduardo e Alan Patrick.
Técnicos: Adilson Batista – Marcelo Martelotte e Muricy Ramalho.

Técnicos santistas na competição e números de partidas

Emerson Leão – 31 partidas
Muricy Ramalho 22 partidas
Lula – 21 partidas
Vanderlei Luxemburgo – 17 partidas
Gallo – 7 partidas
Chico Formiga – 4 partidas
Del Vecchio – 3 partidas
Oswaldo Oliveira – 3 partidas
Marcelo Martelotte – 3 partidas
Adilson Batista – 1 partida

Todas as partidas

18/02/1962 SANTOS 4 X 3 C Deportivo Municipal Bolívia
21/02/1962 SANTOS 6 X 1 C Deportivo Municipal Bolívia
25/02/1962 SANTOS 1 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
28/02/1962 SANTOS 9 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
08/07/1962 SANTOS 1 X 1 CD Universidad Católica Chile
12/07/1962 SANTOS 1 X 0 CD Universidad Católica Chile
28/07/1962 SANTOS 2 X 1 CA Peñarol Uruguai
02/08/1962 SANTOS 2 X 3 CA Peñarol Uruguai
30/08/1962 SANTOS 3 X 0 CA Peñarol Uruguai
22/08/1963 SANTOS 1 X 1 Botafogo FR – RJ Brasil
28/08/1963 SANTOS 4 X 0 Botafogo FR – RJ Brasil
04/09/1963 SANTOS 3 X 2 CA Boca Juniors Argentina
11/09/1963 SANTOS 2 X 1 CA Boca Juniors Argentina
15/07/1964 SANTOS 2 X 3 CA Independiente Argentina
22/07/1964 SANTOS 1 X 2 CA Independiente Argentina
13/02/1965 SANTOS 5 X 1 C Universidad de Chile Chile
19/02/1965 SANTOS 2 X 1 C Universitario de Desportes Peru
26/02/1965 SANTOS 1 X 0 C Universidad de Chile Chile
06/03/1965 SANTOS 2 X 1 C Universitario de Desportes Peru
25/03/1965 SANTOS 5 X 4 CA Peñarol Uruguai
28/03/1965 SANTOS 2 X 3 CA Peñarol Uruguai
31/03/1965 SANTOS 1 X 2 CA Peñarol Uruguai
11/02/1984 SANTOS 1 X 4 CR Flamengo Brasil
03/04/1984 SANTOS 3 X 0 CPD Junior Colômbia
05/04/1984 SANTOS 0 X 1 CD América – Cali Colômbia
20/04/1984 SANTOS 0 X 5 CR Flamengo Brasil
27/04/1984 SANTOS 0 X 1 CD América – Cali Colômbia
08/05/1984 SANTOS 1 X 3 CPD Junior Colômbia
05/02/2003 SANTOS 5 X 1 CD América – Cali Colômbia
20/02/2003 SANTOS 3 X 1 12 de Octubre FC Paraguai
12/03/2003 SANTOS 0 X 0 CD El Nacional Equador
19/03/2003 SANTOS 3 X 0 CD América – Cali Colômbia
25/03/2003 SANTOS 4 X 1 12 de Octubre FC Paraguai
16/04/2003 SANTOS 1 X 1 CD El Nacional Equador
23/04/2003 SANTOS 4 X 4 C Nacional de F Uruguai
07/05/2003 SANTOS 2 X 2 C Nacional de F Uruguai
21/05/2003 SANTOS 2 X 2 Cruz Azul FC México
28/05/2003 SANTOS 1 X 0 Cruz Azul FC México
04/06/2003 SANTOS 1 X 0 CD Independiente Medellin Colômbia
18/06/2003 SANTOS 3 X 2 CD Independiente Medellin Colômbia
25/06/2003 SANTOS 0 X 2 CA Boca Juniors Argentina
02/07/2003 SANTOS 1 X 3 CA Boca Juniors Argentina
05/02/2004 SANTOS 3 X 2 C Jorge Wilstermann Bolívia
18/02/2004 SANTOS 2 X 2 C GuaranÍ Paraguai
03/03/2004 SANTOS 3 X 1 Barcelona SC Equador
11/03/2004 SANTOS 1 X 0 Barcelona SC Equador
25/03/2004 SANTOS 2 X 1 C GuaranÍ Paraguai
14/04/2004 SANTOS 5 X 0 C Jorge Wilstermann Bolívia
05/05/2004 SANTOS 2 X 4 LD Universitária Equador
11/05/2004 SANTOS 2 X 0 LD Universitária Equador
19/05/2004 SANTOS 1 X 1 CD Once Caldas Colômbia
27/05/2004 SANTOS 0 X 1 CD Once Caldas Colômbia
