Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Campeonato Brasileiro (page 1 of 37)

Trabalho e Garra

Este blog, feito por você, merece o Prêmio Ford Aceesp como o melhor de esportes de 2016. Vote nele!

Mesmo sem estar vinculado a nenhum portal, este blog tem um número de comentários por post que o coloca como o de maior interatividade entre os blogs sobre futebol no Brasil. Há sete anos no ar, o Blog do Odir Cunha tem debatido temas relevantes não só sobre o Santos, mas sobre o futebol brasileiro. Dele saíram, entre outras, as ideias que geraram a Unificação dos títulos brasileiros desde 1959 e as denúncias da Espanholização do nosso futebol. Vote nele para o Prêmio Ford Aceesp de melhor blog de futebol de São Paulo e você fará justiça.

TROFÉU ACEESP 2016

Como o Santos pode ser campeão
Mesmo a seis pontos do Palmeiras, o Santos ainda pode ser campeão nas últimas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro. Como? Vencendo seus dois jogos em casa, diante de Vitória e América Mineiro, o que seriam resultados lógicos; vencendo o Cruzeiro no Mineirão, o que exigirá outra jornada heroica do time e, no mínimo, empatando com o Flamengo no Maracanã. Por sua vez, o Palmeiras teria de perder dois jogos – provavelmente os dois fora de casa, diante de Atlético Mineiro, que luta pelo G3 e talvez pelo título; e diante do Vitória, que busca fugir do rebaixamento. O Palmeiras teria, ainda de empatar com o Botafogo, em casa, e até poderia vencer o Chapecoense, também em casa. Com isso, Santos e Palmeiras terminariam empatados no número de pontos, mas o Santos ficaria à frente na quantidade de vitórias. É difícil? Sim, mas é possível. Então, bora lutar até o fim.

Assim, sempre, até o fim

Com muita garra no segundo tempo, como deveria ter sempre, o Santos virou o jogo contra a Ponte Preta, em Campinas, gols de Ricardo Oliveira e Copete, e segue vivo e forte na luta pelo título brasileiro. O Palmeiras vai tremer? Isso é problema dele e deles. O Santos tem de fazer a sua parte, com coragem e fé. Yuri e Léo Cittadini entraram no segundo tempo e foram importantes na virada. Cittadini, um zero à esquerda como volante, mostrou-se um bom ponta de lança, participando dos dois gols. Beleza, garoto! Aqui cobramos mesmo. Estamos acostumados com um Santos vencedor. Jamais jogaremos a toalha. Trabalho e garra até o último minuto do campeonato! Força que dá!


Em 2003 os Meninos tinham a garra que esperamos do Santos neste domingo.


Este blog é de santistas, mas exemplos de garra a gente admira.

Em primeiro lugar, quero agradecer, mais do que isso, reverenciar, os comentaristas que mantiveram este blog pulsante durante as minhas férias. Acho que esse deve ser mais um recorde santista, pois um blog não receber nenhum post novo por três semanas consecutivas e alcançar, nesse período, a média de 400 comentários diários, é algo histórico. Isso prova que o blogueiro se tornou supérfluo e, como eu já disse, o melhor deste blog são os comentários. Fico muito feliz com isso, pois é mais uma evidência de que este espaço pode continuar vivo e influente sem mim.

Dessa forma, sem querer interromper os temas sempre atuais e interessantes que brotam espontaneamente entre os frequentadores deste espaço, e que certamente seguirão o seu curso, independentemente do assunto do post, volto ao trabalho incorporado pelo objetivo tão desafiador quanto fascinante do título brasileiro, e sobreponho duas imagens para ilustrar meu pensamento.

A primeira, teórica, vem das pesquisas e do texto da norte-americana Angela Duckworth no livro “Garra, o poder da paixão e da perseverança”. A segunda, prática, veio ontem à noite, da Argentina, onde a valente Chapecoense arrancou um empate com o San Lorenzo del Almagro e deu um passo importante para disputar a sua primeira final de uma competição internacional.

O livro de Duckworth nos dá a certeza de que mais do que enfatizar o talento de um jogador, as pessoas que o cercam deveriam ressaltar a necessidade do seu trabalho constante para atingir as metas que o tornarão um melhor profissional. Em vez de se basear em uma ou outra jogada de habilidade que se espalhará pelo mundo pelo Youtube, o ideal é construir um estilo sólido, aplicado, capaz de manter um bom rendimento em qualquer circunstância.

