Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

film izle

Tag: Santos do Amapá

Se não correr, passa vergonha

Importante
A promoção do livro Time dos Sonhos + versão eletrônica do Donos da Terra + frete pago + dedicatória do autor por apenas 68 reais termina à meia-noite deste sábado.

O Santos não tem time capaz de ganhar passeando em campo. Se não correr, não se empenhar, pode perder de qualquer um, como ficou provado contra o humilde Santos do Amapá, e ficará ainda mais evidente domingo, na arapuca de Osasco, contra o Audax.

Foi preciso até que o monge Dorival Junior desse uns gritos para que os reservas começassem a correr e vencessem o Santos amapaense por 3 a 0, na Vila Belmiro. A apatia da equipe durante a maior parte do primeiro tempo tornou o jogo mal parado e permitiu até algumas chances ao bravo Peixe da Amazônia.

Quem queria descobrir, entre os reservas santistas, jogadores com técnica e personalidade para ter mais oportunidades no time titular, ficou frustrado. Mesmo paradão, o experiente Elano mostrou-se o jogador de mais categoria e visão de jogo. Dos demais, destaque para Ronaldo Mendes, que está longe de ser um craque, mas corre o tempo todo, está em todo lugar do campo e fez o gol mais bonito da partida.

Em uma análise rápida dos jogadores do Alvinegro Praiano, levando-se em conta que P equivale a “Péssimo”, M a “mau”; R a “regular” e B a “bom” (E seria “excelente”, mas ninguém mereceu tal qualificação), avalio-os da seguinte forma: Vanderlei (B), Igor (R), Lucas Veríssimo (B), Luiz Felipe (R) e Caju (R); Alison (P – conseguiu ser expulso ao agredir o adversário em um lance bobo), Rafael Longuine (M), Fernando Medeiros (sem tempo), Elano (B), Lucas Crispim (R) e Ronaldo Mendes (B+); Paulinho (R), (Maxi Rolón (R) e Joel (R). Técnico: Dorival Júnior (B).

Aos fãs de Joel, explico que me preocupei com o fato de o camaronês não conseguir dar um drible no seu marcador e nem ao menos proteger a bola. Sempre saía do lado errado e perdia a jogada. Essa deficiência é fatal para um bom atacante. Mas teve calma para fazer o terceiro gol.

Por mais dificuldade financeira que o clube passe no momento, creio que não seja mais possível manter alguns jogadores no elenco só porque ganham pouco. Se os reservas do Santos já não são grande coisa, segurar os reservas dos reservas não tem sentido. A filosofia adotada pelo saudoso técnico Luis Alonso Peres, o Lula, para montar aquele Santos que fez história, era trabalhar só com jogadores bons.

Como muitos já sugeriram neste blog, é mais eficiente ter apenas um jogador bom, ou promissor, do que meia dúzia de cabeças de bagre. E entre um cabeça de bagre contratado, é melhor e bem mais barato promover um Menino da Vila.

Na reunião do Conselho Deliberativo ficamos sabendo que Alison, que o Santos vendeu por quatro milhões e comprou por sete milhões de reais, recebeu uma proposta de três milhões de euros, que foi recusada pelo presidente Modesto Roma. Pois eu acho que o clube deveria aceitar.

Time dos Sonhos + dedicatória + frete pago + Donos da Terra (versão eletrônica) por apenas 68 reais! Mas só neste mês do 104º aniversário do Santos. Reserve já!
DonosdaTerra Neste mês de aniversário do Santos, presenteie a você mesmo, ou a um(a) santista querido(a), com um exemplar de Time dos Sonhos e ainda ganhe uma versão eletrônica do livro Donos da Terra. Clique aqui para saber como adquirir o seu exemplar de Time dos Sonhos – uma autêntica Bíblia Santista, de 528 páginas – sem nenhuma despesa de correio e com dedicatória do autor, por apenas 68 reais. E ainda receba, gratuitamente, o e-book do livro Donos da Terra.
Promoção se encerra à meia-noite deste sábado!

Domingo é dia de ser leão

Se os reservas tiveram de correr para vencer o Santinho do Amapá, os titulares terão de lutar muito mais domingo, no primeiro jogo pela final do Campeonato Paulista, fora de casa, contra o Audax. O time de Osasco vive um momento de confiança e euforia. Descobriu que a melhor defesa é o ataque e pegou gosto por enfrentar os times grandes de peito aberto.

Nesse Campeonato Paulista venceu, em casa, a Palmeiras (2 a 1) e São Paulo (4 a 1). Depois, foi ao Itaquerão e passou a maior parte do tempo na frente do decantado adversário. Não se iluda quem pensa que o duelo de domingo será tranqüilo. Se não correr, e muito, e desde o começo, o Santos sairá de lá derrotado e sofrerá muito para ser campeão na Vila Belmiro. Veja agora como o São Paulo caiu de quatro no alçapão de Osasco:

E você, o que acha disso?


