Blog do Odir Cunha

O ombudsman do Santos FC

Time dos Sonhos

O que a gente temia

Imagine tudo o que pode dar errado em um jogo do Santos fora de casa. Pois é. Ocorreu de novo. Um time que parecia brincar no rachão do CT, com jogadores que estão atuando abaixo da crítica há vários jogos, caiu mansamente diante de um Sport desorganizado, que tem Oswaldo de Oliveira como técnico, mas teve o mérito de correr mais e querer mais a vitória. Assim, melancolicamente, o Santos parece deixar escapar a chance de lutar pelo título brasileiro e põe em risco até a vaga no G4.

Para sintetizar a partida, faço a seguinte comparação: se o Santos enfrentasse o Barcelona de igual para igual, jogando aberto e deixando o adversário jogar, qual seria o resultado? Uma goleada estrepitosa do time espanhol, não? Pois o Sport jogou aberto até os 20 minutos do segundo tempo. Atacou e deixou o Santos atacar. E se o time pernambucano ganhou o jogo é porque foi melhor mesmo, não tem desculpa. Um time com três atacantes não marcar um golzinho no Sport é dose pra leão.

Como se previa, o árbitro errou em lances importantes contra o Santos. Não deu um pênalti de mão na bola que interceptou um chute em direção ao gol e expulsou Elano por reclamação. Parece que a paciência com os santistas será menor de agora em diante. Mas, mesmo com os erros da arbitragem, seria possível vencer, caso houvesse mais vontade.

Há jogadores que merecem um banco há alguns jogos, pois podem até ter uma boa técnica, mas não suam a camisa, não estão nem aí para o resultado da partida. Se tivesse mais personalidade, Dorival Junior colocaria na reserva Victor Ferraz, Lucas Lima e, talvez, Renato. Até mesmo Thiago Maia, antes um guerreiro, agora também deu de rebolar.

Para complicar, as contusões de Gustavo Henrique e Vitor Bueno atrapalharam a equipe. David Braz entrou no lugar do zagueiro e falhou constrangedoramente no gol de Rogério, aos 11 minutos de jogo. O atacante teve tempo de matar a bola, virar para o gol e bater, rasteirinho, no canto, diante de um Braz mais perdido do que cego em tiroteio.

Dorival preferiu colocar Elano no lugar de Vitor Bueno, creio que para tentar imprimir um pouco de garra ao time. Elano não estava mal. Percebi que até Lucas Lima começou a trotar um pouco mais rápido depois que o veterano entrou em campo. Porém, Elano foi reclamar e o que para qualquer jogador daria apenas um cartão amarelo, para o santista valeu dois amarelos e a expulsão.

Para o status quo do futebol não é bom mesmo o Santos tomar o lugar do queridinho da Globo no G4, mas o santista tem de estar preparado para lutar contra tudo e contra todos, e apesar de tudo a vitória era bem possível. Contra um time que jogue sério, esse Sport dificilmente venceria com um esquema tão suicida. Ocorre que o Santos perdeu a velocidade de contra-ataque sem Gabriel, e Lucas Lima tem segurado demais a bola.

Assim como os jogadores pedem prêmios por vitórias, assim como, recentemente, o técnico Dorival Junior pediu aumento, acho que seria justo aplicar uma multa aos jogadores e à comissão técnica por mais esse desempenho vergonhoso. Com um pouco mais de aplicação o Santos poderia ter vencido, como Coritiba, Corinthians e Palmeiras fizeram no campo do Sport. Ou ao menos empatado, como Internacional e o lanterninha América Mineiro. Perder foi lamentável e desanimador.

Os próximos jogos do time serão na Vila Belmiro. Espero que a torcida cobre esse time do começo ao fim dos jogos. Se bem que em casa esses jogadores, que não são bobos, costumam correr mais e mostrar uma vontade que some quando estão no campo do adversário. Enfim, este Santos, infelizmente, é muito frouxo para lutar pelo título. Que, então, ao menos se esforce pela vaga no G4. Deixar escapar, como no ano passado, outra chance de jogar a Copa Libertadores seria um desastre histórico.

