Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Botafogo (page 1 of 15)

Oportunidades no Engenhão

Vote na nova enquete aí ao lado >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Dizem que o ideograma chinês para “crise” é a soma de outros dois, que representam “perigo” e “oportunidade”. A comparação procede. Os momentos de incerteza podem proporcionar as mais inesperadas chances de sucesso. Escrevo isso na tentativa de tocar, diretamente, os jogadores santistas que logo mais, às 19 horas deste sábado, iniciarão a partida contra o Botafogo, no Engenhão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enfim, a mensagem é de que tenham fé em si mesmos e na opção que fizeram para serem jogadores profissionais de futebol.

Bem mais preocupado com a Copa Libertadores, seu compromisso de meio de semana, na Vila Belmiro, o Santos, com exceção do goleiro Vanderlei, terá um time de reservas contra os reservas do Botafogo, que também prioriza a competição sul-americana. Como tudo na vida, há um lado ruim e um lado bom nisso. O ruim a gente já conhece. Então, vamos ao bom.

Imagine-se, caro leitor e prezada leitora, na pele de um dos santistas que entrarão em campo logo mais com a responsabilidade de manter a invencibilidade de 17 partidas do time e de também manter a equipe na luta pelo título nacional. Há duas formas de encarar o compromisso.

A primeira, é pensar de forma negativa, tipo: “O homem não me escalou nos grandes jogos e agora me coloca nessa partida esvaziada. Ele que pense que eu vou correr e me empenhar em um joguinho desses. Se perder, que se dane…”

A outra, é enxergar a real oportunidade de usar essa partida para se firmar no elenco do Santos, raciocinando: “O jogo é importante, sim. Botafogo e Santos sempre foi e será um jogo importante. O Santos está invicto e ainda luta pelo título brasileiro. O adversário está em boa fase e joga casa. O clima é bom, o estádio é bonito, farei o que sempre quis em minha vida: ser titular em um grande clássico brasileiro. Darei o meu melhor em campo e sei que uma vitória, hoje, aumentará o meu prestígio junto ao técnico e aos torcedores”.

O técnico Levir Culpi deverá escalar o Santos com os reservas Daniel Guedes, Luiz Felipe, Fabián Noguera e Orinho; Leandro Donizete, Léo Cittadini e Jean Mota; Thiago Ribeiro, Vladimir Hernández e Kayke. Estou aqui pensando comigo mesmo e lembrando que cada um desses jogadores, com exceção de Leandro Donizete e do estreante Orinho, já fizeram ao menos uma boa partida com a camisa do Alvinegro Praiano. Por que não poderão repetir hoje essa atuação?

A chance que Lula pegou

Todo mundo sabe que Luís Alonso Perez, popularmente conhecido por Lula, foi o técnico que mais tempo dirigiu um grande clube brasileiro e mais títulos ganhou. Poucos sabem, porém, como começou sua carreira no time profissional do Santos. Para começar, eu direi que foi em um sábado, como hoje, numa partida contra o Botafogo, como hoje, jogada no Maracanã, pelo Torneio Rio-São Paulo.

Lula, aos 32 anos, era o interino que assumia a equipe devido à demissão do italiano Giuseppe Ottina. Nas últimas seis partidas o Santos havia perdido todas e só tinha conseguido um empate, sem gols, com o Guarani, na Vila Belmiro. A crise estava instalada. O Botafogo, treinado pelo experiente e matreiro Gentil Cardoso, tinha em suas fileiras um craque incomensurável chamado Garrincha.

Pois bem. Jogando sem medo, o Santos terminou o primeiro tempo vencendo por 1 a 0, gol de Tite. No segundo, Dino empatou aos 10 e Garrincha fez o gol da virada aos 30. Tudo parecia perdido quando Joel empatou aos 40, após boa jogada de Valter, e Tite marcou o gol da vitória aos 43, tocando a bola entre as pernas Fo goleiro Amauri, após nova jogada do inspirado Valter.

