Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: CBF (page 1 of 8)

Que sufoco!


Vanderlei foi o grande responsável por esta vitória.

Um gol de David Braz no começo da partida e várias defesas do goleiro Vanderlei, entre elas em um pênalti no finalzinho do jogo – em lance infantil do mesmo David Braz – garantiram a primeira vitória do Santos no Campeonato Brasileiro. Como se esperava, o técnico Dorival Junior, expulso por reclamação, alegou desgaste dos jogadores para explicar o domínio do Coritiba em plena Vila Belmiro. Também como se esperava, o público não chegou a seis mil pessoas. O que ninguém esperava é que Lucas Lima saísse machucado, o que ocorreu aos cinco minutos de jogo.

Ouça agora o comentário de Gustavo Roman:

Mistão contra o Coritiba

O técnico Dorival Junior deve poupar titulares nesta tarde de sábado, contra o Coritiba, na Vila Belmiro. Ele já disse que o time voltou muito desgastado de La Paz, onde jogou quarta-feira. Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Renato e Lucas Lima não deverão jogar.

Por sua vez o técnico Pachequinho escalará todos os titulares do Coritiba, ou seja: Wílson, Dodô, Werley, Walisson Maia e William Matheus; Jonas e Matheus Galdezani; Henrique Almeida, Tomás Bastos e Neto Berola; Kléber. Uma das poucas ausências talvez seja o ex-santista Alan Santos, machucado.

Devem voltar ao Santos os jogadores Thiago Maia, que nem viajou para a Bolívia, o lateral-esquerdo Zeca e o atacante Ricardo Oliveira. Bruno Henrique também é presença garantida. Se Dorival acredita que dá para poupar alguns e ainda ganhar o jogo, tudo bem, mas um empate já será um resultado bem ruim, visto que o Santos ainda não tem pontos no Campeonato Brasileiro.

De qualquer forma, será mais uma boa oportunidade de ver como o meio de campo do Santos se porta sem o veterano Renato, que para muitos santistas já deveria se aposentar. Ricardo Oliveira é outro jogador na mesma situação.

Lembro que isso de se concentrar totalmente na Libertadores e escalar times reservas, ou mistos, no Brasileiro, fez o Fluminense quase ser rebaixado, depois de quase ser campeão continental. Espero que o professor saiba o que está fazendo.

E você, o que acha disso?


Há um ano e meio Lucas Lima saiu do banco de reservas e fez este gol contra a Argentina. Depois, foi muito pouco aproveitado. Por que Tite o chamou agora e o tirou do clássico contra o Palmerias?

Tite e a CBF desfalcam o Santos

Na cabeça do torcedor santista o Palmeiras está em boa fase não só por seu futebol e pela competência de sua direção, mas também pelo influente patrocínio da Crefisa. Enquanto o Santos é prejudicado a cada partida na Copa Libertadores, o coirmão alviverde teve 555444884 minutos de acréscimo até marcar o gol da vitória contra o Peñarol. Bem, não gosto de acreditar em teorias de conspiração, porém, a gente sabe que bruxas existem mesmo. Essa convocação do Lucas Lima para amistosos caça-níqueis da Seleção Brasileira, desfalcando o Santos em três partidas, uma delas justamente contra o Palmeiras, deixa a todos com a pulga atrás da orelha.

Não há justificativa para o meia do Santos, que nem está tão bem e, sabemos, não é nome da lista de Tite para a próxima Copa. Por que, então, desfalcar o Santos, um dos representantes brasileiros na pri8ncipal competição do continente?

Se, conforme os jornalistas brasileiros, Palmeiras e Flamengo têm os melhores elencos do futebol nacional, por que nenhum dos dois teve sequer um jogador convocado, enquanto o Santos teve um jogador chamado por Tite, depois deste ter tido uma reunião com Marco Polo Del Nero?

Sei que é feio pensar em teorias de conspiração, mas os santistas lembram que em 2005 o time perdeu a oportunidade de chegar à final da Libertadores depois de ter Robinho e Léo convocados para inúteis jogos caça-níqueis da Seleção.

Em 2012 as frequentes convocações de Neymar prejudicaram o Santos na Libertadores, competição da qual era o campeão e favorito ao bicampeonato. Enquanto o melhor jogador do País era continuamente chamado pelo Escrete, o alvinegro da capital não tinha nenhum convocado. Só depois que a Libertadores terminou é que o outro alvinegro passou a ter jogadores chamados.