Por fim, outro dia li uma crônica de Luis Fernando Veríssimo intitulada “Um dia de merda”. Ele ia viajar e sentiu uma baita dor de barriga. É fácil imaginar o que ocorreu no caminho para o aeroporto. Pois eu poderia chamar esse jogo do Santos de “um jogo de merda”. Tudo foi uma merda, até a narração e os comentários do Sportv. Uma merda geral que deve ser esquecida.

Sport 1 x 0 Santos
Ilha do Retiro, 24/09/2016, 18h30
Público: 7.934. Renda: R$ 129.495,00.
Sport: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodnei Wallace; Rithely, Neto Moura (Paulo Roberto, 12’/2ºT), Diego Souza, Gabriel Xavier (Vinicius Araujo, 24º/2T) e Everton Felippe; Rogério. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique (David Braz, 4’/1ºT) e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Vitor Bueno (Elano, 10’/2ºT) Copete e Rodrigão (Jean Mota, intervalo). Técnico: Dorival Júnior.
Gol: Rogério, aos 11 minutos do primeiro tempo.
Arbitragem: Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva – GO (FIFA) e Leone Carvalho Rocha – GO (CBF-1).
Cartões amarelos: Matheus Ferraz e Vinicius Araujo (Sport); Copete (Santos).
Cartão vermelho: Elano.

E você, o que achou do Santos em Recife?

Com apenas 68 reais eu lhe ofereço dois exemplares do livro Time dos Sonhos (um deles, se quiser, você pode trocar por um exemplar do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros) mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Os dois livros físicos você recebe no endereço que quiser, sem despesa de correio. Os eletrônicos envio pelo seu e-mail. Isso mesmo. 5 livros por apenas 68 reais! Mas essa promoção só vai até o dia 9 de outubro, ou o fim do estoque! Não deixe para a última hora!


Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, e eu mando mais quatro livros de presente para você.
Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio! O que mais eu posso fazer para você se tornar um guardião na história do Santos?
Não se esqueça: se quiser, pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Aviso ao amigo leitor de livros

eu-pele-e-as-criancas

Dos dias 10 a 31 de outubro a livraria deste blog não venderá nenhum exemplar. Estarei de férias.

Se quiser adquirir algum livro para dar de presente no período em questão, aconselho que o faça até o dia 10 de outubro.

Prossegue a promoção de adquirir um livro Time dos Sonhos e ganhar mais um exemplar igual, ou do Dossiê, e mais três livros eletrônicos. Aproveite e sugira aos amigos.

E em homenagem ao Rei Pelé, que faz aniversário dia 23 de outubro, quem adquirir o livro “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, não terá despesas de correio. Clique aqui para garantir o seu exemplar do belo “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito” com frete grátis e economize cerca de 20 reais)..


Conselhos para a batalha

Uma vitória sofrida em 2009, com milagres de Felipe.

Minha amiga e meu amigo santista, neste sábado, das 18h30 até o final da partida com o Sport, em Recife, uma coisa é certa: vamos sofrer. O adversário tenta escapar da zona de rebaixamento e o Santos precisa desesperadamente da vitória para continuar a perseguição aos ponteiros do Campeonato Brasileiro. Não se iluda: será mais uma batalha. Antes dela, em vez de admoestar, gostaria de incentivar e aconselhar cada um de nossos bravos guerreiros que entrarão em campo logo mais.

Vanderlei: Você está indo muito bem. Apenas eu diria para confiar mais nas suas saídas de gol, esquecer os dribles sobre os atacantes e caprichar na reposição de bola.

Victor Ferraz: Meu nego, com a bola no pé você vai muito bem. Só precisa erguer a cabeça e cruzar na direção de um companheiro de equipe. Também pode arriscar mais chutes a gol, já que às vezes a oportunidade aparece. Na defesa, porém, você tem falhado. Parece que se coloca, intencionalmente, distante do atacante contrário para depois não ser culpado caso este faça o gol. Ora, seja homem. Encoste no cabra, antecipe seus movimentos, dê duro, mas na bola. O jogo de hoje é decisivo. Não finja que não é e não me venha com desculpas depois. Boa sorte!

Luiz Felipe: Meu caro, se você jogar sempre como o fez contra o Vasco, logo será cogitado para a Seleção Brasileira. Continue assim.

Gustavo Henrique: Você também está mantendo um alto rendimento. Percebe-se que está mais seguro, mais determinado. É por aí mesmo. Força!