16/02/2005 SANTOS 3 X 4 C Bolivar Bolívia
03/03/2005 SANTOS 3 X 2 Danúbio FC Uruguai
17/03/2005 SANTOS 1 X 2 LD Universitária Equador
06/04/2005 SANTOS 3 X 1 LD Universitária Equador
20/04/2005 SANTOS 2 X 1 Danúbio FC Uruguai
11/05/2005 SANTOS 6 X 0 C Bolivar Bolívia
19/05/2005 SANTOS 1 X 2 C Universidad de Chile Chile
25/05/2005 SANTOS 3 X 0 C Universidad de Chile Chile
01/06/2005 SANTOS 2 X 3 CA Paranaense Brasil
15/06/2005 SANTOS 0 X 2 CA Paranaense Brasil
31/01/2007 SANTOS 1 X 0 CSC y D Blooming Bolívia
07/02/2007 SANTOS 5 X 0 CSC y D Blooming Bolívia
21/02/2007 SANTOS 1 X 0 AD Pasto Colômbia
01/03/2007 SANTOS 1 X 0 Defensor SC Uruguai
14/03/2007 SANTOS 3 X 0 C de Gymnasia y Esgrima de la Plata Argentina
22/03/2007 SANTOS 2 X 1 C de Gymnasia y Esgrima de la Plata Argentina
05/04/2007 SANTOS 2 X 0 Defensor SC Uruguai
19/04/2007 SANTOS 3 X 0 AD Pasto Colômbia
02/05/2007 SANTOS 2 X 2 Caracas FC Venezuela
10/05/2007 SANTOS 3 X 2 Caracas FC Venezuela
16/05/2007 SANTOS 0 X 0 CF América – México México
23/05/2007 SANTOS 2 X 1 CF América – México México
30/05/2007 SANTOS 0 X 2 Grêmio FB Porto Alegrense Brasil
06/06/2007 SANTOS 3 X 1 Grêmio FB Porto Alegrense Brasil
13/02/2008 SANTOS 0 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
04/03/2008 SANTOS 1 X 0 CD Chivas Guadalajara SA México
19/03/2008 SANTOS 1 X 2 CD San José Bolívia
01/04/2008 SANTOS 7 X 0 CD San José Bolívia
09/04/2008 SANTOS 2 X 3 CD Chivas Guadalajara SA México
16/04/2008 SANTOS 2 X 1 Cúcuta Deportivo Colômbia
01/05/2008 SANTOS 2 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
08/05/2008 SANTOS 2 X 0 Cúcuta Deportivo Colômbia
15/05/2008 SANTOS 0 X 2 CF América – México México
22/05/2008 SANTOS 1 X 0 CF América – México México
15/02/2011 SANTOS 0 X 0 D Táchira FC Venezuela
02/03/2011 SANTOS 1 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
16/03/2011 SANTOS 2 X 3 CS y D Colo-Colo Chile
06/04/2011 SANTOS 3 X 2 CS y D Colo-Colo Chile
14/04/2011 SANTOS 2 X 1 C Cerro Porteño Paraguai
20/04/2011 SANTOS 3 X 1 D Táchira FC Venezuela
27/04/2011 SANTOS 1 X 0 CF América – México México
03/05/2011 SANTOS 0 X 0 CF América – México México
11/05/2011 SANTOS 1 X 0 CD Once Caldas Colômbia
18/05/2011 SANTOS 1 X 1 CD Once Caldas Colômbia
25/05/2011 SANTOS 1 X 0 C Cerro Porteño Paraguai
01/06/2011 SANTOS 3 X 3 C Cerro Porteño Paraguai
15/06/2011 SANTOS 0 X 0 CA Peñarol Uruguai
22/06/2011 SANTOS 2 X 1 CA Peñarol Uruguai
15/02/2012 SANTOS 1 X 2 C The Strongest Bolívia
07/03/2012 SANTOS 3 X 1 SC Internacional – Porto Alegre Brasil
15/03/2012 SANTOS 3 X 1 C Juan Aurich Peru
22/03/2012 SANTOS 2 X 0 C Juan Aurich Peru
04/04/2012 SANTOS 1 X 1 SC Internacional – Porto Alegre Brasil
19/04/2012 SANTOS 2 X 0 C The Strongest Bolívia
25/04/2012 SANTOS 1 X 2 C Bolivar Bolívia
10/05/2012 SANTOS 8 X 0 C Bolivar Bolívia
17/05/2012 SANTOS 0 X 1 C Velez Sarsfield Argentina
24/05/2012 SANTOS 1 X 0 C Velez Sarsfield Argentina
13/06/2012 SANTOS 0 X 1 SC Corinthians Paulista Brasil
20/06/2012 SANTOS 1 X 1 SC Corinthians Paulista Brasil