Aquela vitória, por 3 a 2, foi a primeira do Santos naquele Rio-São Paulo. Nos quatro jogos restantes o time teria mais três triunfos, culminando uma vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, no Pacaembu, diante de 25.800 espectadores.

Aquela primeira, corajosa e dramática vitória sobre o Botafogo fez o Santos embalar. Como se sabe, o time viria a ser, com aquela mesma base de jogadores, bicampeão paulista em 1955/56. Por isso é importante lembrar a escalação da equipe que, em meio à crise, foi ao Rio e vencer o Botafogo de Garrincha. Os heróis daquele sábado, 6 de junho de 1954, foram:

Manga, Hélvio e Feijó; Urubatão, Formiga e Zito; Joel, Valter, Álvaro, Vasconcelos (Hugo) e Tite.

Portanto, acredito, sim, que o Santos possa vencer o Botafogo, no Engenhão, neste 16 de setembro de 2017. A propósito, o time carioca deverá ser escalado pelo técnico Jair Ventura com Gatito Fernández,Luis Ricardo, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Dudu Cearense e Marcos Vinícius; Brenner e Guilherme.

A arbitragem será de Igor Junio Benevenuto, auxiliado por Marcio Eustáquio Santiago e Celso Luiz da Silva, todos de Minas Gerais. O jogo não será transmitido pelo Sportv, apenas pelo Premiere. Convido aos colegas do blog a comentarem a partida por aqui. É uma forma de aliviar a tensão e informar aos que não terão acesso às imagens.

Mesmo perdendo, o Santos continuará em terceiro lugar, porém sua vantagem para o Palmeiras deverá cair para apenas um ponto, pois o alviverde jogará em São Paulo contra o Coritiba, na segunda-feira.

Votar, a maior responsabilidade do sócio do Santos

A eleição presidencial do Santos se aproxima, em princípio deverá ser realizada no dia 2 de dezembro, e é evidente que este será o momento de maior responsabilidade do sócio santista. Uma escolha errada e o nosso Santos prosseguirá patinando por mais três anos. Na verdade, pior do que não sair do lugar, é andar para trás, vendo suas dívidas aumentarem perigosamente, resultado de uma gestão personalista, sem transparência, que chegou a ter suas contas de 2015 rejeitadas pelo Conselho Fiscal e pelo Conselho Deliberativo do clube. Estão brincando com o nosso Santos e os resultados em campo, que torcemos para que sejam os melhores possíveis, não podem esconder uma gestão temerária, capaz de levar o clube à total inanição.

Não falarei de nomes ou de chapas. Só peço que você, sócio, se conscientize da importância de votar e não marque nenhum compromisso para o sagrado dia do pleito (há uma possibilidade, ainda, de que seja dia 9 de dezembro, no sábado seguinte. Isso será confirmado).

Se a vontade das urnas, em uma eleição limpa e honesta, apontar este ou aquele, que a democracia seja respeitada e os vencedores tenham toda a força e apoio para levar, com ética e competência, o nosso Santos ao lugar que ele merece. Porém, que o colégio eleitoral seja realmente representativo da enorme massa alvinegra, e não vejamos novamente um pequeno grupo de eleitores definir a sorte de um time imenso, que não pode mais ser dirigido como uma equipe de bairro.

Felizmente a Kickante entendeu a importância do livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra, e nos deu mais 31 dias de campanha de pré-financiamento para lançar esta que é uma das obras mais importantes da história do Santos e do futebol.

Da meta de R$ 48 mil, suficiente para cobrir os custos gráficos da impressão de dois mil exemplares, estamos na metade. Há muitas formas de recompensa para quem participar da campanha. Desde doar 10 reais, até comprar uma cota de patrocínio por 15 mil reais, que dá direito a 100 exemplares, 30 convites para a festa de lançamento, ter o logotipo da empresa impresso no livro e ser divulgado pela assessoria de imprensa.

O livro se baseia na ampla pesquisa de Marcelo Fernandes, um santista que mora em Luxemburgo, e em alguma pesquisa e texto meus. Só digo uma coisa e depois me cobrem: quem não participar, vai se arrepender. Esse livro ficará marcado na história do Santos e na literatura mundial do futebol.

