Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Porto

Finalmente Robinho no Paca. E o grande Menino Juary

Amigos, como estarei no jogo do Pacaembu, o post sobre a partida entrará no ar lá pelas 21 horas, 21h30, 22 horas. Mas alguns comentários serão liberados automaticamente. Nem preciso pedir que não exagerem nas análises. Um blog é um veículo de comunicação como outro qualquer e está sujeito às mesmas leis. Caluniar e difamar dá processo, multa e pode dar cadeia. Critiquemos, se for o caso, mas com alguma moderação. Um bom jogo para todos nós. Pelo jeito não vai chover…

Antes tarde do que nunca. A partida deste domingo, às 18h30, contra o Linense, representa o primeiro jogo de Robinho no Pacaembu, com mando do Santos, desde que o Menino da Vila voltou da Europa, há sete meses. Estarei lá, com a Suzana e meu irmão Marcos. É um jogo bom de assistir.

O técnico Enderson Moreira escalará Valencia como volante, prosseguindo o rodízio na posição que era do titular Alison, afastado para uma cirurgia. Gustavo Henrique treinou na zaga, mas David Braz deve jogar. No mais, será o mesmo time que venceu a Portuguesa.

Santos x Linense
Domingo, 18h30, Pacaembu
Santos: Vanderlei, Cicinho, Werley, David Braz [Gustavo Henrique] e Victor Ferraz; Valencia, Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Robinho e Ricardo Oliveira. Técnico: Enderson Moreira.
Linense: Anderson, Bruno Moura, Adalberto, Álvaro e Igor; Moisés Ribeiro, Memo, Clébson e Gilsinho; William Pottker e Diego. Técnico: Luciano Quadros.
Arbitragem: Douglas Marques das Flores, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Fernando Afonso Gonçalves de Melo.

Juary na Assophis

Neste sábado pela manhã, no salão de mármore do Santos, tivemos uma reunião especial da Assophis, a Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos. Além dos ilustres pesquisadores e escritores que mantém viva a memória do clube, recebemos as visitas de Juary, Lalá e Manoel Maria.

Como não poderia deixar de ser, o papo se concentrou em torno de Juary, o eterno Menino da Vila, herói do título paulista de 1978, que agora trabalha no treinamento das divisões de base do Santos.

Ótimo de papo e com histórias magníficas, Juary falou de sua carreira desde o dia em que seu pai disse que ia na esquina comprar cigarros e o deixou para morar na concentração do Santos. Ídolo da imensa torcida santista que surgia, depois jogador no México, Itália, Portugal – onde se tornou heroi do Porto ao marcar o gol que definiu a Champions League de 1987 – Juary viveu momentos inesquecíveis no futebol.

Sua vida dá um livro e já iniciamos as conversas neste sentido. Será um prazer retratar a vida e a carreira do primeiro grande ídolo santista depois de Pelé, o artilheiro mais rápido que o Santos já teve. Durante a reunião, o jovem jornalista e escritor Vitor Loureiro Sion apresentou-nos o seu livro “É Tri”, com os bastidores dos títulos da Libertadores de 1962, 1963 e 2011.

Aquela veja o rápido Juary decidindo o derby contra o Napoli e repare que há uma música para ele:

Você vai ver o Santos no Pacaembu?


Amigos, entro de férias. Assumam o Blog do Odir este mês!


Eu, a Suzana e os amigos Lu e Peres na praia de Santos, em um raro domingo de descanso.

Amigos e companheiros deste blog que se dedica aos assuntos do nosso querido Santos Futebol Clube: faço deste o último post antes das minhas férias, que começam amanhã, quarta-feira, com uma viagem para a Cidade-Luz, em que o Santos era recebido com honras e desfilava em carro aberto. Depois, eu e Suzana vamos para Lisboa, onde o Alvinegro Praiano se tornou o primeiro time brasileiro campeão mundial, e finalmente seguimos para o Porto, onde temos parentes e amigos.

Durante outubro não palpitarei neste blog uma única vez. Quero deixá-los à vontade para que digam, por meio de artigos, o que pensam sobre o Santos, seus jogadores, comissão técnica, diretoria, jogos e o futuro. Peço que colaborem enviando artigos para o e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Seus e-mails serão recebidos pelo jovem e competente santista Vítor Queiroz de Abreu, amigo e parceiro essencial para a criação e manutenção deste precioso espaço para os santistas.

Como editor do blog em outubro, Vítor escolherá um post por dia e liberará os comentários. Escrevam quantos artigos quiserem. Nem é preciso dizer que não serão liberados textos ou comentários difamatórios e/ou grosseiros. Tentem trazer luzes sobre assuntos relevantes para o Santos e para o futebol.

