Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Ferretti

Futsal do Santos – o avesso do time de Muricy – empata em 5 a 5

O Santos de Falcão, Valdin & Cia fez mais um jogo espetacular de futsal e empatou com o São Paulo por 5 a 5, na Arena Santos, no primeiro confronto pela semifinal do Campeonato Paulita. Detalhe: o Santos perdia por 5 a 3 faltando menos de dois minutos para o final da partida.

Usando a tática temerária do goleiro-linha, o Alvinegro Praiano marcou seus cinco gols e ainda deu de graça outros três para o adversário. Valdin, o melhor em quadra, marcou quatro.

Mas foi o tipo de jogo em que o torcedor santista preferiria que o time de futsal jogasse só um pouquinho parecido com o de Muricy Ramalho. Um pouco mais de cuidado defensivo não seria mau.

O Santos deve ter ficado com a bola pelo menos em 80% do tempo. O domínio foi massacrante. Ao bom time do São Paulo restou se aproveitar de algum descuido dos santistas e chutar de qualquer jeito para o gol vazio. Como bem definiu o narrador da ESPN, vimos um duelo entre gato e rato.

Porém, em que pese toda supremacia, o Santos terá de vencer o jogo de volta, em Marília, na terça-feira às 19h45m, para chegar à final do Campeonato Paulista. Ficou uma pergunta no ar: será que apelar para o goleiro-linha o tempo todo foi a melhor tática a ser empregada pelo técnico Ferretti?

Mesmo não sendo um especialista em futsal, acredito que não. Quando o Santos conseguiu o empate em 2 a 2, logo no início da segunda etapa, ainda tinha muito tempo para buscar a vitória sem precisar se expor tanto e, como tem melhores jogadores do que o São Paulo, fatalmente acabaria obtendo sucesso.

Mas insistir com o goleiro-linha deu ao adversário a chance de fazer 3 a 2. O Santos empatou em seguida, mas continuou com o goleiro-linha e deu mais dois gols ao São Paulo. Só nos dois minutos finais é que o Alvinegro chegou ao empate – resultado sensacional pelas circunstâncias, mas insatisfatório.

Ferretti poderia conversar um pouco com Muricy

Não chegarei ao cúmulo de pedir que o técnico Muricy Ramalho escale um goleiro-linha no lugar de Rafael, mas ao menos manter três atacantes contra o Palmeiras seria obrigatório.

Renteria, Borges e Alan Kardec segurariam o Palmeiras lá atrás e tornariam maiores as chances de uma vitória santista. Com quatro no meio-campo, quase todos de características defensivas – sem Neymar lá na frente -, fico imaginando quem criará as oportunidades de gol do Santos.

Como o Palmeiras de Felipão se fecha bem, não consigo imaginar um gol do Santos em jogada trabalhada, pelo chão. Se vier, será de cruzamento sobre a área, ou em pênalti ou falta.

Enfim, gostaria mesmo é que o técnico do futsal batesse um papo com Muricy e fizesse o professor ser menos retranqueiro. Para aproveitar, Muricy poderia ensinar Ferretti a cuidar um pouco mais da defesa.

Sereias ganham da Francana por 4 a 0

Em Franca, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, as Sereias da Vila golearam a Francana por 4 a 0, com gols de Karen e Gabi no primeiro tempo, e Erika e Kelly no segundo. O jogo de volta será no próximo domingo, na Vila Belmiro, às 13 horas, na preliminar de Santos e Grêmio.

Sub-20 perde e decepciona muito

Mesmo contando com Tiago Alves e outros jogadores promovidos a profissionais, como o centroavante Dimba, o Santos perdeu de virada, ontem à noite, para o Grêmio Osasco, pelo primeiro jogo das oitavas de final do Campeonato Paulista. O pior não foi perder para um time limitado, mas sim confirmar que esta base do Santos é realmente fraca. Dos que eu vi, nenhum merece ser profissional.