Clique aqui para garantir o seu exemplar e ajudar no lançamento do livro único SANTOS FC, O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA.

No meu aniversário, quem ganha o presente é você

Setembro é mês do meu aniversário e resolvi comemorar com os frequentadores deste espaço promovendo uma oferta inédita das obras expostas na Livraria do Blog.

time-dossie ok

Para atender aos pedidos dos santistas das embaixadas e demais grupos de torcedores espalhados pelo País, criei preços especiais também para a compra de três, quatro e cinco exemplares, tanto do Dossiê de Unificação dos Títulos Brasileiros a partir de 1959, como do Time dos Sonhos.

Neste mês, três exemplares desses dois livros sairão por 75 reais, quatro por 85 e cinco por 95 reais. E todos os pedidos com frete grátis e dedicatórias exclusivas. Faça as contas e veja que não dá para perder. É a oportunidade de presentear os amigos ou já guardar para o Natal.

E caso alguém queira uma quantidade maior do que cinco exemplares, é só enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que estudaremos as melhores condições possíveis. O interesse, como sempre, é ver o santista e conhecendo a rica história do clube, elemento fundamental no fortalecimento da marca Santos.

Clique aqui para entrar na Livraria do Blog e conferir todas as ofertas

Todos os PDFs a R$ 1,00

O sistema da loja do blog não permite que se distribua livros sem nenhum pagamento. Então, coloquei o preço de todos os PDFs a apenas um real. Isso mesmo. Qualquer PDF, neste mês de setembro, custará apenas um real.
Comprar com cartão, de débito ou crédito, é totalmente confiável pelo sistema do PagSeguro, mas se quiser pode escolher por boleto ou mesmo fazer depósito bancário (nesse último caso, informe-se pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Dentre os PFDs, há quatro livros que falam do Alvinegro Praiano

– Donos da Terra, a história do primeiro título mundial do Santos
Clique aqui para comprar Donos da Terra
– Na Raça!, a história do primeiro clube bicampeão mundial
Clique aqui para comprar Na Raça!
– Ser Santista, um orgulho que nem todos podem ter – Artigos selecionados que mostram várias aspectos da grandeza santista
Clique aqui para comprar Ser Santista
– Pedrinho escolheu um time – A aventura de um garoto paulistano que quer escolher um time para torcer.
Clique aqui para comprar Pedrinho escolheu um time

Há mais três histórias infanto-juvenis

– Pedrinho no Descobrimento do Brasil – Um buraco no tempo leva Pedrinho ao momento em que o Brasil está sendo descoberto pela esquadra de Cabral. Para crianças e adolescentes que gostam de História.
Clique aqui para comprar Pedrinho no Descobrimento do Brasil
– O Diário de Kimmy, uma garota inuit – O dia a dia de uma menina que vive no Alasca, entre as tradições de seu povo e os perigos dos tempos atuais.
Clique aqui para comprar O Diário de Kimmy
O Reino do Pum – A caso insólito do pobre e mal cheiroso reino onde viviam o pequeno Sidney e seu avó Felisberto.
Clique aqui para comprar O Reino do Pum

E uma ficção para adultos

– Morte.Net – Romance impróprio para menores, de Caio Morelli, que fala de pessoas que buscam a felicidade nos encontros fortuitos da Internet.
Clique aqui para comprar Morte.Net

Se tiver qualquer dificuldade para comprar os livros pelo Pagseguro, envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que eu resolvo.

A grana está curta? Momentaneamente está desempregado? Mas gostaria de ler alguns livros em PDF expostos na livraria deste blog? Mande-me um e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que neste setembro eu os envio de presente para você.


Para começar de novo

20 vitórias consecutivas no Pacaembu!

De 1940 a 1950 o São Paulo e o Palmeiras foram cinco vezes campeões paulistas cada um, jogando boa parte de suas partidas no Pacaembu, estádio que chegou a ser o principal do Corinthians. Pois bem. Com a vitória de 1 a 0 sobre o Botafogo, com gol de cobrança de falta de Victor Ferraz aos 50 minutos do segundo tempo, o Santos completou 20 vitórias consecutivas no Pacaembu, estabelecendo uma marca que dificilmente será superada. 14.486 pessoas presenciaram o feito histórico. O time não mostrou um futebol vistoso, mas lutou e teve sorte.