CD reprova contas de 2015

Em uma votação realizada além da meia-noite, o Conselho Deliberativo do Santos rejeitou por 83 a 81 as contas da gestão de 2015, o primeiro ano do mandato do presidente Modesto Roma.

Chamados pelo nome, 83 conselheiros disseram “SIM” ao parecer do Conselho Fiscal do clube, baseado na auditoria da Macso Legate Auditores Independentes, que apontou déficit de R$ 78 milhões nas contas do Santos em 2015.

Apesar das irregularidades apontadas pela empresa de auditoria, muitos conselheiros, aliados à gestão que comanda o clube, votaram pela reprovação do parecer do Conselho Fiscal, o que equivalia a aprovar as contas.

As discussões se alongaram, mas boa parte dos conselheiros, mesmo os que moram fora da cidade de Santos, não arredaram pé até que a eleição fosse realizada.

Com a reprovação das contas, Modesto Roma pode sofrer o Impeachment por gestão temerária – mesmo motivo que, há duas semanas, expulsou do quadro associativo do clube o ex-presidente Odílio Rodrigues, o ex-vice-presidente Luiz Cláudio Aquino e os membros de seu Comitê Gestor.

A propósito, a Comissão Fiscal do Santos Futebol Clube é constituída pelo presidente Antonio Gonçalves Neto, o relator Celso Menezes Prado Leite e os membros Dagoberto Cipriano de Jesus Oliva, José Carlos de Oliveira e Sylvio Affonso Moita Figo.

Clique aqui para saber mais sobre a reprovação de contas da administração de Modesto Roma

Time dos Sonhos + dedicatória + frete pago + Donos da Terra (versão eletrônica) por apenas 68 reais! Mas só neste mês do 104º aniversário do Santos. Reserve já!
DonosdaTerra Neste mês de aniversário do Santos, presenteie a você mesmo, ou a um(a) santista querido(a), com um exemplar de Time dos Sonhos e ainda ganhe uma versão eletrônica do livro Donos da Terra. Clique aqui para saber como adquirir o seu exemplar de Time dos Sonhos – uma autêntica Bíblia Santista, de 528 páginas – sem nenhuma despesa de correio e com dedicatória do autor, por apenas 68 reais. E ainda receba, gratuitamente, o e-book do livro Donos da Terra.
Faltam apenas 2 dias para terminar a promoção!

Só reservas contra o xará do Amapá

O técnico Dorival Junior resolveu manter um time só de reservas para enfrentar o Santos do Amapá, neste quinta-feira, às 21h30, pela Copa do Brasil, na Vila Belmiro. Como empatou por 1 a 1 em Macapá, o Santos se classificará para a próxima fase com um empate em 0 a 0 ou uma vitória simples.

Na verdade, o time terá ainda mais reservas do que mostrou em Macapá. O volante Alison deverá sair para a entrada de Leandrinho. E o lateral-direito deverá ser Igor, da equipe sub-20.

Assim, o Santos deverá iniciar a partida com Vladimir, Igor, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Caju; Leandrinho, Rafael Longuine e Elano; Paulinho, Ronaldo Mendes e Joel.

Clique aqui para assistir histórias de santistas apaixonados pelo time

E você, o que acha disso?


Ficou fácil ser sócio do Santos

Santos iguais

Reservas do Santos empataram em Macapá, por 1 a 1, com o Santos amapaense. Era de se esperar mais do Alvinegro Praiano. Pelos salários que recebem e pela maior experiência que possuem, os jogadores do Santos da Baixada deveriam ter vencido a partida, e bem. Os melhorzinhos foram Ronaldo Mendes, que entrou no segundo tempo, e Joel, que marcou o gol de empate. Mas o Peixe do Amapá correu e lutou muito. Um temporal transformou o jogo em uma batalha na lama durante quase todo o segundo tempo. No final, o resultado acabou sendo justo. No jogo de volta, o empate em 0 a 0 já classifica o Santos de Santos para a próxima fase da Copa do Brasil.

Meu amigo Ademir Teles, direto de Macapá:

Fala Odir!

Tudo bem?

Que jogo histórico !

Santos AP X Santos SP!

Acabei de chegar do estádio Zerão.

Bobeamos um pouco mas no final arrancamos um empate.

O povo é bem acolhedor. Torcedores de diversos times com seus respectivos mantos. Tinha camisa do “Mengo”, claro. Dos caras da marginal, Porcada, Grêmio , Coritiba, Botafogo, Remo, Paysandu, Sampaio Correia…. Sem contar a molecada com camisas de clubes do exterior.

