Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Pelé (page 1 of 39)

Hora de pôr ordem na casa

A derrota para a humílima Ferroviária, na Vila sagrada, ainda ribomba nas nossas cabeças. É óbvio que há muita coisa errada no Santos e é natural que o torcedor se preocupe com a sorte do time na Copa Libertadores, a competição mais importante de 2017 (fora o Mundial, claro).

Não finjamos o contrário, por favor. Paulista, Copa do Brasil, Brasileiro, todos os títulos têm a sua importância, mas a Libertadores vale mais, até porque pode colocar o Santos em um patamar acima de todos os outros clubes brasileiros.

Porém, se a equipe tem dificuldades em sua própria casa, o que esperar do Glorioso Alvinegro Praiano em 9 de março, uma quinta-feira à noite, quando iniciará a competição sul-americana de clubes enfrentando o respeitável Sporting Crystal, do Peru, em Lima?

Se o clima entre diretoria e comissão técnica, comissão técnica e jogadores, jogadores e torcida não melhorar, será mais sensato tirarmos o cavalinho da chuva, ou o peixe do mar, pois nem passaremos da primeira fase da Libertadores. Digo nós porque o momento é de união entre os santistas.

Um espírito de porco pode dizer: “Mas Odir, se o Santos for campeão da Libertadores, você jamais será eleito presidente do clube”. Pois eu respondo: ser campeão da Libertadores em 2017 é de importância fundamental para a história do Santos, perto desse feito quem será o próximo presidente santista não tem importância.

E como a gente critica, mas sugere soluções, apelo para que o presidente Modesto Roma, a direção de futebol, o técnico Dorival Junior e a comissão técnica tenham uma longa reunião para detectar o que está havendo e estabelecer metas e compromissos. Depois, que outra reunião, entre a direção do clube e os jogadores, seja realizada.

É preciso botar para fora tudo que está engasgando todo mundo. Sem lavar a roupa suja e colocar ordem na casa, o Santos vai passar um ano difícil. Não é hora de beicinho, nem de mimimi, nem de mentiras ou desculpas. Quem estiver incomodado, peça para sair. O time está diante de seu maior desafio desde 2012. É hora de ser forte, determinado, corajoso e de fazer jus a ser lembrado, para todo o sempre, na história do Santos e do futebol.

Sete providências recomendadas

1 – Priorizar a Libertadores, Usar o Campeonato Paulista para testar e dar ritmo a todos os contratados e aos garotos da base, mas não estafar os titulares absolutos nos jogos do Estadual.

2 – Criar um sistema de jogo mais precavido para os jogos fora de casa. Que Dorival e seu filho não se iludam. Fora de casa o bicho vai pegar. Mesmo o grande Santos, no seu melhor ano, que foi 1962, empatou em 1 a 1 tanto com o Cerro Porteño, em Assunção, quanto com a Universidad Católica, em Santiago, e só ganhou do Deportivo Municipal, da Bolívia, por 4 a 3, porque virou ao final da partida, após estar perdendo por 3 a 2.

3 – Escolher jogadores com espírito de Libertadores, ou preparar o espírito de quem for escolhido. Além de ter calma, será preciso inteligência, além de tranquilidade para não revidar ao ser provocado, e nem afrontar o árbitro.

4 – Oferecer um bom prêmio em dinheiro a cada jogador em caso de título. Sabemos que eles já ganham bem, mas é uma regra de mercado. Todos os outros clubes motivam, o Santos não pode deixar de fazê-lo.

5 – Ficar atento às arbitragens. Há muito direcionamento nas arbitragens do campeonato sul-americano de clubes.

6 – Promover uma pacificação com a torcida. Se não houver o famoso pacto, o ambiente se degringolará e os jogadores, em vez de motivados, se sentirão enojados e temerosos. Se não der para ganhar o Paulista, dane-se, o que importa é a Libertadores.

7 – O jogador deve encarar cada partida da Libertadores como se fosse a última de sua vida. Para ter força, deve lembrar dos ídolos do passado e se espelhar neles. Enfim, fazer jus a vestir essa camisa.

O quarto título da Libertadores colocará o Santos como o time brasileiro mais vitorioso em competições internacionais. É uma meta difícil e ousada, mas, como diz o outro, se não for para sonhar, é melhor nem viver.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

As promoções de dois exemplares também incluem o frete pago. Assim dois Dossiês ou dois Time dos Sonhos saem por 79 reais, sem outras despesas, e dois exemplares de Dinheiro, é possível ser feliz sem ele saem por 39 reais.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Clique aqui para entrar na livraria e escolher os seus livros, em promoção.

dinheiro-e-possiveldossie - livronovo time dos sonhos


A ficção e a realidade

O Campeonato Paulista começou, depois de a imprensa esportiva alardear as inúmeras qualidades dos três times mais populares da capital, e o que aconteceu? O Santos é o líder na classificação geral, apresentou o melhor futebol da primeira rodada e ainda jogou desfalcado de Ricardo Oliveira.