No ano passado foi assim.

PARA COMEÇAR DE NOVO

Olho para o céu, está firme, o chamado “de brigadeiro”. O confronto é histórico. Jamais no futebol brasileiro houve um clássico assim, com o Santos de Pelé diante do Botafogo de Garrincha. Hoje faltarão os ídolos, os super craques, mas a rivalidade estará em campo a partir das 21 horas, no aconchegante Pacaembu. O improvisado Elano dirigirá um remendado Santos diante do bom Botafogo de Jair Ventura. O adversário está melhor, mas o Santos está em sua maior casa e lutará pela marca inacreditável de 20 vitórias consecutivas no Pacaembu.

Mais do que nunca o Alvinegro Praiano experimenta a sensação de viver uma crise que pode se transformar em oportunidade. O torcedor já viveu momentos assim tantas vezes, que sente um misto de apreensão e ansiedade. Há o medo de um novo insucesso, mas também há a esperança de uma vitória redentora.

Com as contusões de Zeca e Caju a lateral esquerda virou um problema e Elano resolveu colocar o ambidestro Matheus Ribeiro por ali. A princípio, é o lado mais preocupante da preocupante defesa santista, que ainda terá Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz.

No meio, o técnico interino decidiu escalar o experiente Vecchio no lugar de Vladimir Hernandez. Elano conhece aquele pedaço, Vecchio tem um estilo mais cadenciado, como o próprio Elano. O argentino jogará ao lado de Renato e Thiago Maia. Creio que foi uma boa escolha.

A grande novidade no Santos será a entrada do garoto Arthur Gomes como centroavante, ladeado por Vitor Bueno e Ricardo Oliveira, ou Kayke. Gostei. Elano sabe que o torcedor santista gosta de garotos no ataque, pois com eles em campo sempre terá bons motivos para acreditar que um dia surgirá um novo menino de ouro, como Elano já foi um dia.

Mas o adversário é perigoso e destemido. No papel, não é nenhuma brastemp, mas tem um técnico inteligente, que sabe tirar o máximo de seus jogadores. Sétimo colocado, com sete pontos, o time carioca tem quatro pontos ganhos a mais do que o Santos, que é o décimo-sexto na classificação geral. Será um duelo bom de se assistir e de torcer. Todos ao Pacaembu!

Santos x Botafogo – Pacaembu, 21 horas
(Se ainda não tem ingressos, chegue uma hora e meia antes para comprar com tempo de ver o início da partida. Senhores e senhoras com 60 anos ou mais, ou crianças até 12 anos podem entrar de graça. Para isso é preciso levar o RG, ou a Certidão de Nascimento).
Santos – Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Matheus Ribeiro; Renato, Thiago Maia e Vecchio; Vitor Bueno, Arthur Gomes e Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Elano.
Botafogo – Jefferson (Helton Leite), Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.
Arbitragem:Jailson Macedo Freitas, auxiliado por Alessandro A. Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira, todos da Bahia.

E você, o que espera do jogo de hoje?

Santos FC, o maior espetáculo da Terra
Ainda este ano finalmente será lançado o livro “Santos FC, o maior espetáculo da Terra”, que fiz em parceria com Marcelo Fernandes, um brasileiro que vive em Luxemburgo e é o maior pesquisador das viagens internacionais do Santos. Já é possível participar da campanha de financiamento coletivo para garantir o seu exemplar deste livro único.
Clique aqui para garantir o livro definitivo, único, sobre a história do Santos.
Veja alguns vídeos que o Marcelo gravou em dibersos lugares do planeta em que o Santos jogou (assista aos outros no Youtube).