No ano passado, além da Seleção, as Olimpíadas também enfraqueceram o Santos. O engraçado é que mesmo tendo tantos jogadores chamados para as equipes que representam o futebol brasileiro, o Santos não foi festejado pela imprensa como o dono do melhor elenco do Brasil, não teve mais jogos transmitidos pela tevê e nem qualquer flexibilidade no seu calendário.

Ou seja, o Glorioso Alvinegro Praiano continua sendo um dos clubes que mais se sacrifica pela Seleção Brasileira e, por extensão, pela CBF, mas continua padecendo da perseguição da tevê, que evita transmitir os seus jogos, e em 2017 tem sido um dos mais prejudicados pelas arbitragens. Será que isso tudo é coincidência?

Veja a lista dos 24 convocados por Tite:
Goleiros: Diego Alves (Valencia), Weverton (Atlético-PR) e Ederson (Benfica).
Zagueiros: David Luiz (Chelsea), Gil (Shandong Luneng), Jemerson (Monaco), Rodrigo Caio (São Paulo) e Thiago Silva (PSG).
Laterais: Alex Sandro (Juventus), Fagner (Corinthians), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Rafinha (Bayern de Munique).
Volantes: Fernandinho (Manchester City) e Paulinho (Guangzhou Evergrande).
Meias: Giuliano (Zenit), Lucas Lima (Santos), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan), Rodriguinho (Corinthians) e Willian (Chlesea).
Atacantes: Diego Souza (Sport), Douglas Costa (Bayern de Munique), Gabriel Jesus (Manchester City) e Taison (Shakhtar Donetsk).

Começou o Brasileiro, voltou a promoção do Dossiê

Convencido por insistentes pedidos, especialmente de palmeirenses e santistas, em homenagem ao início de mais um Campeonato Brasileiro estendo até o final de maio a promoção do Dossiê da Unificação dos títulos brasileiros. Um exemplar, com frete pago e dedicatória exclusiva, volta a custar apenas R$ 39,00.

dossie - livro
Um exemplar = 39 reais. Dois exemplares = 69 reais.

Clique aqui para comprar um exemplar do Dossiê por 39 reais ou dois exemplares por apenas 69 reais, com frete pago e dedicatória do autor. E veja outras promoções!.

time-dossie ok

1 Time dos Sonhos + 1 Dossiê + 3 PDFs + dedicatórias + frete pago = apenas 79 reais.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 6,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 4,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para maiores informações e para adquirir bem baratinho PDFs de livros históricos do Santos já esgotados em papel. Os preços vão de R$ 4,50 a R$ 6,50.


O que você quer? Copa do Brasil ou Sul-americana?


Campeão até no inferno: Após vencer na Vila (1 a 0), Santos empata com o Rosário Central (0 a 0) e conquista a Conmebol em 1998.

  • Tomo a liberdade de lembrar às queridas e queridos leitores deste blog que a promoção de comprar um e receber dois exemplares do livro Time dos Sonhos, com direito a dedicatórias, frete pago e o pdf do livro Donos da Terra só vai até a meia-noite do próximo domingo. E o Pagseguro ainda dá várias opções de pagamento. Acho que é uma ótima oportunidade não só de comprar o seu exemplar, mas reservar um para dar de presente a um(a) santista querido(a). Abraços! Odir.
  • FALTAM 04 DIAS! VOCÊ NÃO PODE PERDER!
    Conheça os tempos em que o Santos ia pra cima e ganhava dentro ou fora do Alçapão
    Pague 1, leve 2 exemplares do livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, com dedicatória exclusiva, e ainda ganhe o e-book do livro Donos da Terra. Receba em casa sem custo de correio. Tudo por apenas 68 reais. Mas só até 31 de julho. Aproveite antes que acabe!
    Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
    A promoção continua até 31 de julho. Clique aqui para comprar o livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, e ganhar mais um exemplar de graça, além da versão eletrônica do livro Donos da Terra, frete pago e dedicatória exclusiva. Tudo isso só por R$ 68,00 e ainda dá pra parcelar. Clique já!


    O que você quer? Copa do Brasil ou Sul-americana?

    Foram vãos os esforços para se trazer o jogo com o Flamengo para a Vila Belmiro (pelo que sei, nem houve a tentativa de levá-lo para o Allianz Parque, o que poderia convencer o empresário a trazer o jogo para São Paulo). A inversão do mando de campo está consolidada e o Santos terá de fazer um jogo decisivo na luta pelo título brasileiro com maioria de torcida contra. Lamentável.

    E agora falarei de outro assunto lamentável, este proporcionado pela Conmebol, com anuência da CBF: como pode um time ganhar vaga em uma importante competição internacional apenas se for eliminado na competição nacional? É o verdadeiro samba do crioulo doido, no entanto a imprensa não diz nada e segue tudo na maior loucura. Porém, isso deixa o Santos e os santistas em uma sinuca de bico.