Atrás de um Pelé, um Messi, um Cristiano Ronaldo e mesmo de um Neymar há muito trabalho físico e técnico, há muita tentativa e erro, há muito empenho. Pelé continuava treinando faltas quando todos já tinham ido embora e o zelador não via a hora de apagar os refletores da Vila Belmiro e ir para casa. A mesma história de muito treino de repetição se verá na vida dosa grandes craques. Nenhum jogador melhora o índice de acerto de chutes e cruzamentos sem os treinarem à exaustão.

Corro o risco de dizer que há mais jogadores famosos pelo trabalho, pela garra de vislumbrar um objetivo lá na frente e fazer o possível para alcançá-lo, do que pelo talento puro e simples. Talento não é nada sem garra.

Quando vi o Chapecoense brigando pela bola, no alto ou na grama, e, ao obtê-la, tocá-la com cuidado e precisão para mantê-la em seu poder e criar condições que lhe dariam o empate, como deram, alegrei-me com a disposição e a hombridade do time de Santa Catarina, capaz de demonstrar qualidades que muitas vezes faltaram ao nosso querido Santos, ainda mais em jogos fora de casa.

Escrevi “faltaram”, no passado, porque algo me diz que não faltarão até o final do Campeonato Brasileiro. Analiso novamente os cinco jogos que restam ao Santos e só vejo motivos para confiança e fé. Vejamos os obstáculos a superar:

Ponte Preta, sábado, dia 5, às 21 horas, em Campinas – Jogo tradicionalmente difícil, diante de um adversário valente e ofensivo, que joga e deixa jogar. Caso iguale na luta, o Santos tem tudo para vencer.

Vitória, quarta-feira, dia 17, às 19h30, na Vila Belmiro – Um time que luta para fugir do rebaixamento torna-se ousado e perigoso, mas o Santos não pode nem pensar em outro resultado que não a vitória.

Cruzeiro, domingo, dia 20, no Mineirão – Respeitável, como sempre, mas sem poder ofensivo e um tanto desentrosado, o time mineiro perdeu, em casa, para o Grêmio, por que não pode perder para o Santos?

Flamengo, domingo, dia 17, no Maracanã – Um dos clubes que mais investiu em contratações, este Flamengo lembra aquele que contratou Sávio, Romário e Edmundo para formar o melhor ataque do mundo. Mas aquele, como este, podem ser batidos por um time mais organizado e focado, como esperamos que o Santos seja nessa partida.

América Mineiro, domingo, 4 de dezembro, na Vila Belmiro – Pode se tornar um jogo nervoso, caso o Santos dependa da vitória para se tornar campeão brasileiro, porém o América, já rebaixado, provavelmente só será motivado por prêmio$ oferecidos pelos rivais. Dessa vez não há como não esperar pela vitória do Santos.

Otimismo exagerado? Creio que não. Se lembrarmos que na reta final para o título de 2002 os Meninos da Vila bateram São Paulo e Corinthians, à época com equipes bem mais poderosas do que as atuais, nos jogos de ida e volta, por que não acreditar que com trabalho, determinação e garra o Santos possa repetir aquele doce e inesquecível milagre?

Promoção de Natal

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Em retribuição à atenção de todos a este humilde blog, lanço desde já a promoção de Natal. Aproveite para garantir o presente dos santistas queridos. Confira as ofertas:

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos, além da dedicatória do autor, você receberá mais um exemplar de graça e ainda as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.

Na compra de um exemplar de “Segundo Tempo, de ídolo a mito”, uma ousada e luxuosa biografia de Pelé, você receberá, além da dedicatória do autor, um exemplar do livro Time dos Sonhos, além das versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.

Na compra de dois exemplares do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros você recebe o terceiro de graça.

Na compra de dois exemplares de “Segundo Tempo, de ídolo a mito”, uma ousada e luxuosa biografia de Pelé, você receberá o terceiro de graça, além da dedicatória e as versões eletrônicas.

E se quiser propor um outro negócio, é do enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br Vamos conhecer e divulgar a rica história do Glorioso Alvinegro Praiano.

Clique aqui para entrar na Livraria do Blog e escolher os presentes para dar no Natal.

E você, o que acha disso?


Mistão goleia o Galo

Está feliz? Aproveite a promoção! Válida até meia-noite!
Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosSonhosMaisQuePossiveisDonosdaTerraA sensação de ser especial
Leia com atenção para não perder a conta. Até este domingo, o Dia dos Pais, com apenas 68 reais você receberá dois exemplares do livro Time dos Sonhos, mais dois exemplares de Sonhos mais que possíveis, mais uma versão eletrônica do livro Donos da Terra e outra do livro Ser Santista, um orgulho que nem todos podem ter, sem despesas de correio. Tudo por apenas 68 reais! Se quiser outras dedicatórias, além da sua, é só pedir logo após a compra pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br
Entre aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros para você.