Algumas dicas para um bom post

Faça o título em apenas uma linha, com o máximo de 60 caracteres (com espaços).

Evite textos muito extensos. Prefira posts com o máximo de oito parágrafos, ou 40 linhas em word.

Se quiser colocar um link de um vídeo, vá ao Youtube, clique em Compartilhar (abaixo do vídeo, à direita) e copie o código no seu texto. Por exemplo: o código http://youtu.be/-5Dw8TWMJik se refere à final do Mundial Interclubes de 1062, entre Santos e Benfica, no Estádio da Luz.

Para um índice maior de leitura, dê um espaço entre um parágrafo e outro. Um texto sem espaços entre parágrafos se torna mais cansativo.

Mandem suas colaborações

Entre os santistas sei que muitos têm facilidade para escrever, como Luiz Tomaz, Tana Blaze, Khayat, Sérgio Bertoldi, Gustavo Kosha, Pedro Reino (por onde andará Pedro Reino?), entre outros. Espero que não nos desamparem. Quanto ao Wesley Miranda, continuará nos brindando com seus retrospectos dos confrontos do Santos com seus rivais.

Já tivemos excelentes colaborações de cartunistas, como o do grande Cheeco. O blog sempre estará aberto para divulgar essa arte. Assim como estará mais do que aberto para os filmes espetaculares do Rachid, sempre ao lado da torcida do Santos, onde e como ela estiver.

Reassumo as funções em 1º de novembro, quinta-feira, depois do jogo contra o Náutico, na Vila, e antes da partida contra o Cruzeiro, na Arena do Jacaré. Espero que até lá o time não esteja sofrendo mais com a ameaça de rebaixamento.

Agradeço desde já a atenção, a participação e o carinho – e o inconformismo de todos. O Blog é de vocês, santistas. Usem e abusem.

O Vítor espera sua colaboração no e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br


Parece mentira, mas Diego pode vir para compensar a perda de Robinho…

Alguns lances de Diego na Europa. O garoto ainda está jogando muito. Imagine ele ao lado de Ganso e Neymar…

Um sonho da diretoria do Santos é usar o mesmo esquema que possibilitou a vinda de Robinho para repatriar outro ídolo dos Meninos da Vila de 2002: Diego Ribas da Cunha, hoje com 25 anos, na Juventus da Itália.

Depois de uma passagem apagada pelo Porto, Diego reencontrou-se no futebol alemão e se tornou um astro do Werder Bremen, pelo qual marcou 57 gols em 126 jogos.

Comprado pela Juventus por 24,5 milhões de euros, Diego não correspondeu plenamente no clube italiano, que está esperando uma proposta de 18 milhões de euros para vendê-lo. O único interessado que está perto desta oferta é o Wolfsburg, da Alemanha, que oferece 16 milhões.

No caso de Diego, os emissários do Santos podem usar o mesmo argumento que serviu para Robinho: no Brasil, ao lado da nova geração dos Meninos da Vila, Diego poderá voltar a jogar de forma tão brilhante como no início de sua carreira profissional, quando foi essencial para a conquista do título brasileiro de 2002 e um dos destaques da campanha que levou o Santos ao vice-campeonato da Copa Libertadores de 2003.

Diego poderia vir por empréstimo, faria um trio sensacional com Ganso e Neymar e depois, valorizado, voltaria ao clube italiano. Neste período, seu salário seria pago pelo Santos e seus parceiros.

Com apenas 25 anos, Diego ainda pode sonhar com a Copa de 2014, desde que encaixe uma sequência de boas exibições, o que é mais provável no Santos, ao lado de quem pode tabelar com ele e deixá-lo na cara do gol, do que no obscuro Wolfsburg.

Hoje a possibilidade parece remota, mas quando se falou pela primeira vez na volta de Robinho ao Santos a impressão foi a mesma. E agora que a fórmula já se revelou vitoriosa, não é impossível que a Juventus a rejeite.

O único obstáculo é a situação do caixa do clube italiano. Se houver necessidade de dinheiro urgente, então a venda para o Wolfsburg será a alternativa mais viável.

De qualquer forma, Diego é o sonho que viria apagar a tristeza pela perda de Robinho. E se Neymar já abala o coração das menininhas, com ele e Diego juntos, o Santos poderá até não ser campeão brasileiro, mas terá um time imbatível de pop stars.

O que você de uma provável vinda de Diego? Ela poderia compensar a ausência de Robinho?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