Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Novo técnico do Santos

Faça um relatório sobre os jogadores do Santos para Adilson Batista


Adilson Batista pisará em ovos para definir os 11 titulares

Técnico novo chega pisando em ovos, sem saber direito quem está jogando bem e quem não está; quem está se empenhando e quem encosta o corpo; quem entra em campo pra decidir e quem vive de toquinhos de lado; quem não tem medo das divididas e quem tirá o pé; quem joga pra vencer e quem engana; quem se cuida fora do campo e quem é gandaieiro.

Por isso, vamos ajudar Adilson Batista, o novo técnico do Santos. Faça de contas que você é o diretor de futebol do Santos e o Adilson lhe pediu um relatório com os nomes dos jogadores que devem continuar no time em 2011 (como titulares ou reservas) e dos que devem ser dispensados (vendidos ou emprestados).

Dê uma explicação rápida para cada decisão. Por exemplo: Zezinho – Nada mostrou que o credencie a ser ao menos reserva do Santos. Deve ser emprestado, vendido ou doado para alguma instituição de caridade.

Brincadeira. Foi só um exemplo. Outro: Marcel – É um atacante veterano que ainda não encontrou seu futebol. Bem, talvez ele não exista mesmo.

Brincadeira de novo. Como é um relatório sério, não seja jocoso como eu fui. Tente não fazer piadas, pois assim o Adilson Batista certamente dará mais crédito às suas palavras.

Exemplo sem piada: Marquinhos – Enquanto teve Paulo Henrique Ganso ao seu lado, chegou a fazer boas partidas. Quando Ganso se machucou e o time esperou que ele, Marquinhos, assumisse o comando do meio-campo, escondeu-se do jogo, mostrou-se preguiçoso e dispersivo. Perdeu a posição para o garoto da base Alan Patrick e a torcida já não suporta mais vê-lo no time. Manter Marquinhos no Santos é correr sério risco de se desgastar com o torcedor.

Nesta terça à tarde por volta das 18h30m horas farei uma síntese de todos os relatórios e encaminharei, por e-mail à diretoria de futebol do Santos.

ATENÇÃO LEITOR E LEITORA: VOCÊ TEM ATÉ AS 17 HORAS DE HOJE PARA ENVIAR SEU RELATÓRIO. DEPOIS, TEREI DE ANALISAR TODOS ELES PARA PREPARAR A SÍNTESE, QUE SERÁ PUBLICADA NESTE BLOG POR VOLTA DAS 18H30M. AGRADEÇO A COMPREENSÃO.

Bem, você é o diretor de futebol do Santos. O que dizer ao técnico que chega?


Adilson Batista, o técnico que não serviu para o Corinthians, poderá levar o Santos à terceira estrela?

É claro que vamos torcer para que Adilson Batista dê certo no Santos e ganhe o primeiro título importante de sua carreira de técnico. Mas que ficou uma certa decepção no ar com sua escolha, ficou.

Na pesquisa que fazíamos neste blog – substituída neste momento por outra que pede sua opinião sobre o novo técnico – Adilson só tinha 12% dos votos e estava atrás de Abel Braga (14%), Carlos Bianchi (16%) e do preferido Marcelo Bielsa (44%).

Se era para contratá-lo, não entendi porque a diretoria demorou tanto. Caso se transferisse para o Santos logo que foi demitido do Corinthians, talvez ainda conseguisse fazer o time brigar pelo título.

Bem, mas assumir o time há quatro rodadas para o fim do Brasileiro tem o seu lado positivo. Adilson já poderá analisar os jogadores e escolher os que o interessam para o ano que vem.

Meu medo – e o de todos os santistas – é que ele mantenha no time alguns jogadores que têm jogado mal e são odiados pela torcida.

Se Adilson mantiver para 2011 nomes como Marcel, Marquinhos, Roberto Brum, Edu Dracena, Maranhão, Zezinho e Rodriguinho, será sinal de que boa coisa não virá.

E ainda há outros que podem não ter decepcionado totalmente, mas ou são imaturos, ou estão fora de forma e talvez devessem ser emprestados a outros clubes, casos de Danilo, Pará, Léo, Alex Sandro, Possebon, Breitner, Felipe Anderson, Rodrigo Possebon…

Tomara que Adilson tenha coragem e seja bem assessorado para limpar a área e formar um time com jogadores de bom nível e com muita vontade de jogar futebol e ganhar títulos.