Zeca: Parabéns pela personalidade e pela determinação de vencer os jogos que, todos percebemos, você tem mais do que a maioria dos jogadores do Santos. Na frente, você tem sido mais um atacante, e dos bons. Agora, é preciso tomar mais cuidado na defesa. Se tiver problemas na marcação, peça para alguém ajudar.

Thiago Maia: O primeiro gol do Santos contra o Vasco teve a marca de sua garra e personalidade. Parabéns. A partida contra o Sport exigirá essas qualidades. Mesmo jovem, você tem espírito de liderança. Então, quando sentir que boa parte do time quer tocar a bola de lado e empurrar o jogo com a barriga, tome a iniciativa. Estaremos torcendo daqui. Força e cabeça! Abraço.

Renato: Sua categoria é inegável e a maneira como cuida do seu físico também. Mas, assim como disse ao Thiago, hoje é dia de querer a vitória acima de tudo. Com sua experiência, você sabe a hora de ir ao ataque e já fez gols decisivos para o Santos. Não se reprima se surgir a oportunidade. Outro pedido: se estiver cansado, lá pela metade do segundo tempo, não continue no jogo. Peça para ser substituído. Sua falta de fôlego já prejudicou o Santos ao final das partidas.

Lucas Lima: Já escrevi que você é o único craque em atividade no Brasil. Continuo achando isso, mas só quando você joga, humildemente, para a equipe. A vitória, hoje, colocará o Santos em uma posição muito boa para brigar pelo título, uma conquista que faria você entrar para a história do Santos e do futebol brasileiro, além de valorizar sobremaneira o seu passe. Segure menos a bola, anteveja a jogada e faça o ataque santista fluir. Se tiver chance, bata a gol. Acreditamos muito em você. Vá lá e jogue o que sabe.

Vitor Bueno: Garoto, você tem tudo para se consolidar como um craque, um dos melhores atacantes do Brasil. Porém, talvez pela juventude, suas atuações são marcadas pelos altos e baixos. Tente lutar contra isso. Seja sempre uma opção de passe, dê fluência às jogadas e se der oportunidade, bata com vontade a gol. Você chuta muito bem e isso pode decidir um jogo, como ocorreu diante do Santa Cruz. Outra coisa: ao perder a bola, não fique parado, passe a defender, a atrapalhar a saída de bola do adversário. Boa sorte!

Copete: Hermano, estás jugando muy bién, congratulaciones. Mesmo quando a jogada não dá certo, você luta, disputa a bola, e isso é muito valorizado pelos torcedores. Não tenha receio de driblar, porém às vezes é melhor servir um jogador mais bem colocado, como você fez no segundo gol do Santos contra o Vasco. Não tenha receio, também, de se deslocar para o meio e tentar o chute. Precisamos de gols. Buena sorte cumpaño!

Rodrigão: Meu caro, este blog lhe deu a maior força nos seus primeiros jogos pelo Santos. Porém, você caiu de produção. Se não jogar bem, não dá para elogiar, certo? Olha, você é forte, cabra, seu estilo é rompedor, oportunista, finalizador. Pare com esse negócio de querer dar toquinho. Vai lá pra área e se atire nas bolas cruzadas. De cabeça, peito, bunda, não interessa, o que interessa é botar a bola pra dentro do gol deles. Hoje a vitória é essencial e você é o nosso homem-gol. Vai lá meu nego. Gol neles!

Jean Mota: A imprensa tem anunciado que Dorival Junior optará por Rodrigão, mas eu acho que você poderá entrar nesse jogo, e entrar bem, como, aliás, vem fazendo. Gostamos da maneira como se atira às jogadas e de sua mentalidade ofensiva. Seus gols contra o Vitória e o Santa Cruz foram decisivos. Hoje a partida é contra mais um time nordestino… Quem sabe. Se chamado, vá lá e jogue o seu futebol. Sorte!

Dorival Júnior: Meu prezado professor, este blog é crítico, mas reconhece suas qualidades e seu caráter. Temos apenas algumas ressalvas quanto à sua coragem, mas sabemos que quem tem, tem medo. Hoje, lhe pedirei que nem pense em desculpas caso não vença a partida. Pense só no sucesso e transmita isso aos seus comandados. Com relação à tática, eu diria que a tentativa com um centroavante é válida, mas o Rodrigão tem jogado tão mal, que a entrada de mais alguém no meio de campo – Jean Mota, Vecchio ou Yuri –, talvez torne o time mais compacto e competitivo. Pense nisso. Abraço.