CURSO DE REDAÇÃO NAS FÉRIAS DE JULHO

Para Vestibular, Enem e Concursos

Professor: jornalista e escritor Odir Cunha

Aulas teóricas e práticas

Curso 1
Terças e quintas das 19 às 21 horas
A partir de 3 de julho
Carga horária: 16 horas
Inscrições abertas
Vagas limitadas

Curso 2
Apenas às sextas feiras, das 19 às 21 horas
A partir de 7 de julho
Carga horária: oito horas
Inscrições abertas
Vagas limitadas

Local: Dept Cult!
Rua Alexandre Dumas, 613, Chácara Santo Antonio
Informações: blogdoodir@blogdoodir.com.br


Baixei os preços pensando em você e nos seus filhos! Nunca os livros do blog foram tão baratos. Compre-os e divulgue a rica história santista

Agora, tanto o Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros como o Time dos Sonhos custar apenas 39 reais o exemplar e 69 reais dois exemplares. Também dá para comprar um exemplar de cada um por 69 reais a dupla. Os PDFs também estão quase de graça. Aproveite para comprar os livros que você ainda não tem e também presentear os amigos.

time-dossie ok
1 Time dos Sonhos + 1 Dossiê + 3 PDFs + dedicatórias + frete pago = apenas 69 reais.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos
DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por preços simbólicos. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 2,50 a R$ 6,50.

Que tal gastar só um pouquinho para conhecer um pouco mais a história do Santos e também divulgá-la entre os amigos santistas?


Invencibilidade na Vila


O Santos jogou mal, mas ganhou do Botafogo por 2 a 0, na Vila. Dessa vez Thiago Maia foi o melhor do time. Os piores foram Zeca e Leandro Donizete. Uma curiosidade é que o público foi de 5.208 espectadores, parecido com o do sábado passado, quando o Santos perdeu da Ferroviária, e teve 5.655 pagantes. Porém, o clássico Flamengo e Vasco, em Volta Redonda, só teve 5.484 pagantes. O que esses números significam?
Eles significam que cidades menores, como Santos e Volta Redonda, seguem um padrão e, em determinadas circunstâncias, geram públicos parecidos para o futebol. Detalhes: Volta Redonda tem 263 mil habitantes e está a 137 quilômetros do Rio de Janeiro, enquanto Santos tem pouco mais de 400 mil habitantes e está a 72,9 quilômetros da capital paulista, o maior reduto de santistas. Assim, tudo indica que o número de torcedores de um jogo está mais ligado à quantidade de habitantes da cidade em que este é realizado do que a qualquer outro fator.

Invencibilidade na Vila

Meus amigos e minhas amigas, podemos discutir qualquer aspecto do futebol, entrar até em religião, política e sexo, mas acho que numa coisa todos nós concordamos: a vitória nos aproxima e nos torna seres humanos melhores. Por isso, queremos, e muito, um triunfo neste sábado, às 17 horas, na Vila Belmiro, contra o terrível Pantera que vem de Ribeirão Preto. Perder duas vezes seguidas na Vila, em Campeonato Paulista, já foi algo raro e inominável. Agora, é mais fácil cair um asteroide na Avenida Paulista neste sábado do que o Alvinegro Praiano conhecer novo dissabor em seu alçapão.

O amigo Guilherme Gomez Guarche, responsável pelo Departamento de Memória e Estatística do Santos, me lembra, ou nos lembra, que a última vez que o Glorioso Alvinegro Praiano perdeu dois jogos consecutivos no Urbano Caldeira, pelo Paulista, ocorreu há mais de 24 anos, em novembro de 1992, quando no dia 14 foi derrotado pela Portuguesa de Desportos por 3 a 1 e no dia 28 perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1.

No primeiro jogo o técnico santista era Geninho, no segundo, Dé. O Santos que perdeu da Portuguesa jogou com Sérgio, Dinho, Júnior, Luiz Carlos e Flavinho; Axel, Ranielli e Edmar (Serginho Fraldinha); Almir, Guga e Marcelo Passos. O técnico da Lusa era José Poy e o da Ponte, Wanderley Luxemburgo, ainda com dabliu e ipsilon.