MISTÃO GOLEIA O GALO

Quando faço textos para mexer com a autoestima dos jogadores do Santos, é porque confio que, se quiserem mesmo, podem ganhar de qualquer time desse Campeonato Brasileiro, com torcida a favor ou contra. Essa vitória que torna o Dia dos Pais mais alegre prova isso. Jogar com o time misto e enfiar um sonoro 3 a 0 no Atlético Mineiro, que alguns já diziam ser o melhor time do Brasil, prova que este Santos tem tudo para ser o campeão brasileiro deste ano. Eu acredito que espero que os jogadores e o técnico Dorival Junior não deixem de acreditar nunca.

Não farei análises individuais, pois em uma vitória assim, em que todos se dedicaram, poderia ser injusto criticar um ou outro. Porém, confio no poder de análise dos comentaristas desde blog. Só digo que gostei muito da entrega e da aplicação de Vladimir, Gustavo Henrique, Caju, Vitor Bueno e do artilheiro Ricardo Oliveira.

Linda vitória, conquistada com muita luta, talento e inteligência. Houve momentos em que o time todo teve de defender, e foi possível perceber que jogaram como homens, como bravos. O contra-ataque final foi escrito por um roteirista de Hollywood. Depois de segurar lá trás, Ricardo Oliveira selou a sorte da partida, aproveitando o ótimo passe de Vitor Bueno.

Porém, o campeonato ainda não terminou. O Santos não pode perder o foco depois dessa grande vitória. Todo jogo é importante. Como eu escrevi há seis rodadas, é essencial enfileirar uma sequência de bons resultados. E caso esqueçam as desculpas e joguem da mesma forma que fizeram contra o ótimo Atlético Mineiro, poderão, muito bem, vencer o Coritiba no próximo domingo, dia 21, às 18 horas, em Curitiba; e o Figueirense, dia 28, também domingo, às 11 horas, na Vila Belmiro.

Mais essas duas vitórias e o Santos deve abrir alguns pontos na liderança do Campeonato. São resultados plenamente possíveis com o elenco que que tem à disposição. Espero que Dorival Junior esqueça quem está fora do time e comece a falar em vitórias e título, porque é isso que o santista quer.

Santos 3 x 0 Atlético/MG
Campeonato Brasileiro
Vila Belmiro, 14/08/2016, 1ª rodada do segundo turno
Público: 10.250 pagantes. Renda: R$ 410.170,00.
Santos: Vladimir, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato (David Braz 37’2ºT), Léo Cittadini (Rafael Longuine 46’2ºT) e Jean Mota (Yuri 30’2ºT); Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.
Atlético Mineiro: Victor; Carlos César, Erazo, Leonardo Silva e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leonardo Donizete e Maicosuel (Carlos 30’2ºT); Lucas Pratto, Robinho (Clayton 40’2ºT) e Fred (Otero 18’2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.
Gols: Gustavo Henrique, aos 12 minutos do primeiro tempo; Ricardo Oliveria aos 23 e aos 48 do segundo.
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ), auxiliado por Rodrigo Henrique Correa e Luiz Claudio Regazone (RJ).
Cartões amarelos: Luiz Felipe, Victor Ferraz, Gustavo Henrique e Yuri (Santos); Fred, Victor, Fábio Santos e Rafael Carioca (Atlético/MG).

E pra você, o que significou a vitória do Santos?


Jogador consciente

Promoção aumentou! Mas só até este domingo.
Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosSonhosMaisQuePossiveisDonosdaTerraA sensação de ser especial
Leia com atenção para não perder a conta. Até este domingo, o Dia dos Pais, com apenas 68 reais você receberá dois exemplares do livro Time dos Sonhos, mais dois exemplares de Sonhos mais que possíveis, mais uma versão eletrônica do livro Donos da Terra e outra do livro Ser Santista, um orgulho que nem todos podem ter, sem despesas de correio. Tudo por apenas 68 reais! Se quiser outras dedicatórias, além da sua, é só pedir logo após a compra pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br
Entre aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros para você.

