Só estes quatro valem mais do que qualquer time do mundo (Foto: Comunicação santos FC)

Assim como os campeonatos estaduais perderam a sua importância com o tempo, hoje o fenômeno acontece com os nacionais. Pouco ou nada perderá o Barcelona se deixar de vencer o Espanhol, mas for campeão do mundo. O mesmo, é claro, se aplica ao Santos, que abdicou do Campeonato Brasileiro, competição que tinha tudo para vencer, para se dedicar exclusivamente ao Mundial da Fifa, no qual deverá encontrar o time de Messi, no duelo mais aguardado do futebol.

Outro dia falaremos da importância desse confronto, que talvez só tenha tido similares nas conquistas dos anos 60, quando os sul-americanos eram tão poderosos quanto os europeus e as decisões do Mundial se tornavam verdadeiros duelos intercontinentais. Hoje falarei sobre a decadência dos nacionais.

Veja que mesmo às portas de se tornar campeão brasileiro, o Corinthians é o 141º colocado no ranking divulgado hoje pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS). Na frente do alvinegro da capital estão, entre outros, o Enyimba International, da Nigéria, 75 posições acima.

Para os olhos de um mundo a cada dia menor, os campeonatos nacionais são como nossos antigos estaduais: só têm uma repercussão local, que pouco interfere no panorama universal. Veja que no ranking da IFFHS uma vitória no nacional vale quatro pontos, enquanto um triunfo na Liga dos Campeões, ou na Copa Libertadores, vale 14.

O Vasco, que também pode ser campeão brasileiro, está na 23ª posição do ranking, com 186 pontos. Para isso ajudou muito a campanha do time na Copa Sul-americana, em que as vitórias contam 12 pontos. Veja, leitor e leitora, que para a IFFHS uma vitória na Sul-americana equivale a três no Campeonato Brasileiro. Não sei por que, sinceramente, nossos times não valorizam mais esta que é a segunda competição mais importante do continente.

Até o Cruzeiro, que briga contra o rebaixamento no Brasileiro, está quase 100 posições acima do Corinthians no ranking mundial, devido à ótima campanha do time mineiro na Copa Libertadores. E tudo isso sem falar do melhor time sul-americano do momento, nosso insuperável Santos Futebol Clube.

Em décimo no ranking mundial, único time não europeu entre os top ten, o Glorioso Alvinegro Praiano tem 226 pontos, 40 a mais do que o Vasco e 123 mais, ou o dobro, do que o Corinthians. Eu, sinceramente, acho pouco. Quando Barcelona e Santos estiverem entrando em campo para o jogo do Milênio, quem mais se lembrará de algum outro time nesta Galáxia?

E você, acha justo o Santos ter apenas o dobro de pontos do Corinthians no ranking mundial?