Minha previsão: Um jogo entre a maior categoria do São Paulo e a energia que pode vir da juventude e do preparo físico do Santos. O Alvinegro Praiano só poderá vencer se marcar bem e aproveitar as oportunidades. Será preciso dar uma embolada no meio-de-campo, pois se Ganso e Kaká tiverem espaço para armar as jogadas, e se Pato e Alan Kardec ficarem no mano a mano com Edu Dracena e David Braz, isso provavelmente será fatal. Mas craque muitas vezes não têm paciência para jogo pegado. Se o Santos conseguir equilibrar na marcação, o São Paulo pode dar uma relaxada e abrir brechas na defesa. Se der para jogar bonito, ótimo, mas não é dia para isso. É dia de ser humilde e tentar impedir o adversário de jogar com liberdade. O favoritismo é do São Paulo, não há como negar isso. Mas a vontade faz milagres.

Timemania passa de dois milhões de apostas e Santos prossegue em quarto

Exatos 2.030.900 volantes foram preenchidos no teste 615 da Timemania, de 19 de agosto. A classificação dos dez times mais votados continua a mesma que tem se mantido em 2014, com o Santos em quarto lugar. Confira:

1º FLAMENGO RJ 95.726 4,72%
2º CORINTHIANS SP 82.975 4,09%
3º SAO PAULO SP 67.583 3,33%
4º SANTOS SP 64.043 3,16%
5º GREMIO RS 58.171 2,87%
6º PALMEIRAS SP 57.267 2,83%
7º VASCO DA GAMA RJ 53.290 2,63%
8º CRUZEIRO MG 51.513 2,54%
9º INTERNACIONAL RS 50.993 2,52%
10º BOTAFOGO RJ 45.508 2,25%

Oswaldo deve mesmo escalar três atacantes no clássico

O técnico Oswaldo de Oliveira não relacionou Renato e muito menos Robinho para o clássico deste domingo. Robinho ainda deu umas voltas no campo, mas foi vetado para o jogo. Se não for tão grave, quem sabe possa jogar contra o Grêmio no meio da semana, pela Copa do Brasil, mas o mais certo é ficar ao menos 10 dias de molho. Renato também não foi incluído entre os jogadores relacionados. Oswaldo escolheu os volantes Alison, Arouca, Alan Santos e Souza, e os meias Lucas Lima e Leandrinho.

Os outros relacionados são os goleiros Aranha e Vladimir; os zagueiros Edu Dracena, David Braz e Nailson (Bruno Uvini terá de operar a face devido à cotovelada de Moreno); os laterais Cicinho, Mena, Victor Ferraz e Zeca, e os atacantes Gabriel, Thiago Ribeiro, Leandro Damião, Rildo, Stéfano Yuri e Patito Rodríguez.

Tudo indica que o técnico santista prosseguirá escalando o time com três atacantes. assim, a equipe mais provável para iniciar o Sansão é Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Leandro Damião e Gabriel.

Gabriel direita
Gabriel chegou da Europa e já foi para os treinos. É o favorito para entrar no lugar de Robinho, afastado do time por duas semanas. Mas Rildo também tem chances (Foto: Ivan Storti/ Santos FC).
robinho no CTrenato direita
Robinho passou no auditório do CT e fez a alegria dos alunos da “Escola de Craques”. Renato já voltou aos treinos, mas não foi relacionado para o clássico. (Fotos: Clayton Galvão e Ivan Storti/ Santos FC)

Robinho vai mesmo ficar duas semanas afastado dos campos. Provavelmente não jogará mais até o final do turno. Em tratamento de um estiramento na coxa que o deixará fora dos próximos quatro compromissos do Santos, sexta-feira ele esteve no CT Rei Pelé e acabou batendo um papo com os alunos da “Escola de Craques” que visitavam o CT. O técnico Oswaldo de Oliveira assegura que manterá o esquema ofensivo contra o São Paulo, domingo, o que quer dizer que Rildo ou Gabriel ocuparão a vaga do Rei do Drible.

A lógica indicaria que Gabriel voltaria da Seleção Sub-20 direto para o time titular, mas pelo treino de sexta-feira fiquei com a impressão de que o técnico preferirá Rildo, que tem entrado bem no time, criando boas chances pela esquerda e ainda ajudando na marcação por aquele setor.

“Vamos jogar da mesma maneira que temos jogado. Somos uma das melhores defesas do e temos a capacidade de defender e atacar, embora algumas vezes não tenhamos sido tão efetivos atacando. Mesmo nos jogos que perdemos tivemos mais oportunidades que os adversários”, disse Oswaldo.