JOGADOR CONSCIENTE

Ainda falta muito pro jogo, mas quis falar com vocês agora porque é importante cada um mentalizar o que quer fazer no jogo deste domingo, que é decisivo. Todos sabem que estamos em uma situação em que temos de ganhar de qualquer jeito, não sabem?

No primeiro turno nós perdemos para os reservas deles lá em Minas. Se a gente perder de novo na Vila Belmiro, o mundo vai cair nas nossas costas. Estou avisando antes porque sei como o torcedor do Santos vê as coisas.

Ele já ficou puto com a nossa derrota para o América Mineiro. Não dava mesmo para perder do último colocado, um time que não ganha de ninguém, não faz gols, vai ser rebaixado, mas ganhou da gente, que está brigando pelo título. A expulsão do Vanderlei não é desculpa, pois mesmo com um a menos temos mais time do que o América.

E veja como são as coisas: era bem menos complicado ganhar do Ameriquinha, lá, do que vencer o Atlético aqui, pois o Galo ganhou todos os jogos que fez contra times paulistas. Só que, como diz o Cristiano Ronaldo, agora que se f…, a gente vai ter de ganhar de qualquer jeito.

Podemos sair do inferno para o céu com uma derrota. Vamos vencer um concorrente ao título e passar para a primeira posição no campeonato. É um jogo que vale muito. Então, todos os que entrarem em campo, têm de dar o sangue. Não dá para perder a bola e colocar a mão na cintura. Vamos nos doar, vamos fazer o melhor jogo do ano.

Não vamos entrar no papo do professor, de que estamos desfalcados dos três que estão na Seleção Olímpica, do Lucas Lima e do Vanderlei e blá, blá, blá. Ele fala isso para a imprensa, para diminuir a pressão, mas nós sabemos que os que entrarem poderão substituir muito bem os que estão fora. Então, vamos ser homens, jogar pela vitória e não inventar desculpas se fracassarmos.

Estaremos em casa, diante de nossa torcida, e assim como o Ameriquinha ganhou da gente, por que não podemos ganhar do Atlético? Quem acha que não dá, pede para sair agora. Esse é um jogo pra macho.

Estamos vendo aí na Olimpíada como tem atleta que se mata por uma medalhazinha de bronze. E muitos vivem mal, ganham pouco, não têm essa mordomia que a gente tem aqui. Fiquei sabendo que tem esporte em que é proibido ter atendimento médico. Os caras se machucam e continuam competindo, pois Olimpíada só tem de quatro em quatro anos e eles não querem perder a chance de ir pro pódio. Vamos assumir esse espírito olímpico e jogar como se valesse uma medalha de ouro pra nós.

Parece que o professor vai escalar a gente com Vladimir, Victor Ferraz, Luiz Felipe (ou David Braz), Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini e Jean Mota; Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira (ou Rodrigão). Quem entrar, tem de honrar a camisa.

O Marcelo Oliveira deve escalar o time deles com Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Maicosuel; Robinho, Lucas Pratto e Fred.

Mas eles também têm desfalques: o ala Marcos Rocha, o meia Cazares e o atacante Luan também estão no departamento médico, enquanto o meia Dátolo ainda não está em forma. Só que o técnico deles não usa desfalques como desculpa. Não são onze contra onze? Não somos jogadores profissionais como eles? Não estaremos na Vila Belmiro, onde a gente prefere jogar? Então, vamos ganhar esse jogo e voltar à liderança, p…!

E você, o que acha de Santos e Atlético?


Mistão do Santos é líder!

Promoção Time dos Sonhos voltou até o Dia dos Pais!

Atendendo a insistentes pedidos, a promoção do livro Time dos Sonhos volta até o Dia dos Pais. Portanto a partir de agora até 14 de agosto, compre 1 e ganhe 2 exemplares do Time dos Sonhos, mais a versão eletrônica do Donos da Terra, com direito a pedir dedicatórias para os dois livros e sem despesa de correio. Tudo isso por apenas 68 reais. Clique aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos. O outro eu mando de graça para você. Acho que seu pai vai gostar.
Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos

Aí do lado há uma enquete que pergunta: em quem você votaria hoje para presidente do Santos? O blog pinçou os nomes de outras enquetes de blogs de santistas. Fique à vontade para escolher quem lhe passa mais credibilidade.


Mistão do Santos é líder!

