Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Almanaque do Santos (page 1 of 2)

Só até meia-noite!

eu-pele-e-as-criancas
time dos sonhos - autor lendo trecho do livro para Robinho
dossie - peres e odir

Refaço o lembrete pois amanhã, segunda-feira, será o último dia em que poderei enviar livros, com dedicatória, aos que os adquirirem na Livraria do Blog – o que se faz ao teclar sobre as palavras COMPRAR LIVROS no alto, à direita, na primeira página do blog.

Terça-feira sairei de religiosas férias com a Suzana e vamos ver amigos, parentes e conhecer lugares no chamado velho continente. Só não tirarei férias do blog, mas não poderei fazer as dedicatórias dos livros e nem enviá-los ao correio, tarefas que faço questão de executar pessoalmente.

Como as vendas dos livros só voltarão ao normal em 2 de novembro, peço àqueles que pretendem adquiri-los nas próximas três semanas, que o façam ainda hoje até meia-noite, ou no máximo até a madrugada, pois poderei entregá-los amanhã, e depois a livraria será zerada e o estoque só será reposto no início de novembro.

Esqueci-me de dizer que quem adquirir qualquer livro receberá, de presente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. E se o livro adquirido por o Time dos Sonhos, o comprador ganhará, ainda, mais um exemplar de Time dos Sonhos, ou do Dossiê, de acordo com sua preferência. Para me avisar de que livro de brinde você vai querer, após a compra deve enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

Se quiser checar os livros, todos com preços bem promocionais, à sua disposição, é só clicar no link:
http://livraria.lojaintegrada.com.br/

As metas do Santos

Lutar pelo título do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil são as metas, ambiciosas, mas factíveis, do Santos ainda este ano. Acompanharemos, torceremos, elogiaremos, mas também cobraremos qualquer negligência ou falta de comprometimento de jogadores e comissão técnica caso elas ocorram, como no final do ano passado, em que a possibilidade quase garantida de se classificar para a Copa Libertadores foi desperdiçada.

Outro objetivo, de todos nós, é observarmos bem os jogadores do elenco santista para, ao final das competições, votarmos em quem deve permanecer no clube e quem deve sair em 2017. É uma tarefa difícil, antipática, mas tem de ser feita, até porque o Santos não pode se dar ao luxo de desperdiçar dinheiro com jogadores que não estão rendendo.

Prosseguiremos discutindo, como sócios e torcedores, a delicada questão dos estádios nos quais o Santos deve mandar seus jogos, e a mais delicada ainda questão da areninha no Portuários, um empreendimento que até pessoas ligadas à diretoria do clube definem como um balão de ensaio do presidente Modesto Roma para desviar a atenção dos obscuros balanços financeiros de sua gestão.

Mesmo distante fisicamente, nas próximas três semanas estarei bem próximo do Santos e de meus colegas e amigos do blog, os quais tanto me informam sobre o nosso Glorioso Alvinegro Praiano e muitos outros assuntos. Descobrirei santistas onde for e pretendo trazer algumas boas novidades dessa viagem que incluirá Grã Bretanha, Holanda e Portugal. Abraços a todos e só uma última recomendação: continuem discutindo ideias, não pessoas.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

E você, o que tem a dizer sobre isso?


Deus e o futebol

Pelo nome, talvez o Santos esteja mais perto de Deus. Ao menos do Deus católico. Mas isso de comemorar gol com meio time ajoelhado agradecendo ao Senhor não está certo. Se Deus é justo, ele não torce para time algum e não vai ajudar Robinho, Geuvânio e o “pastor” Ricardo Oliveira a marcar gols nos adversários, que também são seus filhos, vai?

O gol foi obra do belo passe de Renato, que virou a bola para Victor Ferraz, que tabelou com Lucas Lima e tocou para trás, na medida para Robinho, que bateu muito bem, na paralela. Golaço! Cem por cento humano. Deus só ficou assistindo, como a gente. Se ele fosse se meter no jogo, obviamente o Avaí não teria empatado. Com um piscar de olhos o Todo-Poderoso teria feito Vladimir saltar rápido como um raio e espalmar aquela bola para escanteio.

