Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Internacional de Porto Alegre (page 1 of 2)

Propostas justas ganham asas

Time do Esporte Interativo já tem 7!
O Joinville acaba de anunciar que fechou com o Esporte Interativo. Até agora, sete clubes já assinaram com o canal: quatro da Série B e três da Série A. Da Série B são Bahia, Ceará, Paysandu e Joinville; da Série A, Santos, Internacional e Atlético Paranaense. Outros clubes, como Ponte Preta, Coritiba, Santa Cruz e Sampaio Corrêa, entre outros, estão próximos de seguir o mesmo caminho.

Hoje às 19h30 Santos ataca o XV com Joel

Nesta terça-feira, às 19h30, com Joel no lugar de Ricardo Oliveira e a volta de Lucas Lima, em partida antecipada da décima-primeira rodada do Campeonato Paulista, o Santos vai a Piracicaba enfrentar o XV no tradicional estádio Barão de Serra Negra (inaugurado em 1965 e com capacidade para 18 mil pessoas).

Enquanto o Alvinegro Praiano vem de duas vitórias – 2 a 0 no alvinegro de Itaquera e 1 a 0 no Água Santa – o XV foi goleado em sua última partida, em casa, para o Ituano, por 4 a 1. Com 11 pontos ganhos, o XV é o terceiro colocado do Grupo C e está entre a cruz e a espada: perto de uma vaga para a fase seguinte, mas apenas um ponto acima da zona de rebaixamento, que este ano decretará o descenso de seis equipes.

Treinado pelo ex-santista Narciso, o XV espera surpreender o Santos. Narciso lembrou que em 2014, quando treinava a Penapolense, venceu o Santos por 4 a 1 na fase inicial do Paulista e depois estava vencendo na Vila Belmiro, por 1 a 0 e 2 a 1, quando sofreu a virada, por 3 a 2. O desespero do XV exige cuidados, até porque, como estamos carecas de saber, todo jogo fora de casa tem se transformado em um martírio para os santistas.

Porém, o Santos estará mais forte, no papel, do que aquele que enfrentou o Água Santa, no sábado. O retorno de Lucas Lima garante equilíbrio e posse de bola ao meio-campo, e, na frente, o camaronês Joel tem jogado tão bem como Ricardo Oliveira.

Pelos meus cálculos, o zagueiro David Braz já deveria ter voltado, pois há três semanas me disse que já estava começando a treinar. De qualquer forma, Dorival manterá o jovem Lucas Veríssimo na zaga, e o garoto até que está melhorando.

Piracicaba é a cidade natal do grande Coutinho, o melhor centroavante da história do Santos e um dos melhores que o Brasil já teve. Escolhi, acima, cenas do lendário jogo acima para mostrar a dupla Pelé-Coutinho no auge, atuando contra o XV, no estádio da rua Regente Feijó, em Piracicaba. Nessa partida, o Santos terminou o primeiro tempo perdendo por 2 a 1 e a torcida local provocou Pelé. Porém, mais uma vez o Rei respondeu com uma de suas grandes atuações. Coutinho também estava inspirado.

O XV de Piracicaba deverá jogar com Bruno Brígido; Daniel Damião, Fábio Sanches, Oswaldo e Thiago Carleto; Magal, Clayton, Henrique Santos (Léo Salino ou Adriano Ferreira) e Gérson Magrão; Fabinho e Rivaldinho (Rodrigo Silva).

O Santos, que é o favorito e tem tudo para conseguir a vitória, deverá iniciar a partida com Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Serginho e Lucas Lima; Gabriel e Joel.

Arbitragem será de Alessandro Darcie, auxiliado por Mauro André de Freitas e Evandro de Melo Lima. Confesso que não tenho maiores referências sobre esses senhores. Só espero que atuem bem e não sejam caseiros.

E você, o que espera do Santos, logo mais, em Piracicaba?

PROPOSTAS JUSTAS GANHAM ASAS


Esse jogão você só vai ver no Esporte Interativo.

Já eram quase duas e meia da madrugada quando fui checar se havia algum comentário para ser liberado e me deparei com a informação do dEEpOO de que o Internacional fechou com o Esporte Interativo por dois anos. Excelente! É mais um supercampeão que se junta ao Santos. Se me lembro bem, o time dos que estarão com o Esporte Interativo a partir de 2019 já conta com Santos, Bahia, Atlético Paranaense, Ceará, Paysandu e Internacional. Parece que a Ponte Preta também está fechando. Isso prova que uma proposta justa sempre ganha asas.

