Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Pacaembu (page 1 of 31)

Sábado de aniversário com Santos Day e nova camisa à venda


Texto de Mayara Rached, do site oficial do Santos

O super Match Day denominado como Santos Day marcará o encerramento da Semana Santos neste sábado, 14 de abril, dia do aniversário do Santos FC. O evento , que conta com a parceria da Truckvan, terá início às 16h30, na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, depois do jogo Sereias da Vila x Portuguesa e antes da partida Santos FC x Ceará. O último dia de comemoração aos 106 do Clube promete animar os torcedores santistas com diversas opções de entretenimento.

A programação no local contará com atrações musicais em diferentes estilos, apresentações de free style com a nova equipe de Skate do Santos FC, street dance com as Alvinegras da Vila, performances do Circo dos Sonhos e quiz com perguntas históricas relacionadas ao Peixe para distribuição de brindes.

O Santos Day também irá proporcionar ao público uma loja móvel da Santos Store com produtos oficiais do Peixe, o caminhão do programa Sócio Rei para efetuar novas associações, diferentes opções de food trucks, beauty truck, além de uma unidade móvel com acervo do Memorial das Conquistas. As carretas serão disponibilizadas pela Truckvan, maior fabricante de unidades móveis do Brasil.

“O Santos Day é uma grande novidade que vem para ficar. Todo dia 14 de abril é extremamente importante para o santista e sempre será motivo para comemoração. Mas a partir deste 106º aniversário faremos com que este momento especial se torne ainda mais inesquecível. Anualmente, visando enaltecer o aniversário do Peixe, faremos a promoção de grandes festejos e diversas atrações, dignas do que o Clube e nossa torcida merecem. A edição inicial deste ano já diz a que este projeto veio: antes do jogo contra o Ceará, quatro longas horas de festejos na Praça Charles Miller. Será o ápice da Semana Santos, que começou no dia 9 (com a vernissage da exposição de pinturas de Osmar Santos). Chegue cedo e vamos comemorar!”, convidou o Presidente José Carlos Peres.

O ex-atleta Jamelli terá uma participação especial durante o evento com a doação de uma camisa autografada utilizada em um clássico do Santos FC ao Memorial das Conquistas. E para oficializar o fim da Semana Santos haverá a entrega de uma tela marco no encerramento do Santos Day.

O evento, que faz parte das comemorações do Santos FC, contará com o apoio das seguintes empresas: Truckvan; Kim Pães; Mercadão Atacadista; Fourcade; Instituto Mix; BR3 Comunicação; Burguer ID e Capital da Pizza.

Super Match Day marcará aniversário do Clube neste sábado (14) no Pacaembu

Estreia no Brasileirão: venda de ingressos nos pontos autorizados começa nesta quarta (11)

Secretaria de Turismo de Santos participa da Semana Santos. Leia.

Clique aqui para se tornar um Sócio do Santos


Orgulho e esperança


Sasha e Rodrygo, autores dos gols que calaram o Pacaembu na vitória do aguerrido Santos sobre o decantado Palmeiras


O que Jair Ventura falou após Palmeiras 1 x 2 Santos

Chuva incessante, Pacaembu lotado de palmeirenses, adversário considerado o time mais caro time da América do Sul… Tive receio de que nossos Meninos sentissem a pressão. Mas o jogo começou e logo percebi que estava subestimando esse Santos imprevisível, que se defende bem, sabe atacar com perigo e tem uma personalidade que não deveria ser comum em uma equipe com tantos jovens.

A vitória de 2 a 1, sacramentada no primeiro tempo, demonstra a força de um time que ainda pode crescer muito. Os pênaltis determinaram a classificação palmeirense para a final do Campeonato Paulista, mas não se pode minimizar a importância da vitória santista durante os 90 minutos. Na verdade, na maior parte dos dois jogos o Santos foi melhor, o que nos dá muita esperança de que com alguns ajustes esse time possa conseguir resultados ainda mais expressivos.

