Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: gestão no futebol

O Santos acima de tudo


Chegou o lateral Dodô, a terceira contratação da gestão Peres.

A demissão do executivo de futebol Gustavo Vieira provocou muitas críticas, até de quem pedia insistentemente a demissão do dito cujo. Vai entender… Alguns frequentadores saíram do blog e criaram um grupo opositor a esta gestão. E alguns desses usam o espaço dos comentários deste blog para atrair mais correligionários ao seu grupo. Ou seja: entram aqui para tirar as pessoas daqui. E falam de ética… Realmente, tudo indica que a campanha eleitoral para 2020 já começou… Mas nada disso é importante para o Santos. O essencial é ajudar o Santos, e a melhor maneira de fazer isso é se tornar sócio do clube.

Alguns comentários do post anterior diziam coisas do tipo: “É, Odir, vai ser difícil fazer uma campanha de sócios depois da demissão do Gustavo Vieira, pois isso mostra que não há transparência nesta gestão”. Pois eu gostaria de saber o que uma coisa tem a ver com a outra. Você não ficará sócio do Santos para ajudar uma gestão, para ajudar o Peres, o Rollo, a mim ou a qualquer outro. Você ficará sócio para ajudar o Santos a crescer, a sair da enrascada em que está após décadas de gestões temerárias.

Diz um ditado: “Em casa que não tem pão, irmão briga com irmão e ninguém tem razão”. Pois qualquer santista mais perspicaz perceberá que os males atuais do clube derivam dessa escassez do vil metal. Sairemos dessa? Sim, tenho absoluta fé. Mas sairemos melhor e com mais força caso cada um de nós faça a sua parte e se associe, ou associe um filho, filha, esposa, ou ainda convença outros santistas a se associarem.

Sei que uma campanha de sócios bem articulada precisa de planejamento, benefícios, recompensas e muitas ações mais. Isso será feito pelo departamento comandado pelo dedicado Sylvio Novelli, que atende pelo e-mail social@santosfc.com.br Meu apelo não é o oficial do clube, não é a voz da gestão, é apenas o apelo de um santista que após décadas de interesse pela história do Santos, chegou à conclusão de que só o sócio salva.

A meta de 100 mil sócios, ao ser alcançada, descortinará um mundo novo de oportunidades à frente do nosso Glorioso Alvinegro Praiano. Iniciaremos um círculo virtuoso que levará nosso time e nosso clube a uma outra dimensão do futebol. Haverá saúde financeira, não faltará verba para as contratações necessárias e os críticos se calarão, ou chiarão baixinho, pelos cantos.

A perseguição cega que alguns estão empreendendo contra esta diretoria não lhes deixa ver, por exemplo, que depois de décadas o clube gastará menos do que arrecada e, no caso do futebol, já contratou os titulares Sasha e Gabigol, enquanto a última gestão trouxe jogadores à beça em 2017 e deles só Bruno Henrique virou titular. Sem contar o esquema reprovável montado nas categorias de base, nas quais só o sub-15 contava com 73 atletas, a maioria sem a mínima condição de ser jogador de futebol.

Bem, como já disse antes, respeito as críticas, principalmente as ponderadas e bem embasadas, mas percebo de longe quando querem usar esse espaço para perseguir pessoas, sem o mínimo interesse de contribuir para o crescimento do Santos. Quem age assim, obviamente, não é bem-vindo aqui. Que saia, junte-se com os seus e destile o seu veneno diariamente onde quiser e para quem se dispor a envenenar-se. Esses movimentos, porém, são interessantes e podem se tornar purificadores. Prefiro que o blog seja frequentado por quem coloque o Santos acima de tudo, nos bons e nos maus momentos, e não apenas pelos torcedores só de vitórias.