Prepare-se para se irritar com o Sportv

Tomara que eu queime minha língua e tenhamos uma transmissão imparcial, porém tudo indica que hoje assistiremos a mais um show de parcialidade do Sportv.

O narrador escalado para transmitir a partida na Ilha do Retiro é Rembrandt Junior, um sujeito simpático, mas torcedor doente do Sport. Os comentários serão de Maurício Noriega, um bom profissional, mas que está com o coração batendo forte com a possibilidade de título do seu Palmeiras. Não se espante se ele enxergar vários erros do árbitro a favor do Santos, o que, sabemos, acaba pressionando a arbitragem a prejudicar o time paulista.

As reportagens serão de Tiago Medeiros, também torcedor declarado do Sport, e de Fabíola Andrade, que não sei para que time torce, mas tem sido isenta e muito competente nas coberturas de jogos do Santos. Foi ela quem, no último Bem, Amigos, diante dos elogios às performances do Santos na Vila Belmiro, lembrou que o Alvinegro Praiano ganhou os últimos 13 jogos que fez no Pacaembu. Então, um conselho aos amigos do blog: tirando as opiniões e informações da Fabíola, não acreditem muito no que ouvirem durante o jogo.

O adversário e a arbitragem

O time provável do Sport será Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodnei Wallace; Rithely, Neto Moura, Diego Souza, Gabriel Xavier e Everton Felippe; Rogério. Seu técnico é Oswaldo de Oliveira.

Trata-se de uma equipe baseada em alguns veteranos, dos quais o melhor é o atacante Diego Souza. Este, apesar de mais pesado, exige uma marcação especial. Como recebe a bola de costas para o gol, é obrigatório não deixá-lo virar. O goleiro Magrão tem falhado nos últimos jogos. O Santos precisará chutar mais a gol. Rebotes virão.

A arbitragem será de uma trinca ligada à Federação Goiana de Futebol: árbitro Elmo Alves Resende Cunha – GO (ESP), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva – GO (FIFA) e Leone Carvalho Rocha – GO (CBF-1). Fui pesquisar os antecedentes do Elmo Alves Resende Cunha e encontrei algo preocupante.

Em 2009 ele foi afastado do restante do Campeonato Brasileiro depois de prejudicar o Sport em um jogo contra o Palmeiras. Ou seja, o homem ficou sem trabalhar depois de um erro contra o Sport. Como reagirá hoje? Por via das dúvidas, apitará a favor do time da casa, ou será imparcial, como se espera de um bom árbitro? Só teremos resposta para essa pergunta daqui a algumas horas. Oremos…

Com apenas 68 reais eu lhe ofereço dois exemplares do livro Time dos Sonhos (um deles, se quiser, você pode trocar por um exemplar do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros) mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Os dois livros físicos você recebe no endereço que quiser, sem despesa de correio. Os eletrônicos envio pelo seu e-mail. Isso mesmo. 5 livros por apenas 68 reais! Mas essa promoção só vai até o dia 9 de outubro, ou o fim do estoque! Não deixe para a última hora!


Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, e eu mando mais quatro livros de presente para você.
Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio! O que mais eu posso fazer para você se tornar um guardião na história do Santos?
Não se esqueça: se quiser, pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Aviso ao amigo leitor de livros

eu-pele-e-as-criancas

Dos dias 10 a 31 de outubro a livraria deste blog não venderá nenhum exemplar. Estarei de férias.

Se quiser adquirir algum livro para dar de presente no período em questão, aconselho que o faça até o dia 10 de outubro.

Prossegue a promoção de adquirir um livro Time dos Sonhos e ganhar mais um exemplar igual, ou do Dossiê, e mais três livros eletrônicos. Aproveite e sugira aos amigos.

E em homenagem ao Rei Pelé, que faz aniversário dia 23 de outubro, quem adquirir o livro “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, não terá despesas de correio. Clique aqui para garantir o seu exemplar do belo “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito” com frete grátis e economize cerca de 20 reais)..

E você, o que espera de Sport e Santos?


