Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Marília

Reservas goleiam. Santos segue invicto e líder absoluto

Clique aqui para ler: “Para não dizer que não falei das manifestações de 15 de março”

Cicinho/Thiago Ribeiro furam a retranca do Marília

Diante de um adversário todo recuado, que marcava em seu campo, o santos começou o jogo apenas girando a bola de um lado para outro, sem saber muito o que fazer com ela.

04m10s – Mesmo muito marcado, Cicinho segura demais a bola na lateral e acaba perdendo. O Marília dava a impressão de jogar em cima dos erros do Santos, como este do lateral-direito do Santos.
10m53s – Na primeira investida bem-sucedida, Zeca penetra pela ponta-esquerda e consegue escanteio. Na cobrança, o goleiro Rodrigo espalma para fora da área.
14m00s – Santos marca por pressão na saída de bola do Marília. Mas ainda continua se utilizando mais de lançamentos do que de jogadas pelo chão.
16m24s – Cicinho é lançado por Elano, parece que vai conseguir ganhar a bola, mas acaba cometendo falta no defensor do Marília.
17m30s – Lançamento para Gil Bahia, nas costas de Zeca, na ponta-direita do Marília. P lance acaba em escanteio para o time da casa.
22m00s – sem a bola, o Marília continua recuando totalmente para o seu campo, reduzindo o espaço para os pouco entrosados e criativos reservas do Santos.
23m00s – Marquinhos Gabriel penetra pela direita, cruza, a bola bate em um defensor, sobre para Gabriel que tenta novo cruzamento e consegue escanteio.
29m00s – Depois de uns quatro minutos fora do campo para trocar a chuteira, Gabriel retorna ao jogo.
31m50s – Gol de Thiago Ribeiro! Cicinho dribla Deca, vai à linha de fundo e chuta rasteiro e forte; o goleiro Rodrigo espalma e Thiago Ribeiro pega de sem pulo, no canto direito. Belo gol. Santos 1 a 0.
34m00s – Cicinho senta no gramado, reclama de dores musculares e é substituído por Victor Ferraz. A sensação é a de que a defesa ficará mais protegida com o substituto.
37m00s – Bate-rebate na área do Matília. Marquinhos Gabriel, Elano e Thiago Ribeiro chutam, mas a bola sempre bate em um defensor.
42m06s – Bruno farias chuta de longe e a bola passa raspando o travessão da meta de Vanderlei.
46m00s – Faltam segundos para o primeiro tempo acabar quando o Santos perde uma bola dominada na saída do seu campo. Na sequência, Leandro Costa chuta de ora da área e a bola passa perto da trave esquerda de Vanderlei.

Com Lucas Lima o Santos é outro

00m32s – Gil Bahia recebe livre, cruza, a bola bate em David Braz e sai para escanteio. Marília volta mais ofensivo no segundo tempo.
01m13s – Cruzamento na área do Santos. A cabeçada sai fraca e Vanderlei defende sem dificuldade.
04m00s – Boa troca de passes termina com tabela entre Victor Ferraz e Marquinhos Gabriel. A bola é recuada para Gabriel, que chuta por cima.
04m38s – Thiago Ribeiro recebe de Zeca, penetra pela esquerda e bate a gol, para defesa esquisita do goleiro do Marília.
10m03s – Vanderlei é desequilibrado quando vai socar uma bola e na sequência a bola é tocada para fora. Melhor oportunidade para o Marília.
11m50s – Falta em Zaca. Elano bate, zagueiro do Marília desvia e goleiro agarra.
12m22s – Bom ataque. Victor Ferraz serve para Gabriel, que chuta por cima.
15m14s – Falta de longa distância. O canhoto Bruno Farias chuta pra gol e quase surpreende Vanderlei, que espalma para escanteio.
16m36s – Gol de Marquinhos Gabriel! Lucas Otávio costa, Gabriel recebe livre, penetra e passa para marquinhos Gabriel, pela direita, que só tem o trabalho de tocar para o gol vazio. Santos 2 a 0.
20m04 – Gol de Bruno Farias. Vanderlei corta um cruzamento espalmando a bola para fora da área. Bruno Farias mata a bola, dá um drible de lado em Valencia e bate forte e rasteiro, no canto esquerdo de Vanderlei. Golaço. Marília 1 a 2.
21m40s – Gabriel chuta de fora da área para fora.
23m15s – Falta dura e cartão amarelo para Valencia.
24m42s – Lucas Otávio pega um rebote na entrada da área do Marília e chuta, mas a bola sai para fora.
25m00s – Sai Elano e entra Lucas Lima. O time vai ganhar muita mobilidade com a substituição.
27m15s – Lucas Lima chuta, a bola bate na defesa e no rebote Gabriel dá uma bicicleta. A bola sai fraca, mas quase encontre o goleiro.
28m23 – Zeca é driblado facilmente por Thiago Elias e a bola é cruzada na área santista, mas Vanderlei encaixa.
29m22s – Lucas Lima dá passe sensacional para Gabriel, que se vê livre diante do goleiro. Mas ao tentar cabecear o jovem atacante bate com o ombro na bola e perde o gol.
30m19s – Gol de Thiago Ribeiro! Em um contra-ataque rápido, Gabriel aparece livre pelo meio, toca para Thiago Ribeiro pela meia-esquerda, este penetra e toca na saída do goleiro. Marília 1 x 3 Santos.
33m00s – Sai Valencia, entra Renato. O meio de campo do Santos passará a marcar melhor e tocar melhor a bola, acabando com as esperanças do Marília.
36m39s – Gol de Gabriel! Gabriel recebe outro grande passe de Lucas lima, desta vez pelo chão. O Menino da Vila mata a bola, prepara o chute e bate forte no canto esquerdo do goleiro Rodrigo. Marília 1 x Santos 4.
39m32s – Thiago Elias cobra falta de longe, com força, Vanderlei espalma.
42m02s – Leandro Costa se infiltra nas costas de Zeca e acerta um chute forte que se choca contra o travessão.
46m00s – Lucas Lima sai driblando do meio de campo, perto da lateral direita, e chega próxima à área do Marília quando sofre violento pontapé por trás de Gilberto Trindade. O cartão amarelo ficou de graça para o jogador do Marília.