Quando começamos a criticar a metodologia de divisão de cotas praticada pela Rede Globo, houve quem ironizasse, dissesse que um pequeno blog, dedicado aos santistas, jamais poderia enfrentar a rede de televisão mais poderosa do País. Evidente que não, mas a ideia, justa, estava lançada, e logo ganhou mais e mais adeptos.

Aos poucos, ficou evidente que o descontentamento pela Espanholização engendrada pela tevê carioca ia muito além da comunidade santista. Torcedores de muitos outros clubes passaram a perceber claramente os privilégios reservados a apenas dois times, e a revolta foi ganhando força. Assim, o terreno se tornou propício para a investida do Esporte Interativo, que se aproveitou do alto índice de rejeição da Globo para entrar em um mercado antes considerado impenetrável.

Não sabemos quantos clubes mais farão parte desse grupo de pioneiros que está ousando fugir do lugar-comum, mas não há dúvida de que o apoio do Internacional – também campeão da Copa Libertadores e do Mundo, como o Santos – dará mais peso ao time dos “Interativos”.

Essa competição será saudável, democrática e altamente positiva para o futebol brasileiro. Talvez haja alguma confusão no começo, porém os clubes e as tevês terão de se acertar, pois o futebol ainda é uma espetáculo bem atraente para ser tratado com tanto descaso e despotismo, como vinha sendo.

Estou certo de que a enorme resposta positiva dos torcedores, pelas redes sociais, contribuiu para convencer esses clubes de que assinar com o Esporte Interativo significa tomar o caminho certo para fugir da Espanholização e trazer de volta a sagrada competitividade ao futebol brasileiro.

Parabéns a todos que se empenharam e estão se empenhando para apoiar os clubes que já assinaram e também convencer outras agremiações a tomarem o caminho da Meritocracia, o único que pode salvar o nosso futebol.

E você, o que acha disso?


Exemplo que vem do Sul: torcida do Inter espalha consulados pelo Brasil

Hora de Renovar?
Como não tinha 10 titulares, Gilson Kleina deu oportunidade aos garotos do Palmeiras, e eles venceram o Tigre e ontem bateram a até então invicta Ponte Preta. O São Paulo, líder disparado do Campeonato Paulista, joga melhor com os jovens reservas do que com os titulares. No Rio e em outros Estados o fenômeno se repete. Há um sinal claro de que é hora de renovação no futebol brasileiro, hora de acreditar nos jovens.

Exemplo que vem do Sul: torcida do Inter espalha consulados pelo Brasil

Texto de Ernesto franze, especial para o Blog do Odir

O Internacional de Porto Alegre é dono do terceiro maior faturamento anual entre os clubes da série A do campeonato brasileiro.

Mesmo com verba de televisão e patrocínios maiores (o alvinegro é favorecido por estar na região mais rica do país), o Santos fatura menos que o clube gaúcho. O Peixe possui o quarto maior faturamento do Brasil.

Outro dado relevante é que o Inter é a décima torcida do País, enquanto o Santos é a sétima, conforme dados da última pesquisa da Pluri Consultoria.

A diferença está na participação do torcedor colorado que é muito maior do que a nossa.

Clique no link, e veja que o Inter tem vários consulados no Acre. http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=20038

Enquanto o Santos, que possui as mesmas regras estatutárias do clube gaúcho no que diz respeito a consulados, até agora só possui um consulado no País, o de Brasília.

O consulado pressupõe um número mínimo de 100 sócios. Parabéns aos santistas de Brasília.

A grande São Paulo com o maior número de sócios alvinegros é a grande decepção. Tomara que a inauguração da subsede na capital impulsione esse projeto.

Clique no link o consulado do colorado em São Paulo. http://www.consuladointersp.com.br/

O Interior de São Paulo também está devendo. Tenho informações de dois embriões de consulados, um em Santa Bárbara do Oeste, outro em Mogi Guaçu, ambos ainda não atingiram o número mínimo de sócios exigidos pelo estatuto.

Enquanto isso, segundo informação não oficial, o número de consulados do Internacional saiu da casa das dezenas e entrou para a centena. No Google é possível ter uma idéia.

A última informação (do ano passado) dá conta que o time do sul já contava com 116 mil sócios.

