Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Guiñazu

Deixe aqui sua opinião sobre Santos x Inter

Léo e Kléber, dois laterais experientes que podem decidir o jogo

Não precisa esperar que eu coloque minha análise do jogo.

Vá aos comentários e diga o que achou da partida e dos jogadores.

E Marcelo Martelotte, escalou e substituiu bem?

Fale também da arbitragem e do público.

Se quiser dar nota a cada um dos jogadores e ao técnico, fique à vontade.

Aqui é o nosso ponto de encontro para depois da partida.

Será que o Santos vencerá e encostará ainda mais nos líderes?

Eu acho que sim.

Para mim, será difícil, algo como 1 ou 2 a 0. Mas a vitória virá.

No final do jogo eu volto. Abrações!


Hoje é dia do Jogo dos Campeões Santos e Inter

Duelo esperado: o valente Guinãzu contra o verdadeiro monstro da Vila: Arouca

O jogão de hoje, às 22 horas, na Vila Belmiro, reunirá os times mais vitoriosos do Brasil em 2010. O Inter conquistou a Copa Libertadores, mas perdeu o campeonato gaúcho para o Grêmio, enquanto Santos foi campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista e é o único do país que pode sonhar com a tríplice coroa.

Ambos estão muito desfalcados, mas o fato de ter Neymar, adotar um esquema de jogo mais ofensivo e de jogar em casa dá ao Santos o favoritismo da partida. Uma vitória hoje e o Alvinegro Praiano roubará a quarta posição do Internacional, ficando a apenas seis pontos do líder Cruzeiro.

Santos mais ofensivo

O técnico Marcelo Martelotte só fará uma alteração no time que venceu Fluminense (3 a 0) e Atlético Paranaense (2 a 0): o zagueiro Edu Dracena, recuperado de um derrame no joelho, voltará ao time, no lugar de Vinícius Simon, que estava muito bem. O Santos entrará em campo com Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Roberto Brum, Danilo e Alan Patrick; Neymar e Zé Eduardo.

No Inter, mesmo podendo contar com o retorno de Andrezinho, que cumpriu suspensão, o precavido técnico Celso Roth manterá um esquema mais defensivo, com três volantes. Assim, Marquinhos continua no meio-campo. Com a contusão de Sorondo, Índio volta à zaga. O time jogará Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Glaydson, Guiñazu, Derley e Marquinhos; Edu e Ilan.

A preocupação com Neymar

Ao analisar um jogo com o Santos, nenhum técnico deixa de falar sobre Neymar, o Menino de Ouro da Vila Belmiro. Celso Roth não foi diferente. Mesmo repetindo que o Inter tem de se preocupar com todo o time e não só com Neymar, Toth admitiu: “Não podemos negar a qualidade do Neymar, tem potencial enorme”.

O zagueiro Índio, que voltará ao time com a contusão de Sorondo, não escondeu sua preocupação: “É um jogador muito perigoso. Não dá para descuidar um minuto dele. Vamos procurar se posicionar bem para se antecipar nas jogadas”, disse.

As (novas) armas do Santos

Nos últimos jogos, depois da confusão com Dorival Junior e devido aos desfalques, Neymar e o Santos aprenderam a jogar diferente. O garoto está atuando mais para o time, enquanto as entradas de Alan Patrick no lugar de Marquinhos e de Zé Eduardo no de Marcel tornaram a equipe mais rápida.

A dupla de volantes Roberto Brum e Edu Dracena também se encaixou bem e está dando uma boa proteção ao miolo da defesa. Léo voltou a se firmar na lateral-esquerda e, quando se cansa, geralmente na metade do segundo tempo, dá lugar a Alex Sandro, que está se revelando um ótimo ponta-esquerda, pois aproveita o cansaço dos adversários para chegar velozmente à linha de fundo ou bater a gol.

Apesar de ainda se mostrar irregular, Alan Patrick exige mais cuidados da defesa adversária do que Marquinhos, pois procura mais os dribles, as tabelas e o chute a gol, além de ser mais rápido do que o antigo titular.

Que falta faz a TV Santos…

Hoje é um dia em que uma tevê exclusiva do Santos venderia sua publicidade por um dinheirão. A tevê aberta transmitirá o jogo dos decadentes Vasco e Corinthians, enquanto o confronto dos dois times campeões do ano ficará restrito ao Premiere Esportes, para forçar o pagamento do pay per view.

Assim, dezenas de milhões de pessoas, que prefeririam ver o espetáculo dos times mais vitoriosos da temporada, serão obrigadas, se quiserem ver futebol na tevê não paga, a acompanhar a partida entre o time que só empata e o outro que só anda perdendo.

Jogos históricos

Na primeira vez que se encontraram pelas finais de uma competição nacional, o Torneio Roberto Gomes Pedrosa/ Taça de Prata de 1968, o Santos ganhou do Internacional por 2 a 1, no Beira-Rio. Depois, voltaram a se defrontar no quadrangular decisivo do Campeonato Nacional de 1974.

O jogo, disputado em 24 de julho de 1974, foi no Morumbi, com 30 mil pagantes. O Inter, treinado por Rubens Minelli, já tinha um timaço, com Manga, Figueroa, Falcão, Paulo César Carpeggiani, Lula, Valdomiro e Claudiomiro. Mas o Santos, orientado por Tim, ainda contava com Pelé, além de Cejas, Marinho Perez, Clodoaldo, Brecha e o então garoto Cláudio Adão, entre outros.

Reveja os melhores lances deste jogão agora, com narração de José Carlos Cicarelli, da TV Cultura (no comecinho a imagem está ruim, mas logo melhora)

E você, acha que o jogo desta noite, na Vila Belmiro, também entrará para a história?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