O duro é ver que apesar de gastar tanto com sua base, o Santos não conseguiu formar jogadores melhores do que o time de Osasco. Tiago Alves, Renan Motta e Geovânio tentavam resolver tudo sozinhos e acabavam perdendo a bola; Alan Santos é tão lento que às vezes para em campo, e Dimba é nulo. O goleiro é fraco, o técnico substitui mal. Enfim, a coisa está feia… Mas se ganhar o jogo de volta, na Vila Belmiro, o Santos prossegue na competição. Se não ganhar, a diretoria da base deveria estudar uma forma de fazer grande economia: pedir para metade desses garotos estudar e tentar outra profissão.

Você não achou que o time de futsal do Santos abusa da sorte? Por outro lado, Muricy não deveria ser um pouco mais ousado no clássico deste domingo? E esse Sub-20, que coisa feia…


Futsal do Santos consegue a virada e está na semifinal do Paulista!

A bola veio alta, jogada com as mãos pelo goleiro Djoni. Falcão matou no peito na área do Suzano, de costas para o goleiro. Em seguida o melhor jogador de futsal do mundo projetou o corpo no ar e puxou, de esquerda, no canto esquerdo, rasteiro, marcando o terceiro gol do Santos na prorrogação e definindo a passagem do Alvinegro Praiano para a semifinal do Campeonato Paulista – uma classificação que parecia quase impossível depois da derrota no primeiro jogo, na Vila Belmiro.

Parecia muito difícil porque hoje o Santos teria de vencer no tempo normal e depois vencer novamente na prorrogação de 5 x 5 minutos. Como fez vários jogos no Paulista com o time sub-20, já que teve vários jogadores convocados para a Seleção Brasileira, o Santos fez uma campanha inferior ao Suzano e ainda foi surpreendido no primeiro jogo das quartas, na Arena Santista, que perdeu por 3 a 2. Assim, precisava de duas vitórias consecutivas hoje para passar à semifinal, em uma façanha parecida com aquela do futebol de campo contra o Fluminense, na semifinal do Brasileiro de 1995. Lembra?

Começo muito difícil

O começo não poderia ter sido mais preocupante. O Suzano abriu o marcador logo aos 2 minutos de jogo, com Sakai. O Alvinegro Praiano passou a dominar a partida, mas só empatou na segunda metade do primeiro tempo, com Deives, o artilheiro do time e do Campeonato Paulista, que marcou o seu 19º gol na competição. Até o final da primeira etapa os dois times perderam várias chances.

O técnico Ferretti usou uma tática inteligente de trocar todo o time de tempos em tempos, descansando os jogadores para a provável prorrogação. Obviamente ele foi ajudado pelo fato de o Santos ter o melhor elenco do futsal brasileiro e ser a base da Seleção nacional.

Mas a virada santista só veio no início do segundo tempo, com um chute de Neto que foi desviado em um jogador adversário. Depois, o Suzano pressionou, mas no final da partida, em um contra-ataque, Ricardinho marcou o terceiro e definiu o jogo. Faltava, porém, vencer também na prorrogação curtinha.

Santos arrasador

O tempo era escasso. Então, o time do técnico Ferretti tratou de ir pa cima do Suzano. A determinação deu resultado. Aos dois minutos Neto ganhou na prensada com Sakai, tocou para Falcão que passou para Ricardinho. Este dominou com calma entre dois adversários e deu a Neto, que de biquinho fez 1 a 0.

Não se passou nem um minuto e o Alvinegro Praiano chegou ao segundo gol. Deives dominou a deu a Falcão, que tocou pelo alto para Ricardinho encher o pé no ângulo direito. Golaço!

Antes do final do primeiro tempo, viria o gol espetacular de Falcão, que definiu o jogo e coroou a grande reação santista. Assim, com vitórias de 3 a 1 no tempo normal e 3 a 0 na prorrogação, o futsal do Santos já tem mais uma grande história de virada para contar.

Que venha o adversário da semifinal. Depois da vitória de hoje, parece que nenhuma proeza é impossível para esta equipe – que teve sete jogadores convocados para defender o Brasil na Copa América.

Viu o jogo pela ESPN? Que tal esta virada espetacular do futsal do Santos?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