Tudo bem que, no finalzinho, o gol perdido por Jesse, embaixo das traves, me pareceu coisa divina, ou seria demoníaca? Cruz credo! Se Deus não é santista, o Homem também não deve ser. O certo é que, como aprendi com minha mãe desde pequeninho, lá na Cidade Dutra, Deus faz a sua parte, mas antes a gente tem de fazer a nossa.

Se a defesa não defende, o meio-campo não marca e não arma, e o ataque não ataca, Deus não pode dar uma de Lima e se tornar um curinga em campo. No meu parco conhecimento teológico, creio que Ele busca ser justo. Por isso é que um time de uma cidade menor de repente encheu de bola todo mundo e, de quebra, revelou o melhor jogador de todos os tempos. Pelo futebol que jogava, era justo aquele time reinar no planeta. E assim foi feito.

Domingo, por que Deus tomaria o partido do Santos contra o humilde Avaí? Pelo nome do Alvinegro Praiano, que remonta aos apóstolos que espalharam a palavra sagrada pelo mundo? Ora, mas por que Deus não se apiedaria do time catarinense, que lutava com bravura para evitar a derrota? E ainda vestia azul, cor do céu, morada dos anjos.

Amigos, sinceramente, acho que Deus tem coisa mais importante para fazer. No máximo ele pode interferir para evitar ou amenizar um ou outro acidente no futebol, mas jamais vai participar de uma jogada de gol para quem quer que seja. Acho que esse negócio de erguer as mãos para o céu, ou se ajoelhar em rodinha no gramado após um gol, é forçar um pouco a barra. Deus não deve aprovar isso.

Se ele interferisse mesmo, o Brasil, tão cristão, não teria tomado aqueles 7 a 1 da no mínimo agnóstica Alemanha. Acho que o negócio é treinar mais, calibrar mais o chute e o passe, esmerar-se na marcação e ter pulmões para correr os 90 minutos. A vitória ou a derrota é coisa dos homens. Deus só quer assistir a um grande espetáculo.

E você, acha que Deus influi no futebol?


2ª feira tem encontro na Fnac da Paulista! Lançamento do Almanaque!

Os ídolos Edu, Dorval e Clodoaldo estarão lá. O Almanaque do Santos é o mais completo de todos os almanaques que já foram produzidos sobre times de futebol. Ele aumentou o número de jogos e de gols do Peixe.

Vá prestigiar o lançamento em São Paulo e poderemos conversar sobre assuntos do Santos e deste blog. Por falar nisso, aviso aos santistas de todo o Brasil que colocaremos o Almanaque à venda também na livraria deste Blog, a um preço promocional. Fique atento.

Contra o Sub-20 do Jabaquara o Montillo desencantou. Veja:

Eu vou dar um abraço no Guilherme Nascimento. Você vai?


Almanaque descobre que gol 10 mil do Santos foi “de placa”


Ao final do lançamento do Almanaque do Santos, do professor Guilherme Nascimento, um inesperado e raro encontro de pesquisadores e amantes da história do Santos. Da esquerda para a direita: Evaldo Rodrigues, Guilherme Guarche, Fábio Lopes, Wesley Miranda, Edmar Junior, Guilherme Nascimento, Marcelo Fernandes e Odir Cunha (foto cedida pela blog DNA Santástico, de Edmar Junior).

Com o lançamento do Almanaque do Santos, que descobriu mais jogos e mais gols na rica história do Glorioso Alvinegro Praiano, o gol 10 mil deixa de ser o do meia Jorginho, na vitória de 4 a 3 sobre o Vila Nova, em Minas Gerais, pela Copa do Brasil, em 20 de janeiro de 1998, e passa a ser o do lateral-esquerdo Dutra, na vitória de 3 a 1 sobre o Bahia, na Vila Belmiro.

