Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: André Santos

Lidar com Meninos exige competências que Mano Menezes não tem

Outro dia um leitor deste blog perguntou qual o segredo do Santos para revelar tantos garotos bons de bola. Expliquei que não era só questão de “investir nas categorias de base”, mas amar e compreender os Meninos. Isso exige uma atitude sincera, não pode ser imposta. O inseguro e parcial técnico Mano Menezes nunca transmitiu a confiança e o carinho que os Meninos precisam para jogar futebol. Este tem sido o maior problema da Seleção Brasileira.

Inseguro porque nunca repete uma escalação. Parcial porque dois dos intocáveis do seu time – os medíocres Lucas Leiva e André Santos – são empresariados por Lucas Leite, o mesmo empresário de Mano Menezes, o que, além de tudo, é extremamente anti-ético.

Neymar, considerado o melhor jogador da Libertadores; o genial Paulo Henrique Ganso, o craque Robinho e o artilheiro Pato foram várias vezes substituídos, mas Lucas Leiva e André Santos, nunca. Dá para confiar em um técnico que usa o cargo para defender interesses de parceiros comerciais?

Parece que muitos já se esqueceram de que Mano Menezes foi colocado neste cargo, após as desistências de Muricy Ramalho e Luiz Felipe Scolari, com o objetivo de promover a renovação da Seleção Brasileira com vistas à Copa de 2014. No começo, ele convocou vários jovens – entre eles André, Wesley, Hernanes… –, mas, com o tempo, foi deixando o time com a sua cara. Ou seja, sem cara alguma.

É óbvio que Mano não é o técnico ideal para renovar a Seleção. O seu autoritarismo e mau humor não combinam com a nova geração, que não é mais submissa como antes, que não funciona na base do esporro. Ainda mais quando percebe que o técnico tem os seus privilegiados que, joguem bem ou mal, sempre serão titulares.

Foi uma derrota dos veteranos e de um técnico inseguro

Jornalistas mal-intencionados ou precipitados, sempre acompanhados por um séqüito de leitores igualmente maledicentes, estão fofocando que a eliminação na Copa América se deveu a “preciosismo e firulas” dos Meninos. Ora, é uma afirmação tão idiota, que só mesmo idiotas podem acreditar nela.

As piores falhas individuais da Seleção foram do tarimbado goleiro Júlio César, de 31 anos e 10 meses; do experiente zagueiro Lúcio, 33 anos, e do lateral-direito Daniel Alves, 28 anos.

Ontem, depois de dominar a partida e criar inúmeras oportunidades de gol – muitas delas salvas por defesas incríveis do goleiro paraguaio Justo Villar –, ainda havia a possibilidade de se vencer na cobrança de pênaltis. E o que vimos então?

Vimos quatro veteranos, Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred – cuja média de idade é de 28 anos e três meses –, perder as quatro cobranças seguidamente. Não havia um só garoto entre eles. Assim como não havia mais Neymar e Ganso na maior parte dos 30 minutos da prorrogação, quando o time deixou de pressionar com inteligência e se transformou em um amontoado na busca desesperada do gol.

A pergunta não é se os Meninos servem ou não. Eles continuarão no time e jogarão a Copa de 2014. Ou querem de volta os perdedores das Copas de 2006 e 2010? A pergunta é se Mano Menezes é o técnico ideal para comandar essa renovação. Para mim, ficou evidente que não é.

Ouçamos Romário, esse manja de futebol

Pelo twitter, Romário, o último grande craque brasileiro, desabafou sua raiva pela eliminação do Brasil e pela postura oportunista de boa parte da crônica esportiva – formada, em sua maioria, por pessoas que jamais deram um chute na bola. Escreveu o Baixinho:

“Vou dar uma opinião, p mim, independente do resultado, continuo dizendo q Ganso e Neymar são os melhores atualmente do Brasil”.

“Mas nós temos que parar de comparar aqueles que estão começando com os jogadores que já fizeram sua história”.

“O problema é q esse monte de comentaristas, locutores e jornalistas não sabem p… nenhuma de futebol e falam um monte de besteira”.

“Galera, vou finalizar p não falar mais m… Jogou mal, perdeu nos pênaltis, os q esperávamos n jogaram bem e a mídia, bem babaca, começa a falar um monte de coisa nada a ver, até pq, são esses q vamos ter q contar daqui p frente”.

“Resumindo, geral puto, triste e c raiva, mas n vamos ouvir os babacas n. Vamos dar força p os moleques (Ganso e Neymar)”.

Santos vence a Copa Brasil Sub-15 com show de bola no final

Sábado, em Arapongas/PR, com um show de “preciosismo e firulas” que encantou a torcida, o Santos criou oportunidades para marcar uns dez gols, mas fez apenas três, não sofreu nenhum, e conquistou a Copa Brasil da categoria Sub-15. O coadjuvante da final foi o São Paulo.

Tudo indica que deste time sairão novos Meninos para manter a tradição do Alvinegro Praiano. O de maior destaque é o meia Gabriel, que fez o seu gol nas seis partidas em que jogou e tem sido preparado com carinho para o time profissional.

Para chegar ao título, o Santos venceu o Grêmio/RS por 2 a 0, o Flamengo por 4 a 2 e o Atlético Mineiro por 4 a 1. Já classificado, perdeu para o Coritiba por 1 a 0. Nas quartas-de-final empatou por 1 a 1 com o PSTC, de Londrina, e na semifinal empatou pelo mesmo placar com o Cruzeiro, vencendo estes dois jogos nas cobranças de pênaltis.

Sábado, passeou em campo contra o São Paulo, a quem venceu com gols do meia Gabriel, do zagueiro Marcel e do volante Fernando.