Como a do Inter, a torcida alvinegra precisa assumir o clube!

A verdade é que o Santos criou, via estatuto, um novo e fundamental canal de comunicação com seus torcedores e sócios, que não estamos utilizando.

O consulado é uma extensão do clube, um instrumento importante e democrático.

Entre outras atividades, o estatuto do Peixe prevê que nos consulados poderão ser realizados venda de produtos licenciados pelo clube, filiação de novos sócios e a realização do processo eleitoral do Santos em sua base territorial.

O presidente Luis Álvaro já esteve reunido com o pessoal do consulado na Capital Federal.

Mesmo que o consulado seja no Rio Grande do Norte, ou no Amazonas, os candidatos terão que passar por lá, nem que seja na eleição. Evidentemente, que, quanto maior o número de sócios, maior importância terá.

E a pergunta que não quer calar: o que leva o torcedor colorado do Acre a ser mais participativo na vida do Inter do que o torcedor alvinegro de São Paulo na vida do Santos?

Desculpa o uso do clichê, mas “não basta ser santista, tem (os) que participar”. Dar um passo à frente.

E, convenhamos, a mensalidade do sócio do Peixe é uma mixaria, pago 64 reais por trimestre, o que é igual a 21,30 reais por mês.

Um jogo, apenas, que o torcedor vá a cada mês, já paga a mensalidade com o desconto de 50% que o sócio tem direito no ingresso. O valor é tão pequeno que mal paga três chopinhos numa boa choperia.

E pra você, o que falta para o Santos ter mais consulados?


Reservas do Santos podem surpreender o Inter hoje

Para poupar os titulares que se dividiram entre o título paulista e a classificação para a fase final da Copa Libertadores, o técnico Muricy Ramalho escalará um time de reservas para a estreia do Santos no Campeonato Brasileiro, hoje, às 21 horas, na Vila Belmiro, contra o Internacional.

Para defender a escrita de nunca perder na Vila Belmiro para um time gaúcho, o Santos entrará em campo com Aranha, Bruno Aguiar, Vinícius e Bruno Rodrigo; Pará, Rodrigo Possebon, Charles, Felipe Anderson e Alex Sandro; Tiago Alves e Keirrison. Pode ser uma equipe de reservas, mas tem qualidades e pode surpreender o campeão gaúcho.

Na defesa, não creio que o Santos perderá muito. Aranha é um bom goleiro, experiente, e poderá dar conta do recado. Os zagueiros Bruno Aguiar, Vinícius Simon e Bruno Rodrigo formarão uma linha sólida, difícil de ser transposta. Nas laterais, Pará e Alex Sandro chegaram a ser titulares em algumas partidas. Não devem sentir a responsabilidade.

O ataque, com Tiago Alves e Keirrison, obviamente sentirá a falta de Neymar, mas entre Keirrison e Zé Eduardo, é difícil, hoje, dizer quem merece ser titular. Só no meio-campo é que a coisa poderá se complicar muito.

Rodrigo Possebon é limitado, Charles tem fama de ser bom, mas até agora só esteve no departamento médico, e Felipe Anderson tem potencial de craque, mas ainda é muito jovem. É o tipo de jogador que um dia se firmará, mas não se sabe quando. Se os três jogarem bem e se entenderem, o Santos poderá até surpreender o Internacional. Se forem dominados pelo adversário, o Alvinegro Praiano sofrerá sua primeira derrota, na Vila, para um time do Rio Grande do Sul.

Internacional de Falcão tem dois desfalques

Mas se o Santos terá alguns meio-tituoares, o Inter também terá de utilizar alguns reservas, pois estão lesionados Andrezinho e D’Alessandro, além do lateral-direito Nei. Assim, o técnico Falcão, que nunca esteve na Vila Belmiro nos tempos de jogador, deverá escalar seu time com Renan; Daniel, Bolívar, Rodrigo Moledo (Índio) e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga e Oscar; Zé Roberto e Leandro Damião.

Na história do Campeonato Brasileiro, Santos e Internacional se enfrentaram 43 vezes, com 17 vitórias do Santos e 16 do Inter, além de 10 empates. Para completar, a arbitragem será de Sandro Meira Ricci.

A oportunidade de muitos que pretendem ser titulares

Como se sabe, na China o mesmo ideograma que exprime “crise” quer dizer “oportunidade”. Pois é justamente neste momento delicado, em que o Santos se vê obrigado a descansar seus titulares, que outros jogadores podem provar que merecem mais espaço na equipe.

