Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Tag: Torcida do Santos (page 1 of 12)

É preciso ter fé

Estádio cheio = + sócios + visibilidade + patrocínio + verba de tevê +...

Falamos sobre isso no encontro de terça-feira no Bar Murymarelo. Creio que concordamos que um círculo virtuoso começa para um clube de futebol quando ele consegue aumentar substancialmente sua média de público e a quantidade de seus associados. Leiam a notícia que recebi hoje, enviada pelo Lance Expresso:

A força de sua torcida gerou ao Palmeiras, em 2016, mais receitas do que os badalados patrocínios da Crefisa e da Faculdade das Américas. É o que mostrou o balanço divulgado ontem. Somando bilheteria e a arrecadação do programa Avanti, de sócio-torcedor, o Verdão faturou R$ 103,8 milhões, contra R$ 90,6 milhões dos contratos com patrocinadores. Os direitos de TV ainda são a maior receita do clube, com R$ 128,2 milhões. A arrecadação total do Verdão chegou a R$ 468 milhões com um superávit de R$ 89,6 milhões nas contas do clube.

Pois é. Essa gestão do Santos está escondendo a torcida do time e nada fez de concreto para elevar o número de associados do clube – já que o interesse das pessoas que a compõem é apenas político, visa a sua perpetuação no poder e jamais o crescimento real do clube. Pense nisso.

Bom empate. Exibição horrível
Para a classificação foi bom empatar com o Santa Fé em Bogotá e terminar o primeiro turno do grupo da Copa Libertadores em primeiro lugar, pois no segundo fará dois jogos em casa – o primeiro deles contra o próprio Santa Fé, no Pacaembu. Os zagueiros, principalmente Lucas Veríssimo, se sairam bem, perfeitos nas bolas altas. Renato e Thiago Maia se destacaram. Victor Ferraz marcou melhor. Lucas Lima sofreu muitas faltas e passou a maior parte do tempo reclamando. Ricardo Oliveira foi um peso morto, mais uma vez, e ao ser substituído cometeu ato de indisciplina ao chutar um copo d’água e molhar quem estava no banco de reservas. Esse realmente precisa falar menos e jogar mais futebol, a profissão com a qual sustenta a sua família. Jean Mota foi expulso por não perceber que Libertadores não é Campeonato Paulista. Tecnicamente o jogo foi horrível, sem que o Santos criasse uma única chance real de gol. Nem dá para colocar um vídeo com os melhores lances da partida.

É preciso ter fé

Escrevo este artigo poucos minutos antes de o Santos entrar em campo para enfrentar o Santa Fé, na Colômbia. Nem preciso dizer que do nosso time esperamos garra do começo ao fim, esperamos honra à nossa camisa, coragem, ousadia e uma vitória, pois somos melhores que o time colombiano. Se algum santista fizer corpo mole, pode crer que será cobrado, e muito. Não queremos torcer para santos, mas para homens, com suas fraquezas e forças humanas, mas destemidos. Não é preciso ser santo para ser guerreiro. Lutem e não nos venham com desculpas caso fracassem. Não queremos ouvir mais desculpas. Queremos ouvir histórias de vitórias e heroísmos.

Mas escrevo, principalmente, para agradecer a todos que foram ao encontro no Bar Murymarelo, na noite de terça-feira, que, além de se expressarem livremente e darem suas ideias para um Santos Maior, provaram que o clube tem, sim, uma forte e organizada oposição, e ela não assistirá passivamente à tentativa de uma minoria incompetente e temerária de se perpetuar no poder usando o dinheiro do clube para comprar consciências e continuar a se servir do clube, ao invés de servi-lo.

Agradeço, particularmente, a Francisco Hidalgo, santista de Santos, que compareceu ao Murymarelo com seus familiares Tamara, Cipriano, Murilo e Matheus. Mesmo proprietários de cadeiras cativas na Vila Belmiro, os Hidalgo apoiam mais jogos em São Paulo e apoiam a minha candidatura. Não tenho palavras para agradecê-los pela confiança.

