Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Guilherme Gomez Guarche

Candidatura do Peres, jogo contra o Botafogo… Semana decisiva!

Neste blog, falamos muito em mudanças e sugerimos muitas ações que podem e deveriam ser feitas pela diretoria do Santos. Também falamos em ir mais ao estádio gritar pelo time. Pois bem. Nesta semana, teremos boas oportunidades de dar o exemplo do que queremos. A primeira é nesta terça-feira, quando José Carlos Peres e a Ong Santos Vivo lançam sua chapa para as eleições presidenciais do Santos, com ótimas propostas para o nosso clube. A segunda será nesta quinta-feira, quando nada nos impede de encher o Pacaembu para empurrar o Santos contra o Botafogo, em busca da semifinal da Copa do Brasil. Eu vou, você não vai? Divulguemos a hashtag #quintanoPaca. E na sexta-feira Guilherme Gomez Guarche lança seu livro “1955, O Começo”.

convite - campanha - peres

Iniciamos uma semana decisiva para o Santos. Nesta terça-feira, José Carlos Peres, executivo do G4 Paulista e representante da Ong Santos Vivo, lança sua candidatura à presidência do Santos. Com uma longa folha de serviços prestados ao clube e com uma proposta de mudanças profundas, Peres é o favorito para ganhar as eleições de 6 de dezembro, com a chapa O Santos que a gente quer.

O evento, aberto a todos os santistas, será no Bikkini Barista – Rua XV de Novembro, 94/96, Centro de Santos – a partir das 19 horas. Estarei lá e espero encontrar amigos do blog interessados em conhecer melhor as ideias do Peres e da Ong Santos Vivo para o nosso Santos.

Dois dias depois será a vez do esperado encontro com o Botafogo, no Pacaembu, pelas quartas de final da Copa do Brasil. A partida está marcada para às 21h30 de quinta-feira, no Pacaembu. Depois de vencer no Rio por 3 a 2, o Santos precisará ao menos de um empate para ficar a dois confrontos do título da Copa do Brasil.

O santista tem de prestigiar o time nesse desafio. Infelizmente os altos e baixos têm sido constantes entre os clubes brasileiros. Em casa, com o apoio da torcida, vamos ajudar o Santos a viver um grande momento na quinta-feira. Vou e levarei acompanhantes. Peço o apoio dos amigos para divulgar esse jogo pelas redes sociais. Sugiro que no twitter seja usada a hashtag #quintanoPaca

Finalmente, na sexta-feira, dia 17, o amigo Guilherme Gomez Guarche, responsável pelo Departamento de Memória do Santos, lança seu novo livro – 1955, O Começo – no Memorial das Conquistas da Vila Belmiro, a partir das 18 horas. O livro conta a saga do título paulista de 1955, sacramentado com a bomba de Pepe contra o Taubaté, o segundo Estadual do Santos e aquele que iniciou uma série memorável de conquistas do Alvinegro Praiano.

É evidente que também estarei lá dando um abraço no Guarche e nos amigos da Assophis, a Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos Futebol Clube. Preservar e divulgar a rica história do Santos é um ofício sagrado que deve ser devidamente valorizado.

Posso contar com você nesta semana decisiva para o Santos?


É hora de jogar com o time. Hoje temos um encontro na Vila!

O jogo é hoje, às 19h30
Em vez de ficar pensando nas desculpas que dará por não ir apoiar o Santos na noite desta quinta-feira, contra o Bahia, na Vila Belmiro, mostre que é um santista de verdade, tire essa bunda do sofá, ou da cadeira do boteco, e vá gritar pelo Glorioso Alvinegro Praiano. E leve os amigos e a família. Vamos provar que a Vila é pequena para a grande torcida do Santos (as bilheterias ficarão abertas até o início do segundo tempo). Aposto como você vai se orgulhar de ajudar o Santos.

