roma

O título é apenas uma brincadeira com o nome do nosso presidente, o presidente do Santos Futebol Clube. Não é um desrespeito, que fique bem claro. Se quem tem boca, tem iniciativa, determinação, alcança o maior objetivo, que é chegar à mítica Roma, origem e centro da civilização ocidental, o mesmo se pode dizer do presidente do Santos. Caso não tenha ousadia, não vislumbre o melhor para o clube e para sua gestão, nunca chegará ao máximo que pode atingir.

Digo isto porque há evidências de que Modesto Roma tem saído pela tangente quando lhe perguntam sobre uma campanha nacional de associação ao Santos Futebol Clube. Trata-se de uma alternativa que trará um dinheiro rápido ao clube e que só depende de um pouco de organização, pois vontade de se associar milhares de santistas têm.

Talvez, e um jornalista quando não tem respostas conclusivas, passa a ter o direito de analisar as possibilidades; talvez, repito, Roma aja assim porque, induzido por seus pares, tema que uma grande campanha de associados tire da cidade de Santos o comando eleitoral do clube. Ainda bem que eu disse “talvez”, porque esta é uma hipótese que não tem muito sentido.

Se o próprio presidente encabeçou uma chapa que se auto-denominou “Santos Gigante”, obviamente ele não quer que o clube se limite aos horizontes geográficos da cidade de Santos. Não que ela não seja grande, mas, comparada com os limites que o Santos pode atingir, e já atingiu, em sua história, convenhamos que pensamos em um gigantismo que ultrapassa as fronteiras do Brasil.

A hipótese continua sem fazer sentido quando se sabe que o mandato de três anos está apenas começando. Como cozinhar em banho-maria, por tanto tempo, uma iniciativa que significa a vontade de tantos santistas? O desgaste político seria enorme, a começar pela pressão do Conselho Deliberativo, formado, em sua maioria, por conselheiros advindos de outras chapas.

Por fim, uma campanha de associados bem-sucedida, que coloque as finanças do Santos nos trilhos e inicie um círculo virtuoso que incremente também os patrocínios, as arrecadações e a audiência de tevê, cobrirá de louros a administração de Modesto Roma, que assim se tornará favorito para a reeleição, se quiser.

Sim, não creio que o sócio do Santos deixará de apoiar um presidente que fez a coisa certa. Reduzir as despesas do clube, como já conseguiu; manter um time competitivo, como também o fez, e ainda criar uma fonte contínua de faturamento, certamente colocará Modesto Roma como um presidente bem quisto por todos os santistas. E é para governar todos os santistas que ele foi eleito. Esperamos que não se esqueça disso.

Torcida Jovem em busca do acesso nesta madrugada

Sétima escola de samba a desfilar, a Torcida Jovem entra no Sambódromo do Anhembi na madrugada desta terça-feira. O samba é bom e a turma está animada. A escola busca a primeira colocação no Grupo 1 para garantir o acesso ao grupo principal em 2015.

O enredo da Torcida Jovem este ano – “Segura o laço que esse boi é meu” – mostra a influência e a importância do boi nas crenças, na economia e em muitas manifestações populares do Brasil e do mundo.

Ordem do desfile Grupo 1:

1- Combinados de Sapopemba
2- Amizade Zona Leste
3- Mocidade Unida da Móoca
4- Unidos de Santa Bárbara
5- Unidos de São Lucas
6- Estrela do 3 Milênio
7- Torcida Jovem
8- Uirapuru da Móoca
9- Camisa 12
10- Prova de Fogo
11- Dom Bosco
12- Barroca Zona Sul

Samba-enredo da Escola de Samba Torcida Jovem

Esse boi é meu
Segura esse laço
Não perca o compasso
Vem nessa emoção.
A minha Jovem vai te enlouquecer
Explode batucada em alto astral
Sacode geral… Firmeza total.

A nossa comitiva vai partir, amor.
No toque do berrante o show vai começar.
Nos quatro cantos desse mundo
Meu boi vai te levar
Vem nessa viagem multicultural.
Viver o simbolismo… Do místico animal.
Rituais e crenças,
Revelam a luz do Deus da criação.
A nos guiar
Osíris nos conduz a desvendar
O grego minotauro guardião
A força do folclore pelas civilizações
Traz lendas e mistérios sobrenaturais
O boi rege o fascínio de encanto universal.
Tão vivo no meu carnaval

Tem carro de boi na estrada
Madri vai ter tourada… Olé
Tem bumba meu boi, sertanejo e boiada.
É touro no rodeio, nessa noite enluarada.

É tradição no coração… Herança
Oh meu brasil, pátria amada mãe gentil.
O boi em suas terras a reinar
Brilha na cultura, Pernambuco, Maranhão.
Nos versos da cantiga
Vai além de Norte a Sul
Embala o sonho de criança
Acende a chama da esperança
Signo da raça brasileira
É Garantido é Caprichoso… Que beleza
Fico pelo dito popular
Meu boi é jovem ninguém pode segurar

E você, acha que o Modesto irá à Roma?