Talvez, se nos últimos 15 minutos o técnico Jair Ventura não tivesse optado por segurar a vitória, fazendo entrar Jean Mota e Leandro Donizete, quem sabe o Santos não fizesse o terceiro gol e definisse a classificação. O adversário estava um tanto descontrolado. Mas Ventura foi sensato, preferiu no mínimo garantir o triunfo e levar a decisão para os pênaltis, o que acabou conseguindo. E não se pode analisar cobranças de pênaltis, nas quais o anistiado Jailson pegou um, contra nenhum de Vanderlei. A diferença foi só essa.

Quem jogou bem, quem jogou mal, o que Jair Ventura poderia ter feito, como foi a atuação do árbitro. Essas análises eu deixo para meus companheiros de blog. Quanto a mim, voltei para casa tranquilo. O Santos venceu, não foi derrotado, como muitos “especialistas” preconizavam. O Santos está sempre renascendo, graças a esses Meninos que brotam não sabemos onde. E sinto que a história se repetirá.

Clique aqui para se tornar sócio do Santos e ajudar o nosso time a ficar cada vez mais forte

E você, o que acha disso?


Só depende de você! Venha!

torcida pacaembuLotar o Pacaembu será o nosso desafio a cada jogo!


Uma virada recente no Pacaembu.

Não se pode ter a garantia de que o Santos vencerá o Nacional do Uruguai esta noite. O adversário tem tradição, já venceu a Libertadores e o Mundial três vezes, e sempre luta até o fim. Será uma prova de fogo para os nossos Meninos. Porém, se não se pode ter a certeza da vitória, nós, torcedores, ao menos podemos fazer a nossa parte, que é comparecer ao Pacaembu e incentivar nosso time o tempo todo em busca dessa importante vitória.

O técnico Jair Ventura escalará a melhor equipe disponível – com Gabigol, inclusive – em busca de um triunfo que colocará o Santos no segundo lugar do grupo. Com todos os titulares, exceção apenas de Bruno Henrique, o Santos será uma equipe vibrante e certamente dará um bom espetáculo.

O time perdeu quando podia perder, mas nessa quinta-feira, a partir das 19h15, no Pacaembu, o Alvinegro Praiano irá com tudo para cima do Nacional em busca de sua primeira vitória na Copa Libertadores de 2018. A ordem é lotar o Pacaembu e empurrar o Santos para mais um espetáculo dentro e fora do campo.

Não deixe de participar desse jogão. O Santos precisa do seu grito.

Atenção para os preços dos ingressos:
R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia – tobogã
R$ 60,00 inteira / R$ 30,00 meia – arquibancadas amarela, verde, lilás (portão 21)
R$ 60,00 inteira / R$ 30,00 meia – arquibancada visitante (portão 22)
R$ 80,00 inteira / R$ 40,00 meia – cadeira especial laranja
R$ 100,00 inteira / R$ 50,00 meia – cadeira descoberta manga
R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia – cadeira coberta azul

Ida de Zeca para o rival melou
Como o departamento jurídico do Santos tem afirmado, não há motivo para Zeca conseguir sua liberação do clube, pois não há comprovação de atraso de salários.

Postos de venda na Baixada Santista e em São Paulo

Vila Belmiro (Santos) – Rua Princesa Isabel, s/ nº – Guichês da bilheteria principal, próximos à Portaria 6 e aos Portões 7/8.

Pacaembu (São Paulo) – Praça Charles Miller s/n – Bilheteria principal (próxima do portão principal) – De domingo a quarta-feira, das 11 às 17h00, e no dia da partida (15), das 11h até o término do 1º tempo.

Quiosque Compre Ingressos/Redegol (Santos) – Rua Euclides da Cunha, 21 – Loja 22 – Shopping Miramar – 2º Piso – Gonzaga – segunda a sábado das 10 às 18h00. Domingo das 15h às 19h00.

Alexi Calçados (Santos) – Av. Ana Costa, 549 (Shopping Parque Balneário, 51 – Térreo) – De segunda a sábado, das 10 às 21h00 e domingo, das 13 às 21h00.

Empório Brasil Esportes (São Vicente) – Rua Jacob Emmerick, 448 – Centro – Tel.: 3467-5298 – De segunda a sábado, das 9 às 19h00; domingo e feriado não abre.

