Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Mundial do Japão (page 1 of 2)

Veja o apoio do torcedor santista ao time que viajou para o Mundial

Vai Santos, representar o Brasil, a América do Sul, o futebol-arte. Vai de novo jogar pela cidade, pelo País, por todos que não se conformam de ser vira-latas no mundo do futebol. E por que, mais uma vez, sua causa é nobre e justa, os deuses estarão ao seu lado, Santos. O Mundial é um sonho mais que possível!

Ônibus do Santos saindo de Santos

Chegada do Santos em São Paulo

A festa no Aeroporto de Guarulhos

Já mandou sua mensagem aos jogadores? Pode mandar…


O pedido de um santista ao Papai Noel


No Natal passado foi a Unificação dos títulos brasileiros. Este ano, o que será?

Por Gustavo Kosha

Faz algum tempo que eu não te escrevo. Aliás, MUITO tempo, eu sei disso. Na época em que conversávamos ainda eram usadas as cartas ao invés dos emails… Os tempos mudaram Papai Noel, e muito…

Sei que, depois que cresci, fiquei “um pouco” descrente em relação a sua pessoa. Não vou ser hipócrita e mentiroso, realmente deixei de acreditar na sua existência, e peço desculpas por isso, mas acho que chegou o momento certo para o senhor me mostrar o quanto eu estive errado por todos esses anos.

Eu me comportei muito bem em 2011 Papai Noel. O senhor sabe que nunca fui de “cornetar”, e, este ano menos ainda, quase não reclamei. Tudo bem, sejamos sinceros, uma vez ou outra, no início da Libertadores, reclamei do Possebon e das invenções do Adílson. Eu sei, eu sei, critiquei um pouco os gols perdidos pelo Zé Love também, mas o senhor há de convir comigo Papai Noel, não dava para aguentar aquilo em silêncio. Ele perdeu cada gol que o senhor, com essa barriga e o saco nas costas, não perderia.

O senhor pode argumentar que não tínhamos muito do que reclamar esse ano, aliás, nos últimos anos eu concordo, vivemos em estado de graça, mas fui um cara tão legal e tão bom, que pouco tirei sarro dos meus amigos que torcem por outros times. Claro que uma piadinha ou outra é saudável e faz parte do jogo, mesmo porque torcer para um time que consegue ser eliminado na pré-libertadores por um “apanhado” da Colômbia, merecia o ano inteiro de piadas, mas eu fui contido Papai Noel, e tudo isso porque eu tinha certeza da onde nós chegaríamos…

…e chegamos.

Sexta-feira agora eu embarco para o Japão em busca da nossa tão sonhada terceira estrela. Isso por si só já é um sonho realizado, mas o senhor sabe Papai Noel que nós, santistas, sempre queremos mais. Estamos acostumados com o melhor, e o melhor, só pode ser o título. A consagração de uma geração vencedora. O reconhecimento do mundo de que o Brasil e, principalmente o Santos Futebol Clube, continua sendo o maior celeiro de craques do mundo.

O senhor nunca me decepcionou Papai Noel, e tenho certeza de que não vai ser agora que o senhor vai me decepcionar, mesmo porque posso ser até um pouco “agnóstico” em relação a sua existência, mas no Santos Futebol Clube eu nunca deixei de acreditar.

Eu e toda a torcida santista espalhada pelo Brasil e pelo mundo contamos com o senhor Papai Noel. Prove para todos nós que o senhor realmente existe!

Muito obrigado,

Gustavo.

Gustavo Kosha é publicitário, pai da Nina, sócio remido e torcedor do Santos Futebol Clube.


Treino é treino, Mundial é Mundial…

Há santistas furiosos com o futebol mostrado ontem contra o Bahia. Reclamam do Paulo Henrique Ganso, dizem que o Elano não está jogando nada e que só o Neymar se salva. Ora, era apenas um treino, minha gente. A possibilidade de ser campeão mundial e deixar o nome definitivamente na história fará estes jogadores mostrarem o que sabem e o que não sabem. Ânimo!!!

Nessas horas, a experiência vem em nossa ajuda. Lembro-me de passagens parecidas que mostram como não podemos ser precipitados para analisar um time que participará de uma competição de tal grandeza. Hoje parece ridículo, mas saibam que antes da Copa de 1958, na Suécia, alguns jogadores fizeram questão de serem cortados, pois temiam que o Brasil desse vexame na Suécia, como havia acontecido na Suíça, em 1954, quando o time foi eliminado nas quartas-de-final, pelos húngaros.