Agradeço também aos amigos e conselheiros influentes Marcello Pagliuso, Clóvis Cimino, Rachid Bourdokan (tão conhecido pelos santistas pelos filmes que faz em defesa da torcida alvinegra), Nelson Jafet, Alex Bessa, Luiz Louzada, Oscar Leite, Carlos Eduardo Cunha e Rafael Fidelis.

Envio um agradecimento especial aos amigos Norberto de Jesus Marques e Daniel da Graça Griggio, representantes do mais importante e independente fórum de torcedores do Santos, o Santos Total, independente e ético.
Não posso esquecer do amigo Adalberto Matiusso de Camargo e seus filhos Gustavo e Leonardo. Muito menos da amiga de infância Suely del Costo Lopes, que verei em breve no lançamento do livro “Lições de Jornalismo”, em Cidade Dutra.

Mais agradecimentos ao sempre brilhante santista Nivaldo Saraiva, que nos brindou com um brilhante discurso. Ao amigo Edwin Perez, sempre com ótimas ideias. Um fortíssimo abraço a Paulo Cabral, que compareceu e ainda trouxe sua esposa, Vera, e sua cunhada, Lúcia.

Um agradecimento especial aos amigos deste blog, o ponderado Ian Rocha, o afável Adauto Gudin e meu irmão Marcos Magno. Um agradecimento super especial à minha mulher, Suzana Silva Gonzaga Cunha.

Abraços fortes a Ana Maria de Souza Nascimento, Mario Francisco Moreira Gonçalves Dias, Leonardo Maklouf, Gean Marcelo, Antonio Carlos Nascimento, Daniel Caldeira Brant, Guilherme Kastner, João Batista do Nascimento, Marcos Maldonado, Silmar Batista, André Ferreira, Rodrigo Neves, Tawan Victor de Oliveira, José Francisco e Victor Augusto Ferreira.

O mais importante é que todos vieram para dar e discutir ideias, não para receberem brindes ou terem a despesa paga. Vieram porque estão fartos de ver essa presidência empurrar o clube para o apequenamento. Foram discutidas ideias para transformar Santos na Cidade do Futebol, para se incrementar o turismo de Santos voltado ao futebol, para se construir um CT amplo e moderno para a base e a possibilidade de se dividir os jogos com o Pacaembu. Nem precisei proibir as palavras “provincianos” e “forasteiros”, pois ninguém as usou. Todos estão compreendendo que o momento é de união dos santistas, pois nessa junção de forças está o nosso futuro.

Nova reunião será marcada para São Paulo, a fim de consolidar os pontos de um plano estratégico, e depois nos reuniremos em Santos. Contamos, desde já, com o comparecimento dos santistas livres de preconceitos, que pensem um Santos de todos, sem fronteiras.

As ideias sugeridas na reunião estão sendo catalogadas e serão divulgadas nos próximos posts. Peço desculpas por não ter postado sobre o encontro apenas hoje. Estou trabalhando em ritmo acelerado para a próxima exposição no Museu Pelé, um museu que honra o maior jogador de todos os tempos, de todos os santistas, e o grande catalisador na cidade de Santos.

E você, o que pensa disso?

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção só vai até o dia 30 deste mês. Depois, os preços dos livros voltarão ao normal.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50


Grandeza para ser gritada


Em 2006 foi assim. Eu, Suzana, Marcos e Daniel estávamos lá.

Não é surpresa nenhuma que os santistas lotem o Pacaembu na segunda-feira. Lotar estádios na Capital é o roteiro natural do Santos desde que a geração de Pelé deu ao clube a herança preciosa de uma das maiores torcidas do País. Só mesmo quem não quer admite a enorme popularidade e carisma do Alvinegro Praiano, ou trabalhe contra ela, se interessa por vê-lo se exibindo para uma média de sete mil torcedores.

O Santos é muito maior do que isso, muito maior do que a cidade de Santos e maior até do que a metrópole paulistana. Por tudo que é, foi e representa o Santos merece jogar, sempre, para grandes públicos. E merece ter sua história conhecida e reconhecida de geração a geração. Como, no meu papel de torcedor, só posso ser um, escrevo livros, mantenho um blog a fim de manter viva e eternizar a rica história do nosso clube, com a intenção de contribuir, dentro da minha área, para o aumento de nossa torcida.