Neymar jogou a decisão do Mundial como jogador do Barcelona

Hoje o blog de Rodrigo Mattos, do UOL, traz longa e reveladora matéria sobre o contrato dos Neymares com o Barcelona. Pelo texto, baseado em informações do pai de Neymar e em trechos do contrato, fica evidente que Neymar jogou a decisão diante do time espanhol já sabendo que este seria o seu futuro clube. Assim, como poderia render o máximo e estar totalmente concentrado para este jogo tão importante para o Santos?

A final contra o Barça ocorreu em 18 de dezembro de 2011. Rodrigo prova que um mês antes, em 15 de novembro, a empresa do pai de Neymar e o Barcelona assinaram o contrato, acertando um vínculo futuro do jogador com o time espanhol. Confira trechos da matéria:

(…) Documento da N & N obtidos pelo blog, em respostas à investigação da Receita Federal, mostram que o contrato entre Neymar, a empresa e o Barcelona foi assinado apenas cinco dias depois. A firma diz que, em 15 de novembro de 2011, foram sacrametados esses acordos.

(…) Com fontes envolvidas na negociação, o blog apurou que nesta minuta já estava acertado até qual seria o salário de Neymar quando fosse para o Barcelona no meio de 2014. Teoricamente, a autorização do Santos eximiria Neymar pai, seu filho e o clube europeu de punição apesar de ter sido assinado um pré-contrato quando ainda faltavam dois anos e meio para o fim do compromisso com o clube brasileiro, o que é vetado pela Fifa. Acordos só podem ser firmados a seis meses do final.

Mas isso significa que Neymar jogou a final entre Santos e Barcelona já com um contrato futuro firmado com o time europeu. leia a matéria completa:

Rodrigo Mattos confirma o que já escrevemos aqui há mais de um ano: Neymar jogou a decisão do Mundial já sabendo que era do Barcelona

Com pré-candidatos consolidados, vote em quem deve ser o presidente do Santos

A enquete que tínhamos aí do lado direito contava com nomes que efetivamente se tornaram pré-candidatos à presidência do Santos – nas eleições marcadas para 6 de dezembro – e outros que não confirmaram a intenção de concorrer ao cargo. Assim, para pesquisar com mais clareza as intenções de voto dos santistas, o blog coloca novamente a enquete no ar, mas desta vez com os seis pré-candidatos confirmados.

Peço aos que votaram que o façam novamente, para que tenhamos uma noção exata das preferências dos santistas. Abaixo a classificação final da enquete preliminar que permaneceu no ar até 07/10/2014:

1 – José Carlos Peres (62%, 1.038 Votos)
2 – Modesto Roma Júnior (14%, 234 Votos)
3 – Orlando Rollo (7%, 110 Votos)
4 – Samir Abdul Hack (4%, 66 Votos)
5 – Fernando Silva (4%, 64 Votos)
6 – Odílio Rodrigues (3%, 56 Votos)
7 – Ronald Luiz Monteiro (3%, 51 Votos)
8 – José Paulo Fernandes (3%, 48 Votos)

livro guarche - 1955 o comeco
1955, o começo – o mais novo livro de Guilherme Gomez Guarche

É hora de jogar com o time. Quinta-feira temos um encontro na Vila!

O time tem feito a sua parte, jogando melhor, vencendo jogos fora de casa e dando esperanças de que ainda pode brigar por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Mas o esforço dos jogadores e da comissão técnica não bastam. É preciso que o alento decisivo venha das arquibancadas. É preciso que o torcedor do Santos mostre a sua cara, abra seu coração e jogue com o Santos nessa reta final do Campeonato Brasileiro. A maratona começa nesta quinta-feira, às 19h30, na Vila Belmiro, contra o Bahia. Faço um apelo especial aos santistas de Santos e da Baixada Santista para que compareçam ao Urbano Caldeira.

O Santos tem 39 pontos e 11 vitórias. Está a quatro pontos e uma vitória do Atlético Mineiro, o primeiro time no G4. Depois do Bahia, o Alvinegro Praiano enfrentará o Criciúma, domingo, às 18h30, em Criciúma.