    Se vencer o Gama, amanhã, na Vila Belmiro, o Santos terá de prosseguir na Copa do Brasil e ficará fora de mais uma edição da Sul-americana, uma competição tão ou mais importante do que a Copa do Brasil. Porém, caso empate, com gols, será eliminado de uma, mas terá a oportunidade de jogar a outra. Dorival Junior já adiantou que escalará uma equipe de reservas. Então, perguntou a você, leitor e leitora deste blog: você quer que o Santos siga na Copa do Brasil, ou dispute a Sul-americana?

    E para não dizer que não falei do caso Gabriel, que acaba de recusar uma proposta da Juventus, eu só adianto que agora a situação, como ocorreu com Robinho e Neymar, será decidida pelos empresários. Ao Santos restará pouco, a não ser defender os seus direitos com coragem e astúcia. O jogador e seu staff agirão profissionalmente, esqueçam qualquer gratidão romântica. O dinheiro falará mais alto.

    E você, o que acha disso?


    Estouro do esquema da Fifa é um bom começo

    Todo mundo que milita no futebol conhece ene histórias de pequenas e grandes corrupções. Por ser pouco fiscalizado, o esporte é um antro favorável a espertalhões e aproveitadores, desde os magnatas do crime, que desviam milhões de dólares nos contratos das Copas do Mundo, até os técnicos das categorias de base que pedem dinheiro por fora para o pai do garoto que sonha ser astro.

    Há um presidente de clube que levava o dinheiro das arrecadações para contar em casa. Ninguém no clube o contrariava. Outros presidentes são remunerados por baixo do pano, por meio de vaquinhas entre empresários simpáticos à sua candidatura – o que pode não ser desonesto, mas não é nada ético, pois deixa esse presidente com o rabo preso.

    A legislação já permite que um presidente de associação, ou de clube esportivo, seja remunerado. Isso pode ser feito às claras, com transparência. É só acionar o departamento jurídico e correr atrás da regularização. Mas o teto dessa remuneração fica perto de 20 mil reais e os presidentes, que ao serem eleitos abandonam todos os seus afazeres e se tornam “amadores profissionais’, preferem ganhar mais por fora.

    Enfim, para onde se olha no futebol há esquemas nebulosos, que driblam a justiça e o mérito. Volta e meia ouvimos queixas com relação a subornos articulados por apostadores milionários, ingressos vendidos no câmbio negro, listas quilométricas de “despesas diversas”, eleições fraudadas, contratos superfaturados com jogadores, inúmeras negociatas no caixa dois…

    O desrespeito à lei começa com o desrespeito à ética, e a falta de ética no esporte começa quando a meritocracia, que é a alma das competições esportivas, não é respeitada. Como pode o Internacional, responsável por esses espetáculos memoráveis em seu estádio, único brasileiro ainda na Libertadores, ganhar um terço da verba da tevê de outros dois que nada ganharam e nada fizeram de relevante este ano? Com a palavra, a Globo e seu projeto inexplicável da Espanholização de nosso futebol.

    Provavelmente esta ação ousada do FBI (Federal Bureau of Investigation) levará a polícia de vários países a tomar a iniciativa de agir para acabar com os esquemas nacionais e regionais que conspurcam o futebol no mundo. O esporte precisa ser expurgado de pessoas que colocam o dinheiro acima dos valores morais. Por que se faz vistas grossas a toda essa bandalheira?

    Bem, há tantas perguntas a serem feitas, que poderíamos ficar o dia todo aqui, questionando os porquês do nosso pobre futebol e das pessoas que vivem em torno dele. Mas hoje o importante é destacar que o castelo de cartas começou a ruir. Parabéns ao FBI, parabéns ao Estados Unidos da América do Norte, um país que, apesar de todos os seus pesares, ainda não se deixou dominar pelo crime organizado.

    E você, acha que a ação do FBI terá repercussões no Brasil?


    Nosso superclássico é contra o Criciúma, neste domingo, às 18h30

    enderson moreira
    Enderson Moreira com três de suas apostas: Lucas Lima, Patito e Caju. Santos faz a melhor campanha no segundo turno, mas terá jogo dificílimo neste domingo, em Criciúma (Foto: Ricardo Saibun).