Atuações
Vanderlei – Saiu bem no gol em bolas altas, fez boas defesas, mas não esteve muito atento no gol do Marília. 6.
Cicinho – Meio atrapalhado, como sempre, acabou fazendo o lance do primeiro gol do Santos. Depois disse que sentiu a perna e saiu. 5
David Braz – Atuação discreta, mas segura. 7.
Gustavo Henrique. O mesmo que David Braz. 7.
Zeca – Participou de alguns lances de ataque, mas falhou na marcação mais de uma vez. 5.
Valencia – Tem grande dificuldade para sair jogando. Bobeou também na marcação. 5.
Lucas Otávio – Grande ladrão de bolas. Mas errou alguns passes e chutes a gol. 6.
Elano – Esforçou-me mais do que tem feito. Porém, ficou mais à frente e deixou a incumbência de armar o jogo para Lucas Otávio. Baseou seu jogo em lançamentos. É visível sua falta de mobilidade. 5.
Marquinhos Gabriel – Lutou muito, se empenhou e acabou sendo premiado com o gol. 6.
Gabriel – Continua dando a impressão que ainda não sabe dosar vitalidade e arranque com habilidade. Mas, usando sua velocidade e ótimo posicionamento, fez um gol e deu duas assistências. 7.
Thiago Ribeiro – Começou grudado na ponta-esquerda. Depois, foi se soltando aos poucos. Acertou um belo sem-pulo no primeiro gol e teve frieza para marcar o terceiro, definindo a partida. Pelo esforço e os dois gols, vai levar um 7.

Dos que entraram no transcorrer da partida, destaque para Lucas Lima, o garoto nascido em Marília que em 15 minutos fez o suficiente para receber uma nota 7. Victor Ferraz não foi mal e mereceu um 6. Renato entrou bem, mas sem muito tempo para ganhar nota.

Marcelo Fernandes – Fez o feijão com arroz bem temperado. Arriscou um pouco poupando tantos titulares, mas armou bem o time, soube motivar os jogadores e fez as substituições corretas e na hora certa. 7.

Marília 1 x 4 Santos
Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília (SP), 14/03/2015, sábado, 18h30
Público total: 6.849. Renda:R$ 181.480,00
MARÍLIA: Rodrigo Calchi, Gil, Thiago Gomes, Braga e Deca; Juninho Ortega (Gadelha), Boquita, Gilberto (Gilberto Trindade) e Evandro (Thiago Elias) e Bruno Farias; Leandro Costa. Técnico: Bruno Quadros.
SANTOS: Vanderlei, Cicinho (Vitor Ferraz), David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Valencia (Renato), Lucas Otávio e Elano (Lucas Lima); Marquinhos Gabriel, Thiago Ribeiro e Gabriel.Técnico: Marcelo Fernandes.
Gols: Thiago Ribeiro, aos 31m50s do primeiro tempo; Marquinhos Gabriel aos 16m36s, Bruno Farias aos 20m04s, Thiago Ribeiro aos 30m19s e Gabriel aos 36m39s do segundo.
Arbitragem: Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Maria Eliza Correia Barbosa.