Uma vitória é essencial para, repito, manter vivas as esperanças santistas de buscar uma vaga na Libertadores. Os sócios do Santos já podem adquirir os ingressos para a partida pelo portal Sócio Rei e os demais torcedores pelo site da Ingresso Fácil. As bilheterias da Vila Belmiro também já estão vendendo as entradas, das 11 às 18 horas. Não deixe para comprar em cima da hora. Vá lá. Garanta o seu ingresso.

As entradas para sócios do Santos seguirão à venda pela internet até as 15 horas desta quarta-feira, caso não se esgotem antes. Ingressos para arquibancadas de sócio contribuinte dos portões 1/2 e 17 e superiores dos portões 7/8 e 24 custam R$ 15, enquanto os ingressos para a arquibancada térrea lateral do portão 26 saem por R$ 25.

Se ainda restarem bilhetes na terça e na quarta-feira, a comercialização no estádio segue das 10 às 18 horas. No dia da partida, as vendas ocorrerão das 10 horas até o fim do primeiro tempo, enquanto nos pontos de venda autorizados da Baixada Santista ela acontece até às 15 horas.

Torcedores do Bahia têm acesso ao estádio pelo portão 21 (Rua José de Alencar).

Tipos e preços dos ingressos

Arquibancadas Superiores (Portões 7/8 e 24), inclusive visitante (Portão 21): R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Arquibancada Térrea Lateral (Portão 26): R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Cadeira Coberta de Fundo (Portão 22): R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Cadeira Coberta Lateral (Portão 25): R$ 80 (inteira) / R$ 40 (meia)

Camarote Santos Premium (Portão 22): R$ 30 (preço único por assento, sem serviço de buffet incluso, venda na Secretaria Social)

Postos de venda na Baixada Santista e São Paulo

Vila Belmiro: Rua Princesa Isabel, s/nº – Vila Belmiro – Bilheteria principal (próxima ao Portão 6).

Pacaembu: Praça Charles Miller s/n – São Paulo – Bilheteria principal (próxima do portão principal) – Aberto de segunda a sábado, das 11 às 17 horas. Domingo não abre.

Ginásio do Ibirapuera: Av. Manoel da Nóbrega, 1361 – Guichê 1 – Ibirapuera – São Paulo – Aberto de segunda a sábado , das 11 às 17 horas. Domingo não abre.

Alexi Calçados: Av. Ana Costa, 549 (Shopping Parque Balneário, 51, Térreo) – Santos – Tel: 3284-5518 . Aberto de segunda a sábado, das 10 às 21 horas, e domingo, das 13 às 21 horas.

Ali-Car Auto Peças, Serviços Mecânicos, Elétricos, Injeção Eletrônica e Correias Industriais – Socorro 24 Horas: Via Santos Dumont, nº 752 – Vicente de Carvalho – Guarujá – Tel.: (13) 3352-5077 – Aberto todos os dias 24 horas.

Empório Brasil Esportes: Rua Jacob Emmerich, 448 – Centro – São Vicente – Tel.: (13) 3467-5298 – Aberto das 9 às 19 horas, de segunda a sábado; domingo não abre.

Hotel Praiano: Avenida Barão de Penedo, nº 39 – José Menino – Santos – Tel.: (13) 3251-6826 – Aberto todos os dias 24 horas.

Pepino Esportes do Super Centro Boqueirão: Rua Oswaldo Cruz – loja 66/95 – Santos – Tel.: (13) 3233-8850 – Aberto de segunda a sábado , das 9 às 20 horas; domingo não abre.

Santos na Área/Meltex (São Paulo): Rua Augusta, 1931 – Cerqueira Cesar – São Paulo – Tel.: (11) 3064-1574 / (11) 3 064-1576 – Aberto de segunda a sábado das 9 às 20 horas; domingo das 10 às 16 horas.

Vila do Santos (Jardins/São Paulo): Alameda Lorena, Nº 1.579 – Jardins – São Paulo – Tel.: (11) 3063-1062 – Aberto de segunda a sexta das 10 às 20 horas e aos sábados das 10 às 18 horas. Domingo não abre.