Santos imita o Brasil

A impressão que a última reunião ordinária do Conselho Deliberativo nos deu é a de que o Santos Futebol Clube imita o Brasil, mais propriamente o governo de Lula e Dilma Rousseff, no quesito falta de transparência.

Apesar das recomendações do Conselho Fiscal, o clube continua gastando mais do que arrecada; apesar de as contas de 2015 terem sido reprovadas, nenhuma providência foi tomada, pois a situação é considerada sub judice pelo presidente da mesa, Fernando Bonavides; apesar da boa oferta para fazer a pré-temporada em Miami, o clube não irá e nenhuma explicação foi dada; apesar de alardear que ganharia mais com a fabricação do próprio uniforme, o Santos ganha muito menos do que os outros clubes que têm contratos com fornecedores de material esportivo; apesar das reclamações dos torcedores, não se fala em melhorar o processo de venda de ingressos para os sócios; apesar da necessidade de aumentar seu quadro associativo, nenhuma campanha efetiva é lançada para isso; apesar…

O caso das contas reprovadas é considerado sub judice porque o conselheiro Antonio Celso Pires Gonçalves, ligado ao presidente Modesto Roma, entrou com ação judicial solicitando anulação da reunião do Conselho Deliberativo que reprovou as contas de Roma em 2015. A anulação não foi deferida pelo juiz e o processo deveria continuar, obrigando Modesto Roma a explicar as contas do ano passado, mas Fernando Bonavides, presidente do Conselho Deliberativo, também ligado a Roma, disse que não fará nada enquanto não houver uma determinação da Justiça. Ora, isso pode se estender até o final da administração atual, o que, na prática, significaria empurrar com a barriga uma situação irregular.

Revoltado, o conselheiro José Carlos Morelli disse que a vontade do Conselho Deliberativo, que representa os sócios do clube, está sendo desrespeitada. Dessa forma, lembrou ele, toda decisão do Conselho poderá ficar sub judice desde que um conselheiro ligado ao presidente entre com uma ação judicial. Morelli também constatou que no segundo trimestre de 2016, contrariando os insistentes apelos do Conselho Fiscal para reduzir as despesas, o clube contratou 18 funcionários para o setor administrativo, com salários médios superiores a 20 mil reais.

“Com o Brasil em recessão e 12% de desempregados, o Santos contrata e ainda paga salários bem acima dos praticados em Santos. Vamos dar o prêmio Nobel da Economia para Roma”, discursou ele.

O conselheiro Rachid Bourdoukan, incansável defensor do torcedor santista, tomou o púlpito para criticar a forma com que o clube vende ingressos e trata o torcedor nos jogos do Pacaembu. Rachid apresentou um abaixo-assinado com o nome de dezenas de conselheiros, entre eles o deste blogueiro, e também levou, impressas, mais de 300 frases de torcedores que assinaram uma petição pública que o próprio Rachid lançou pela Internet. Lembrou Rachid que o Santos é um dos poucos clubes que não aceita cartão de crédito para a compra de ingressos e também é o único que mantém contrato com a suspeitíssima BWA, conhecida pelo seu histórico de processos jurídicos e criminais.

O conselheiro José Geraldo Gomes Barbosa cobrou uma resposta para o fato de o Santos não ter aceitado o convite para fazer a pré-temporada em Miami, com tudo pago, e a possibilidade de fazer jogos com o New York Cosmos. Lembrou da grande visibilidade que o time teria.

O Conselho Fiscal apresentou o balanço do primeiro semestre de 2016 e anunciou que houve um pequeno superávit, devido à venda de Geuvânio e o adiantamento da cota recebido do Esporte Interativo. Porém, ressaltou que a situação financeira do clube é, ainda, “muito grave” e está longe de ser sustentável.

Pedi a palavra apenas para dizer que todos os conselheiros, independentemente da chapa pela qual foram eleitos, certamente querem a transparência das finanças do Santos, o que não vem ocorrendo. E parabenizei o presidente Modesto Roma por, há um ano e nove meses, se dedicar em tempo integral ao clube, chegando a viajar para Europa e Estados Unidos, sem receber um tostão. Como o Estatuto do Santos não permite que presidente e vice sejam remunerados, Roma, desinteressadamente, está sacrificando sua vida pessoal e seus negócios pelo clube que ama. Sugeri que aprovássemos um salário para o dedicado presidente, ou, em caso contrário, erguêssemos uma estátua a ele pelo seu altruísmo.