Agora ouça Thiago Ribeiro e veja seus gols pela SantosTV:

O estádio do Santos – Quinta-feira, enquanto autografava o livro ‘Segundo Tempo – de Ídolo a Mito” para o prefeito de Santos Paulo Alexandre Barbosa, conversamos sobre o futuro estádio do Santos. Ele lembrou que Walter Torre, o santista que é dono da construtora W Torre, visitou Santos e gostou de um terreno federal ao lado do clube Portuários. Considerou que ali daria um belo estádio.
O prefeito só me deu esta informação depois de eu ter aventado a hipótese de que Santos, Portuguesa Santista, Jabaquara e a própria Prefeitura de Santos se unissem para levantar uma bela arena na cidade que poderia ser usufruída por todos. Afinal, há grandes times, como Cruzeiro e Flamengo, que não têm estádios e jogam em estádios do governo. Não sei se por educação, mas ele achou a ideia digna de ser bem analisada.
Lembrei-lhe, porém, que se a W Torre fizer uma pesquisa de mercado para construir um estádio para o Santos, dificilmente deixará de ergue-lo em São Paulo, cidade que tem 1,5 milhão de santistas. Sabe-se que um fator que ajuda muito na construção de um estádio é a venda antecipada de camarotes e em São Paulo ela seria bem maior do que na Baixada Santista. Enfim, são detalhes a serem analisados com calma e ciência.
Com os sucessos dos estádios de Palmeiras e Corinthians, fica evidente que uma casa nova, moderna e bem localizada alavanca a média de público, permite uma grande campanha de sócios e atrai patrocinadores (não é à toa que Santos e São Paulo são os dois grandes paulistas sem patrocinador máster).

Amigos e “traíras” – Na linguagem jornalística chamamos de “traíras” aqueles que remam contra, que sempre estão levantando problemas, fazendo perguntas capciosas. Ao ouvir a entrevista do Ricardo Oliveira, pela SantosTV, isso fica evidente. O jornalista “amigo” do Santos quer saber de sua atuação, da reação de seu filho santista, do ambiente no clube e de coisas ligadas ao bom momento que o atacante atravessa; os “traíras” já perguntam sobre quando ele pretende pedir aumento, se teria problema de ir para outro clube etc. O moço mal chegou ao Santos, o ano só teve dois meses completos e alguns já estão colocando lenha na fogueira. Impressionante. Mas o legal é que o Ricardo Oliveira é um ótimo sujeito, muito consciente e muito grato pela oportunidade que o Santos lhe deu. Quem não acreditou nele, queimou a língua. A experiência o transformou em um verdadeiro mestre da área. O gol que fez contra o Palmeiras é lapidar. Seu exemplo de abnegação e profissionalismo fará bem aos Meninos do Santos.

Assista a entrevista de Ricardo Oliveira e tire suas conclusões:

E você, o que achou de Marília 1 x 4 Santos?


Com Elano titular, Santos joga pela vitória em Marília

Elano e Gabriel Gasparotto
No treino, Elano mata a bola no peito diante do goleiro Gabriel Gasparotto (Ivan Storti/Santos FC)

Depois do jogo, que será transmitido pelo Sportv, venha discutir a atuação do Santos contra o Marília aqui no blog.

Como o Santos joga na terça-feira com o Londrina, no norte do Paraná, pela Copa do Brasil, o técnico Marcelo Fernandes resolveu poupar alguns jogadores no jogo deste sábado, às 18h30m, no estádio Bento de Abreu Sampaio, em Marília, contra o Marília, o time de pior retrospecto no Campeonato Paulista até aqui.

Sem ainda ter convencido os santistas nesta sua segunda volta ao clube, o meia Elano terá oportunidade de iniciar a partida, formando o meio-campo ao lado de Valencia e Lucas Otávio. Há alguma temeridade nessa formação, já que Lucas Lima tem tido desempenhos excelentes, com grande mobilidade e disposição física. Saberemos logo mais se Elano tem capacidade para substituir o titular com a mesma eficiência.

No mais, creio que o meio-campo se sairá razoavelmente bem, pois Valencia e Lucas Otávio são bons marcadores e têm tido oportunidades no time de cima. A maior incógnita, entretanto, está no ataque, que será totalmente remodelado na partida deste sábado.