A banda da torcida do time local animou o jogo. Chegou a ser hilário após o término da tempestade, pois era um cai daqui, escorrega dali, derrapa de lá , que parecia uma apresentação circense ao som das marchinhas. Muito divertido.

Olha quem eu encontrei no estádio.

Acho que você o conhece.

E logo abaixo uma foto tirada com um pé no hemisfério Norte e o outro no Sul.

Ademir Teles

Um abraço !
Ademir Teles
São Bernardo do Campo

no amapáamapa

Artigo sobre a espanholização no site Comunique-se

O site Comunique-se é um dos mais lidos entre os jornalistas brasileiros. Seus artigos são enviados, por e-mail, a um mailing de dezenas de milhares de profissionais. Por isso, resolvi escrever para ele explicando porque a Globo não trata o futebol como jornalismo, mas como produto de marketing.

Clique aqui para ler meu artigo no Comunique-se explicando porque a Globo não trata o futebol como jornalismo.

FICOU FÁCIL SER SÓCIO DO SANTOS

Ufa, finalmente parece que ficou fácil se tornar sócio do Santos. É só entrar no site oficial, clicar sobre o logotipo do sócio-rei e ser encaminhado para o cadastro necessário. O cartão “Oficial” é o menos caro, mas já dá direito a compra de ingressos com desconto e, o mais importante, condição de votar nas próximas eleições para presidente do clube, em dezembro de 2017.

Esse cartão oficial pode ser pago com uma anuidade de R$ 235, o que dá 19 reais por mês. Acho que é a melhor opção. Mas quem preferir pagar mensalmente, arcará com 27 pilas por mês. De qualquer forma, vale a pena, pois um sócio participa mais da vida do clube e pode agir diretamente para levar o Santos ao caminho que todos queremos.

Clique aqui para saber como ficar sócio do Santos. É fácil.

Os Meninos do Sub-17

Caso continuem, humildemente, se aplicando nos treinos, corrigindo os defeitos e aprimorando as qualidades, alguns meninos desse sub-17 do Santos têm tudo para se tornarem bons profissionais. Ainda é cedo para previsões específicas, mas adianto é alguns têm talento. Só é preciso ver se terão caráter, a chamada índole de campeão.

Outros não mostram tanta habilidade, mas são inteligentes e competitivos, o que também pode levar um jovem a ir longe no futebol. Então, esperemos um pouco mais para análises mais detalhadas. No momento, eles não precisam de broncas, mas de incentivo.

Que tal o “Donos da Terra” de presente?

Como se sabe, o blog está fazendo uma promoção do livro “Time dos Sonhos” neste mês de abril em que o Santos comemora 104 anos de vida. O leitor recebe um livro com dedicatória exclusiva e sem custos de correio por 68 reais. Porém, muitos interessados têm pedido também o livro “Donos da Terra”, que conta a história do primeiro título mundial do Santos. Ocorre que essa obra está esgotada e não há previsão de novo lançamento. Então, pensei em algo para presentear os leitores do blog.

O livro “Donos na Terra” em papel está esgotado, mas consegui sua versão eletrônica, em PDF, e vou enviá-la, por e-mail, a todo aquele que adquirir o livro “Time dos Sonhos” até o dia 30 de abril. Não custará nada. É um brinde do Blog do Odir aos santistas que acompanham este espaço há tanto tempo. Você poderá lê-lo no computador, tablet, laptop…

E para não ser injusto com os que compraram “Time dos Sonhos” este mês e não receberam a versão eletrônica de “Donos da Terra”, peço que solicitem seu exemplar enviando e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br Vamos conhecer, defender e divulgar a rica história do Glorioso Alvinegro Praiano.

DonosdaTerra Neste mês de aniversário do Santos, presenteie a você mesmo, ou a um(a) santista querido(a), com um exemplar de Time dos Sonhos e ainda ganhe uma versão eletrônica do livro Donos da Terra. Clique aqui para saber como adquirir o seu exemplar de Time dos Sonhos – uma autêntica Bíblia Santista, de 528 páginas – sem nenhuma despesa de correio e com dedicatória do autor, por apenas 68 reais. E ainda ganhe o e-book do livro Donos da Terra. Faltam apenas 10 dias para terminar a promoção!

Um pouco do Santos do Amapá


Um dos títulos do Santos, o grande time do Amapá.


Lembra do uruguaio Acosta? É ídolo por lá, quase aos 40 anos.

Até que ponto a história do Santos é importante para você?


A força da marca Santos


Hora dos reservas mostrarem o que sabem (Foto: Ivan Storti/ Santos FC).

