Tiago Leifert e o Globo Esporte entenderam o espírito dos Meninos desde o início

Hoje a aceitação é maior, mas, no início, poucos jornalistas entenderam o espírito alegre dos Meninos da Vila. A felicidade, o sorriso, a dança, incomodam muita gente. A imprensa esportiva, como se sabe, é um campo fértil para radicais, agressivos, preconceituosos e machistas. Mas houve quem, desde o início, entendeu que futebol não precisa ser só palavrão, xingamento, marcação cerrada no meio-campo e entradas desleais.

Desde o princípio ficou visível que o novo Globo Esporte, apresentado por esse cara simpático e competente que é o Tiago Leifert, tinha sacado qual era a dos Meninos. Enquanto outros canais gastavam uma eternidade para falar de outros times, na vã esperança de ganharem audiência oferecendo o mesmo de sempre, o Globo Esporte tratou os Meninos da Vila e o Santos com o carinho e o respeito que merecem. Tiago e sua equipe foram extremamente profissionais, sem perder o bom humor.

Ontem, no primeiro programa após o título, era de se esperar que fizessem a melhor e mais criativa homenagem aos bravos e atrevidos campeões paulistas de 2010. Homenagem que também é dedicada ao próprio programa e a alguns santistas da Rede Globo, que entram na dança.

Então, só nos resta aumentar o som da caixa e entrar também na pista para comemorar o título no estilo dos Meninos. Faça da sua sala, do seu quarto, do seu escritório, o campo dos seus sonhos e dê uma gingada aí e agora em homenagem aos campeões.

E o legal do Santos é que até o técnico é um DJ!