O São Paulo, do decantado técnico Rogério Ceni, teve uma atuação pífia, uma defesa com mais buracos do que um queijo suíço e perdeu de 4 a 2 para o Audax. O Corinthians ganhou do São Bento com um gol de pênalti que não houve e o Palmeiras, em partida equilibrada, mostrou um futebol medíocre e derrotou o Botafogo de Ribeiro Preto pela contagem mínima.

Não sei o que meus colegas vão inventar durante a semana para manter o interesse dos torcedores desses três times, pois está evidente que o Santos é o melhor e o Grupo D o mais difícil, já que todos os quatro times ganharam seus jogos, ao contrário do grupo do São Paulo, em que os quatro perderam.

Para ser santista é preciso ter inteligência para perceber as jogadas ibopistas da mídia que tenta distorcer a realidade. E a verdade é que, a exemplo do Campeonato Brasileiro, vencido por um time medíocre, o Paulista é outra competição mediana, com exceção do Santos e, talvez, de seus concorrentes no Grupo D.

Acima, coloco um vídeo para o qual peço atenção especial. Trata-se de uma entrevista de Angelo Benedicto Sormani, ou apenas Sormani, ponta-direita que nasceu em Jaú em 3 de julho de 1939, começou no Santos, participou da excursão à Europa em 1960, transferiu-se para o Mantova em 1961 e fez carreira na Itália, onde vive desde então. Herói do Milan na conquista da Liga dos Campeões e do Campeonato Mundial (Intercontinental) de 1969, Sormani, que foi chamado de “il Pelé Bianco”, é muito respeitado pela imprensa e os torcedores italianos.

Nessa entrevista ele fala de Pelé e do Santos. Vale a pena ouvi-la na íntegra. Coloco esse vídeo para lembrar o que é essencial na história do futebol e qual é o verdadeiro peso de cada time nessa história. Essa é uma noção que o santista não pode perder, já que a todo momento a imprensa esportiva brasileira, com suas conjecturas superficiais e convenientes, quer fazer o torcedor esquecer o que realmente importa.

Pelé versus os europeus
Há jornalistas, poucos e obtusos, que batem na tecla de que Pelé não pode ser considerado o melhor jogador de todos os tempos porque nunca jogou por um time europeu. Essa é uma demonstração de colonialismo barato, como se a Europa fosse o centro do futebol mundial. Hoje, certamente, é, mas até os anos 1960, reinado do futebol arte, o melhor futebol praticado no planeta era o sul-americano. Por outro lado, os europeus tiveram várias oportunidades de parar Pelé, e o que aconteceu? Veja este vídeo e constate o que o Rei do Futebol fazia com os jogadores, times e seleções do velho continente:

E você, o que acha disso?

licoes de jornalismo
Você pretende ser jornalista, ou se interessa pela profissão? Quer saber o que aprendi de mais importante em 40 anos de jornalismo? Então fique atento porque logo mais será lançado o livro LIÇÕES DE JORNALISMO. Ele vai fazer o bichinho do jornalismo entrar no seu sangue. Clique neste texto para saber um pouco mais.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Uma lenda chamada Santos

Outro dia o novo presidente da Fifa, um tal de Gianni Infantino, soltou um documento dizendo que a Fifa só considera campeões mundiais oficiais os clubes que ganharam a competição organizada por ela a partir de 2000 (?). O homem perdeu uma grande oportunidade de prestar um importante serviço à história do futebol, pois com sua nota ele apenas admite que na época mais competitiva desse esporte, em que grandes esquadrões se espalhavam pela Europa e América do Sul, por incompetência ou falta de estrutura a Fifa não conseguiu produzir uma competição mundial entre os clubes, deixando esse encargo para a Uefa e Conmebol.

Seria bem mais digno a Fifa soltar uma nota tipo: “Como se sabe, não organizamos as disputas mundiais de clubes desde 1960, só o fazendo a partir de 40 anos depois. Entretanto, validamos as competições anteriores por julgarmos que elas atenderam ao objetivo de definir o melhor clube de cada ano.” Pronto, a federação, humildemente, reconheceria que não inventou o futebol e que se valeu dos esforços das entidades europeia e sul-americana para manter o interesse pelo esporte que ela tem a obrigação de cuidar.