O Santos deve entrar em campo neste sábado com Vladimir, Victor Ferraz, Cleber, Yuri e Zeca; Leandro Donizete, Thiago Maia e Vitor Bueno; Thiago Ribeiro, Copete e Ricardo Oliveira.

Sobre essa escalação devo dizer que Dorival Junior tem perdido a oportunidade de experimentar Matheus Ribeiro na lateral direita, colocar um zagueiro mais alto e transferir o Yuri para o meio e começar o jogo com Bruno Henrique e Kayke. Se não der certo, vai tirando, mas os caras foram contratados para jogar.

E você, o que acha disso?

O livro do Muller

muller e olivieri Muller e Olivieri, o seu biógrafo.

O companheiro Anderson Olivieri está lançando uma campanha de crowdfunfing (financiamento coletivo) para editar a biografia de Muller, um jogador que teve ótima passagem no Santos em 1997 e primeiro semestre de 1998. Lembro-me que na época o Muller, mesmo já veterano, jogou tão bem que foi lembrado para a Seleção Brasileira (mais um que o Santos recuperou).

Depois, como comentarista, Muller dizia sempre o que o adversário do Santos tinha de fazer para vencer, o que atrapalhou a boa imagem que eu tinha dele. Porém , o Olivieri é bom e seu livro mergulhará fundo naquele Santos de 1997/98, que saiu da fila, sim.

Para quem quiser participar da campanha, o link é esse:
Clique aqui para ver a campanha da biografia do Muller

Promoção de aniversário

Se você está pensando em comprar algum livro na Livraria deste blog, peço que espere até o começo de março. Em homenagem aos 105 anos do nosso Santos farei uma promoção que começará em março e terminará só no final de abril. Só não conhecerá a história do Santos até o título de 2002, lendo Time dos Sonhos, ou não terá o Dossiê unificação dos títulos brasileiros quem não quiser.

Quer ser jornalista? Tem de ler esse:

Convite - Lições de jornalismo


Autor admite gol ilegal

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

As promoções de dois exemplares também incluem o frete pago. Assim dois Dossiês ou dois Time dos Sonhos saem por 79 reais, sem outras despesas, e dois exemplares de Dinheiro, é possível ser feliz sem ele saem por 39 reais.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Clique aqui para entrar na livraria e escolher os seus livros, em promoção.

dinheiro-e-possiveldossie - livronovo time dos sonhos


Onde estávamos mesmo?


Personalidade e precisão de Zeca decidiram essa partida importantíssima. Novas vitórias como essa tornarão o título possível.


Dorival e jogadores já falam em sequência de vitórias. Ótimo. É só acreditar que dá.

Com apenas 68 reais você já adquire cinco livros e pode montar, ou completar, sua biblioteca sobre o Santos!
Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
DonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, informe-se e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.

Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio!

Conheça os tempos em que o Santos reinava no futebol mundial

Se quiser pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Adivinha de quem?
Nas últimas 17 rodadas o Internacional só ganhou uma partida. Adivinha de quem?
Nas últimas 16 rodadas o América Mineiro só ganhou uma partida. Adivinha de quem?
Em todo o campeonato, o Figueirense só ganhou um jogo fora de casa. Adivinha de quem?

ONDE ESTÁVAMOS MESMO?

Passar pelo empolgado Botafogo, no Rio, representou uma vitória no sufoco, com o Santos todo recuado, porém um triunfo importante, que volta a colocar o Alvinegro Praiano na briga pelo título.

Há dez rodadas, depois do empate com o Palmeiras, fora de casa, este blog lançou o repto de sete vitórias consecutivas, o que deixaria o Santos na liderança do Brasileiro. Tudo ia bem até que a direção do clube vendeu o mando de campo da partida contra o Flamengo. Vieram derrotas inesperadas a partir dali e o sonho se distanciou. Mas agora ele parece possível novamente. Que tal lançar outro desafio de sete vitórias?