Tenho a doce ilusão de que, mesmo após a minha morte, as nossas mortes, se um dia vencerem as forças que querem apequenar o Santos e mantê-lo ad eternum sob o seu jugo, quando a imprensa esquecer definitivamente do nosso time e ele chafurdar por divisões inferiores contanto apenas com torcedores da Vila Belmiro e adjacências, ainda assim, em algum lugar do Brasil, um adolescente pegará em uma prateleira qualquer um livro com a história do Alvinegro Praiano e se apaixonará por ele da mesma forma que nós nos apaixonamos, e a saga persistirá.

Por isso que, dos 27 livros que escrevi e foram publicados, 12 falam do Santos. Destes, os mais importantes foram Time dos Sonhos, que levou mais de dez anos para ser concluído e foi lançado em dezembro de 2003, com a história do clube desde sua fundação até o título brasileiro de 2002; e o Dossiê Unificação dos Títulos Brasileiros, que fiz em parceria com José Carlos Peres e que, para nossa extrema felicidade, conseguiu que os campeões brasileiros de 1959 a 1970 fossem reconhecidos oficialmente, o que recuperou seis títulos brasileiros para o Santos.

Neste mês de abril, no dia 14, o Santos Futebol Clube completa 105 anos e por isso a livraria deste blog está oferecendo os livros Time dos Sonhos e Dossiê a valores inferiores ao preço de custo dessas obras. Tanto Time dos Sonhos, com 528 páginas, cerca de cem mil informações sobre a história do Santos e o perfil detalhado dos onze titulares do melhor time de futebol de todos os tempos, como o Dossiê, 323 páginas de papel couché, com toda a história dos campeonatos nacionais e os fatos e argumentos irrefutáveis que levaram ao reconhecimento dos títulos da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa estão sendo oferecidos por apenas 39 reais o exemplar, incluído nesse preço a despesa de correio, além de minha dedicatória. Na compra de dois exemplares, em vez de 78 reais, o leitor pagará apenas 59 reais.

Um detalhe: quem adquirir um exemplar de Time dos Sonhos ainda recebe, por e-mail, de brinde, os PDFs dos livros Donos da Terra, Ser Santista um orgulho que nem todos podem ter, e Pedrinho escolheu um time.

Se você já os tiver, por que não comprá-los para presentear uma pessoa sem recursos ou momentaneamente parte das estatísticas terríveis de desemprego no Brasil? Todos nós, engajados na luta pela grandeza do Santos, contrários ao processo de apequenamento movido pela atual direção do clube, temos de fazer a nossa parte. Ir ao Pacaembu e provar que o Santos é time para atrair multidões aos seus jogos, é uma das tarefas obrigatórias. A outra é conhecer e difundir a incomparável história do Glorioso Alvinegro Praiano.

Até a meia-noite do dia 30 de abril, um domingo, manterei esses valores para os livros Time dos Sonhos e Dossiê. Também estou oferecendo, a preços simbólicos, não superiores a quatro reais e cinquenta centavos, os PDFs dos livros Donos da Terra, Na Raça!, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Na compra deste último, oferecido por apenas dois reais e cinquenta centavos, autorizo o comprador reencaminhá-lo para uma criança santista ou indecisa com relação a que time escolher para torcer. Comprar um livro, conhecer e difundir a história clube pode parecer pouco, mas atitudes assim é que construirão um futuro melhor para o nosso Santos.

Liquidação Total dos livros até 30 de abril!

Na comemoração dos 105 anos do Santos, reduzi ao máximo os preços dos livros oferecidos na Livraria deste Blog e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Promoção vai até o dia 30.

Confira os novos preços e entre na livraria para comprar para você e para os amigos. Conhecer e divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Time dos Sonhos
1 exemplar: 39 reais.
2 exemplares: 59 reais.

Sonhos mais que possíveis
1 exemplar: 14 reais.

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
1 exemplar: 23 reais.
2 exemplares: 35 reais.