Amigos me pediram para fazer um dossiê para oficializar os títulos mundiais desde 1960. Há vários motivos para isso. Um deles é que África, Ásia e Oceania nem tinham uma competição oficial para definir seu representante. Portanto, o duelo pelo título mundial teria de ser, mesmo, entre o campeão da Europa e o da América do Sul, como ocorreu.

Ocorre que a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa foram criados pela mesma entidade que em 1971 criou também o Campeonato Nacional. No caso, revelou-se decisivo o testemunho de João Havelange, presidente da CBD e depois da CBF, o homem que lançou todas essas competições com o claro intuito de definir o campeão brasileiro. Mas com a Fifa é diferente. Ela pode alegar, como alega, que só pode oficializar as competições que realizou.

Já teve presidente da Fifa que considerou válidas todas as disputas mundiais de clubes, outros que ficaram em cima do muro e agora temos mais esse que, sem apresentar nenhum estudo ou justificativa, diz uma bobagem dessas. Qual a culpa que o futebol tem se uma entidade fundada em 1904, 56 anos depois ainda não conseguia organizar uma simples melhor de três entre o campeão europeu e o sul-americano, a ponto de abrir mão desse encargo para as bravas Uefa e Conmebol, que se incumbiram da tarefa com um sucesso absoluto? Agora, a história do futebol deve ser punida pela incompetência da entidade que deveria preservá-la?

Não creio que deva ser assim, mas admito que tudo é uma questão de caráter das pessoas que dirigem a Fifa. Burocraticamente podem, mesmo, reconhecer como oficiais apenas as competições que organizaram, legislando em benefício próprio e validando até um torneio mambembe, como o de 2000, no qual faltou o campeão sul-americano e ficou mais quatro anos sem ser realizado novamente. Sim, se quiser a Fifa pode fazer isso. Como eu disse, é uma questão de caráter.

Agora, como todos poderão ver no documentário acima, produzido pela tevê italiana, há um time que pairou acima de currículos e burocracias, até se tornar uma lenda. Assista e não se emocione se for capaz. Será difícil, pois o próprio locutor diz que “Santos era la squadra più emozionanti del pianeta”. Isso não é apenas deixar um nome na lista dos campeões da história, mas construir essa história de um jeito único. E eterno.

Agora ouçam um santista inteligente, corajoso e irreverente:

E você, o que você acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Marcas no Pacaembu

bandeirao 28-01-2017 Vista do bandeirão desde a arquibancada verde do Pacaembu

Mais um filme sensacional do Rachid:

Comentário de Gustavo Roman, imparcial e excelente:

Com a goleada de 5 a 1 sobre o Kenitra, do Marrocos, o Santos estabeleceu uma marca no Pacaembu que dificilmente será superada, pois alcançou a 16ª vitória consecutiva no estádio municipal de São Paulo. Nessa sequência, teve adversários difíceis, pois derrotou duas vezes o São Paulo (3 a 0 e 1 a 0) e uma o Palmeiras (3 a 1). A série se inicia com a vitória sobre o Ituano por 1 a 0, na final do Campeonato Paulista de 2014.

Confira as 16 vitórias consecutivas do Santos no Pacaembu

Santos 1 x 0 Ituano – 13/4/2014
Santos 3 x 1 Vitória – 6/9/2014
Santos 2 x 0 Goiás – 28/9/2014
Palmeiras 1 x 3 Santos – 19/10/2014
Santos 5 x 0 Botafogo – 16/10/2014
Portuguesa 1 x 3 Santos – 22/02/2015
Santos 4 x 2 Linense – 1/3/2015
Santos 1 x 0 Audax – 21/3/2015
Santos 3 x 2 Figueirense – 1/10/2015
Santos 4 x 1 Mogi Mirim – 25/2/2016
Santos 1 x 0 Água Santa – 12/3/2016
Santos 3 x 0 Botafogo – 5/6/2016
Santos 3 x 0 São Paulo – 26/6/2016
Santos 3 x 2 Santa Cruz – 18/09/2016
São Paulo 0 x 1 Santos – 13/10/2016
Santos 5 x 1 Kenitra – 28/01/2017

Não foi a primeira marca importante do Santos no Pacaembu. Lembro algumas delas:

Maior público na história do Pacaembu

Com 68.327 pagantes, Palmeiras 1 x 1 Santos, com grande maioria de santistas, em 11 de dezembro de 1977, é o recorde de público do Pacaembu. A revista Placar provou que os números foram superfaturados no jogo São Paulo 3 x 3 Palmeiras, em 24 de maio de 1942. Na verdade, naquela partida o borderô somava apenas 63.281 pessoas.