Antes de prosseguir no texto, devo dizer que a análise do campeonato é essencial a cada competidor. Tenistas profissionais estudam a chave antes de iniciar um torneio. Sabem que terão de vencer todos os jogos para serem campeões, mas já estarão preparados física e psicologicamente para os prováveis adversários que terão pela frente. Um time de futebol não foge à regra. Sem planejamento não se chega a lugar algum, e se a meta é muito grande, torna-se necessário fracioná-la.

Lembre-se, querida leitora e querido leitor, que após o empate com o Palmeiras, no Allianz Parque (1 a 1), o Santos venceu a Ponte Preta, na Vila Belmiro (3 a 1), o Vitória, em Salvador (3 a 2) e o Cruzeiro, também na Vila (2 a 0). Uma curiosidade: nesses três jogos, Léo Cittadini atuou apenas contra o Vitória, mas o time só venceu quando ele foi substituído por Jean Mota aos 35 minutos do segundo tempo. Mota fez o gol da vitória santista, no apagar das luzes.

A partir do jogo contra o Flamengo, em Cuiabá, o técnico Dorival Junior cismou que Cittadini, jogador ainda em formação, deveria ser um volante titular, na vaga de Thiago Maia, então na Seleção Olímpica. Opções bem mais plausíveis seriam Vecchio, Jean Mota e Yuri, até porque Cittadini também foi improvisado na posição. A insistência de Dorival com um jogador imaturo em função tática tão importante explica, em parte, os fracassos seguidos diante do lanterninha América Mineiro (0 a 1), Coritiba (1 a 2), Figueirense, na Vila (0 a 1) e Internacional (1 a 2).

Ao admitir a falha e sacar Cittadini, Dorival montou um Santos que voltou a vencer, batendo o Corinthians (2 a 1) e, nessa quarta-feira, o Botafogo (1 a 0). Agora, não é hora de inventar mais. Com planejamento, trabalho e dedicação é possível retomar a liderança do Brasileiro nos próximos sete jogos, talvez até antes. O elenco não é galáctico, mas não deve nada aos dos outros times candidatos ao título. Com dedicação e coragem, é bem possível chegar lá.

Análise das próximas partidas

Santa Cruz, nesse domingo, Pacaembu, 18h30: Contra um dos quatro adversários que o Santos venceu fora de casa, o Alvinegro Praiano tem tudo para conquistar os três pontos. Vá ao jogo e leve amigos e familiares. Crianças até 12 anos e adultos com 60 anos ou mais não pagam.

Sport, 24/09, sábado, Ilha do Retiro, 18h30: Jogo fácil não será. O Sport é um time que joga e deixa jogar, a ponto de ter uma das defesas mais vazadas do Campeonato, mas também um dos melhores ataques. É luta franca. O empate seria o resultado mais lógico, mas a vitória não é impossível.

Atlético/PR, 01/10, sábado, Vila Belmiro, 21 horas: Adversário merece respeito, mas na Vila, como seria no Pacaembu, Santos deve vencer.

Fluminense, 05/10, quarta-feira, Vila Belmiro, 21 horas: Outra vitória esperada, apesar da qualidade do adversário.

São Paulo, 13/10, quinta-feira, Morumbi, 21 horas: Clássico. Sem prognóstico. Porém, mesmo no campo do adversário, o Santos pode se impor e vencer, o que, aliás, tem ocorrido nos últimos anos.

Grêmio, 16/10, domingo, Vila Belmiro: Com todo o respeito aos tricolores do Sul, o Santos é franco favorito para angariar mais três pontos.

Chapecoense, 23/10, domingo, Arena Condá: Santos tem mais time. Se demonstrar a mesma garra do adversário, voltará de Santa Catarina vitorioso e líder do Campeonato Brasileiro.

Após esses sete jogos, o Santos terá mais seis antes do final do Campeonato. Desses, jogará em casa diante de Palmeiras, Vitória e América Mineiro e sairá para enfrentar Ponte Preta, Cruzeiro e Flamengo. A última partida será contra o América, na Vila Belmiro, quem sabe um momento de alegria intensa, não vivido desde 2004.


Você acredita no poder da vida simples? Quer ler uma história que pode mudar sua vida? Clique aqui.

E você, o que acha disso?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