Tive até paciência para ensinar Roberto Brum a jogar. Não deu...

Carta que Odir Cunha mandou para Ricardo Teixeira aos 47 minutos do segundo tempo do jogo de hoje, entre Brasil 1 Holanda 2:

Ilmo senhor Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol,

Levando-se em conta que:

Dunga foi nomeado treinador da Seleção Brasileira de Futebol sem nunca ter sido técnico antes;

O senhor mesmo, senhor Ricardo Teixeira, preside a CBF há 26 anos e quer presidir a Fifa sem nunca ter chutado uma bola ou ter sido dirigente de um clube;

Levando-se ainda em conta que:

Sou jornalista esportivo, especializado em futebol, há 34 anos;

Sou um estudioso do esporte, tenho vários livros escritos sobre o assunto e conheço mais a história da Seleção e dos clubes brasileiros do que o senhor, o Dunga, ou qualquer um da CBF;

Fiz dois cursos de técnico de futebol, nos quais aprendi as estratégias de alguns técnicos campeões do Brasil;

Fui técnico do time de futebol de salão “Atlético de Interlagos”;

Fui artilheiro do campeonato interno de futebol de salão do Colégio Padre Francisco João de Azevedo, em Interlagos;

Enfim, conheço o futebol na teoria e na prática, até porque fiz curso superior de Jornalismo, enquanto há muitos ex-jogadores – que nem colocam “s” nos plurais – exercendo a minha profissão.

Levando-se, finalmente, em conta que:

Enxergo mais futebol do que o senhor e o Dunga juntos, pois já previa a falta que Ganso e Neymar fariam na Seleção, assim como o descontrole de Felipe Mello e a nulidade de Josué, Júlio Batista, Michel Bastos, Kléberson, Grafite e mesmo de Daniel Alves, entre outros;

Visto-me com muito mais bom gosto do que o Dunga.

Enfim, diante de todos esses fatos,

Venho, humildemente, me oferecer para o cargo, ora aberto, de TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL.

Obviamente, com contrato até a Copa de 2014.

Garanto que em dois meses montarei um time muito melhor do que este que representou o Brasil na África do Sul.

Se você, leitor e leitora, me apoiam nessa empreitada, favor enviar e-mail para r.teixeira@cbf.com.br com os seguintes dizeres:

Eu apoio o jornalista Odir Cunha para técnico da Seleção Brasileira.

Ah, e no twitter deixe a sua mensagem: #odircunhatecnicodaselecao

Se eleito, prometo que o povo é quem irá escolher os convocados e escalar a Seleção. Só vou distribuir as camisas e dar entrevistas. Aos meus colegas jornalistas, prometo que não farei nenhum treino fechado.

Obrigado!