Pepino Esportes do Super Centro Boqueirão (Santos) – Rua Oswaldo Cruz – loja 66/95 – Tel.: 3233-8850 – De segunda a sábado, das 9 às 20h00; domingo e feriado não abre.

Shopping Internacional de Guarulhos (Guarulhos) – Rodovia presidente Dutra, S/N – Loja Santos Store – Tel.: (01) 2414-3098 – Todos os dias, das 11 às 17h00.

Teatro Raul Cortez (São Paulo) – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – de terça a quinta, das 15h00 às 20h00 e de sexta a domingo, das 15 às 18h00.

Cabine 765 (São Paulo) – Marquês de Itu, 765 – Vila Buarque – SP – de terça a sábado, das 11h00 às 19h00.

Pharmacia & Cia (São Paulo) – Rua Tucuna, 302 – Pompeia – SP – Todos os dias, das 10 às 19h00

Secretaria Social do Santos FC
Responsável pelo atendimento ao associado do Clube. Expediente de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h00 e em dias de jogos na Vila Belmiro das 09h00 até o intervalo da partida. Contato através do e-mail social@santosfc.com.br ou pelo tel.: (13) 3257-4000, opção 2.

CAT (Centro de Atendimento ao Torcedor)
O torcedor não sócio conta com atendimento não-presencial através do e-mail cat@redegol.com ou pelo tel.: (13) 2191-0000. Expediente telefônico é realizado de segunda à sábado, das 11 até 19 horas. No portal http://santosfc.redegol.com também é possível buscar informações gerais e esclarecer dúvidas. Em dias de jogos na Vila Belmiro, o atendimento presencial pelo CAT (Centro de Atendimento ao Torcedor) é realizado na Ouvidoria do Santos FC, com início 4 horas antes do jogo.

Pessoas com Deficiências (PCDs)
Em número limitado a 100, no setor cadeira especial laranja, ingresso deverá ser retirado no portão 13 do Estádio, localizado na Rua Itápolis, no ato da entrada do torcedor. O atendimento gratuito é apenas para os portadores de necessidades especiais. Acompanhante deverá obrigatoriamente adquirir ingresso para o setor de cadeira especial laranja. Sugerimos que o acompanhante compre seu ingresso com antecedência, evitando problemas no dia do jogo, caso os ingressos do setor se esgotem antecipadamente.

Gratuidade (Lei Municipal 11.256/92)
Menores de 12 anos e maiores de 60 anos são isentos de pagamento no estádio do Pacaembu, de acordo com o limite de assentos disponíveis para essa categoria nos setores do estádio. Os ingressos estarão disponíveis nos portões principal (arquibancadas verde e amarela), 22 (torcida visitante) e 25 (Tobogã) e deverão ser retirados nos próprios portões, no ato da entrada do torcedor e só serão fornecidos mediante apresentação de documento que comprove a idade do torcedor.

Clique aqui para comprar os seus ingressos

Clique aqui para ficar sócio

E então, vamos nos ver no Paca?


Agora é pra valer!


Na Libertadores de 2003 o jogão na Vila Belmiro foi assim…

Até as 15 horas desta quarta-feira tínhamos, segundo a Redegol, 17.685 ingressos vendidos para o jogão de amanhã, às 19h15, diante do Nacional do Uruguai. Eu acredito em no mínimo 30 mil santistas no Pacaembu, motivados para empurrar o time nesse jogo decisivo contra o tradicional time uruguaio.

O Santos perdeu quando podia perder, mas nessa quinta-feira, a partir das 19h15, no Pacaembu, o time vai com tudo para cima do Nacional em busca de sua primeira vitória na Copa Libertadores de 2018. A hora é de lotar o Pacaembu e empurrar o Alvinegro Praiano, em mais um espetáculo dentro e fora do campo.

Não deixe de participar desse jogão. O Santos precisa do seu grito.

