Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Itu

Com todo o respeito, quero que o Ituano entre pelo cano


No ano passado foi assim.

Meus amigos e minhas amigas (cadê as mulheres do blog?!), o futebol às vezes nos provoca reações inexplicáveis. Vejam vocês que o Ituano, para mim, era o simpático time da tradicionalíssima Itu, cidade com seu histórico passado republicano, seu aprazível restaurante alemão, seus belos condomínios e orelhões imensos. No futebol, nunca me despertou qualquer emoção.

Quando vi o Santos, sem Neymar e sem Robinho, virar um jogo no Pacaembu e enfiar 9 a 1 no time do Juninho Paulista, fiquei com dó. Mas eis que os danados caipiras com mania de grandeza deram a volta por cima e encaçaparam o Santos na final do Paulista de 2014…

Está certo que um time com Damião, Cícero e Mena pode perder de qualquer um, mas em pleno Pacaembu, numa final, foi demais. Daquele momento em diante, o Ituano ficou entalado na minha garganta. De folclórico virou demoníaco.

Cuturaram a baleia orca assassina com vara curta, agora que se virem. Neste sábado, pela manhã, na Vila Belmiro, quero que o Santos, com todo o respeito, faça o Ituano entrar pelo cano. E se jogar com a mesma vontade que mostrou em Campinas, estou confiante de que a vitória virá e será bonita.

O coração mole Dorival Junior já pensou em poupar titulares. O esforço para ganhar da Ponte, no calor de Campinas, parece ter desgastado alguns jogadores. Porém, a torcida já está ficando de saco cheio desse negócio de poupar titulares. Não se esquecerá tão cedo que a vaga para a Libertadores foi perdida para essa mania de descansar. Meu avô dizia que a vida é para trabalhar, gastar energia, pois depois teremos toda a eternidade para descansar. Concordo com o velho. Está vivo? Vai pra luta, meu filho!

O Santos deve começar a partida com o mesmo time que entrou em campo contra a Ponte: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Paulinho, Ricardo Oliveira e Gabriel.

Achei que em Campinas Lucas Veríssimo e Paulinho deram uma melhorada. Vamos ver neste sábado. Outro que queria ver de novo é Victor Bueno. Algo me diz que o garoto é especial. Parece que Dorival pode colocar o Alison no lugar do Renato e o Patito no de Paulinho. Se entrar, espere que o Patito Mio não invente.

O time de Itu deve jogar com Diego, Raul Prata, Naylhor, Luiz Felipe e João Paulo; Jonatan Lima, Simião (Kenedy), Claudinho e Ruan; Edinho e Peri. Técnico: Tarcísio Pugliese.

Cadê a campanha de sócios?

Procurando informações sobre o Ituano, deparei-me com o site oficial do bravo time de Itu. Veja que ao abrir o site dos homi já se tem toda a facilidade para se associar ao clube. Por que será que essa diretoria esconde do torcedor santista a possibilidade de se associar? Por que trabalha contra o equilíbrio financeiro e o crescimento do clube?

Clique para entrar no site do Ituano e se deparar com a campanha do clube para aumentar o quadro de sócios.

E pra você, quem entra pelo cano neste sábado?


Análise dos jogadores do Santos na vitória em Itu

Texto de Sandro Campos

Rafael: Bom goleiro, mas não sai debaixo do gol nem por decreto, daí todo cruzamento na área fica por conta dos zagueiros. De qualquer forma fez uma defesa sensacional no segundo tempo.

Jonathan: Tentou, tentou, tentou…. Até que fez um golaço!.

Bruno Rodrigo: Só estava em campo para ver de perto o gol do Ituano. Aliás, como pode um zagueiro de time grande querer marcar a bola num cruzamento e esquecer do atacante!? Sem sacanagem, acho que deu um migué para ser substrituido logo depois do gol, deve ter sido de vergonha….

Bruno Aguiar: Seguro. Sinceramente não sei como não é titular desse time.

Dracena: Hoje jogando do lado “certo do campo” continuou comprometendo em jogadas bobas, não é zagueiro para o Santos FC…

Danilo: Esforçado, e só…. Mas como estava jogando totalmente improvisado não merece ser criticado. Gostaria de vê-lo jogando mais vezes na lateral direita, que é a posição dele.

Charles: Não comprometeu, mas também não demonstrou nada diferente.

Adriano: O guerreiro de sempre. Não espere uma jogada espetacular dele, mas pode confiar que ele não dará sossego para o adversário de jeito nenhum. Mas que passe para o Jonathan… Quem dera o Santos tivesse ONZE GUERREIROS como ele, mas com a qualidade do Neymar…

Possebon: Praticamente não apareceu no primeiro tempo, mas volante que não aparece tem lá seus méritos.

Felipe Aderson: Ainda não está pronto. Continua tímido e sem personalidade dentro de campo. Mas meteu uma bola PERFEITA para o Keirrison, então merece meus aplausos, mas só por essa jogada.

Alan Patrick: Entrou bem, mas nada de excepcional

Ganso: Gostaria de estar enganado mas acho não está mais a fim. Jogando totalmente sem vontade, apesar de ajudar a marcar e de alguns toques geniais que colocaram Keirrison e Alan Patrick na cara do gol por exempo. Ele tem categoria para fazer muito mais do que isso…

Keirrison: Está melhorando, mas precisa de alguém que o coloque na cara do gol mais vezes durante o jogo. Quando recebeu a primeira em condições de finalizar fez aquilo que todos esperam, belo gol. Depos teve outra oportunidade e bateu pra fora. Duas ou tres oportunidades por jogo é muito pouco.

Tiago Alves: Demonstra muito mais personalidade que o Felipe Anderson, mas continua pecando pelo excesso de individualismo como acontecia nas divisões de base. Mas fez o gol de empate, portanto tem estrela.

Resumo: O Santos poderia ter saído de campo hoje com uma bela goleada, apesar dos desfalques. De qualquer forma valeu pela vitória e pelo espírito de luta. Ainda dá para ficar em primeiro lugar nessa fase de classificação porque nossos adversários podem tropeçar nas próximas rodadas, mas mesmo que fiquemos em “desvantagem” para as finais temos time para sermos bicampeões paulista.


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