Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Nilson

Era para ser 4 a 0. No mínimo!

Viu o anúncio aí de cima?! Camisa retrô do Pelé, só nessa black friday, de R$ 200 por R$ 99! Vai perder esse gol?




Pode-se dizer que Gabriel perdeu dois pênaltis: um com a bola parada, que chutou na trave, outro com a bola rolando, que chutou em cima do goleiro; Ricardo Oliveira perdeu um gol quase na pequena área, chutando também em cima do goleiro, e Nilson perdeu o mais feito, embaixo das traves e sem goleiro. Sim, sem goleiro, e no último lance da partida. De qualquer forma, essa vitória de 1 a 0, belo gol de Gabriel, aos 33 minutos da segunda etapa, é uma boa vantagem, pois o Santos tem mais time que o Palmeiras e pode conseguir um bom resultado mesmo no campo do rival.

Aliás, parece que o Palmeiras foi à Vila Belmiro apenas para catimbar, dar pontapés e fazer cera. Para sua sorte, teve apenas um jogador expulso, o lateral-direito Lucas, aos 42 minutos do segundo tempo. Arouca entrou para perturbar Ricardo Oliveira e só conseguiu fazer um pênalti no atacante santista, logo no início do jogo. Deveria ter levado cartão amarelo no lance, o que provocaria sua expulsão depois.

O árbitro Lúcio Flávio de Oliveira foi bem na parte técnica, mas no aspecto disciplinar deixou a pancadaria correr solta, o que favoreceu o Palmeiras. Na segunda etapa, o árbitro sentiu uma contusão e foi substituído por Marcelo Aparecido de Souza.

O gramado estava ruim, mas não impraticável. Curiosamente, o Santos fez o gol e dominou ainda mais a partida quando a chuva começou. Apenas 14.116 pessoas pagaram para ver a partida, proporcionando uma arrecadação de R$ 1.631.560,00.

No Santos, os destaques foram os laterais Victor Ferraz e Zeca, o volante Thiago Maia e o armador Lucas Lima. Renato e Gustavo Henrique também se saíram relativamente bem. O ataque se mexeu bastante, mas não teve calma e precisão para definir o confronto. Como disse no título, se caprichassem mais, Gabriel, Ricardo Oliveira e Nilson já teriam definido essa decisão da Copa do Brasil.

A decisão ficará para a próxima quarta-feira, às 22 horas, no Alianz Parque. O Santos será campeão se vencer ou empatar. O Palmeiras ficará com o título se vencer por dois gols a mais. Uma vitória de um gol do Palmeiras leva a decisão para a disputa de pênaltis.

Por fim, nem vou cornetar o Nilton, porque seria covardia, mas continuo sem entender porque Rafael Longuine nunca mais teve uma oportunidade no ataque do Santos. O gol o Nilson perdeu hoje, até a mãe do Dorival faria. Espero que não faça falta.

Você acha que ficou mais difícil para o Santos ser campeão? Ou não?


Neste clássico da Z4, só a vitória interessa


“O Joinville tem qualidades e o jogo será dificílimo”

Neste domingo, às 11 horas da manhã, em uma Vila Belmiro que deverá estar lotada – pela praticidade do horário e também pelas muitas promoções feitas pela diretoria santista – Santos e Joinville jogarão uma partida de vida ou morte, um autêntico clássico da zona de rebaixamento. Se vencer, o Santos de Dorival Junior poderá colocar o nariz d’água, mas a vitória também é o objetivo do time catarinense dirigido por Adilson Batista.

Com a volta de Lucas Lima, que estava suspenso, mas sem Ricardo Oliveira, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras, o Santos deverá entrar em campo com Vanderlei, Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Paulo Ricardo, Renato e Lucas Lima; Gabriel, Nilson e Geuvânio.

Dos garotos que podem atuar como volantes, técnico Dorival Junior tem preferido Paulo Ricardo a Thiago Maia e Lucas Otávio. E no ataque ele dará uma ótima oportunidade a Nilson, jogador indicado por Serginho Chulapa. Vamos ver… Em uma única jogada centroavantes podem queimar nossa língua. Espero que seja o caso desse desconhecido Nilson.