Geuvânio, Ricardo Oliveira e Robinho descansarão para as entradas de Marquinhos Gabriel, Thiago Ribeiro e Gabriel. Espero que os reservas vejam essa oportunidade como uma chance de ouro de se firmarem no elenco. O teste pode ser decisivo para Marquinhos Gabriel e Thiago Ribeiro, principalmente.

A defesa não mudará muito, a não ser com a entrada de Zeca na lateral-esquerda, no lugar de Victor Ferraz, que vinha jogando bem.

Apesar da fragilidade do Marília, último colocado na classificação geral e defesa mais vazada da competição, espero que o Santos jogue com a seriedade que três pontos merecem. Não se pode esquecer que a briga, neste momento, não é apenas pela classificação para a próxima fase, mas para alcançar a liderança geral do campeonato, o que dará ao time a possibilidade de fazer os jogos decisivos em seu campo.

Marília x Santos (times prováveis)
Marília, 14/03/2015, 18h30, estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal
Marília: Rodrigo, Gil, Thiago Gomes, Braga e Deca; Juninho Ortega, Boquita, Vitor Cruz e Bruno Farias; Wellington Amorim e Leandro Costa. Técnico: Bruno Quadros.
Santos: Vanderlei, Cicinho, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Valencia, Lucas Otávio e Elano; Marquinhos Gabriel, Thiago Ribeiro e Gabriel. Técnico: Marcelo Fernandes.
Arbitragem: Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Marco Antonio Junior e Maria Eliza Barbosa.

Veja o gol de Ávalos na vitória do Santos em 2007:

Veja o embarque do Santos para Marília:

Entrevista com o técnico Marcelo Fernandes:

E você, o que você espera do Santos em Marília?

CONTRATO COM A CSU EMPERRA CAMPANHA DE SÓCIOS

De que adianta ser Sócio-Rei e não conseguir ingressos para ver o Santos?

O interessado pode demorar até uma semana para se tornar sócio do Santos e alguém que more no Exterior não é aceito no quadro social do clube. O sistema não permite. Enfim, descobri que o Santos pouco pode fazer para implementar uma campanha nacional de sócios enquanto prevalecer o contrato com a CSU Cardsystem S.A., que tem mais dois anos de vigor.

“Nós tínhamos instalado um sistema que permitia ao clube fazer todo o processo de filiação do sócio, em pouco tempo. Resolveram terceirizar…”, diz Marcelo Teixeira, presidente do Santos até o final de 2009, quando foi substituído por Luis Álvaro Ribeiro.

Hoje, o sistema denominado “Sócio Rei” é totalmente controlado pela CSU. O clube pouco pode fazer a respeito, a não ser intervir junto à terceirizada para que o torcedor seja melhor atendido.

Para uma mudança radical no processo é preciso discutir as cláusulas do contrato com a CSU – o que já está sendo feito – e se pensar em alterações que agilizem e melhorem esse atendimento. Em última instância, a rescisão do contrato pode ser a única opção.

Afinal, todo contrato gera responsabilidades a ambas as partes, mas também lhes dá direitos. O Santos vem sendo muito prejudicado pela maneira negligente com que a CSU trata seus sócios e torcedores que, em suma, são os consumidores da marca SANTOS. Este mau atendimento gera um enorme prejuízo ao clube e também à imagem da CSU.

Neste blog já lemos inúmeras queixas contra a CSU Cardsystem. O mesmo ocorre em sites específicos para a reclamação de consumidores. No site “Reclame Aqui” é possível encontrar denúncias como esta:

Sócio Rei NÃO FUNCIONA

CSU CARDSYSTEM S.A. P
Santos – SP Terça-feira, 22 de Maio de 2012 – 20:16

A empresa CSU, responsável entre outras pela administração de contatos do Programa Sócio Rei do Santos F.C., presta um péssimo atendimento ao consumidor.

O único benefício que temos em relação aos jogos do Santos é o desconto e a prioridade de compras de ingressos, ou melhor ERA, pois com a CSU esse benefício não vale.

Não conseguimos comprar ingressos, não conseguimos reservar ingressos, a carteirinha demora uma eternidade para chegar e quando chega precisamos falar com atendentes despreparados portando um sistema ruim.

O site é pior ainda, não funciona em horários de pico, onde deveria haver uma previsão de gargalo de visitas dos usuários.

Ou o Santos administra por sua própria conta os seus sócios ou encontra uma empresa qualificada para realização das tarefas administrativas que dizem respeito aos sócios, pois do jeito que essa empresa trabalha, nem o patrocínio no número da camisa ela merece!!!

Para conhecer outras reclamações contra a CSU Cardsystem click no link:
Reclame Aqui

E você, como define o trabalho que a CSU presta ao Santos?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