O mais importante Santos x Bahia jogado na Vila Belmiro

Em 27 de dezembro de 1961, os dois times decidiam a Taça Brasil, que dava ao vencedor o título de campeão brasileiro e o direito de disputar a Copa Libertadores da América. No primeiro jogo, em Salvador, tinha havido um empate de 1 a 1. Quem vencesse na Vila seria o campeão brasileiro. Curta o filme montado por Wesley Miranda:

1955, o começo – o mais novo livro de Guilherme Gomez Guarche

Ninguém gosta do que não conhece. Por isso, é imprescindível divulgar mais e mais a rica história do Santos. Sempre comemoro como um gol, ou um título, cada livro lançado sobre o nosso Glorioso Alvinegro Praiano, pois graças a eles mais pessoas consolidam seu amor pelo time, enquanto outras começam a se interessar por sua trajetória mágica. Assim, é com muito prazer que anuncio “1955, o começo’, o mais novo livro de Guilherme Gomez Guarche, um grande pesquisador da história santista, responsável pelo Departamento de Memória do clube.

Os detalhes, a euforia, o medo e as aflições da conquista que iniciou a era de glórias do Santos, antes mesmo da chegada de Pelé, são contadas com a precisão, os detalhes e a linguagem simples e direta que fazem o estilo de Guarche. Nos sentiremos em 1955, esperando ansiosamente pelo segundo titulo paulista do Santos, 20 anos depois da primeira conquista. Sofreremos com algumas derrotas em momentos importantes, mas finalmente explodiremos no grito de campeão, embalados pela bomba de Pepe contra o Taubaté, na lendária Vila Belmiro.

O livro não estará à venda neste blog, mas tomo a liberdade de publicar o e-mail do Guarche, que poderá informar melhor aos interessados como adquirir a obra – que tem 123 páginas e foi publicada com o apoio da Corr Plastik tubos e conexões, e da Santos na Área, a loja oficial do Santos F.C. Anote aí: ggguarche@bol.com.br

Recado do Guarche para os leitores do blog:

O preço do livro é R$ 35,00, já com as despesas do correio incluídas. O lançamento será no Memorial das Conquistas no próximo dia 17/10, a partir das 18 horas, onde será servido um coquetel. Contaremos com as presenças dos jogadores campeões de 1955 Pepe e Carlinhos.

Lucas Lima e Caju devem jogar contra o Bahia

Fora da partida contra o Flamengo, por suspensão, o meia Lucas Lima deve voltar ao time quinta-feira, diante do Bahia. O lateral-esquerdo Mena, a serviço da Seleção Chilena, deverá ser substituído pelo garoto Caju.

Aranha e Thiago Ribeiro continuam em tratamento: Robinho, na Seleção Brasileira, e Alison, na Seleção Brasileira Sub-21, também desfalcarão a equipe, que deverá enfrentar o Bahia com Vladimir, Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Caju; Alan Santos, Arouca e Lucas Lima; Geuvânio, Gabriel e Leandro Damião (ou Rildo).

Três zagueiros estão em fase final de recuperação de lesões e logo estarão à disposição de Enderson Moreira: Gustavo Henrique, Vinícius Simon e Bruno Uvini. O centroavante Stefano Yuri também está quase pronto para voltar

Na segunda-feira, os reservas venceram, por 1 a 0, um jogo-treino contra o São Bernardo. O único gol do jogo foi marcado por Leandro Damião, de pênalti. O Santos atuou com Gabriel Gasparotto, Victor Ferraz, Neto, Jubal e Caju; Souza, Renato e Leandrinho; Rildo, Leandro Damião e Patito Rodriguez.

Está definido o trio de arbitragem para Santos x Bahia. Será composto pelo árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima (RS/ASP.FIFA), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS/ASP.FIFA) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS/CBF-2).

Bahia deverá apoiar Chapecoense no caso Petros

Enquanto o técnico Gilson Kleina quebra a cabeça para montar o time que enfrentará o Santos – já que William Barbio, Guilherme Santos, Branquinho e Rafinha tratam de lesões – a diretoria do clube baiano parece estar preocupada em agir nos bastidores para evitar um provável rebaixamento e já deu sinais de que apoiará o Chapecoense em sua cruzada para arregimentar clubes em um processo coletivo contra o Corinthians.