O interessante é que o gol de Dutra, marcado do meio de campo, por cobertura, foi tão bonito que, por sugestão de Pelé, recebeu uma placa na Vila Belmiro. Reveja o gol e a reportagem que mostra a solenidade da placa:

http://youtu.be/8dpUgkemoFE

Você acha que agora o Santos tem um gol 10 mil mais bonito?


Hoje será lançado o Almanaque do Santos! Compareça à Vila Belmiro!


Professor Guilherme Nascimento, mais de 40 anos de pesquisa para fazer o Almanaque do Santos.

De nada adiantam grandes vitórias, títulos memoráveis, ídolos insubstituíveis, se tudo isso não é eternizado nos livros. O autor, não importa se um jogador de futebol frustrado, ou um apaixonado pela história do seu time, acaba, sim, entrando para a história do clube pelo seu paciente, minucioso e exaustivo trabalho de pesquisa e texto. Hoje, com prazer, anuncio o nome desse campeão das letras Guilherme Nascimento, que a partir das 18 horas desta segunda-feira estará autografando o esperado “Almanaque do Santos FC” na Loja da Vila, no estádio Urbano Caldeira.

Estarei lá para abraçar o professor Guilherme e – faço questão – adquirir o meu exemplar autografado. Abraçar também ao Marco Piovan, ao Zé Eduardo e aos amigos da Magma Cultural, editora que tem apoiado e divulgado, com extremo carinho e profissionalismo, a rica história do Santos.

Foram mais de 40 anos de pesquisa para que o professor Guilherme Nascimento, de Mongaguá, concluisse esse trabalho magnífico, que nos dá ainda mais orgulho de sermos santistas.

Este Almanaque, que colocaremos à venda também neste blog (visite a livraria) já é a fonte em que todos nós que apreciamos a história do Glorioro Alvinegro Praiano devemos beber. Com 5.500 fichas completas (escalação do Santos e do adversário, arbitragem, local, renda, público…), este é não apenas o mais completo, mas o melhor Almanaque de um time de futebol já produzido no planeta.

Em uma conversa recente que tive com o professor Guilherme, ele me adiantou que o tamanho do livro “permitirá uma leitura agradável, saindo do padrão dos tamanhos dos almanaques dos outros clubes (Flamengo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo)”. Disse também que as fichas serão entremeadas por textos curiosos e que algumas histórias inéditas, entre elas de Pelé, estarão lá.

Almanaque revela que Santos fez mais gols do que se imagina

Algo muito interessante revelado pelo Guilherme é que em sua pesquisa descobriu que “novos jogos foram encontrados, alguns com goleadas estrondosas”. Portanto, o Santos tem ainda mais gols do que imaginamos e esses gols deverão ser incorporados às estatísticas do Santos, tornando a meta de 12 mil gols mais próxima.

Para checar todos os jogos do Santos Guilherme Nascimento consultou, além das coleções dos grandes jornais brasileiros, acervos de jornais de Espanha, Itália, Áustria, México, Chile, Costa Rica, Colômbia; jornais das cidades de Aracajú, Manaus, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Sorocaba, Santa Bárbara D’Oeste, Santo André…

Livros sobre a história de diversos clubes também foram checados. Entre eles de XV de Jaú, Grêmio Maringá, Internacional de Bebedouro, Londrina, Payssandu, Ponte Preta, Botucatuense… Até sites sobre o futebol norte-americano e australiano foram consultados.

O contato com diversos outros pesquisadores da história do Santos – entre eles Guilherme Guarche, responsável pelo departamento de mermória do Santos – também foi importante para as checagens e correções necessárias.

A partir de hoje essa obra-prima estará à sua disposição. Compre-a, estude-a, você é um retransmissor da história santista. Além do prazer de conhecr a fundo os muitos passos que o Santos deu até a posição invejável na qual se encontra, ao adquirirmos o Almanaque estamos premiando o esforço de Guilherme Nascimento, a atenção que a Magma Cultural dá à história do Santos e ao próprio clube, que recebe royalties da venda de cada livro.


Este é o seu convite. Te aguardo lá!

Forte abraço e até mais tarde, na Loja da Vila. Você vai, né?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