Todos nós já falamos de Felipe Anderson ou Vinícius Simon. Também já pedimos a promoção de Tiago Alves e Keirrison no lugar de Zé Love. E também esperamos ansiosamente por Charles. Alguns preferem Alex Sandro a Léo, muitos queriam que Edu Dracena e até mesmo Rafael fossem para a reserva. Pois bem… Hoje é o dia dos reservas provarem que não nasceram para serem eternos reservas e que merecem essas reivindicações dos torcedores.

Por saber que para estes santistas que estarão em campo a partida será fundamental para suas carreiras, acredito em um bom jogo, disputado e equilibrado. E acredito também que, como será a primeira partida na Vila Belmiro depois do título paulista, o torcedor da Baixada Santista comparecerá.

E você, o que espera de Santos e Internacional? Quais desses jogadores do Santos deverão se firmar e um dia serão titulares?


“Ranking do século” da IFFHS não espera a década acabar e nem o Mundial da Fifa. Santos é o terceiro do Brasil


Ganhar dois títulos brasileiros “sem entrega” não é fácil, meu irmão…

A IFFHS (Federação de História e Estatística do Futebol), na Alemanha, acaba de divulgar um “ranking do século XXI” liderado pelo Barcelona, que é seguido por Manchester, Liverpool, Arsenal e Inter de Milão. O primeiro sul-americano é o Boca Juniors, em décimo, e o primeiro brasileiro é o São Paulo, 12º.

O Santos aparece em terceiro lugar entre os brasileiros, na 26ª posição, três atrás do Cruzeiro. O Internacional de Porto Alegre, que já foi bicampeão da Libertadores e pode chegar ao seu segundo título mundial na década, é apenas o quarto, na 38ª posição… Bem, aí é que eu acho que o pessoal da IFFHS está trocando os pés pelas mãos.

Provavelmente a turma da IFFHS está para entrar de férias, pois nem esperou o Mundial de Clubes da Fifa para divulgar um ranking que, na verdade, é apenas o da primeira década do século XXI. Mais um título mundial do Internacional, por exemplo, e este passa a ser, disparado, não só o melhor brasileiro, mas o melhor sul-americano no período, figurando entre os top tem do planeta.

Na verdade, mesmo sem o Mundial, para mim o Inter já é o melhor brasileiro da década, pois ganhou duas Libertadores e um Mundial, contra uma Libertadores e um Mundial do São Paulo.

Não entendo, também, porque o Santos ficaria atrás do Cruzeiro. O time de Minas foi vice da Libertadores em 2009, da mesma forma que o Santos foi vice em 2003. A conquista mais importante do Cruzeiro no período foi o Campeonato Brasileiro de 2003, enquanto o Santos foi duas vezes campeão brasileiro: em 2002 e 2004.

Faltam um mês e um Mundial para o fim da década

E a década não termina enquanto o ano não acaba, obviamente. Não entendi essa divulgação precipitada da entidade sediada na Alemanha que vive de colaboradores do mundo inteiro. Eles parecem se preocupar com todos os números e estatísticas que envolvem o futebol, menos com os mais importantes: as datas.

A sétima edição da Copa do Mundo de Clubes da Fifa de 2010 será disputada de 8 a 18 de dezembro em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O Internacional é o representante sul-americano e tem boas possibilidades de chegar ao título, que deverá decidir com a Internazionale de Milão, campeã da Liga dos Campeões da Europa.

E ainda há campeonatos nacionais a serem finalizados, como o Brasileiro, cujo resultado certamente mudará qualquer ranking sério que se faça. Se o Cruzeiro vencer, por exemplo, concordo que deva permanecer à frente do Santos. Da mesma forma que o título para Fluminense ou Corinthians deverá alterar suas classificações.

Pelo ranking “do século” da IFFHS o Corinthians é o sétimo brasileiro, na 59ª posição; enquanto o Fluminense é o oitavo, na 64ª posição. O título deste ano certamente faria o Fluminense ultrapassar não só o alvinegro paulistano, como também Flamengo e Grêmio, subindo para a quinta posição entre os times brasileiros desta década.