Como se sabe, a Chapecoense está se movimentando nos bastidores no intuito de conseguir apoio de outros clubes em uma ação contra o alvinegro paulistano, que teria se utilizado irregularmente do jogador Petros.

Contratado por empréstimo, Petros teve seu vínculo encerrado no dia 1º de agosto, uma sexta-feira. No entanto, apesar de ter um novo contrato, que passou a valer no dia 2, um sábado (não contado como dia útil), ele esteve em campo no domingo, dia 3 de agosto, contra o Coritiba. Ou seja, ele não poderia atuar na rodada do final de semana, em caso idêntico ao que rebaixou a Portuguesa de Desportos em 2013.

Dos clubes procurados pelo Chapecoense, Bahia, Internacional e Criciúma estão propensos a integrar a ação judicial contra o time paulista. Advogados opinam que a causa é líquida e certa, pois é idêntica à que puniu a Portuguesa, e só não será ganha se o tribunal da CBF usar de dois pesos e duas medidas.

Curta a goleada do Santos sobre o Coritiba pela Copa do Brasil Sub-20:

E você, já comprou o seu ingresso para apoiar o Santos contra o Bahia?


O caso do Ganso lembra uma história com Pelé…


Ganso e os santistas: uma relação de amor que nunca vai terminar

Ganso quer um aumento. Ótimo. Vai ter. Não porque usou um repórter como confidente (da próxima vez um padre seria mais aconselhável), mas porque merece. E o Santos e os santistas adoram o Ganso e o querem por toda a vida. Ou ao menos até 2015, prazo final do seu contrato. No mais, é pura especulação, da qual todo grande astro do Santos já foi vítima. Entre eles, o maior de todos: Pelé.

Sim, várias vezes a imprensa esportiva brasileira disse que Pelé deixaria a Vila Belmiro. Ou para um time estrangeiro, ou mesmo para um outro do Brasil. Uma delas ocorreu logo depois do casamento do Rei, com Rose Cholbi, no Carnaval de 1966. Pelé, coisa rara, teve direito a umas férias e foi passar a lua-de-mel na Europa. Neste ínterim surgiu o boato de que todo o elenco estava revoltado com ele por não ficar e disputar o Torneio Rio-São Paulo.

Foi preciso que os jogadores do Santos assinassem um comunicado à imprensa desmentindo o noticiário. Dizia o comunicado:

Tendo em vista as notícias divulgadas sobre possíveis desentendimentos entre nós, integrantes do plantel de futebol profissional do Santos FC, atingindo de forma especial o nosso colega Edson Arantes do Nascimento (Pelé), no momento ausente do País em companhia de sua exma. Esposa, em gozo de merecidas férias, cumpre-nos declarar que somos amigos e admiradores do maior e mais correto atleta profissional do mundo e que os nossos laços de amizade só tendem a se unir cada vez mais para o engrandecimento e progresso do Santos FC – 25/02/1966 – assinam o manifesto todos os atletas profissionais e o técnico Lula.

Em Viena, na Áustria, pressionado pela imprensa estrangeira sobre a possibilidade de se transferir para um clube da Europa, Pelé foi taxativo:

Só sei de uma coisa: eu não deixo o Santos!

O presidente do Santos, Athié Jorge Cury, irritado com os boatos plantados na imprensa, declarou:

O Santos continuará sua vida, acima da mesquinhez de interesses subalternos.

Esta história foi extraída do livro A DÉCADA DE OURO, de Guilherme Gomez Guarche.

Como se sabe, Pelé continuou no Santos mais oito anos, até 1974, e foi se aposentar semeando o futebol nos Estados Unidos, pelo Cosmos de Nova York.