Com relação à areninha no Portuários, sinto que o assunto está esfriando. Muitos conselheiros me disseram que, mesmo em Santos, já se comenta que ela nunca sairá, pois não há acordo entre as partes – Santos, Portuários e Portuguesa –, o terreno não está livre e as condições impostas para que o clube tenha apenas 40% do empreendimento são draconianas, o que faz com que muitos se lembrem do inferno que foi a “compra” do Parque Balneário, ousadia que quase quebra o Santos.

Em conversas com membros do Conselho Fiscal, percebi que nossos discursos de nada valerão, a não ser que sejam acompanhados de ações concretas. O Conselho Deliberativo tem um poder que nós, por boa fé, ou falta de conhecimento, estamos deixando de exercer. A situação do Santos é delicada e os esforços do Conselho para colocar o clube nos eixos estão sendo boicotados por pessoas ligadas à administração atual. A reprovação das contas e o constante descaso às recomendações do Conselho Fiscal já seriam razões suficientes até para o impedimento do presidente Modesto Roma.

Digo no título que o Santos imita o Brasil porque, assim como ocorreu com o governo que hoje sai pela porta dos fundos, deixando rombos por todos os lados, parece que enquanto houver dinheiro à mão, obtido pela eventual venda de jogadores, adiantamentos e empréstimos bancários, a administração atual do Alvinegro Praiano agirá como se o clube não tivesse nenhum problema financeiro, a ponto de continuar contratando funcionários, e com salários acima do mercado da cidade de Santos. Só de atletas são mais de 80.

O torcedor comum, que se baseia apenas no momento presente, provavelmente ficará muito decepcionado quando as consequências dessa temerária administração atual surgirem. O Santos está fora da realidade e sua situação lembra a daquele jogador português de um time à beira do rebaixamento que, após muitos fracassos, finalmente conseguiu vencer uma partida. Ao ser entrevistado, o raparigo encheu a boca para dizer:

“Estávamos à beira do abismo, mas hoje demos um passo à frente”.

Com apenas 68 reais eu lhe ofereço dois exemplares do livro Time dos Sonhos (um deles, se quiser, você pode trocar por um exemplar do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros) mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Os dois livros físicos você recebe no endereço que quiser, sem despesa de correio. Os eletrônicos envio pelo seu e-mail. Isso mesmo. 5 livros por apenas 68 reais! Mas essa promoção só vai até o dia 9 de outubro, ou o fim do estoque! Não deixe para a última hora!


Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, informe-se e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.
Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio! O que mais eu posso fazer para você se tornar um guardião na história do Santos?
Não se esqueça: se quiser, pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

Aviso ao amigo leitor de livros

eu-pele-e-as-criancas

Dos dias 10 a 31 de outubro a livraria deste blog não venderá nenhum exemplar. Estarei de férias.

Se quiser adquirir algum livro para dar de presente no período em questão, aconselho que o faça até o dia 10 de outubro.

Prossegue a promoção de adquirir um livro Time dos Sonhos e ganhar mais um exemplar igual, ou do Dossiê, e mais três livros eletrônicos. Aproveite e sugira aos amigos.

E em homenagem ao Rei Pelé, que faz aniversário em outubro, quem comprar o livro “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, não terá despesas de correio. Clique aqui para comprar “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito” com frete grátis e economize quase 20 reais)..

E você, o que acha disso?


Faltou fome de gol

Santos pega o Inter pelas quartas da Copa do Brasil
Em sorteio realizado nesta manhã, na CBF, ficou estabelecido que o Santos enfrentará o Internacional pelas quartas de final da Copa do Brasil. O primeiro jogo terá mando do Santos e será realizado na próxima quarta-feira, dia 28 de setembro.
Os outros jogos serão: Atlético Mineiro x Juventude; Grêmio x Palmeiras e Corinthians x Cruzeiro. Na semana seguinte os mandos de campo se inverterão. Continua a regra de gols fora de casa valerem mais em caso de empate no saldo de gols.
Como Santos e Corinthians farão seus primeiros jogos em casa, a única possibilidade de o Santos enfrentar o Inter no Pacaembu será passar um dos dois confrontos para a quinta-feira.