A vitória é imprescindível e deve fazer parte de um plano que inclui outras duas antes do final do turno, o que fará o Santos afastar-se da zona de rebaixamento, mas o problema é que o Joinville começou a jogar melhor e também vem a Santos com o sonho dos três pontos.

Sem Lucas Crispim, jogador santista emprestado ao time catarinense, Adilson Batista escalará seu time com Agenor, Naldo (Arnaldo), Guti, Douglas Silva e Rogério; Anselmo, Fabrício, Marcelo Costa e William Popp; Marion e Silvinho. A arbitragem será de Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Marcio Eustaquio S Santiago e Marcus Vinicius Gomes.

Faltam 18 dias para terminar a campanha de reimpressão do livro Time dos Sonhos

Faltam apenas 18 dias para encerrar a campanha pela reimpressão do livro Time dos Sonhos, que ficou conhecido como A Bíblia do Santista. Da meta de R$ 70 mil reais foram arrecadados, até a manhã deste sábado, R$ 9.450,00, ou 13% do total.

Tenho recebido e-mails de amigos e leitores do blog perguntando se devem entrar na campanha, pois como a meta não deverá ser alcançada, temem que o livro também não será ser impresso. A eles tenho informado que Time dos Sonhos será reimpresso e as recompensas serão dadas como estão sendo previstas. Portanto, devem participar, sim, e já agradeço antecipadamente por isso.

A meta de R$ 70 mil foi colocada para suprir todas as despesas materiais e de mão-de-obra de uma edição de 3.000 exemplares de 528 páginas, capa dura e fino acabamento. Como Time dos Sonhos já vendeu sete mil exemplares e ainda havia um bom interesse pela obra, a tiragem parecia razoável. Se o valor não for arrecadado, obviamente será preciso reajustar a quantidade de exemplares impressos e provavelmente contar com um aporte financeiro do autor da campanha, no caso este humilde blogueiro que vos fala.

Se estou decepcionado? Claro que não. Tenho conhecido mais, a cada dia, sobre as características do mercado brasileiro de livros. Veja, querido leitor e querida leitora, que segundo pesquisa divulgada pela Fecomércio – Federação do Comércio do Rio de Janeiro, 70% dos brasileiros não leram nenhum livro em 2014. Então, lidar com livros, no Brasil, é ser meio sonhador.

Porém, assim como sou grato ao Santos pelas alegrias que já me proporcionou, principalmente na infância e adolescência, da mesma forma sou e serei eternamente agradecido aos livros, meus grandes educadores, amigos de todas as horas que me abriram e me abrem um mundo de conhecimento, reflexão e aventura a cada página. Sei que eles podem mudar pessoas, países, a humanidade. A respeito, há uma poesia lapidar de Castro Alves, o rei de nossos poetas. Diz ela:

Por isso na impaciência
Desta sede de saber,
Como as aves do deserto –
As almas buscam beber…
Oh! Bendito o que semeia
Livros… livros à mão cheia…
E manda o povo pensar!
O livro caindo n’alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar.

Há coisa de um mês um rapaz me disse que o primeiro livro que ele leu foi “Pedrinho escolheu um time”. Ouvir algo assim não tem preço. Acredito que por meio de livros que tratam de assuntos específicos, de grande interesse de um grupo particular de pessoas, como é o caso dos que falam da história do Santos, ao menos é possível estimular o gosto pela leitura dentre os santistas. O gosto pela leitura e o gosto pela história do time mais fascinante do planeta.

Bem, mas a campanha ainda continua e você ainda pode participar. Há vários valores e recompensas, mas destaco que com apenas 70 reais você terá um exemplar do livro Time dos Sonhos e ainda ganhará de presente o seu nome no último capítulo do livro. Pense sobre isso:

Clique aqui para garantir o seu exemplar de Time dos Sonhos por um preço promocional e ainda ganhar de presente o seu nome impresso no último capítulo do livro.

Homenagem deste blog à Seleção Brasileira campeã pan-americana e à ex-santista Maurine, que no primeiro toque na bola marcou o gol olímpico que definiu a partida. Veja:

E você, o que espera do Santos nesta manhã de domingo?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