Acho que pegar um garoto de 21 anos em um momento em que está se sentindo deprimido e decretar que o namoro dele com o Santos está no fim é um tanto precipitado. Quando voltar a jogar e sentir de novo o carinho do torcedor santista, que o adora, duvido que Paulo Henrique Ganso não volte a sorrir.

Quanto ao outro detalhe, o salário, é claro que ele será reajustado. Mas o que o clube quer dar ao seu Maestro Menino é mais do que muito dinheiro. Isso, muitos outros atletas ganham sem jogar metade da bola do Ganso. O clube quer lhe oferecer um plano de carreira que o consolide como um dos maiores ídolos do futebol brasileiro. E, no Santos, o Ganso deveria saber, esses planos têm muita chance de dar certo.

Reveja alguns lances do Maestro:

Você quer que o Ganso fique no Santos até quando?


A Década de Ouro – compre, leia e guarde esse livro

Se há um problema no amigo Guilherme Gomez Guarche é sua humildade. Seu livro não traz sua biografia. Sei que ele é um pouquinho mais novo do que eu (não parece, mas é). Gostaria de saber mais sobre a vida deste homem que se dedica à história do Santos como poucos, ou nenhum.

Sei que não se formou em jornalismo e não se considera escritor, mas não precisou de nenhum diploma ou certificado para exercer com carinho e profissionalismo a missão que impôs a si mesmo: a de buscar nos jornais e depoimentos antigos os fatos que se encaixam para compor a inesquecível história do Santos.

Responsável pelo departamento de memória e estatística do Santos, Guarche trabalha para preservar cada linha da história mais preciosa do futebol. E o faz com o amor das crianças pelo seu brinquedo favorito. Ah, como seria bom se o Santos tivesse dezenas, centenas de Guarches a esmiuçar-lhe cada momento de sua dourada existência.

Há alguns meses descobriu que o Santos não foi fundado às dez horas da noite, como se supunha – pois esta foi a informação de De Vaney em seu Álbum de Ouro -, mas às duas da tarde do domingo 14 de abril de 1912. A cada dia Guarche está esclarecendo um ponto que ficou obscuro nesse caminho de sonhos e glórias do Alvinegro.

Sei muito bem como esse trabalho é estafante e o respeito profundamente. A torcida nunca gritará o seu nome, os políticos do esporte sempre o estarão puxando para um lado ou para outro, mas ele seguirá firme na sua tarefa sagrada de resgatar a verdade, apenas a verdade, nada mais do que a verdade.

A década de ouro, em detalhes

Em seu último livro, “ A década de ouro”, de 410 páginas, Guarche retrata –através de artigos de imprensa e dos boletins do clube – o dia a dia do Santos nos anos 1960, a década mais impressionante já vivida por um time de futebol.

As informações não se limitam aos jogos e às grandes contratações, mas aos bastidores do clube, à vida social dos jogadores, aos treinamentos, às viagens, enfim, a tudo que o torcedor quer saber sobre aquele Santos que encantou o mundo.

Recomendo com louvor o livro do amigo e grande pesquisador Guilherme Gomez Guarche. Para adquiri-lo, passe um e-mail para o Guarche: ggguarche@bol.com.br ou guilherme.guarche@santosfc.com.br O livro não é caro e vai torná-lo um torcedor bem mais consciente do valor do Santos.

A importância da história

Um dos objetivos que me faz escrever, fazer livros e dar entrevistas sobre a história do Santos, é criar em outras pessoas o desejo de preservá-la. Acho que o crescimento de uma instituição do futebol, como o Santos, está diretamente ligado à propagação dos fatos marcantes de sua história.

Por isso, além de participar e incentivar com entusiasmo obras sobre o Alvinegro Praiano – livros, filmes, exposições – estou me propondo a dar palestras sobre a história do clube (veja no lado esquerda desta home o anúncio da palestra Time dos Sonhos). É uma maneira de ter um contato direto com os apaixonados pelo Santos e pelo futebol e, quem sabe, semear em alguns deles a paixão pelo trabalho de pesquisa e preservação da memória do nosso time do coração.

E você, o que tem feito para preservar a história mais rica de um time de futebol?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