Recordo-me perfeitamente de uma revolta ainda maior depois que a Seleção Brasileira empatou, se não me engano em 0 a 0, com a Seleção B da Bulgária, antes de viajar para a Copa do México, em 1970. Leitores tão enraivecidos como alguns santistas que comentaram neste blog, enviaram cartas furiosas aos jornais pedindo que o Governo não permitisse que a Seleção embarcasse para o Mundial, pois estava fadada a nos fazer passar o maior vexame da história do nosso futebol (hoje, como se sabe, analistas consideram a Seleção de 70 como um dos melhores, ou o melhor time que já disputou uma Copa do Mundo).

Para não ir tão longe, lembro que no Brasileiro de 2004 alguns santistas escreveram que tinham jogado a toalha a várias rodadas do final. Então, escrevi um texto parecido com este que escrevo agora, tentando dar um chá de coragem aos torcedores só de vitórias. O mesmo aconteceu na Libertadores deste ano, quando muitos fugiram do barco antes do jogo crucial contra o Cerro Porteño em Assunção.

A hora é de acreditar, de se alegrar ou sofrer junto

Quem não quiser sofrer neste Mundial, peça licença de torcedor. É claro que um título como esse envolverá muita luta, muita abnegação. Mesmo que o Santos fosse infinitamente superior ao Barcelona, ou a qualquer outro time que participará do Mundial, o título não viria com facilidade e sem qualquer perigo. Os grandes times que agiram como se sua técnica superior fosse, naturalmente, levá-los ao triunfo, sofreram derrotas horríveis, como o Brasil de 1950, a Hungria de 54, a Holanda de 74 e o Brasil de 82.

Portanto, há um lado positivo no amplo favoritismo do Barcelona: ele mexerá com os brios dos santistas e fará com que joguem tudo o que sabem. E joguem sem medo, pois serão pouco mais do que franco atiradores. Por isso, acredito que no Mundial até jogadores que hoje são criticados conseguirão se superar e mostrar todas as qualidades que os levaram a ser titualres do Santos.

Chegou o momento em que não adianta fantasiar sobre o que poderia ter sido, ou sobre quais jogadores o Santos poderia ter. O torcedor de verdade estará ao lado do time como ele estiver. Se for para comemorar, faremos a maior festa. Se for para sofrer, choraremos juntos. Mas não seremos covardes de procurar culpados antes do tempo. Vamos pro jogo!!!

Como está o seu espírito para o Mundial?


O pequeno Getafe mostra ao Santos um jeito de vencer o Barcelona

Com uma defesa cerrada, que fechou os espaços e dificultou a troca de passes do ataque do Barcelona, uma ótima atuação do goleiro Moya e oportunismo para fazer o único gol do jogo em uma cobrança de escanteio, o Getafe venceu neste sábado o decantado Barcelona de Messi e mostrou que a missão do Santos no Mundial da Fifa talvez não seja tão impossível como alguns imaginam.

Está certo que o time Catalão teve o controle da bola durante a maior parte do jogo, mas seu ataque criou poucas oportunidades claras de gol, e todas elas defendidas pelo ótimo goleiro do Getafe. Por outro lado, o time local, além do gol, marcado pelo zagueiro Valero, também teve outras duas boas oportunidades.

Com o resultado, o Barcelona ficou seis pontos atrás do líder Real Madrid, que hoje goleou o Atlético de Madrid por 4 a 1. Em 13 jogos, o Barça ganhou 8, empatou 4 e perdeu um, o de hoje. Messi também deixou de ser o artilheiro do Campeonato Espanhol, superado por Cristiano Ronaldo.

O pequeno Getafe não perde em seu estádio desde 18 de setembro, mas é apenas o 14º colocado e corre risco de rebaixamento. Sua vitória deste sábado representou uma forma de se derrotar o Barcelona.

Não creio, porém, que um time de muito mais recursos, como o Santos, com jogadores de nível técnico superior e dois deles verdadeiros craques, como Neymar Ganso, precisem passar tanto sufoco para vencer o Barcelona. Mas, se tiver que ser assim, a gente aceita, fazer o quê?

Confira os melhores momentos e o gol do Getafe:

E aí, santista, ficou mais animado para o Mundial do Japão?