Atenção para os preços dos ingressos:
R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia – tobogã
R$ 60,00 inteira / R$ 30,00 meia – arquibancadas amarela, verde, lilás (portão 21)
R$ 60,00 inteira / R$ 30,00 meia – arquibancada visitante (portão 22)
R$ 80,00 inteira / R$ 40,00 meia – cadeira especial laranja
R$ 100,00 inteira / R$ 50,00 meia – cadeira descoberta manga
R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia – cadeira coberta azul

Ida de Zeca para o rival melou
Como o departamento jurídico do Santos tem afirmado, não há motivo para Zeca conseguir sua liberação do clube, pois não há comprovação de atraso de salários.

Postos de venda na Baixada Santista e em São Paulo

Vila Belmiro (Santos) – Rua Princesa Isabel, s/ nº – Guichês da bilheteria principal, próximos à Portaria 6 e aos Portões 7/8.

Pacaembu (São Paulo) – Praça Charles Miller s/n – Bilheteria principal (próxima do portão principal) – De domingo a quarta-feira, das 11 às 17h00, e no dia da partida (15), das 11h até o término do 1º tempo.

Quiosque Compre Ingressos/Redegol (Santos) – Rua Euclides da Cunha, 21 – Loja 22 – Shopping Miramar – 2º Piso – Gonzaga – segunda a sábado das 10 às 18h00. Domingo das 15h às 19h00.

Alexi Calçados (Santos) – Av. Ana Costa, 549 (Shopping Parque Balneário, 51 – Térreo) – De segunda a sábado, das 10 às 21h00 e domingo, das 13 às 21h00.

Empório Brasil Esportes (São Vicente) – Rua Jacob Emmerick, 448 – Centro – Tel.: 3467-5298 – De segunda a sábado, das 9 às 19h00; domingo e feriado não abre.

Pepino Esportes do Super Centro Boqueirão (Santos) – Rua Oswaldo Cruz – loja 66/95 – Tel.: 3233-8850 – De segunda a sábado, das 9 às 20h00; domingo e feriado não abre.

Shopping Internacional de Guarulhos (Guarulhos) – Rodovia presidente Dutra, S/N – Loja Santos Store – Tel.: (01) 2414-3098 – Todos os dias, das 11 às 17h00.

Teatro Raul Cortez (São Paulo) – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – de terça a quinta, das 15h00 às 20h00 e de sexta a domingo, das 15 às 18h00.

Cabine 765 (São Paulo) – Marquês de Itu, 765 – Vila Buarque – SP – de terça a sábado, das 11h00 às 19h00.

Pharmacia & Cia (São Paulo) – Rua Tucuna, 302 – Pompeia – SP – Todos os dias, das 10 às 19h00

Secretaria Social do Santos FC
Responsável pelo atendimento ao associado do Clube. Expediente de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h00 e em dias de jogos na Vila Belmiro das 09h00 até o intervalo da partida. Contato através do e-mail social@santosfc.com.br ou pelo tel.: (13) 3257-4000, opção 2.

CAT (Centro de Atendimento ao Torcedor)
O torcedor não sócio conta com atendimento não-presencial através do e-mail cat@redegol.com ou pelo tel.: (13) 2191-0000. Expediente telefônico é realizado de segunda à sábado, das 11 até 19 horas. No portal http://santosfc.redegol.com também é possível buscar informações gerais e esclarecer dúvidas. Em dias de jogos na Vila Belmiro, o atendimento presencial pelo CAT (Centro de Atendimento ao Torcedor) é realizado na Ouvidoria do Santos FC, com início 4 horas antes do jogo.

Pessoas com Deficiências (PCDs)
Em número limitado a 100, no setor cadeira especial laranja, ingresso deverá ser retirado no portão 13 do Estádio, localizado na Rua Itápolis, no ato da entrada do torcedor. O atendimento gratuito é apenas para os portadores de necessidades especiais. Acompanhante deverá obrigatoriamente adquirir ingresso para o setor de cadeira especial laranja. Sugerimos que o acompanhante compre seu ingresso com antecedência, evitando problemas no dia do jogo, caso os ingressos do setor se esgotem antecipadamente.