Apesar de jogar sem cinco titulares (Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Gabriel, Zeca e Thiago Maia); apesar de jogar fora, com torcida contra, um jogo com o seu mando de campo, devido a um acordo mal explicado dessa gestão com um empresário; apesar de jogar com 10 jogadores e meio, pois Léo Cittadini não marca ninguém; apesar de Dorival Junior ter colocado o semi aposentado Elano para jogar, o que chamou o Flamengo para o campo do Santos; apesar de o mesmo Dorival Junior colocar Yuri a apenas meio minuto para terminar a partida; apesar da síndrome de permitir sempre uma chance clara ao adversário no finzinho do jogo, o Santos empatou em 0 a 0 com o Flamengo, na Arena Pantanal e passou a ser o líder do Campeonato Brasileiro. O que isso prova?

Que, como dissemos aqui, este Brasileiro será vencido pelo time menos medíocre. Portanto, dá para ser campeão com um elenco limitado. Basta lutar, como o time fez hoje. Parabéns aos heróis Vanderlei, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju. A eles o Santos deve esse pontinho, que muito provavelmente seriam três se o time jogasse na Vila ou no Pacaembu.

A série de vitórias consecutivas foi interrompida por uma pataquada do próprio clube, porém, continuo sugerindo que o Santos prossiga com a meta de vencer mais quatro jogos consecutivos. Isso é plenamente possível, pois o time jogará, pela ordem, com o América Mineiro, domingo, às 11 horas, em Belo Horizonte; com o Atlético Mineiro, domingo, dia 15, na Vila Belmiro; contra o Coritiba, segunda-feira, dia 22, em Curitiba, e contra o Figueirense, domingo, dia 28, na Vila Belmiro. Vamos lá. É mais do que possível. É só a diretoria e o técnico Dorival Junior não inventarem.

Querem vender? Vendam espaço na camisa para o patrocinador máster; vendam títulos de sócios; vendam mais ingressos para os jogos do Santos; MAS NÃO VENDAM O MANDO DE CAMPO!

Além dos já citados, destaques para Vitor Bueno, Copete, Victor Ferraz, Renato e Rodrigão. Jean Mota também lutou.

Quer ouvir um comentário imparcial sobre o jogo? Por incrível que pareça, não procure na grande mídia, mas ouça o que diz o flamenguista Gustavo Roman:

Livro Olímpico na Promoção de Agosto!

Sonhos mais que possiveis - capa

Neste mês de agosto todos que adquirirem um livro na Livraria do Blog do Odir receberão um exemplar de Sonhos mais que possíveis, com direito a dedicatória e sem nenhum custo adicional. Isso vale para a compra de Time dos Sonhos, Dossiê da Unificação dos títulos brasileiros, Segundo Tempo, de Ídolo a Mito, Almanaque do Santos e o próprio Sonhos mais que possíveis. Ou seja, quem comprar um exemplar de Sonhos mais que possíveis, receberá dois.

Em agosto todos os compradores também receberão, de brinde, uma versão eletrônica (PDF) do livro Donos da Terra, além do PDF do livro Pedrinho escolheu um time. Qualquer compra dará direito, neste mês, aos dois PDFs, que serão enviados por e-mail.

O único empecilho desta promoção é que não tenho muitos exemplares disponíveis de Sonhos mais que possíveis. Como se trata de um livro esgotado, sugiro que não espere muito para fazer sua compra.

Com o preço do correio incluído, você pagará R$ 22,10 e receberá dois exemplares de Sonhos mais que possíveis, com dedicatória(s) e os PDFs de Donos da Terra e Pedrinho escolheu um time.

Clique aqui para ouvir a entrevista que dei hoje sobre Olimpíada para a Rádio Trans Mundial.

Clique aqui para comprar o livro Sonhos mais que possíveis.

E você, acha que o Santos se manterá líder?


De repente pode ser líder


No ano passado foi assim.

  • Tomo a liberdade de lembrar às queridas e queridos leitores deste blog que a promoção de comprar um e receber dois exemplares do livro Time dos Sonhos, com direito a dedicatórias, frete pago e o PDF do livro Donos da Terra se encerra neste domingo à meia-noite.
    Clicando em “Comprar Livros”, no alto desta página, você será encaminhado à loja do blog. Lá não há a indicação de que a compra de um exemplar de Time dos Sonhos dá direito a dois exemplares, mas pode confiar em mim. Todos os que comprarem receberão dois exemplares pelo preço de um.
    Some o preço normal de cada exemplar, cada um com 528 páginas, mais as despesas de correio e embalagem, e verá que 68 reais é preço de irmão. Mas a promoção está chegando ao fim. Para ter dois exemplares do Time dos Sonhos pelo preço de um, tem de ser hoje!

    Abraços! Odir.

