Uma das armas mais eficientes do Bolívar:

http://youtu.be/_FXOy4Tsazc

Veja por outro ângulo. Note que o gandula entra em campo e tira as laranjas:

http://youtu.be/wTV-uEhmtbs

Já tomou uma laranjada atirada a 40 metros de distância? É como uma pedrada. Não é à toa que inchou os lábios de Neymar. Em campo, o Bolívar se fartou de cometer faltas. No final, ainda ganhou o jogo. Que mensagem este evento de ontem deixou? Que jogar sujo dá resultado. Portanto, que a Conmebol arrume outro lugar pra enfiar aquela faixa pedindo fair play que ela exibiu no começo do jogo.

Amigos e amigas, nem comentarei o jogo de ontem. Como analisar o desempenho de um time que viveu o tempo todo acuado pelo fantasma da altitude? Dores de cabeça, pernas bambas, o ar que pode faltar a qualquer momento, interrompendo um pique, um salto, interferindo nos reflexos…

Não, seria injusto fazer uma análise técnica de uma partida disputada em condições clínicas tão desiguais. Um time voava em campo (há exame anti-doping na Libertadores?), enquanto o outro se arrastava, unicamente tentando sobreviver. Por essas circunstâncias, eu diria que, dos males, ao Santos coube o menor. Uma derrota por 2 a 1 poderá ser revertida no Brasil, com sobras. E será justo que assim ocorra, pois o time que apela não merece ser premiado.

Porém, falarei de outra questão, muito mais relevante do que o jogo. Falarei do comportamento animalesco – e impune – da torcida do Bolívar. Até quando, amigos e amigos, amantes do futebol, os estádios da Conmebol serão campos de batalha? De que adianta aquela faixa hipócrita estendida pelos organizadores antes do jogo, pedindo fair play, se a bola rola e são cometidas toda sorte de violências e grosserias contra os visitantes, sem que o time da casa seja punido?

A cena de Neymar caído e protegido pelos escudos dos policiais, enquanto objetos choviam ao seu redor, é patética. Se presidente da Conmebol, eu interditaria o estádio de La Paz por todo o sempre. Além dos males da altura, por que o Santos, atual campeão da Libertadores, que levou com ele o grande ídolo das Américas, deveria ser obrigado a passar por tal agressão?

Nunca a expressão “pérolas aos porcos” soou de forma tão ajustada. Se não for obrigado, que time estrangeiro quererá jogar em ambiente tão hostil, enfrentando a ira gratuita de uma torcida selvagem, como a boliviana?

Que imagem a Bolívia quer passar para o mundo? A de um país de animais, de seres sem o menor nível de civilização? Ora, não dá mais para aceitar determinadas atitudes. É preciso punir com rigor essas agressões, a exemplo do que se fez na Europa.

Insultos assim ferem ainda mais o santista, acostumado a ganhar na bola, sem a ajuda dos bastidores. Santista que no Campeonato Brasileiro de 2004 viu seu time perder dois mandos de campo porque uma câmera flagrou um copo d’água sendo atirado ao gramado. E hoje se dá por feliz por sair vivo de um jogo da Libertadores em que a torcida só faltou invadir o campo para trucidar os brasileiros. Que piada!

Ontem um objeto – prontamente escondido pelo gandula – atingiu a boca de Neymar, inchando seus lábios. E o que aconteceu? Nada. Parece mentira dizer isso em pleno século XX!, mas nada aconteceu e nada acontecerá. A polícia não descobriu e nem descobrirá o agressor. Fica a dúvida que o mundo quer saber: há polícia na Bolívia? Ou aqueles militares estão ali para defender o direitos dos animais de agredir? Até quando a Conmebol será tão politicamente inerte com relação a esses vândalos?

E, vejam vocês, o site da Conmebol, ao falar do jogo, evita qualquer menção à barbárie da torcida boliviana. Por aí se vê que a entidade continuará de braços cruzados diante do jogo sujo e da total incivilidade que se vê na maioria dos campos da Copa Libertadores.

Há uma cláusula do regulamento da Libertadores que permite punir o time mandante com a perda dos pontos. Por que ela não é aplicada? Medo do quê?

Alô senhor Nicolas Leoz, eterno caudilho da Conmebol; alô José Maria Marin, presidente da CBF… Vão fazer alguma coisa, ou esperarão até que algum jogador visitante morra em campo?

Veja que cinismo na matéria sobre o jogo no site da Conmebol:

http://www.conmebol.com//copasantanderlibertadores/Bolivar-pudo-con-Santos-y-espera-2-1-20120426-0002.html#Comentarios

E para você, o que deve ser feito para acabar com a selvageria na Libertadores?