Curiosidade
O Santos utilizou até hoje em todas as suas participações, apenas 10 goleiros:
Fábio Costa – 36 jogos
Rafael Cabral – 26 jogos
Gylmar – 16 jogos
Júlio Sérgio – 07 jogos
Rodolfo Rodriguez – 06 jogos
Henao – 06 jogos
Láercio – 06 jogos
Doni – 05 jogos
Mauro – 04 jogos
Silas – 01 jogo

Jogadores que participaram da Taça Libertadores:

Total de jogadores utilizados: 170

Léo Bastos 45 partidas
Elano 43
Fábio Costa 36
Robinho 31
Adriano 29
Rafael 26
Durval 26
Edu Dracena 25
Neymar 25
Diego 23
Rodrigo Souto 23
Paulo Almeida 22
Renato 22
Arouca 22
Zito 21
André Luis 21
Kléber 21
Dorval 20
Pepe 20
Lima 19
Ganso 19
Alex 18
Ávalos 18
Gylmar 16
Mengálvio 16
Basílio 16
Marcos Aurélio 16
Pelé 15
Paulo César 15
Cléber Santana 15
Rodrigo Tabata 15
Fabiano 14
Adaílton 14
Zé Roberto 14
Danilo 14
Coutinho 13
Deivid 13
Zé Eduardo 13
Calvet 12
Geraldino 12
Pereira 12
Nenê 12
Maldonado 12
Alan Kardec 12
Mauro Ramos 11
Ricardo Oliveira 11
Marcelo 11
Pedrinho 11
Pará 11
Alex Sandro 11
Borges 11
Dalmo 10
Domingos 10
Bóvio 10
Betão Amâncio 10
Marcinho Guerreiro 10
Molina 10
Kléber Pereira 10
Henrique 10
Juan 10
Claiton 9
Ricardinho 9
Wesley 9
Pagão 8
Olavo Martins 8
Dênis 8
Halisson 8
Rodrigo Tiui 8
Ibson 8
Júlio Sérgio 7
Flávio 7
Antônio Carlos 7
Fabinho 7
Zé Elias 7
Jonas 7
Fabão 7
Jonathan 7
Tripodi 7
Rodolfo Rodriguez 6
Henao 6
Laércio 6
Toninho Guerreiro 6
Joel Camargo 6
Reginaldo Araújo 6
Preto Casagrande 6
Douglas Freitas 6
Leonardo 6
Tcheco 6
Quiñonez 6
Felipe Anderson 6
Maikon Leite 6
Doni 5
Tite 5
Haroldo 5
Paulo Róbson 5
Gersinho 5
Ronaldo Marques 5
William 5
Lopes 5
Pedro 5
Possebon 5
Alan Patrick 5
Fucile 5
Mauro José 4
Getúlio 4
Toninho Oliveira 4
Davi 4
Márcio Rossini 4
Toninho Carlos 4
Lino 4
Luís Gustavo 4
Paulo Isidoro 4
Márcio Fernandes 4
Camargo 4
Gérson 4
Marco Aurélio 4
Wellington 4
Robgol 4
Daniel 4
Alessandro 4
Keirrison 4
Lima dos Santos 4
Bruno Aguiar 4
Almir Pernambuquinho 3
Peixinho 3
Ismael 3
Betão 3
Fernando 3
Michel 3
Preto 3
Luis Augusto 3
Rubens Cardoso 3
Rossini 3
Diogo 3
Anderson Salles 3
Tiago Luis 3
Oswaldo 2
Modesto 2
Pagani 2
Pita 2
Claudinho 2
Alcides 2
Alexandre 2
Leandro Machado 2
Carlinhos 2
Fábio Baiano 2
Fernando Diniz 2
Renatinho 2
Moraes 2
Dionisio 2
Bruno Rodrigo 2
Thiago Carleto 2
Evaldo 2
Maranhão 2
Dimba 2
Silas 1
Zé Carlos 1
Formiga 1
Silas 1
Cabralzinho 1
Noriva 1
Rossi 1
Dema 1
Dido 1
Serginho Chulapa 1
Wendell 1
Fabiano Vieira 1
Sebástian Pinto 1
Paulo Henrique 1
Renteria 1

E você, o que espera do Santos nesta Libertadores?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube nos meses de março e abril. E nessa comemoração, para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi ainda mais os preços dos livros oferecidos na livraria do blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória, claro.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você ou para os amigos santistas, ou quase. Divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou 69 reais dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 23 reais um exemplar, ou 35 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS. O FRETE É POR CONTA DO BLOG. APROVEITA QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

E você, agora vai comprar um livro meu?


« Older posts Newer posts »

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