Mesmo com um time reserva orientado por Lucas Silvestre, filho de Dorival Junior, o Santos – desde que jogue com vontade – tem tudo para vencer bem o seu xará do Amapá, na quinta-feira, às 21h30, em Macapá, e passar para a próxima fase da Copa do Brasil. Mas antes de falar do nosso Santos, falarei do Santos do Amapá, que também não deixa de ser nosso.

Tenho uma alegre gratidão por todos que amam o Santos e por isso não consigo sentir nenhuma hostilidade pelo Santos da pujante cidade de Macapá, com seus 370 mil habitantes. Ao contrário. Ele é uma prova viva da força da história, do carisma e da marca Santos.

Fundado em 11 de maio de 1973, 12 dias depois de o nosso Santos enfiar 3 a 0 no alvinegro da capital, no Morumbi (dois de Pelé e um de Brecha), o Santos de Macapá nasceu do amor pelo Alvinegro Praiano cultivado pelo funcionário público Otaviano Nogueira e o professor da rede estadual Delson Furtado, que convidaram amigos e fundaram, no bairro do Trem, um time que pudesse ser uma fábrica de campeões, como o consagrado Santos de Pelé, Pepe e Coutinho.

Após muitos anos como amador, o Santos do Amapá tornou-se profissional em 1998. Seu primeiro título estadual, heróico, veio em 2000, justamente na virada do milênio, quando o clube não tinha patrocinador e nem campo para treinamento. Hoje a equipe é tricampeã do estado, sendo que em 2013 e 2014 chegou ao título invicta.

Amparado pelo empresário Brasil Luciano Marba, seu presidente de honra, hoje o Santos do Amapá se orgulha de ter a melhor infra-estrutura esportiva dos clubes do Estado, com ginásio coberto, piscina, restaurante, quadras de basquete, vôlei, futsal, além de campos de futebol e beach soccer, enfim, um clube de verdade.

Havia também um Santos no Acre, outro no Amazonas e mais um na Paraíba, mas foram desativados. O maior Santos da região Norte do País é este de Amapá. Espero que a nossa delegação santista leve flâmulas e outros mimos aos nossos coirmãos alvinegros.

Confesso que não faço ideia de como joga o Santos amapaense, mas descobri que o time que há um mês perdeu por 4 a 2 para o Nacional, em Manaus, pela Copa Verde, jogou com Rafael, Maicon, Anderson, Diney, Batata; Pretão (Bruno), Lessandro, Willian (Renato) e Raí; Renatinho (Fazendinha) e Acosta. O técnico era Romeu Figueira e esse Acosta é aquele atacante uruguaio que jogou pelo alvinegro da capital e pelo Náutico. A figura já está com 39 anos.

Vila Belmiro, 100 anos de Paixão!

O documentário sobre o Centenário da Vila Belmiro, produzido por Beatriz Plácido, Giovana Pinheiro, Nicolaos Garófalo e Victor Onofre merece o nosso apoio. Visite a página no Facebook.

Clique aqui para entrar na página do documentário “100 anos de Paixão”, tocante homenagem à Vila mais famosa do mundo.

Neste mês de aniversário do Santos, presenteie a você mesmo, ou a um(a) santista querido(a), com um exemplar de Time dos Sonhos.

Clique aqui para saber como adquirir o seu exemplar de Time dos Sonhos – uma autêntica Bíblia Santista, de 528 páginas – sem nenhuma despesa de correio e com dedicatória do autor, por apenas 68 reais.
Faltam apenas 11 dias para terminar a promoção!

Por que não Fernando Medeiros, Ronaldo Mendes e Maxi Rolóm?

O time do Glorioso Alvinegro Praiano que treinou na segunda e deverá treinar todos os dias para se entrosar para o jogo de quinta-feira, foi escalado por Lucas Silvestre com Vladimir, Alison, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Caju; Leandrinho, Léo Cittadini, Elano e Rafael Longuine; Paulinho e Joel.

Não sei se é este o time que jogará, mas acho que o filho do Dorival deveria experimentar outras formações. Muitos torcedores pedem Fernando Medeiros, Ronaldo Mendes e Maxi Rolóm, por exemplo. E se o povo pede – como pediu Vitor Bueno – é bom ouvir o pedido. Leandrinho e Léo Cittadini ainda precisam convencer, e Elano tem de controlar os nervos.

De qualquer forma, acredito em uma vitória por dois gols de diferença. O xará do Amapá jamais passou da primeira fase da Copa do Brasil e em seis jogos só conseguiu marcar um gol – na derrota por 3 a 1 para a Portuguesa, no ano passado. Por mais que o nosso Santos costume dar moleza quando joga fora de casa, não acredito que será surpreendido pelo valente e simpático xará do Norte.

E você, o que espera do Santos contra o Santos?


© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