A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria e garantir os seus exemplares, tecle aqui ——

ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

A história do Santos em PDFs a preços simbólicos

DonosdaTerraNa Raça!Ser SantistaPedrinho escolheu um time

Diante de constantes pedidos de livros já esgotados em papel, como Donos da Terra, Na Raça, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, o blog está oferecendo cópias em PDF dessas obras por apenas R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos) e apenas R$ 2,50 para o livro Pedrinho escolheu um time. O PDF é enviado pelo e-mail que o comprador designar no endereço para a entrega.

Clique aqui para comprar o PDF do livro “Donos da Terra” por apenas R$ 4,50

Movimento por um Santos Melhor – Encontro em São Paulo

Dia 18, a partir das 18 horas, encontro no Murymarelo Bar

Venha conhecer nossas ideias e também dar as suas para um futuro melhor para o Santos Futebol Clube

Entrada gratuita. Você só paga o que consumir.

murymarelo

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos ou do Dossiê – por apenas 30 reais – ganhe um chope claro ou escuro.

Na compra de uma dose do uísque Chivas, ganhe mais uma de graça.

Confirme sua presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo


Maia e Copete decidiram

Movimento por um Santos Melhor – Encontro em São Paulo

Dia 18, a partir das 18 horas, encontro no Murymarelo Bar

Venha conhecer nossas ideias e também dar as suas para um futuro melhor para o Santos Futebol Clube

Entrada gratuita. Você só paga o que consumir.

murymarelo

Na compra de um exemplar de Time dos Sonhos ou do Dossiê – por apenas 30 reais – ganhe um chope claro ou escuro.

Na compra de uma dose do uísque Chivas, ganhe mais uma de graça.

Confirme sua presença pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Clique aqui para entrar no site oficial do Murymarelo

maia e copeteThiago Maia e Copete: esses queriam muito a vitória e foram buscá-la (Foto by Santos Futebol Clube).


Bruno Henrique e Ricardo Oliveira deixaram a desejar

Nem todo jogador do Santos deu a impressão de que jogava uma partida decisiva para a classificação do time para a fase finalç do Paulista, mas é inegável que Thiago Maia lutou muito pela vitória e foi o melhor jogador da equipe. Outro destaque deve ser dado ao colombiano Copete, que entrou em campo a pedido da torcida, no lugar de Bruno Henrique, que não só criou boas jogadas como fez um golaço de cabeça que decidiu a partida.

Uma decepção foi Ricardo Oliveira, que teve várias chances e desperdiçou todas. Lucas Lima jogou quando quis e mesmo assim criou o lance do gol, em que foi coadjuvado por Vladimir Hernández, substituto de Vitor Bueno. O Santo André atacou pouco, mas no final quase empata, em uma bobeada de Lucas Veríssimo.

O resultado praticamente classifica o Santos, que na última rodada enfrentará o Novo Horizontino na Vila Belmiro. Pelo que se vê das outras equipes que devem se classificar, o sonho de mais um título estadual é possível. Basta que a equipe tenha o mesmo espírito de Thiago Maia e de Copete, e não desperdice tantas chancez claras de gol, como Ricardo Oliveira e Vitor Bueno voltaram a fazer.

E você, o que acha disso?

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Dois exemplares de Time dos Sonhos, com frete grátis e dedicatória por apenas 59 reais não se pode perder.
Clique aqui e leve agora!

Liquidação Total dos livros em 60 dias de aniversário!

Como prometi, este blog comemorará o aniversário de 105 anos do nosso amado Santos Futebol Clube com descontos inacreditáveis na Livraria do Blog nos meses de março e abril. Para tornar a rica história santista mais acessível a todos, reduzi em 80% alguns preços dos livros oferecidos na livraria e ainda mantive o frete grátis e a dedicatória. Mas a promoção só vai até o fim do estoque. Então, se ainda não comprou esses livros – para você ou para dar de presente aos amigos – aconselho que o faça agora.

Você sabe: divulgar a história é uma forma de manter o carisma, a cultura e a visibilidade do Santos.