Gratuidade (Lei Municipal 11.256/92)
Menores de 12 anos e maiores de 60 anos são isentos de pagamento no estádio do Pacaembu, de acordo com o limite de assentos disponíveis para essa categoria nos setores do estádio. Os ingressos estarão disponíveis nos portões principal (arquibancadas verde e amarela), 22 (torcida visitante) e 25 (Tobogã) e deverão ser retirados nos próprios portões, no ato da entrada do torcedor e só serão fornecidos mediante apresentação de documento que comprove a idade do torcedor.

Clique aqui para comprar os seus ingressos

Clique aqui para ficar sócio

E então, vamos nos ver no Paca?


Mesmo desfalcado, Santos domina o jogo, mas é prejudicado pela arbitragem e só fica no empate com o campeão brasileiro

Meus amigos e minhas amigas, o título deste post já diz tudo. Em uma tarde-noite memorável em um Pacaembu iluminado por cerca de 38 mil santistas – dos quais 34.448 pagantes – o Santos criou mais chances de gol e, mesmo sem os titulares Bruno Henrique e Gabigol, merecia vencer o Corinthians, atual campeão brasileiro, e provavelmente venceria não fosse a desastrosa atuação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira, que além de muito econômico nos cartões aos jogadores corintianos, permitiu a cera de Romero e Cássio e no final ainda não marcou um pênalti claro em Léo Cittadini.

Depois de um tanto desencontrado no primeiro tempo, o Santos voltou mais determinado na segunda etapa e passou a pressionar o adversário, que escolheu jogar nos contra-ataques e apelar para as faltas e para a cera em vários momentos, sem que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira tomasse uma atitude.

Ousado, o técnico Jair Ventura desta vez confiou plenamente nos garotos da base, a ponto de terminar a partida com sete jogadores oriundos das divisões inferiores do Santos: Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Alison, Léo Cittadini, Vitor Bueno, Diogo Vitor e Arthur Gomes. E justo o último a entrar em campo, Diogo Vitor, que entrou aos 32 minutos do segundo tempo, fez o gol de empate nove minutos depois. Em cima dos 45 minutos do segundo tempo ocorreu o pênalti claro em Cittadini, que Luiz Flávio preferiu não marcar.

Considerado pelos comentaristas como o melhor jogo do campeonato até aqui, precedido por muitos eventos na Praça Charles Miller e no intervalo da partida, o clássico mostrou que foi mais do que acertada a decisão da diretoria santista de marcar o confronto para o Pacaembu, estádio ideal para os clássicos com mando do Santos. Na oportunidade, muitos santistas puderam se associar ao clube e também adquirir produtos oficiais. A partida foi transmitida pela TV Globo para o Estado de São Paulo e o Distrito Federal, com narração de Cléber Machado e comentários de Caio Ribeiro e Walter Casagrande.

Santos 1 x 1 Corinthians
Pacaembu, 17 horas
Público e renda : 34.448 pagantes e R$ 1.052.220,00.

Santos: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Léo Cittadini e Vecchio (Vitor Bueno, aos 18’/2ºT); Rodrygo (Diogo Vitor, aos 32’/2ºT), Copete (Arthur Gomes, no intervalo) e Sasha; Técnico: Jair Ventura

Gols: Renê Júnior, aos 19’/1ºT (0-1); Diogo Vitor, aos 41’/2ºT (1-1);

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Evandro de Melo Lima.

Cartões amarelos: David Braz, Diogo Vitor e Vecchio (SAN); Clayson e Gabriel (COR)

Ingressos

Clique aqui para escolher seu plano e ficar sócio do Santos

Rodrygo deve começar jogando

Rodrygo e Léo Cittadini devem começar jogando o clássico de logo mais. O Santos irá com um time bem jovem para o jogo da maior rivalidade alvinegra do mundo. Apoiemos o Glorioso Alvinegro Praiano!

Recorde de público no Pacaembu é santista!

