Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Atlético de Bilbao

Time nacional? Ou regional?

secretaria da presidência protocolando a entrega do documento
A secretária do presidente Modesto Roma protocolou o documento feito pelos conselheiros eleitos do clube e o entregou ao chefe. Fica a pergunta: o presidente leu, analisou com carinho a possibilidade de se fazer o jogo contra o Atlético Mineiro em São Paulo e faturar no mínimo dois milhões de reais?

O pedido que cerca de 40 conselheiros entregaram à presidência do Santos, em tempo hábil, para que o jogo contra o Atlético Mineiro fosse transferido para o Pacaembu, foi solenemente ignorado. Não houve resposta e nem explicação. Assim, esse jogo importante para o Campeonato Brasileiro, que, bem divulgado, poderia atrair até 30 mil pessoas ao Pacaembu, e proporcionar tudo de bom que um jogo de casa cheia proporciona – uma ótima renda, inclusive – será jogado na Vila Belmiro no péssimo horário das 22 horas, atrapalhando a descida da serra dos santistas do planalto, que precisam ir para o batente na quinta-feira pela manhã.

Perceba que na enquete aí do lado 77% dos leitores desse blog, santistas de todas as cores e correntes, também prefeririam o Pacaembu para o jogo contra o Atlético. Porém, se a direção do clube não dá bola para os conselheiros, quanto mais para os sócios e torcedores. Há uma ditadura governando o Santos e o seu templo fica bem em frente ao bar do Alemão, na Praça Princesa Isabel, sem número, Santos.

A discussão, e os santistas de alma nobre e espírito livre compreendem isso, não é se Santos é melhor do que São Paulo, ou se o santista de Santos é melhor do que o da Capital. Esse veneno é semeado nas mentes pouco esclarecidas da mesma forma que esse governo quer jogar o povo contra os empreendedores. Ora, não há empregado sem patrão. Se você mata um, o outro morre de fome. E o governo brasileiro é um patrão mentiroso, corrupto e nada confiável. “Elite branca” é a mãe, assim como “forasteiro”, ou “forasteira”, também é a digna progenitora de quem usa esse termo.

A grande discussão é: o que o Santos pretende daqui para a frente? Continuar sendo um time nacional, com torcedores em todas as regiões do País, e que por isso ainda tem uma boa cobertura de imprensa e recebe uma cota razoável da tevê, ou fechar-se nos muros de sua fortaleza litorânea, dificultar o acesso de santistas do planalto ao seu quadro associativo e instituir uma filosofia belmirense de administrar nosso Glorioso Alvinegro?

Para continuar sendo um time nacional – semente que começou a ser plantada com Pelé & Cia, seguiu com Robinho & Cia e continuou com a geração de Neymar – é preciso tomar atitudes que o clube não vem tomando. Então, presume-se, essa diretoria está, consciente ou inconscientemente, levando o Santos para a armadilha da regionalização.

Como essa não é a intenção da maioria dos santistas, está havendo uma imposição para bloquear planos de expansão e limitar o Santos aos limites de sua Vila. Outros clubes do mundo já tomaram esse caminho regional e um estudo do que aconteceu a eles pode ser positivo para mostrar o que poderá ocorrer com o Alvinegro Praiano se fizer o mesmo. Um bom exemplo é o do Atlético de Bilbao, ou Athletic Club Bilbao, da Espanha.

Atlético de Bilbao, o clube que não quis crescer

O Atlético de Bilbao decidiu ser um clube apenas do país basco, e não aceita jogadores de outras origens. Mesmo assim, veja só o estádio, para 53 mil pessoas, que ele tem.

Com mais de 117 anos, o Atlético Bilbao já foi um dos grandes espanhóis, bem maior do que o Real Madrid. Também já se tornou campeão nacional invicto e entre seus resultados mais expressivos há uma goleada de oito gols sobre o rival Barcelona. A cidade de Bilbao tem 352 mil habitantes, menos do que Santos, mas seu lindo estádio, o San Mamés, comporta 53 mil pessoas e tem sempre uma boa ocupação.

Porém, Bilbao optou por ser um clube em defesa do povo basco e só aceita jogadores com essas origens, o que também diminuiu o seu universo de torcedores. Hoje, mesmo jamais tendo sido rebaixado para a Série B da Espanha, é um time que se contenta em brigar para ser a terceira força do País, pois não tem como disputar títulos importantes com os internacionais Real Madrid e Barcelona.

Será que esta é também a melhor opção paro Santos? Essa é uma questão para ser discutida livremente, sem preconceitos e sem demagogia. Se, após estudos e debates, chegar-se à conclusão de que o melhor para o Alvinegro Praiano é ser o time do bairro e da cidade, reinar em sua província e esquecer o mercado brasileiro, tudo bem. Porém, se o desejo é tornar-se novamente uma equipe respeitada no Brasil e no Exterior, a rota atual tem de ser corrigida. E rapidamente. Na minha modestíssima opinião, deixar de arrecadar milhões de reais por evitar jogar em São Paulo, a cidade dos santistas “forasteiros”, não é só obedecer à ideologia do regionalismo. É burrice mesmo.

Clique aqui para conhecer o Atlético de Bilbao, o time espanhol que escolheu ser apenas do País Basco.

Conheça o Ledesma (o cara parece mais velho do que eu, mas tem jeito de quem joga bola):

E para você, o Santos deve ser regional ou nacional?


Bielsa chega amanhã. Claudinei é a segunda opção

O técnico Marcelo Bielsa se desligou do Atlético de Bilbao e está pronto para começar o trabalho no Santos. Ele chega amanhå para conhecer a estrutura do Santos e conversar com dirigentes do Alvinegro Praiano. Uma coisa é certa: a filosofia de Bielsa e do Santos combinam. Ambos baseiam seu caminho no futebol no jogo ofensivo e na revelação de jovens de talento. Ambos também se divertem enfrentando o status quo.

Outros detalhes que ajudam a seduzir Bielsa são os resultados do Santos nos últimos anos, que o colocam novamente entre os principais clubes do planeta, o crescimento de sua torcida e o fato de ser sido o clube de Pelé, o melhor jogador de todos os tempos, algo muito valorizado em qualquer lugar do mundo que aprecie a história do futebol.

Sem contar, é claro, que o Santos está disposto a pagar por Bielsa um salário bem alto – alto em torno de R$ 900 mil por mês –, um pouco mais do que pagava a Muricy Ramalho. Mas Claudinei Oliveira não está descartado. Uma boa vitória hoje, sobre o Atlético Mineiro, na Vila Belmiro, mostrará que o técnico que veio da base – e é bem mais barato do que Bielsa – pode comandar a renovação do time, pois é o que melhor conhece os Meninos da Vila.

Veja um forte motivo para Bielsa vir para o Santos:

E pra você, qual é melhor opção: Bielsa ou Claudinei?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