Veja só como os livros ficaram baratos (e todos com frete grátis)

Dossiê Unificação dos títulos brasileiros
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares
https://livraria.lojaintegrada.com.br/2-exemplares-do-dossie-unificacao-dos-titulos-brasileiros-a-partir-de-1959-com-dedicatoria-do-autor-frete-gratis

Time dos Sonhos
Por 39 reais um exemplar, ou apenas 59 reais por dois exemplares

Sonhos mais que possíveis
Por 14 reais o exemplar

Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Por 18 reais um exemplar, ou 29 reais dois exemplares

OS PREÇOS FINAIS SÃO ESSES AÍ, NENHUM CENTAVO A MAIS.
O FRETE É POR CONTA DO BLOG.
APROVEITE POR QUE NUNCA ESTEVE TÃO BARATO.

ATENÇÃO: A PROMOÇÃO VAI ATÉ 30 DE ABRIL OU ATÉ ACABAR O ESTOQUE

—— Para entrar na livraria, tecle aqui ——
ou entre na sala Comprar Livros, anunciada no alto desta página.

Participe do livro 20 Jogos Eternos do Santos

CAPA 20 jogos Santos 5 - final para gráfica FRENTE (2)

Os jornalistas Bruno Freitas e Renan Prates estão lançando uma campanha de venda antecipada para lançar o livro “20 Jogos Eternos do Santos”.

Para este livro foram consultados os santistas da mídia Ademir Quintino, João “Canalha”, José Roberto Torero, Marcelo Tas, Odir Cunha, Paulo “Morsa”, Vladir Lemos e Xico Sá.

Não está caro participar e com 36 reais já dá para garantir um exemplar. Como sempre digo, a história é o bem mais precioso do Santos e tudo o que for feito para preservá-la tem o meu apoio.

Para mais informações, clique neste link: https://abacashi.com/#/p/livro20jogoseternosdosantos


Roma não cumpre palavra

Libertem o gigante!

Na saída do jogo, domingo, um senhor me dizia que estava organizando uma caravana com amigos do Taboão da Serra para voltar ao Pacaembu sábado, às 19h30, a fim de assistir ao jogo contra a Ferroviária. Grupos de santistas de Osasco e Guarulhos também tinham me avisado, por e-mail, que fariam a mesma coisa. Afinal, jogo no Pacaembu, com mando de campo do Santos, é coisa rara e o presidente Modesto Roma já tinha anunciado a partida contra a Ferroviária para o estádio paulistano. Agora, porém, chega a notícia de que Roma voltou atrás e fará a partida na Vila Belmiro.

A matéria que saiu no Globo Esporte, assinada por Lucas Musetti, diz que o Peixe não concluiu transferência do mando da partida, ou seja, faltou apenas enviar um papel assinado para oficializar o mando de campo. Pelo público de quase 24 mil pessoas que mostrou contra o Red Bull (mais de 20 mil pagantes), em um horário ruim e com mando de campo do adversário, era fácil prever que o jogo contra a Ferroviária teria grande possibilidade de atrair um número ainda maior de torcedores.

Bem, recentemente tivemos a demissão do gerente de futebol Sergio Dimas sob a alegação de este ter se esquecido de inscrever o Santos na Copa Libertadores da América. Pois bem. Mas se agora alguém do clube não “concluiu a transferência do mando da partida” contra a Ferroviária para o Pacaembu, não é de se esperar que alguém também seja punido? Ou esse “esquecimento” era mesmo a vontade de Modesto Roma?

Sem todas as informações e sem os depoimentos dos responsáveis nunca poderemos ter uma opinião definitiva sobre o caso. Ocorre que por todos os fatos anteriores, depreende-se que não há a mínima vontade dessa gestão de permitir que santistas de fora da cidade, principalmente de São Paulo, tenham participação ou influência nos rumos políticos do clube. Mesmo com a consequência natural de se perder dinheiro e visibilidade ao ignorar o Pacaembu, não interessa às pessoas que controlam o Santos correr o risco de vê-lo escapar de suas mãos.