    Robinho ia tocar pela primeira vez na bola quando o complicado árbitro chinês Fan Qi (em chinês, “Fan Chi) apitou o final do jogo. Levar o grande atacante do Santos, e uma das raras atrações do Campeonato Brasileiro, para assistir, do banco de reservas, esse tal de Superclássico das Américas, foi sacanagem. Mas há muito a CBF está totalmente dissociada dos clubes brasileiros. Ela usa os melhores jogadores que os clubes conseguem contratar, ou revelar, e se nega a pagar seus salários enquanto estes servem a Seleção.

    Se, não só no caso de Robinho, mas também no de Kaká, fossem jogadores jovens, cujos passes pertencessem aos clubes, ainda se poderia entender. Estariam sendo testados para a próxima Copa e ainda valorizados com a convocação para a Seleção Brasileira. Mas os passes de Robinho e Kaká não pertencem a Santos e São Paulo, que os emprestaram por apenas seis meses. A cada viagem destas com a Seleção, os dois clubes têm grande prejuízo.

    Em campo, um desafio que mais pareceu jogo de casados e solteiros. Mas o Brasil ganhou e Diego Tardelli fez os dois gols. Enfim, a Seleção tem um centroavante que não mata de canela. Messi não conseguiu marcar nem no pênalti inventado pelo árbitro chinês. Neymar só fez firula. Se a convocação de Robinho fosse para valer, ele deveria ter voltado para o segundo tempo no lugar do filho do pai.

    Superclássico mesmo estava sendo jogado também na China, mas em Xangai, e transmitido pelo outro canal do Sportv, em que o melhor narrador da casa, Eusébio da Silva Resende – nome em homenagem ao Eusébio, craque de Portugal – descrevia, ponto a ponto, o duelo em que o suíço Roger Federer quebrou a invencibilidade do sérvio Novak Djokovic na China, que vinha desde 2010. 6/4 e 6/4, com direito a matar o jogo com um voleio. Agora Federer decide o título do Masters 1000 de Xangai com o francês Giles Simon, que na outra semi derrotou o espanhol Feliciano Lopez.

    Superclássico em Criciúma

    Para o santista, superclássico de verdade – ao menos em emoção – será o deste domingo, às 18h30m, contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, certamente lotado para este jogo decisivo para o futuro dos dois times no campeonato. A campanha do Santos é bem melhor e o time parece ter entrado em uma fase muito boa, mas não podemos nos iludir. Será um confronto disputado em clima nervoso, com muita correria, e se entrar com o pé mole o Santos pode ter a mesma sorte do Atlético Mineiro, derrotado na semana passada, em Criciúma, por 3 a 1.

    Pela tabela, o favoritismo do Santos parece ampla, já que é o sétimo colocado, com 42 pontos e duas vitórias, contra a penúltima posição do adversário, que tem 27 pontos ganhos e apenas seis vitórias, mas é aquele tipo de jogo que se o Santos entrar desconcentrado, quando acordar, será tarde.

    Sem Robinho, que está viajando com a turma do Dunga pela Ásia, o Santos deverá manter o mesmo time que vem atuando. O técnico Enderson Moeira deve escalar novamente Caju, Patito, Geuvânio e Leandro Damião entre os titulares. O garoto Gabriel, de quem esperamos tanto, precisa se orientar melhor. No último jogo entrou muito mal.

    O Criciúma, também chamado de Tigre, ou Carvoeiro, deve ser escalado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo com Bruno, Eduardo, Ronaldo Alves, Joílson e Giovanni; Rodrigo Souza, João Vitor e o nosso conhecido Cléber Santana; Lucca, Bruno Lopes e Souza.

    Santos terá uniforme em homenagem ao Dia Das Crianças

    Notícia do site do Santos: Para comemorar o Dia das Crianças, o Santos FC entrará em campo neste domingo, contra o Criciúma, vestindo um uniforme um pouco diferente do tradicional. A mudança estará nos números, desenhados por atletas mirins da equipe de futsal do Peixe, e estampados na cor azul, do Unicef. A ideia, criada pelos departamentos de Marketing e Comunicação do Peixe, é estimular os torcedores a se tornarem doadores do órgão da ONU, contribuindo para o desenvolvimento de milhares de crianças nos mais de 190 países em que o Unicef está presente, como Brasil, Etiópia e Síria.

    Acho legal ajudar, de vez em quando, essas entidades. Eu mesmo dou uma forcinha à Abrinq aqui no blog. No entanto, o marketing do clube deveria estar mais empenhado em criar ideias para atrair patrocinadores que podem ajudar o Santos a pagar suas dívidas.

    Enderson não tem medo do Pacaembu

    Gostei muito de saber que Enderson Moreira não tem qualquer complexo de jogar no Pacaembu, que ele considera também uma casa do Santos. É bom ouvir uma declaração racional sobre o assunto. Se o gramado é bom, quase toda a torcida é do Santos e se o clube já ganhou tantos títulos jogando lá, por que haveria algum problema de o Santos jogar no Pacaembu? Mais um ponto a favor de Enderson em comparação ao seu comodista antecessor.