Sempre defendi que o Santos jogasse com três atacantes, mas alertei que isso seria uma temeridade contra o Cruzeiro. Temo que tenha de repetir o mesmo antes do Sansão deste domingo. Com um time mais entrosado, que se baseia no triângulo Paulo Henrique Ganso-Kaká-Pato, o Santos tem de fechar melhor aquele miolo, e isso não é tarefa para atacantes improvisados em marcadores.

Arouca, Alison e Lucas Lima, contando com a ajuda dos atacantes Thiago Ribeiro, Leandro Damião e Gabriel (ou Rildo) podem dar conta do recado? Acredito que sim, mas isso exigirá bastante empenho. Provavelmente com a entrada de mais um jogador no meio o bloqueio seria mais eficiente por ali, assim como a cobertura dos laterais e a proteção à zaga, e não se perderia tanto do poder ofensivo.

Cheguei a torcer pela recuperação de Renato e sua escalação no clássico, mas ele não foi relacionado. Então, eu ficaria com a entrada de mais um jogador no meio, que pode ser Alan Santos, Souza, Leandrinho ou mesmo Patito, compondo o setor com Alison, Arouca e Lucas Lima, deixando dois atacantes na frente.

Vimos contra o Cruzeiro que apesar de no papel ter apenas um atacante – o boliviano Moreno -, na prática o campeão brasileiro é bastante agressivo quando tem a bola. O Santos poderia fazer o mesmo, adiantando Lucas Lima e mais um jogador de meio quando tivesse a bola.

Outro em quem tenho alguma expectativa ainda é Patito Rodríguez. O rapaz voltou ao Santos e já está participando dos coletivos. Ágil, rápido, Patito está longe de ser um craque, mas sempre se empenhou muito e chegou a fazer algumas partidas boas. Ele estava emprestado ao Estudiantes, da Argentina, por quem fez 27 jogos e marcou dois gols. Ele entra em campo a 100 por hora e depois vai arrefecendo o ritmo, mas pode ser útil para acelerar o jogo.

A velocidade de jogadores como Gabriel, Rildo,Thiago Ribeiro e o próprio Patito pode ser uma arma importante do Santos contra um time que tem grandes jogadores, toca bem a bola, mas é um pouco lento para os padrões modernos do futebol. E também se cansa no final das partidas, como demonstrou diante do Internacional no meio da semana.

Imagino que o Santos possa até vencer se conseguir manter o jogo amarrado, sem tempo e espaço para as jogadas de Ganso, Kaká e Pato. É assim que o São Paulo tem tido dificuldades no Morumbi este ano. Não vejo grande possibilidade de vitória santista em um jogo mais aberto e franco, em que o talento se sobressaia.

Ingressos para o clássico

Os torcedores do Santos que quiserem assistir ao clássico contra o São Paulo neste domingo, às 16 horas, no Morumbi, podem comprar os ingressos para a partida na bilheteria do portão 3 do Morumbi, das 10 às 17 horas. No dia do jogo, as vendas seguem até as 12 horas. Só terá acesso ao estádio quem estiver portando o ingresso. A torcida do Santos deverá ficar na arquibancada vermelha visitante (acesso pelo portão 15). Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$20 (meia-entrada). Não há venda online, só na bilheteria.

Estudantes e pessoas com mais de 60 anos, professores e coordenadores pedagógicos da rede pública têm direito à meia entrada, mas devem apresentar documento no momento na compra. O aposentado do INSS também tem direito à meia, e deve apresentar holerite ou cartão do benefício e RG original ou cópia autenticada.

Saudades dos verdadeiros Baleiinha e Baleião

baleiao feio e murcho
Será que não deu para perceber que esse Baleião é feio e murcho? Criança percebe. (Foto: Ricardo Saibun/ Santos FC).

O marketing do Santos anunciou uma família de personagens marinhos em substituição aos já conhecidos Baleiinha e Baleião, que já deram ao clube o prêmio Ibest de marketing. Na verdade, a dupla continua, só com outro design, mais pobre. A idéia de aumentar a família foi boa, mas os novos personagens foram muito mal produzidos. Um diferencial do Baleiinha e o Baleião era o design e a textura das fantasias. O novo Baleião é murcho e sem graça. Criança repara nessas coisas. O que você e seus filhos acharam?
O Baleiinha e o Baleião

Nova família do Baleeinha e do Baleião

Direto do Túnel do Tempo, há 11 anos, na Vila…
Há exatos 11 anos, no dia 23 de agosto de 2003, o Santos de Robinho, Diego, Elano, Renato, Alex e companhia, recebia o Flamengo na Vila Belmiro. Relembre jogadas que hoje são raras. Repare no golaço de falta de Alex. Um detalhe: o técnico do Flamengo era o mesmo Oswaldo de Oliveira que hoje dirige o Santos. A narração é de Deva Pasvicci. Veja:

E pra você, como o Santos deve jogar contra o São Paulo, no Morumbi?