Neymar, seu cabelo e sua barriguinha, deixam japonesas ouriçadas

Este vídeo, indicado pelo leitor Torcedor, mostra como Neymar já está sendo reverenciado no Japão. Já tem gente cortando o cabelo como o dele. Mas pelo jeito as japonesas não se ligam só no cabelo. Veja:

Será que o fato de continuar no Santos e no Brasil está prejudicando a visibilidade de Neymar?

Agora veja os bastidores da conquista da Liga Futsal

Muricy Ramalho, Luis Álvaro Ribeiro, Neymar e Elano conversaram com os jogadores de futsal do Santos antes da grande decisão com o Carlos Barbosa. Depois, muita emoção e um final feliz! Reviva o jogo histórico que valeu pelo título brasileiro (a dica deste vídeo foi do Cristiano Figueiredo):

E aí, emocionante, né?


Sub-11 Campeão Paulista!, Sereias na semi da Libertadores, anúncio dos olhinhos puxados, patrocínio da Nike, derrota para o Coritiba…


Mikael, à esquerda, corre para comemorar o segundo gol, perseguido por Bruninho, autor dos outros dois gols ontem e artilheiro do campeonato. Nas fotos abaixo, Bruninho mostra que tamanho não é documento e Thiago José se desvencilha de dois rivais. Tão pequenos e já aprendem a festejar um título em cima do Corinthians. O capitão Wesley levanta sua primeira taça (fotos: Ricardo Saibun/Comunicação SantosFC).

Com dois gols de Bruno Funicelli, o Bruninho, artilheiro da competição, com 21 gols, e um gol de Mikael, o Santos venceu o Corinthians por 3 a 2, ontem pela manhã, na Vila Belmiro, e se sagrou campeão paulista da categoria sub-11.

O time já havia vencido o rival por 2 a 0 em pleno Parque São Jorge. Ontem, precisava no mínimo do empate para ser campeão e chegou a estar vencendo por 3 a 1, sem sofrer maiores sustos.

Para o técnico Luciano Santos, o título, inédito, “coroa um ano de muito trabalho e a garotada está de parabéns”. O blog não tem os gols das finais, mas traz uma reportagem do Sportv falando do “quadrado mágico” do sub-11, formado por Bruninho, Wesley, Mikael e Morais. Depois, no vídeo seguinte, veja os garotos comemorando a vitória por 2 a 0 no Parque São Jorge:

http://youtu.be/fZJGm4QGVTI

http://youtu.be/pAT6qsh5kqM

Sereias dão maior goleada e estão na semifinal

Depois de terminar o primeiro tempo vencendo por 4 a 0, as Sereias da Vila aplicaram a maior goleada na III Copa Libertadores de Futebol Feminino ao marcar 7 a 0 no Nacional do Uruguai. O resultado coloca o Santos na semifinal da competição com três vitórias nos três jogos realizados. A Libertadores está sendo realizada em São José dos Campos e o Santos, sempre é bom lembrar, busca o tricampeonato.

Em Coritiba, os reservas não foram super

Desta vez os reservas do Santos nada puderam fazer para impedir a derrota. O Coritiba, um dos times mais entrosados do futebol brasileiro, dominou o jogo todo e nada permitiu ao ataque santista. Não fosse o goleiro Aranha e a derrota não teria sido por apenas 1 a 0, gol de Leonardo, de cabeça, aos 16 minutos do segundo tempo.

Se dependessem desse jogo para irem ao Mundial da Fifa, só Aranha teria lugar garantido. Desta vez, nenhum jogador de linha fez por merecer uma passagem para o Japão.

Alguns comentaristas disseram que o Santos se safou de uma goleada histórica. Não se pode esquecer de que na última rodada, em 4 de dezembro, o Santos enfrentará o São Paulo no Morumbi, e o tricolor certamente estará lutando por uma vaga na Libertadores. Será que valerá a pena entrar com um time só de reservas?

O Santos, dirigido pelo técnico interino Tata, jogou com Aranha, Leandro Silva (Crystian), Bruno Aguiar, Vinícius e Éder Lima; Anderson Carvalho, Possebon, Felipe Anderson e Ibson; Diogo e Alan Kardec.

O Coritiba, de Marcelo Oliveira, jogou com Vanderlei, Jonas, Pereira, Jéci e Lucas Mendes (Geraldo); Leandro Donizete, Léo Gago, Davi (Everton Ribeiro) e Rafinha; Leonardo e Everton Costa (Willian).