    Hoje tem festança lá na quadra da Torcida Jovem

    Hoje a Torcida Jovem, que acompanhei desde seu nascimento, completa 45 anos. Para comemorar, haverá uma festa de arromba lá na quadra da Jovem. Segue o convite para todos os interessados:

    O Grêmio Recreativo Cultural Torcida Jovem do Santos vem através deste convidar vossa senhoria e família para juntos comemorarmos o nosso aniversário de 45 anos que será realizado no dia 11/10/2014, a partir das 22 horas em nossa sede, à rua Doutor Luiz Carlos, 03, São Paulo/SP, pois para nós será um momento precioso.

    Para abrilhantar ainda mais a nossa festa, convidamos Emicida, Art Popular, Mc Frank, Mc Bó, DJ Luisinho, com participação especial da Ala Musical e Bateria Nota 10 da Escola de Samba Torcida Jovem.

    No primeiro turno Santos x Criciúma foi assim:

    E você, o que espera de Criciúma e Santos, neste domingo?


    A coragem de Aranha, jogos caça-níqueis da CBF e um Santos Exportação

    Aranha mostrou coragem e personalidade impressionantes contra os racistas, do Grêmio e do Brasil, no jogo de quinta-feira, em Porto Alegre. Se sofresse um gol, ainda mais em uma falha sua, seria ironizado pelos racistas e lembrado por isso. Mas foi tranquilo e firme tanto no jogo, como nas entrevistas. Seu episódio foi importante para desmascarar não só os torcedores do Grêmio, mas também muitos jornalistas que não acreditam e não professam a igualdade racial. Sim, Aranha provou que o Brasil, infelizmente, é um país racista.

    Amistosos caça-níqueis da CBF
    Se os dirigentes do Santos – e dos outros clubes que cedem jogadores à Seleção – tivessem a mesma coragem do goleiro santista, já teriam impedido a CBF de desfalcar suas equipes com tantos amistosos caça-níqueis que não servem para nada. Se servissem, o Brasil não teria dado o vexame supremo na última Copa. O Santos investir o que não tem e não poder contar com Robinho por tantos jogos é uma piada. Não protestar contra isso, não articular com os outros clubes para que essa palhaçada termine, é uma piada maior ainda. Quem deve controlar o futebol brasileiro, é uma liga de clubes, como ocorre no tênis, organizado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). A CBF é uma aberração dispendiosa, amadora, desonesta e inútil.

    Santos tipo exportação
    Mesmo o jovem Christian, um dos cantantes do assado (churrasco) na varanda de Juan, colega de trabalho de minha filha, em Santiago, sabe que o Santos fez história no Chile ao vencer torneios contra grandes equipes por aqui. Um dessas partidas – a vitória sobre a Seleção da Tchecoslováquia, por 6 a 4, em 16 de janeiro de 1965 – ainda é considerada um dos maiores espetáculos de futebol que os chilenos já presenciaram. Voltariam a ver o Santos jogar, se ele pudesse voltar todos os anos, com seu futebol atrevido e ofensivo.

    Por outro lado, sabemos que no Brasil o sistema implantado privilegia duas equipes popularescas e exclui o Santos. Amanhã mesmo, quem quiser ver a partida contra o Figueirense, a partir das 18h30, na Vila Belmiro, terá de apelar para o pay per view ou procurar um site pela Internet. E já que o Santos não é valorizado como deveria em seu país, o correto não seria manter uma equipe mediana para jogar os torneios nacionais e montar outra, com jogadores de maior destaque, para excursionar pelo mundo?

    Os cuidados contra o Figueira de Argel
    Nem é preciso dizer que amanhã o torcedor Santista deveria lotar a Vila Belmiro para empurrar o time contra o Figueirense, que cresceu muito depois da entrada do técnico Argel, ex-zagueiro do Alvinegro Praiano. Mesmo favorito, o Santos deve ter cuidado, pois o time catarinense, que vem de três empates, costuma jogar melhor fora de casa. Após uma vitória e um empate, o Santos pode completar sete pontos ganhos em três jogos, o que seria motivador para aproximá-lo da turma de cima na tabela. Ofensivo, claro, mas com cuidados, este deve ser o time de Robinho amanhã. Prestigie!

    E você, o que acha disso tudo e do jogo de logo mais?


    Older posts

    © 2017 Blog do Odir Cunha

    Theme by Anders NorenUp ↑