É como se quisessem que o Santos deixasse de ter os torcedores que angariou durante décadas além dos limites de sua cidade. Isso parece suicídio mercadológico, pois que presidente de uma organização preferiria que ela encolhesse? Quem gostaria de transformar um baobá em bonsai? Pois é. Essa administração santista parece pensar assim.

Engraçado é que há algum tempo entrevistei o presidente da Portuguesa Santista, o senhor Lupercio Conde, e lhe perguntei se, caso a Briosa tivesse muito mais torcedores em São Paulo, como ocorre com o Santos, em que cidade faria seu novo estádio. Ele não demorou nem dois segundos para responder: “Em São Paulo, claro!”.

Ficou evidente ali, naquela resposta curta e grossa, a visão, a inteligência, e o desprendimento do presidente da Portuguesa Santista, pois provou que pensa no sucesso do clube em primeiro lugar, sem bairrismos nem personalismos. Gostaria e acho que boa parte dos santistas também, que o Glorioso Alvinegro Praiano fosse dirigido por um líder assim.

Frustrar dezenas de milhares de santistas que já se preparavam para tomar o Pacaembu no próximo sábado não foi, positivamente, uma atitude inteligente e nem politicamente correta do presidente santista. Assim está se afastando cada vez mais dos santistas do planalto e cavando um abismo que pode engolir o seu sonho de reeleição.

Clique aqui para ler a matéria do Globo Esporte.

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

As promoções de dois exemplares também incluem o frete pago. Assim dois Dossiês ou dois Time dos Sonhos saem por 79 reais, sem outras despesas, e dois exemplares de Dinheiro, é possível ser feliz sem ele saem por 39 reais.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Clique aqui para entrar na livraria e escolher os seus livros, em promoção.

dinheiro-e-possiveldossie - livronovo time dos sonhos


O futuro leva ao Pacaembu

Apresentação de quatro jogadores contratados, estreia do novo uniforme, exposição da maior bandeira do mundo e a grande possibilidade de estabelecer um invejável recorde de 16 vitórias consecutivas no Pacaembu: todas essas atrações esperam o torcedor santista que for ao estádio paulistano neste sábado assistir a Santos e Kenitra, de Marrocos, a partir das 18h30.

Será uma ótima oportunidade de apreciar, em seu primeiro jogo oficial, os atacantes Kayke e Vladimir Hernández, o lateral-direito Matheus Ribeiro e o volante Leandro Donizete. Outro contratado, o zagueiro Cleber, está machucado, e Bruno Henrique, o mais recentemente contratado, viajará para a Alemanha a fim de resolver problemas pessoais. Ele deve ser apresentado na segunda-feira.

Quem quiser comprar a nova camisa poderá fazê-lo em uma loja móvel instalada em um caminhão, resultado de uma parceria entre a Santos Store e a Truckvan.

Tratar um jogo de futebol como um evento é um dos planos do gerente de marketing Eduardo Rezende para este ano. Tomara que ele consiga.

A voz do torcedor

Já cansei de dizer que o torcedor do Santos, muitas vezes, tem uma visão ainda mais aguçada até do que muitos jornalistas que falam do Santos. É o caso de Sérgio Castro Junior, que acaba de me enviar um e-mail que dispensa apresentações. Ele diz tudo sobre essa desculpa usada pela atual direção do clube para impedir o Santos de jogar mais vezes no Pacaembu.

Bom dia caro Odir!

Ontem à noite fiquei por horas debatendo com amigos do blog Santos Total a importância, inclusive por você ressaltada, do Santos FC jogar no Pacaembu.

Muito dos amigos, assim como Modesto e seus pares, justificam o veto da Policia Militar como fator principal da ausência de jogos na Capital.

Meu caro, gostaria muito que fizesse as seguintes perguntas para aqueles que defendem essa tese furada:

– Há quatro anos e por muito tempo, a Capital também abrigava a Portuguesa, e não me recordo da PM vetar jogos do time do Canindé. E que não venham com a desculpa de que a Lusa tem uma torcida pequena, pois mesmo com a média de três mil por jogo requer ação do efetivo da PM.