Espero que não se deixe levar pelos malandros de boa lábia, que se esforçam quando veem um técnico novo, mas depois são os primeiros a fazer corpo mole e criar problemas.

Uma qualidade: monta times ofensivos

Talvez Adilson Batista não tenha dado certo no Corinthians porque o alvinegro da capital tem um elenco envelhecido, que não gosta de correr. Quanto ataca, demora para voltar e não fecha bem os buracos na defesa. Seu retrospecto lá foi muito ruim.

Tite está ganhando os jogos armando uma semi-retranca, esta é a verdade. O Corinthians não faz questão de jogar bonito. Mas o Santos faz. E Adilson tem o dom de descobrir quem joga e quem não joga bem futebol. Seus times, como o Cruzeiro do ano passado, fluem com desenvoltura e buscam o gol.

Técnicos assim podem se dar bem no Santos. Porém, se o problema do time era a defesa, será que Adilson é o indicado para arrumar o setor? Não me parece. Entretanto, é mais uma pergunta que fica no ar.

Por outro lado, ele parece um sujeito tranqüilo, estilo paizão, como Dorival Junior. Pode ser bom, mas pode ser ruim. Será que um líder que se preocupasse um pouco mais com a disciplina não seria melhor?

Enfim, o tempo dirá se Adílson Dias Batista, 42 anos (16/03/1968), paranaense de Adrianópolis, bom zagueiro que virou técnico há dez anos e até agora só ganhou títulos estaduais, poderá levar o Santos à sua terceira estrela.

Como santista, repito, torcerei muito por ele. Mas como analista fiquei com uma sensação de que o técnico poderia ser melhor escolhido. Adilson Batista não me parece ter o perfil confiante e ousado para comandar um projeto ambicioso como será o do Santos em 2011.

Mas, como sempre digo, a minha é apenas uma das opiniões deste blog. Agora quero saber a sua, leitor e leitora. O que você espera do Santos sob o comando de Adilson Batista?


Técnico? Fico entre Carlos Bianchi e Sérgio Soares


Bianchi, quatro Libertadores no currículo

Muitos têm me perguntado sobre um novo nome para técnico do Santos. Até agora não sugeri nenhum porque acho que dependerá do feeling de quem for contratar. O nome pode ser perfeito, mas se o escolhido não tiver aquele brilho no olhar de quem quer ser campeão, então nada feito.

Para ser curto e grosso, eu digo que se a opção da diretoria for para um jovem promissor, eu ficaria com Sérgio Soares, paulistano, 43 anos, que até agora não treinou nenhuma equipe de ponta, mas mostrou uma vocação ofensiva muito interessante – e que combina com o DNA do Santos – ao dirigir o Santo André no Campeonato Paulista.

Mas se a idéia é trazer alguém com currículo e nome indiscutíveis, já pensando na Libertadores, eu iria atrás do argentino Carlos Bianchi, portenho de 61 anos, batizado de Mister Libertadores, pois já ganhou quatro vezes a competição, além de ter conquistado mais sete títulos argentinos, dois mundiais e uma Copa Interamericana. Foi eleito por cinco anos o melhor treinador da América do Sul e duas vezes o melhor do mundo.

Bianchi, um meia clássico, que chegou a fazer 14 jogos pela Seleção Argentina e marcar sete gols, jogava de cabeça erguida e batia muito bem na bola, com estilo que pode ser comparado ao de Paulo Henrique Ganso. É um técnico que certamente saberá valorizar e extrair o máximo de efetividade do futebol vistoso dos Meninos da Vila.

No momento, ele é o manager do Boca Juniors, mas já disse que gostaria de trabalhar como técnico no Brasil e tem um respeito especial pela história do Santos, que era uma lenda na América do Sul quando ele, com apenas 18 anos incompletos, começou a carreira profissional no Vélez Sársfield.

Enfim, se é para trazer um técnico que entenda do espírito da Libertadores e saiba armar times para conquistá-la, eu conversaria com Carlos Bianchi. Se o homem estiver disposto, se quiser realizar no Santos mais um sonho de sua invejável carreira, é o nome certo. Mas se a idéia é o bom, barato e promissor, Sérgio Soares é a melhor opção.

Sérgio Soares, vocação ofensiva que combina com o Santos

E você, quem acha que deva ser convidado para técnico do Santos?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