Maior artilheiro do Pacaembu

Pelé, com 115 gols em 116 jogos, é o jogador que fez mais gols no estádio santista da capital.

O grande jogo da história do estádio

Com viradas espetaculares e 13 gols, o clássico Santos 7 x 6 Palmeiras, pelo Torneio Rio-São Paulo de 1958, jogado em 6 de março daquele ano, é apontado como o grande jogo do estádio e um dos grandes jogos da história do futebol mundial.

A virada mais importante dos Brasileiros

Após perder no Rio por 4 a 1, o Santos precisava vencer o Fluminense por três gols de diferença, na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1995, em 10 de dezembro daquele ano. A meta foi alcançada com uma vitória por 5 a 2, na virada mais importante e empolgante entre grandes times brasileiros.

Primeiro título brasileiro da Libertadores

A primeira vez que um time brasileiro comemorou um título da Copa Libertadores no Pacaembu ocorreu em 22 de junho de 2011, quando o Santos bateu o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 1.

15 títulos comemorados no estádio

Sem contar as decisões em que fez o primeiro jogo no Pacaembu e garantiu o título no campo do adversário, como nas finais dos Campeonatos Brasileiros de 1962, 63, 64 e 65, o Santos comemorou 15 conquistas na sua casa paulistana. São elas:

1. Taça das Taças 1948 – Santos 2 x 1 Corinthians – Jogo único
2. Taça Cidade de São Paulo de 1949 – Santos 2 x 0 São Paulo – Final
3. Torneio Início 1952 – 04 partidas
4. Paulista 1956 – Santos 4 x 2 São Paulo – Jogo Desempate
5. Torneio Internacional da FPF 1956 – Santos 5 x 2 Newll’s Old Boys – Final
6. Rio-São Paulo de 1959 – Santos 3 x 0 Vasco – Pontos Corridos
7. Paulista de 1962 – Santos 5 x 2 São Paulo – Pontos Corridos
8. Rio-São Paulo de 1966 – Santos 0 x 0 Corinthians – Pontos Corridos
9. Paulista de 1967 – Santos 2 x 1 São Paulo – Jogo Desempate
10. Torneio Laudo Natel de 1975 – Santos 2 x 2 Palmeiras – Final
11. Paulista de 2010 – Santos 2 x 3 Santo André – Final
12. Taça Libertadores de 2011 – Santos 2 x 1 Peñarol – Final
13. Recopa Sul-Americana de 2012 – Santos 2 x 0 Universidad de Chile – Final
14. Copa São Paulo de Futebol Júnior/2013 – Santos 3 x 1 Goiás – Final
15. Copa São Paulo de Futebol Júnior/2014 – Santos 2 x 1 Corinthians – Final

Goleada no Kenitra

Com direito a gol de bicicleta do estreante Vladimir Hernández, o Santos não teve dificuldade para golear o Kenitra, de Marrocos, por 5 a 1, no sábado, em jogo de apresentação de alguns dos novos contratados do time e também de se conhecer o novo uniforme produzido pela parceria com a Kappa.

O primeiro tempo terminou com a vantagem santista por 2 a 0, gols de Rodrigão e Vitor Bueno. No segundo tempo, Vitor Bueno, Vladimir Hernández e Thiago Ribeiro completaram o marcador. Hamza, de cabeça, marcou o único gol dos marroquinhos quando o Santos vencia por 3 a 0. O rapaz comemorou tanto que foi aplaudido pela torcida santista. Um pouco mais de 15.300 pessoas compareceram à partida.

Quem tem mais contato com essa diretoria dizia, ainda no Pacaembu, que o Santos voltará a jogar no estádio dia 18 de fevereiro, um sábado, às 19h30, contra a Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. Como se sabe, é o tipo de jogo que na Vila Belmiro atrairia, no máximo cinco mil pessoas.

Maior bandeira do mundo

No intervalo o Santos estendeu no gramado a maior bandeira já confeccionada de um time de futebol. O bandeirão mede 105 x 68 metros e tomou todo o gramado do Pacaembu.

E você, o que acha disso?

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Roteiro turístico Pelé

Uma vizinha, dona Divonete, me interfonou para dizer que tinha me visto em um programa da TV Brasil, de madrugada, falando do Museu Pelé. Procurei e encontrei o vídeo, é este acima, do programa “Conhecendo Museus”. Recordar a história de Pelé, além de emocionante, tem me trazido o que modestamente considero boas ideias turísticas para a cidade de Santos.