Confira os dez brasileiros no “ranking do século” da IFFHS

1 – 12º. São Paulo – 1909 pontos
2 – 23º. Cruzeiro – 1592 pontos
3 – 26º. Santos – 1539 pontos
4 – 38º. Inter – 1429 pontos
5 – 54º. Grêmio – 1313 pontos
6 – 56º. Flamengo – 1310 pontos
7 – 59º. Corinthians – 1298 pontos
8 – 64º. Fluminense – 1261 pontos
9 – 88º. Palmeiras – 1080 pontos
10 – 103º. Atlético-PR – 1012 pontos

Reveja um título brasileiro que vale mais do que um Mundial: o de 2002, conseguido em cima do time do presidente:

Você acha que dá para levar a sério um “ranking do século” que é divulgado sem esperar o fim da década e o Mundial da Fifa?


Quem lê este blog sabe porque o Santos foi cabeça de chave e pegará um grupo menos difícil da Libertadores


Coutinho comemora gol contra o Boca, no Maracanã, na decisão de 1963

Quem lê este blog viu, no post de 7 de outubro, que o Santos é o número um do ranking brasileiro de 2010. Por isso, foi escolhido como um dos cabeças de chave da Copa Libertadores da América de 2011, ao lado do Internacional, atual campeão da Libertadores.

Leia matéria deste blog sobre a liderança do Santos no ranking da CBF

Se me perguntarem se o critério é justo, responderei que não. Acho que o número um do ranking nacional deveria ser o campeão brasileiro. Porém, como já expliquei no referido post de 7 de outubro, o ranking da CBF dá mais valor ao título da Copa do Brasil do que ao Brasileiro.

Engraçado é que muitos que discordam da unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, apoiando a negligência da CBF sem ao menos se darem ao trabalho de estudar a história do nosso futebol, agora se revoltam com a questão do sorteio da Libertadores, questão provocada pela mesma CBF.

Para ser coerente, acho que o Santos não deveria ser cabeça de chave da Libertadores, da mesma forma que deve haver o reconhecimento, por parte da CBF, dos campeões brasileiros a partir de 1959. Não dá para criticar uma coisa e aprovar a outra.

Como será a Libertadores 2011

Campeão da Copa do Brasil, o Santos estará no Grupo 5, junto com o Deportivo Tachira, da Venezuela; o segundo representante do Chile e o vencedor do jogo entre o terceiro representante paraguaio e o Deportivo Petare, da Venezuela. Aparentemente, é uma chave menos difícil, pois não terá adversários de países mais tradicionais do futebol sul-americano.

O Internacional de Porto Alegre pegará, no Grupo 6, o Jorge Wilsterman, da Bolívia, o segundo representante do Equador, e o ganhador do jogo entre Jaguares Chiapas, do México, e o terceiro representante do Peru.

O campeão brasileiro, título que está mais para o Fluminense, mas ainda pode ser de Corinthians e Cruzeiro, terá vida teoricamente mais difícil: fará parte do Grupo 3, com o Nacional do Uruguai, o América do México e o Argentinos Juniors.

Já o vice-campeão brasileiro, posição hoje ocupada pelo Corinthians, terá uma pedreira pela frente: jogará no Grupo 7, com o segundo representante da Argentina, o segundo do Paraguai e o vencedor do confronto entre o terceiro lugar do Brasileiro e o terceiro representante da Colômbia. Ou seja: tudo indica que segundo e terceiro colocados do Campeonato Brasileiro se enfrentem já na primeira fase da Libertadores.

Por fim, o Goiás, se for campeão da Copa Sul-americana, ou o quarto colocado do Campeonato Brasileiro (hoje o Grêmio) enfrentarão o Liverpool, do Uruguai, na repescagem. Se vencerem, entrarão no Grupo 2, com Atlético Junior, da Colômbia, mais os segundos representantes de Bolívia e Peru.

Os jogos desta fase de grupos serão realizados de 10 de fevereiro a 21 de abril de 2011. As duas melhores equipes de cada grupo avançarão para as oitavas de final, a partir da qual as disputas serão em jogos eliminatórios, com a contagem do valor maior para os gols marcados fora de casa.

Reveja como Pelé, Coutinho & Cia calaram La Bombonera e retribuíram com gols os pontapés dos argentinos em 11 de setembro de 1963, dando ao Santos o bicampeonato da Libertadores:


O que você achou do sorteio? Acha que o Santos terá um time forte para brigar pelo terceiro título da Copa Libertadores?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