Quanto a mim, continuo o mesmo. Desde que este blog foi criado mantenho a mesma filosofia e acredito nas mesmas pessoas, entre elas aquela que hoje preside o nosso Santos. Não há comparação entre José Carlos Peres e os presidentes que o antecederam, e o tempo mostrará isso. Os árabes dizem que se a caravana parar a cada cão que ladra, não chegará a lugar algum. E queremos levar o Santos a um oásis que ele ainda não conheceu. Faço um convite apenas aos que estão dispostos a enfrentar os rigores dessa jornada.

Clique aqui para se tornar sócio do Santos


Santos FC é do mundo!

Por Amir Somoggi, especial para o Blog do Odir

O motivo desse artigo é poder dividir com todos a minha visão sobre o Santos FC nesses mais de 15 anos de experiência em projetos de consultoria em marketing e gestão esportiva para clubes, agências, patrocinadores e investidores.

Mas antes, preciso dizer que sou santista, meu amor pelo clube veio do meu pai e já passou para a minha filha de 5 anos, santista fanática. Todos de São Paulo, capital.

Esse é o ponto central do meu artigo, já que essa minha história ocorre aos milhões em todo o estado de São Paulo e em diferentes partes do Brasil e apenas aos milhares em Santos. E digo mais: pela abrangência global de sua marca, comprovadamente a mais reconhecida entre os clubes brasileiros no exterior, também no mundo.

Toda sua história, das mais lindas do futebol mundial, marcaram o nome do clube no cenário global. Isso tudo construindo na Vila Belmiro, sem dúvida, o DNA do Alvinegro Praiano.

Contudo, a realidade do clube mudou, seus competidores estão cada vez mais fortes financeiramente e, infelizmente, o Santos ficou para trás, mesmo com tamanha potencialidade. Segundo meu estudo sobre as finanças dos clubes brasileiros, o Santos encerrou 2015 com receitas de R$ 170 milhões, em queda desde 2011.

Palmeiras por exemplo, que viu uma ascensão em 2015 já fatura R$ 352 milhões, São Paulo R$ 331 milhões e Corinthians R$ 298 milhões.

Santos tem cerca de 6 milhões de torcedores em todo o Brasil, uma alta concentração na capital e interior de São Paulo. Há ainda muitos torcedores no Paraná, todo o Centro Oeste e Nordeste. Por outro lado, apenas 33% da população de Santos torce para o time.

O time, para crescer e prosperar nacionalmente e internacionalmente, terá de contar com a reflexão do torcedor e sócios da cidade de Santos e o entendimento de que ficar atrelado exclusivamente à cidade de Santos somente diminui o potencial mercadológico de sua marca.

O clube precisa ter uma proximidade maior com os milhões de torcedores que tem e para isso precisa ocupar esses espaços. O caminho: muito mais jogos fora da Vila, departamento de marketing/comercial completamente diferente do modelo atual, com sede em São Paulo e numa nova dimensão.

Santos conta com mais de 1 milhão de curtidas no Facebook fora do Brasil. É o maior, disparado, entre os clubes brasileiros.

O time onde nasceu Pelé, que parou duas guerras, que produz craques como ninguém, que joga esse futebol irreverente, é do mundo. Não apenas de sua cidade natal!

amir somoggiAmir Somoggi é graduado e especialista em Planejamento Estratégico, Gestão e Marketing Esportivo

Uma partida dos tempos em que o Santos enfrentava os melhores (não os rabeiras) fora de casa, em jogos decisivos, vencia e dava espetáculo!

A Olimpíada acabou mas a promoção no Blog do Odir melhorou!
Até o dia 31 de agosto quem adquirir o livro Time dos Sonhos receberá um exemplar do histórico Dossiê da Unificação, além das versões eletrônicas (PDFs) de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. É só comprar o Time dos Sonhos que eu envio os outros. Tudo isso por apenas 68 reais. Torne-se um guardião da rica história santista!

novo time dos sonhosCapa Dossiê Unificação dos Títulos BrasileirosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTime
Entre aqui e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.


© 2018 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