Se não me engano também já descrevi essas ideias para o secretário de turismo de Santos em uma de suas visitas ao Museu Pelé. Pois assim como cidades reverenciam os lugares onde moraram e frequentaram seus cidadãos mais ilustres, alguns deles grandes gênios da humanidade, Santos pode e deve criar um Roteiro Pelé para satisfazer a curiosidade dos fãs do Rei em todo o mundo.

Como era o quarto de Pelé na concentração de Vila Belmiro? Onde e como era a pensão de dona Georgina? Que tal um corte de cabelo no Didi, o cabeleireiro de Pelé, ainda hoje no mesmo salão, em frente à Vila Belmiro? Que lugares de Santos Pelé frequentava?

Enfim, para quem, como eu, adorou visitar as residências antigas de celebridades como Ernest Hemingway, Fernando Pessoa, Victor Hugo e Pablo Neruda, entre outros, conhecer os lugares em que Pelé viveu em Santos seria genial. Está aí uma ideia que só exige disposição e trabalho da Prefeitura de Santos e do próprio Santos.

De nada adiantam os grandes feitos das pessoas excepcionais se forem esquecidos com o tempo. Pelé já fez muito pela cidade de Santos e pelo Santos, mas sua história ainda pode fazer muito mais. Por isso é essencial preservá-la. O Museu Pelé foi erguido em Santos justamente para sedimentar essa relação do ídolo com sua cidade e atrair mais turistas para a cidade. Visite-o, divulgue-o. Pelé, o futebol, o Santos Futebol Clube, a cidade de Santos e o Brasil agradecem.

anuncio-promocao-de-natal

Promoção de livros até a meia-noite do dia 31. Aproveite!


time dos sonhos - autor lendo trecho do livro para Robinhoeu, Pelé e as crianças - livro segundo tempodossie - peres e eu

Livro é um presente duradouro. Pense nisso antes de presentear neste final de ano. Atente para as promoções de livros do Blog do Odir até a meia-noite do dia 31 deste mês.

Time dos Sonhos: Você compra apenas um exemplar, mas recebe dois, sem despesa de correio, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.

Após fechar a compra, peça dedicatórias para os dois exemplares de Time dos Sonhos pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Por tudo isso você vai pagar apenas 68 reais.

Como proceder: clique em Comprar Livros, no alto da home deste blog, e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos. Os outros eu envio para você.

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros: Compre apenas um exemplar, por 38 reais, mais as despesas de correio que o Pagseguro calcula logo que você inserir o número do seu CEP, e eu enviarei dois exemplares para você. Para pedir as dedicatórias, é só enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

Segundo Tempo, de Ídolo a Mito: Até 31 de dezembro esta obra-prima poderá ser adquirida na Livraria deste blog por apenas 49 reais, mais as despesas de correio. Conheça a vida de Pelé de um ângulo que você nunca viu antes. O livro irá com uma dedicatória do autor para o comprador. Se quiser uma dedicatória para outra pessoa, é só enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para garantir o seu Dossiê e o presente de Natal do seu amigo santista, palmeirense, botafoguense, ou torcedor de Cruzeiro, Fluminense e Bahia.

A promoção do livro Time dos Sonhos continua
Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Com apenas 68 reais você recebe dois exemplares do livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, sem despesas de correio, com direito a dedicatórias em cada um deles (basta enviar e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br e dizer para quem quer as dedicatórias) e ainda recebe, por e-mail, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.
É só comprar um exemplar de Time dos Sonhos que envio o pacote todo para você. Já tem o livro? Então compre para os amigos. Uma obra com preciosas 535 páginas sobre a rica história do Santos é um presente para toda a vida, você sabe.
Clique aqui para comprar um exemplar do livro Time dos Sonhos e ganhar mais um, com dedicatórias exclusivas e mais as versões eletrônicas de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time.Tudo por 68 reais, e ainda dá para parcelar!

Leia O barqueiro de Paraty, uma história de virtude e amizade que pode mudar sua vida. Mas se vida simples e os ensinamentos do filósofo Epiteto não lhe interessam, compre para sua mulher, mãe, ou filha, pois estou certo de que elas gostarão.

Na livraria deste blog a versão em papel de O barqueiro de Paraty está esgotada. Mas é possível adquiri-lo em Ebook, na Amazon, por apenas R$ 10,21 (abaixei um pouco mais o preço). Essa história, um tanto autobiográfica, é um ótimo presente para quem quer aprender mais sobre a essência da vida simples e a filosofia de Epiteto. No link abaixo é possível ler o primeiro capítulo. Experimente…
Clique aqui para entrar na Amazon, ler uma parte do livro “O barqueiro de Paraty” e, se gostar, adquiri-lo por apenas R$ 15,64.

Como o Santos pode ajudar a incrementar o turismo na cidade?


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