– No Rio de Janeiro, cidade com problemas de violência mais acentuados do que a Capital paulista, se abriga quatro grandes torcidas. Quando dois grandes jogam no Rio na mesma rodada, um joga no sábado, outro no domingo, e outros dois jogam fora do Rio. Sempre foi assim, sendo de quarta e quinta também.

– Recordo o período em que o Santos ficou um ano ou mais longe da falida Vila Belmiro. Nos anos de 1996 e 1997 mandou seus jogos no estádio do Ibirapuera, na Capital, e sempre com ótimos públicos. E nesses anos a Portuguesa também jogava na Capital e tinha um belo time e disputava títulos.

– Ano passado, tivemos o Flamengo mandando jogos no Pacaembu, um inclusive no mesmo dia do jogo do Santos e Santa Cruz, e com grandes públicos, sendo Flamengo um grande rival dos clubes de São Paulo.
Portanto, caro Odir, penso que a tese de veto da PM é pregada por Modesto e seus pares para manterem distância do Pacaembu.

Sinceramente isso nunca me convenceu e se um representante da PM me dissesse que veta o Santos na Capital, eu lembraria os quatro tópicos acima e ainda citaria o exemplo de Buenos Aires, que abriga seis grandes torcidas (Boca, River, San Lorenzo, Velez e pertinho dali, em Avellaneda, Racing e Independiente), todas dentro de um raio de 30 quilômetros.

Gostaria muito que respondesse sobre isso, caro Odir, e que fizesse esses mesmos questionamentos no conselho e na imprensa.

Saudações alvinegras!

Sérgio Castro Junior


E você, o que acha disso?

Clique sobre estas duas linhas para ver como a coisa funciona no primeiro mundo do futebol, no texto do mestre Amir Somoggi.

frete-gratis

Sei que às vezes é frustrante querer comprar um livro aqui no blog e perceber que com a taxa do frete o dinheiro não dá.

Bem, acho que resolvi isso. Reduzi o preço e incluí o frete em todos esses cinco livros anunciados abaixo.

E para todos eles eu farei uma dedicatória exclusiva, com carinho e gratidão, claro, pois sem leitores não há livros, nem cultura.

Para quem comprar os livros “Time dos Sonhos”, ou “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, o blog ainda enviará, gratuitamente, as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Na Raça!

E se você adquirir o “Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959” e também quiser os três livros eletrônicos de presente, é só escrever e-mail para blogdoodir@blogdoodir.com.br que nós lhe enviamos.

Escolha o seu livro e pague só o valor em promoção. Sem frete.

Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
Time dos Sonhos – A história completa do Santos até o título brasileiro de 2002.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar de “Time dos Sonhos” com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e os ebooks de Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time por apenas 49 reais.

dossie - livro
Dossiê Unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959.
Apenas R$ 49,00
Clique aqui para comprar um exemplar do “Dossiê” por apenas 49 reais, com frete grátis, dedicatória exclusiva ao autor e, se quiser, os três ebooks de livros sobre o Santos.

segundotlat
Segundo Tempo, de Ídolo a Mito.
Apenas R$ 69,00
Clique aqui para adquirir um exemplar de “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, com frete grátis, dedicatória exclusiva do autor e três ebooks de presente (Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time) por apenas 69 reais.

Sonhos mais que possiveis - capa
Sonhos mais que possíveis – 60 histórias de superação de atletas olímpicos.
Apenas R$ 17,00
Clique aqui para comprar o livro de bolso “Sonhos mais que possíveis”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 17 reais.

Dinheiro
Dinheiro, é possível ser feliz sem ele
Apenas R$ 26,00
Clique aqui para comprar o livro “Dinheiro, é possível ser feliz sem ele”, com frete grátis e dedicatória exclusiva do autor por apenas 26 reais.

Atenção: os livros Dossiê unificação dos títulos brasileiros a partir de 1959, Time dos Sonhos e Dinheiro é possível ser feliz sem ele oferecem descontos incríveis para quem comprar dois exemplares. Entre na loja e confira!

Clique aqui para entrar na livraria do blog e fazer a festa


Older posts

© 2017 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