Nizan Guanaes quer fazer uma campanha de doações por telefone para convencer Neymar e seu pai de que o melhor lugar do mundo para um jovem craque do futebol brasileiro é aqui mesmo

O publicitário Nizan Guanes, escolhido pelo Financial Times como um dos cinco brasileiros mais influentes, chairman do poderoso Grupo ABC de Comunicação, está fascinado pelo plano de motivar as pessoas a contribuir para que Neymar continue no Brasil. Se as empresas privadas ou estatais não garantirem dinheiro suficiente para superar a proposta do Real Madrid, Guanaes está disposto a fazer, pela agência África, uma campanha tipo “Criança Esperança”, com doações por telefone.

Apreciador do Carnaval e do Futebol, o baiano Nizan Guanaes, considerado um dos gênios da publicidade brasileira, não vê sentido em deixar Neymar ir para a Espanha às portas de uma Copa do Mundo no Brasil. A ausência do ídolo prejudicaria o teaser para o maior evento do futebol.

Nizan conversou com o presidente Luis Álvaro Ribeiro e disse que ficou fascinado com a idéia. Para o publicitário, ela é viável e contribuirá para começar a mudar o eixo do futebol mundial.

Os leitores deste blog sabem que há alguns dias estamos batendo nessa tecla. No fim de semana passado tive uma longa conversa com Eduardo Musa, o Duda, escalado pelo marketing do Santos para seguir os passos de Neymar. Ele sugeriu que eu falasse com o Luis Álvaro, o que já fiz.

Os entraves jurídicos não seriam problema. Doações são previstas por lei. E a causa poucas vezes foi tão nobre. O objetivo é impedir que um jovem craque e ídolo brasileiro vá para um poderoso clube da Europa e, ao invés disso, recomece aqui no Brasil a era de ouro que terminou em meados dos anos 70, em que os melhores jogadores e times atuavam em nosso País.

Uma campanha sem limites

Com a utilização da mídia de massa e com o talento dos criativos da África, a campanha certamente seria um sucesso. Em um ano, até que chegue a nova janela de transferências, o valor arrecadado poderia ser suficiente até para comprar o passe de Neymar em definitivo, garantindo sua carreira no Brasil.

Imagine um milhão de pessoas doando apenas 10 reais por mês. Seriam 10 milhões de reais, salário que tornaria o Menino de Ouro do Santos o jogador mais bem pago do mundo. A campanha teria enorme repercussão e alavancaria o futebol brasileiro, sul-americano e, é claro, a Copa do Mundo.

De que vale investir bilhões de reais em estádios, se o artista do espetáculo vai embora? Segurar Neymar, e talvez Ganso – aos quais Nizan chama de “Os Meninos” – é uma boa causa, uma missão que dá prazer ao destacado publicitário, que os conheceu na campanha para a Seara, no ano passado.

Transparência total e contagem diária

Infelizmente, sempre que se fala em arrecadar dinheiro em nosso País, a desconfiança aparece. E é normal, devido a inúmeros antecedentes. Por isso, sugeri a Luis Álvaro que se faça uma contagem diária do saldo da conta pró Neymar. Além da transparência, acompanhar a evolução das doações motivaria as pessoas. Números redondos, como um milhão, dois milhões, manteriam a campanha em evidência.

Neymar e seu pai

Claro que tudo dependerá da compreensão de Neymar e seu pai. Talvez o garoto tenha um sonho de jogar no Real Madrid. Mas a realidade mudou. A Europa e o Real não são os mesmos. Hoje Neymar pode ganhar mais e ser mais feliz no Santos e no Brasil. Por que trocar o certo pelo duvidoso? Por que abandonar um país onde é amado, idolatrado, para jogar por um clube em que será testado a cada minuto?

Nesta semana uma assembléia de conselheiros do Real Madrid foi interrompida pelos gritos de “Neymar No”, Neymar No”. Ou seja, antes mesmo de se mudar para lá, há uma forte oposição à sua presença no time madrilenho. Por que Neymar precisa pisar na casca de banana que está à vista? Por que correr esse risco? O sonho pode se transformar em pesadelo e interromper sua ascensão, talvez até comprometer definitivamente sua carreira, como já aconteceu com tantos brasileiros antes dele.

Confio no sucesso de uma campanha regida pelo talento e a competência da agência África, confio na colaboração dos santistas e dos amantes do futebol arte. Minha única dúvida é quanto ao que se passa na cabeça de Neymar pai. Mas se ele quer o bem do filho, se quer ver o garoto feliz, que é o desejo de todo pai, não creio que o tirará do Éden tropical para levá-lo à rubra e conturbada Espanha.

Reveja agora o anúncio genial produzido pela África para a Seara, com as participações de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Robinho.

Com Nizan Guanaes no comando da campanha, você ainda acha que é um sonho Neymar continuar no Brasil, ou já está virando realidade?