luiz Tomaz, sua irma ana e eu
Olha o Luiz Tomaz aí gente! Ele veio de Minas ver o Santos domingo e finalmente nos conhecemos. Aí estão ele (à direita), sua irmã Ana e este blogueiro (a camisa muito pequena emprestada pelo Luiz dá a impressão de que estou barrigudo. Na verdade, estou, mas não tanto). A Suzana fez a foto.

Neymar pode ir embora? Depois a gente resolve… Muricy Ramalho tem de sair? Depois se discute isso… Agora a única coisa importante para o Santos é lutar pelo tetracampeonato paulista, um título ainda não conquistado por nenhum dos times vivos do futebol de São Paulo. Sim, pois o único a conseguir tal proeza foi o Paulistano, lá nos idos do amadorismo, campeão em 1916/17/18/19, derrotando todos os times grandes de hoje, com exceção do São Paulo, que ainda não existia.

Leia o que disse o Correio Paulistano sobre o jogo do tetra: “Tomada a liderança, o Paulistano assegurou o título ao golear o Corinthians por 4 a 1, no Jardim América”. E, veja que coincidência amigo leitor e amiga leitora, o mesmo alvinegro de Itaquera, que antes era do Parque São Jorge, esteve no caminho do Santos nessa corrida para o tetra e foi batido na Vila Belmiro por 2 a 1, em grande dia de Neymar. Quem sabe esta também não será a final que dará o tetra ao Glorioso Alvinegro Praiano…

O certo é que nenhum time chega a um título tão importante por acaso. E não será preocupado com o rendimento de um jogador ou a ranhetice de um técnico que o Santos atingirá essa marca praticamente inalcançável. A única forma da vitória é tomar café da manhã, almoçar e jantar pensando no TETRA!

Os maiores rivais estão preocupados com a Copa Libertadores. Pois que continuem assim… Dos times que elegeram o Paulista como prioridade, o maior adversário é a Ponte Preta, muito bem montada este ano. Mas se o Santos retomar o foco, o quatro título seguido será bem possível.

Não acredito em manobras extra-campo para impedir que o Santos chegue à marca histórica, pois seu feito iria divulgar e valorizar ainda mais o Estadual. Que os santistas não acreditem no menosprezo de alguns jornalistas esportivos ao Campeonato Paulista. Se a competição não tivesse importância, a RAI (Rádio e Televisão Italiana) não teria comprado os seus direitos para retransmissão para a Europa.

O mesmo campeonato que incensou o reserva Basílio não pode ter perdido tanto de seu charme (em 1977 a competição mais importante do País já era o Campeonato Nacional). Acontece que algumas pessoas, de caráter mais instável, tendem a considerar as uvas verdes quando não as conseguem alcançar.

Eu acredito no Neymar! E no Muricy!

Alguém em sã consciência acha que o Santos trocará de técnico no meio do Campeonato Paulista? Claro que não! Muricy Ramalho terá sua oportunidade de deixar o nome na história, assim como Neymar! Portanto, que ambos esqueçam suas grandes paixões no momento – um belo prato de massa e a Bruna Marquezine, respectivamente – e se concentrem no nosso querido Peixe.

Nos últimos dez anos, sempre que chegou a uma final no Brasil o Santos venceu. Muricy e Neymar ganharam todas as decisões com o Santos que fizeram na América do Sul. Portanto, o ideal é se empenhar para ter novamente a oportunidade de lutar pelo título.

Para começar, o time precisa ter a meta de terminar essa fase inicial na primeira posição, o que lhe garantirá jogar sempre a segunda partida da fase eliminatória diante de sua torcida e ter a vantagem dos “dois resultados iguais”.

Depois da decisão do Paulista, que deverá significar um momento histórico para o Santos, a gente volta a falar sobre assuntos aleatórios. Agora, mudar o foco da competição é dar munição aos anti-santistas.

E você, não acha que o tetra é o que interessa?