Veja o filme com os melhores momentos da final:

E você, acha que Mano Menezes é o técnico ideal para promover a renovação da Seleção Brasileira? Quem você sugere para o cargo?


Nós já sabíamos…

Dunga, por que você não me escutou?

Eu sempre disse que o futebol é uma prova de que a voz do povo é a voz de Deus. Assim, o que aconteceu ontem em Nova Jersey, com o show da Nova Seleção Brasileira sobre os Estados Unidos, não me surpreendeu nem um pouco. As ótimas exibições dos Meninos da Vila Paulo Henrique Ganso, Robinho e Neymar apenas repetiram o que eles têm jogado no Santos.

Dunga disse que não levou Ganso e Neymar para a Copa porque eles nunca tinham sido testados antes na Seleção Brasileira principal. Pois espero que ele tenha visto o jogo de ontem e percebido a burrada que fez. Não acho que ele seja o tipo de sujeito que irá admitir um erro, pois é preciso ser muito sábio e ter muita personalidade para reconhecer isso. Uma pena. Como eu disse no sambinha “Dunga me escuta”, que compus e está no Youtube, “Dunga, a Seleção Brasileira não é só sua, meu irmão”.

Ouvi de alguns companheiros de imprensa a crítica de que apoiei com tanto entusiasmo as convocações de Ganso e Neymar para a Copa apenas porque sou santista. Ora, é uma maneira terrivelmente simplista de ver as coisas. Até porque já acompanho Copas do Mundo, como jornalista, desde 1978, e jamais fiz campanha para ninguém ser convocado. Fiz desta vez, ao lado dos amigos do twitter, porque realmente vi nos dois garotos, principalmente em Ganso, uma clarividência aguda para o futebol, um talento extraordinário.

Arrisco dizer que Paulo Henrique Ganso caminha para se tornar o maior jogador de meio-campo na história do futebol brasileiro – pela visão, pela habilidade, pela inteligência e pela personalidade. Talvez, só mesmo Gérson, Falcão e Ademir da Guia – dos que eu vi jogar – poderão ser comparados a ele no futuro, mas Ganso tem apenas 20 anos e ainda está em evolução. Se bem que, sinceramente, eu não consiga ver o que mais ele precise aprimorar.

Para não dizer que não me surpreendi com nada, farei apenas uma ressalva quanto a Neymar. Não imaginei que o garoto já estreasse tão à vontade com a amarelinha. Mas, como eu também imaginava, confirmou-se que é menos difícil enfrentar uma equipe anglo-saxônica que marca duro, mas sem maldade, do que encarar os beques brasileiros que batem por trás, dão carrinho, cotovelada, ameaçam e depois pedem cartão para o atacante dizendo que este simula faltas.

Sobre isso, abro um parêntese para lembrar uma frase de Mano Menezes na entrevista após a partida: “Personalidade não se dá a ninguém. Ou se tem, ou não se tem”. E Ganso e Neymar provaram que têm de sobra.

Neymar jogou como um craque maduro e foi premiado com o gol, em um ótimo cruzamento de André Santos – outro que deveria estar na Copa, pois é o lateral-esquerdo brasileiro com mais habilidade e o que melhor bate na bola.

Robinho voltou a jogar como nos bons tempos, e o ataque com ele, Neymar e Pato está perfeito. Claro que torci muito para André, mas admito que Pato está um pouco à frente do ex-santista como centroavante desta Nova Seleção.

2 a 0 foi pouco. Robinho merecia um gol, assim como Ganso, que acertaram o mesmo pé esquerdo da trave norte-americana. O Brasil colocou a emergente Seleção dos Estados Unidos na roda. Um show. A melhor exibição da Seleção Brasileira dos últimos cinco, seis anos.

Reconheço que Mano Menezes foi muito feliz na convocação, na escalação do time e na decisão de dar aos titulares tempo suficiente para mostrar seu futebol. O ex-técnico corintiano deve ter aprendido hoje que contra-ataque, sua tática preferida, só é a melhor opção quando não se tem jogadores tão habilidosos, que mantêm a posse de bola o tempo todo.

O Brasil tocou a bola no campo dos Estados Unidos e mesmo assim ficou com ela cerca de 80% do tempo. Após os 10 minutos iniciais, os norte-americanos não conseguiram nada no ataque. Mal passaram do meio-campo, aliás.

Este estilo de jogo já é uma clara influência da Copa, em que os dois finalistas – Espanha e Holanda – jogavam assim, priorizando a posse de bola. A diferença é que o Brasil parece tocar tão bem como os espanhóis, mas tem mais opções para chegar ao gol adversário.

Enfim, ontem se viveu mais uma noite de sonho para o futebol brasileiro no geral e para os santistas em particular. Uma noite tão boa que há torcedor alvinegro certo de que Wesley e Arouca serão os novos convocados de Mano Menezes. Ouvi até quem, diante das inseguranças de Daniel Alves, tenha pedido Pará na lateral-direita. Bem, não duvido mais de nada…

O único lado preocupante é que com Neymar e Ganso jogando assim, as ofertas pelos garotos chegarão à Vila Belmiro na mesma proporção das cartas dos fãs. Que grande clube do mundo não gostaria de ter dois craques como eles? Bem, que fiquem querendo. Os dois Meninos são da Vila.

O que você achou das estreias de Ganso e Neymar na Seleção Brasileira? Acha que o Santos conseguirá resistir às propostas dos clubes europeus que querem contrata-los? Tem mais algum Menino da Vila que merece ser chamado para a Nova Seleção Brasileira?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