Logo mais, todo santista deve se ligar no Esporte Interativo!
santos bahia esporte interativo
Clique aqui para saber como acessar o Esporte Interativo

UMA NOITE NO CONSELHO

O Conselho Deliberativo do Santos aprovou que um escritório de advocacia comece as investigações para saber se Odílio Rodrigues será processado pelo clube por gestão temerária.

Creio que tenha sido mesmo temerária, principalmente no que se refere à contratação de Leandro Damião, mas temos de ser justos. O grande prejuízo que Damião deve causar ao Santos não é responsabilidade apenas de Odílio Rodrigues.

Eu pedi a palavra e lembrei, embasado em opiniões de conselheiros advogados, como a do amigo Marcello Pagliuso, que se Modesto Roma tivesse pagado os salários atrasados logo que assumiu o cargo, Leandro Damião não teria como ganhar a causa trabalhista que poderá tirar do clube cerca de 160 milhões de reais.

Além de Damião, na passagem de uma gestão a outra o Santos perdeu Arouca, Mena e Aranha.

Portanto, concordo que a gestão de Odílio Rodrigues foi temerária, assim como foi a de Luis Álvaro Ribeiro, a de Marcelo Teixeira e está sendo a de Modesto Roma. Ou seja, nosso pobre Santos tem vivido de gestão temerária em gestão temerária. Torcemos para um time administrado temerariamente há décadas, essa é a verdade.

Abaixo-assinado contra o Santos na areninha

Além do abaixo assinado deste blog – que pode ser assinado simplesmente deixando um comentário, com número de RG, ou de sócio do Santos – um outro abaixo-assinado com o mesmo teor foi passado entre os conselheiros. A maioria dos conselheiros é contra o time jogar em tal estádio e esquecer a capital.

Robinho

Para gente que viveu bem de perto a última passagem de Robinho pelo Santos, o clube não deveria contratá-lo mais. Segundo um ex-diretor, depois de ser reserva do time da China, sem a mesma vontade de treinar dos seus companheiros, ele não está em boa forma e é um mau exemplo para os mais jovens. E 600 mil por mês, nem pensar.

Geuvânio

Houve quem lembrasse a participação de Luis Álvaro Ribeiro na recuperação de Geuvânio, que seria mandado embora do Santos pelo técnico Muricy Ramalho. O ex-presidente resolveu ficar com o jogador e hoje a venda do seu passe é que dará algum respiro às combalidas finanças do clube.

A ditadura dos jogadores

Fonte confiável garante que o time não se esforçou como devia para ganhar do Flamengo pois já havia o interesse de alguns jogadores de pressionar o técnico Dorival Junior para escalar reservas nos jogos finais do Campeonato Brasileiro. A esta fonte Dorival se justificou, dizendo que teria escalado os titulares contra o Coritiba, mas os jogadores o pressionaram para não jogar.

Cabidaço de empregos

Ao assumir, a gestão atual criticava o cabide de empregos em que o clube tinha se transformado desde o presidente Luis Álvaro Ribeiro, com cerca de 360 funcionários. Realmente, era demais para um clube que não oferece nada, além de meia entrada para se assistir ao futebol. Bem, pois hoje, após apenas um ano de gestão de Modesto Roma, o quadro de funcionários do Santos está em 450!

Crise reduzirá ainda mais o público na Vila

Empresário de Santos previu que os jogos do time na Vila Belmiro terão públicos menores do que costumam ter. Ocorre que a crise tem desempregado muita gente na cidade e o poder aquisitivo, que nunca foi alto, está ainda menor. Aí eu acrescento: e por que não marcar a estreia do Santos para o Pacaembu, que teria um público de cerca de 30 mil pessoas?

Três cargos mais importantes

Frase de um santista influente, de cabeça aberta e morador de Santos: os três cargos mais importantes em Santos, são: prefeito da cidade, presidente do Santos e provedor da Santa Casa. Eu concluo: cargos que, além de poder e bom salário, permite empregar os amigos sem exigir qualificação.

Campanha de sócios? Espere sentado

Fontes próximas ao presidente e ao Conselho Gestor confirmam que não há o menor interesse do clube de atrair mais sócios, principalmente de fora da cidade de Santos. Deixar de fazer algo óbvio para melhorar as finanças do Santos não é sinal evidente de gestão temerária?

Visitei a sub-sede de São Paulo, muito bem instalada na avenida Higienópolis, deslumbrei-me, mais uma vez, com o sorriso da Juliana, só que o telefone e o sistema para aceitar novos associados ainda não estão funcionando. Aguardemos…

Fragmentação das chapas

Os grupos de conselheiros estão se fragmentando em subgrupos e já surgem prováveis nomes para a próxima eleição. Uma coisa é certa: se os conselheiros que enxergam o óbvio e querem realmente o bem do Santos não se unirem em torno de um único candidato, a visão oportunista dos que anseiam o poder apenas para sugar o clube prevalecerá novamente.

Falastrão

A opinião de muitos conselheiros é de que o Modesto Roma fala muito e adora um holofote. Anunciar publicamente, dois anos antes de terminar o atual contrato com a Rede Globo, que o Santos assinará com o Esporte Interativo, para muitos foi um tiro no pé. Agora o Santos será ainda mais boicotado pela rede que manda no futebol brasileiro e, se não tiver o apoio de outros clubes, ficará sozinho na parada, arcando com o ônus de tal ato. Agora que o estrago foi feito, creio que não haja volta. O Santos tem de assumir o futuro contrato com o Esporte Interativo, contatar outros clubes para fazer o mesmo e trabalhar muito para não cair no ostracismo em 2016 e 2017.

Homenagem a Gilberto Mendes

Sugeri que, em sua estreia no Campeonato Paulista, o time faça um minuto de silêncio em respeito à norte de Gilberto Mendes, compositor pós-moderno de renome mundial, morador na cidade e autor da obra “Santos Football Music”.

Reserve seu lugar no Encontro do 6º aniversário do Blog do Odir
Dia 2 de fevereiro, terça-feira, das 18 às 23 horas
Murymarelo Bar – Rua Fernandes Moreira, 387, Chácara Santo Antonio, São Paulo, SP, telefone (11) 5181-3104.
Haverá venda de livros a preços promocionais, e com direito a dedicatória do autor.
Sorteio de brindes
Para confirmar sua presença apenas envie e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

E você, o que acha disso tudo?