  • HOJE É O ÚLTIMO DIA! VOCÊ NÃO PODE PERDER!
    Conheça os tempos em que o Santos reinava no futebol mundial
    Pague 1, leve 2 exemplares do livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, com dedicatória exclusiva, e ainda ganhe o e-book do livro Donos da Terra. Receba em casa sem custo de correio. Tudo por apenas 68 reais. Mas só até 31 de julho. Aproveite antes que acabe!
    Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
    A promoção continua até 31 de julho. Clique aqui para comprar o livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, e ganhar mais um exemplar de graça, além da versão eletrônica do livro Donos da Terra, frete pago e dedicatória exclusiva. Tudo isso só por R$ 68,00 e ainda dá pra parcelar. Clique já!

    DE REPENTE JÁ PODE SER LÍDER!

    É sabido que o Cruzeiro tem elenco para estar em posição bem melhor do que a penúltima colocação na tabela. Mas é sabido também que mesmo que fosse o primeiro colocado, o Santos teria de jogar para vencer a partida deste domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro. Até porque o time vem jogando bem e se vencer poderá, dependendo de outros resultados, se tornar o líder do Campeonato Brasileiro.

    Para que isso ocorra, o Santos precisa vencer por dois gols de diferença, o Palmeiras deve perder para o Botafogo, fora de casa, às 18h30; o Corinthians não pode vencer o Internacional, às 16 horas, em Porto Alegre, e o Grêmio também não pode vencer o América Mineiro, às 18h30, em Minas Gerais. Perceba, querida e querido leitor, que se tratam, todos, de resultados plenamente possíveis.

    Eu tinha escrito que a última vez que o Santos liderou o Campeonato Brasileiro ocorreu em 2005, quando o técnico era o Gallo, mas o Anderson Garcia me corrigiu. Ele escreveu: “A última vez que o Santos terminou uma rodada na ponta do Campeonato Brasileiro foi em 2006, depois de uma vitória por 3 a 1 sobre a Ponte Preta, na Vila Belmiro. Naquele ano o Peixe liderou o torneio por três rodadas seguidas, mas na sexta rodada acabou perdendo a vantagem para o Cruzeiro, nosso adversário de domingo.”

    Seria fantástico, mas, como já escrevi antes, se o time quer mesmo ser campeão, tem de se programar para vencer os próximos cinco jogos, a começar por este de domingo.

    Com a possibilidade de usar Jean Mota no meio, além de Yuri, Vecchio, Renato e o indefectível Léo Cittadini (nem contei Valencia e Elano), sem falar na possível volta de Lucas Lima; com Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira chegando ao ataque; Daniel Guedes e Caju dando conta das laterais; Vanderlei firme no gol, e David Braz pronto para entrar na zaga, em que Luiz Felipe e Gustavo Henrique começam a querer se entender, Dorival Junior tem de parar de chorar só um pouquinho e focar na vitória.

    Para não ficar em cima do muro, meu time seria: Vanderlei, Daniel Guedes, Luiz Felipe (ou David Braz), Gustavo Henrique e Caju; Yuri, Renato e Vecchio; Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Copete. Se Lucas Lima tiver condição de jogo, não sei se tiraria o Yuri ou o Copete. Dou o benefício da dúvida a quem acompanhou os treinos da semana. Quanto a Victor Ferraz, mesmo que esteja recuperado eu deixaria mais um pouco no banco para ver se se preocupa em aprender a marcar. Gostei muito do Daniel Guedes contra o Gama, cruza melhor e não é tão enrolador como o VF.

    O Cruzeiro tem alguns bons jogadores, como Willian, Sóbis, Manoel, Arrascaeta, mas é um time desorganizado, que o novo técnico Mano Menezes não teve tempo de organizar. É ir pra cima, fazer valer a decantada pressão da Vila e ganhar maios uma. Este ano, só o título interessa.

    Renda Penhorada

    Tenho até desgosto de escrever essas coisas, mas sou obrigado a lembrar que a renda do jogo deste domingo será penhorada para pagar um empresário que trouxe o Sr. Lesma, ou melhor, Ledesma, para o Santos. Mais 360 mil reais de prejuízo para o clube! Brincadeira. Juro que espero ansiosamente dar uma notícia de receita para o Santos que não seja por vender jogador e nem antecipar cota de televisão.

    Agora vai! Maurine é linda e joga muito!

    E você, o que acha disso?


    Older posts

    © 2017 Blog do Odir Cunha

    Theme by Anders NorenUp ↑