Ao contrário do que muitos falam, e até noticiam, o recorde de público no Pacaembu é de um jogo entre Santos e Palmeiras, jogado em 11 de dezembro de 1977, pelo campeonato nacional, em que mesmo com mando de campo do Palmeiras, os santistas ocuparam cerca de 70% do estádio. A narração dos acontecimentos está no livro Time dos Sonhos, trecho que reproduzo a seguir:

O Santos não estava indo bem no campeonato. Era o quarto e último do Grupo H, ao lado do Goitacaz, com 16 pontos ganhos no total. O mando de jogo era do Palmeiras. Mas, como clássico é clássico, fui ver. Na verdade, nós tentamos, mas não deu para entrar. A multidão se comprimia em torno do estádio, que já estava lotado. Imagino que umas 10 mil pessoas tenham ficado de fora. Desistimos e fomos comer uma pizza, na Consolação. Jorge Mendonça marcou aos 43 minutos do primeiro tempo, e Toinzinho empatou aos 17 do segundo. Mas isso não foi o mais importante.

O interessante daquele jogo, vim a confirmar depois, é que aquele Santos e Palmeiras é o recordista de público na história do Pacaembu – com 68.327 pagantes (renda de 2.018.220,00) -, superando a célebre estréia de Leônidas da Silva no São Paulo, contra o Palmeiras, dia 24 de maio de 1942. Leônidas, então com 29 anos, não marcou nenhum dos três gols são-paulinos, no empate de 3 a 3, mas deu um passe de cabeça para Lola empatar em 1 a 1 aos 32 minutos do primeiro tempo. As estatísticas daquela partida asseguraram que pagaram ingresso 71.281 pessoas, mas a verdade é que os números foram superdimensionados. Além do público registrado no borderô, resolveram calcular que outros oito mil torcedores (quatro mil de cada time) entraram de graça. Mesmo assim, o cálculo estaria impreciso, pois o mando de jogo era do Corinthians e só seus sócios deveriam ser computados. O borderô oficial do jogo, assinado pelo tesoureiro da FPF Júlio Fantauzzi indicava os seguintes ingressos recebidos: 35.969 gerais, 18.365 arquibancadas sem número, 3.992 militares, 3.245 senhoras e 1.710 arquibancadas numeradas, somando um total de 63.281 pessoas.

Com o tempo, foram colocadas cadeiras em parte das arquibancadas, diminuindo sua capacidade, mas, por outro lado, construiu-se o tobogã, com capacidade para mais 10.000 pessoas. Assim, o recorde oficial de público do Pacaembu – de 68.961 pagantes – pertence à rodada dupla do Campeonato Nacional, na noite do dia 14 de dezembro de 1972, quando jogaram na preliminar Corinthians e Ceará e, no jogo principal, Santos e Grêmio.

Porém, o jogo simples que atraiu o maior público ao estádio foi mesmo Santos e Palmeiras, no dia 11 de dezembro de 1977, naquele empate de 1 a 1.

Vale a pena, então, recordar os times que jogaram naquela dia, com arbitragem do carioca Luis Carlos Félix, que no segundo tempo expulsou Pires e Toinzinho: Santos: Ricardo, Nélson, Joãozinho, Fernando e Gilberto; Carlos Roberto, Aílton Lira e De Rosis (Juari); Nílton Batata, Toinzinho e João Paulo (Bianchi). Palmeiras: Leão, Rosemiro, Jair Gonçalves, Beto e Vacaria; Pires, Zé Mário e Jorge Mendonça; Edu, Toninho e Macedo (Adriano).

A revista Placar analisou o jogo assim: “… bonito e corrido. De um lado, Aílton Lira com muito talento, comandando a garra e a disposição dos jogadores do Santos. De outro, o time consciente, quase frio, do Palmeiras, tocado pelo não menos talentoso Jorge Mendonça. No primeiro tempo, o Santos correu mais, deu a impressão de dominar, mas acabou sofrendo o gol do próprio Jorge Mendonça, aos 43 minutos. No segundo, o ritmo foi mantido e, aos 17 minutos, a linha da defesa do Palmeiras – sem Marinho Perez – falhou, Toinzinho se aproveitou e marcou para empatar”.

E você, o que acha disso?


Older posts

© 2018 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