Nos melhores momentos só há ataques do Coritiba. Quer ver?

A Nike deve pagar mais para o Santos do que para o Inter?

Desde o começo do ano se comenta nos bastidores da Vila Belmiro que ao final de 2011 o clube não renovaria contrato de fornecimento de material esportivo com a Umbro. O design é bonito, mas não se encontra a camisa do Santos em lugar algum. Corriam rumores de que o clube assinaria com a Nike, e agora o amigo Ademir Quintino dá a notícia de que a multinacional norte-americana fez uma proposta para o Santos que representa o dobro do que paga a Umbro.

O próprio Quintino avisa, porém, que a Umbro tem a prioridade na renovação. De qualquer forma, eu duvido que a Umbro cubra a proposta da Nike. E mesmo o dobro do que paga a Umbro não sei se chega aos R$ 15 milhões que é anunciado como o valor assinado com o Internacional de Porto Alegre.

Deixo claro, claríssimo, que considero a camisa do Santos muito mais valiosa do que a do rival colorado. Mas espero que compreendam que não sou apenas torcedor. Tento analisar a visão do mercado. Não se pode esquecer de que nos últimos seis anos o Internacional foi duas vezes campeão da Libertadores, duas vezes da Recopa Sul-americana, uma vez da Copa Sul-americana e uma vez Mundial. E, o que é mais importante, o clube gaúcho está multiplicando sua torcida com a ação dos consulados.

O consulado é a versão gaúcha das embaixadas que o Santos há anos promete implementar – na verdade desde a gestão anterior – e ainda não o fez. Veja esta informação tirada do site oficial do Inter: “No final de 2001 existiam menos de 100 consulados. Hoje, existem mais de 150 só no Rio Grande do Sul. Apenas em Porto Alegre são 32, espalhados por diversos bairros da capital. 24 estados brasileiros já possuem representação do Sport Club Internacional. Os consulados internacionais já somam 14 países, divididos entre os cinco continentes. No total o Inter tem mais de 350 consulados”.

Em junho deste ano, só o consulado de Canoas, na Grande Porto Alegre, reuniu mais de mil sócios. Isso é otimizar a torcida, é dar aos torcedores não só um incentivo decisivo para que se associem, como a possibilidade de que participem da vida do clube e contribuam para seu crescimento.

Os consulados atuam na captação de novos sócios e contribuem para um aumento significativo da venda de produtos oficiais do clube. Por isso, repito, a criação das Embaixadas Santistas é uma necessidade Urgente Urgentíssima para que o Santos consolide e multiplique sua torcida.

Veja como funcionam as Embaixadas do Internacional

A polêmica propaganda dos olhinhos puxados

Eu já escrevi neste blog que não tem nada a ver achar que é racismo a propaganda que o Santos fez com seus principais jogadores puxando os olhos para lembrar que o time disputará o Mundial no Japão. Porém, pesquisei mais o assunto, vi entrevistas com os japoneses sobre o tema, percebi que outras equipes esportivas que fizeram a mesma coisa não foram bem recebidas lá e mudei minha opinião.

Sei que o Santos não teve intenção de menosprezar nossos irmãos japoneses, que tão importantes foram e são para o nosso País. Foi apenas uma brincadeira carinhosa. Porém, não sabia que os japoneses se ofendiam tanto com isso. Aí me lembrei que lá o ideal de beleza é ter os olhos bem redondos, como os ocidentais (veja que até nos mangás eles reproduzem seus personagens com olhos bem redondos).

Então, oh, oh, acho que foi dado um fora. Na ânsia de agradar, destacou-se um aspecto físico que incomoda os japoneses. Dizem que esta gafe pode fazer com que o Santos não tenha a simpatia do público local e que até torçam contra o Alvinegro Praiano. Já pensou? Seria horrível. Pegar uma final com o Barcelona e ainda com torcida contrária?

Assim, o mais sensato a fazer é pedir desculpas e tirar a campanha do ar rapidinho. Que mostrem os gols de Kazu, primeiro jogador japonês a fazer algum sucesso fora de seu país, que se repita à exaustão a jogada de Kaneko contra o Botafogo/SP, enfim, que deixem claro que o Santos e o santista só têm motivos para amar os japoneses e que eles sempre foram muito bem recebidos na Vila Belmiro.

Neste vídeo da SantosTV, os japoneses dão dicas de como o Santos pode conquistar o Japão:

E você, o que tem a dizer sobre tudo isso?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