O texto sobre a reunião do Conselho Deliberativo de ontem à noite será postado mais tarde, lá pelas 16 horas. Abraços. Odir

Aviso ao amigo leitor de livros

eu-pele-e-as-criancas

Dos dias 10 a 31 de outubro a livraria deste blog não venderá nenhum exemplar. Estarei de férias.

Se quiser adquirir algum livro para dar de presente no período em questão, aconselho que o faça até o dia 10 de outubro.

Prossegue a promoção de adquirir um livro Time dos Sonhos e ganhar mais um exemplar igual, ou do Dossiê, e mais três livros eletrônicos. Aproveite e sugira aos amigos.

E em homenagem ao Rei Pelé, que faz aniversário em outubro, quem comprar o livro “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito”, não terá despesas de correio. Clique aqui para comprar “Segundo Tempo, de Ídolo a Mito” com frete grátis e economize quase 20 reais)..

Abraço!

Odir Cunha

FALTOU FOME DE GOL

Toma, faz o gol. Não, não, faz você. Não, faz você… O lance embaixo das traves do Vasco chegou a ser hilário. No final, para completar a tragicomédia, o segundo gol do Santos não saiu e a bola foi esticada para Nenê, que ganhou a dividida do dispersivo Victor Ferraz e cruzou para o gol de Ederson, aos 24 minutos do segundo tempo, após falha de Gustavo Henrique. Com o gol da virada, que se iniciou nas frescuras do ataque santista, o jogo mudou e por pouco o time carioca não chega ao terceiro, o que levaria a disputa da vaga para os pênaltis.

Na verdade, fosse mais objetivo e tivesse o chamado homem-gol, o Santos teria vencido o Vasco novamente, em São Januário, e até com facilidade. O time carioca pressionou muito desde o início, a fim de descontar a derrota por 3 a 1 na Vila Belmiro, mas se não faltava garra aos cruzmaltinos, não havia a técnica que o Santos tem, principalmente no meio de campo. De qualquer forma, o empate de 2 a 2 foi justo e o Alvinegro Praiano, mais maduro, segue para as quartas de final da Copa do Brasil.

Assim como no ano passado, a competição caminha bem para o Alvinegro Praiano. Se houvesse um óbvio sistema de cabeças de chave, Santos, Palmeiras e Atlético Mineiro não se encontrariam na próxima fase. Mas o sorteio da CBF para a Copa do Brasil é como bumbum de nenê: nunca se sabe o que vai sair dele. Agora, o jogo em tópicos:

Filosofia de jogo
Mais uma vez, fora de casa, o Santos abdicou de tentar marcar gols e preferiu tocar a bola, sem profundidade. Essa postura complicou um jogo que tinha tudo para ser fácil. O time e seu técnico ainda não estudaram o segundo capítulo do tik-taka.

Destaques
Os zagueiros Gustavo Henrique e Luiz Felipe seguraram as pontas. Gustavo ainda bobeou no segundo gol do Vasco, mas Luiz Felipe não teve falhas.

Menções honrosas
Thiago Maia, Renato, Copete, Vitor Bueno e Lucas Lima garantiram o predomínio santista no meio de campo no primeiro tempo. Mas o jovem Vitor Bueno alternou bons e maus momentos. Falta-lhe maturidade tática.

Pontos fracos
Rodrigão e Victor Ferraz foram os piores do Santos. O primeiro mal conseguiu dominar a bola e Ferraz falhou na marcação dos dois gols, principalmente no segundo, quando chegou a ganhar a dividida de Nenê, mas depois permitiu a recuperação do vascaíno. Era lance para parar a jogada de qualquer jeito.

Meia mussarela, meia calabresa
Zeca, no todo, foi bem, mas levou um baile de Junior Dutra no primeiro gol do Vasco. Vanderlei também foi discreto. Os chutes que foram, entraram. Joel perdeu um gol feito, mas ao menos conseguiu trocar passes. Elano entrou para segurar a bola, e conseguiu.

Destaques vascaínos
Yago Pikachu, Andrezinho e Nenê foram a alma do Vasco, principalmente este último, o melhor jogador em campo. Pena não ter ido para o Santos. Além de jogar muito bem, tem o espírito que se espera de um vencedor.

Arbitragem
Dessa vez os santistas não têm motivos de reclamação. O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima não deu os 48 pênaltis pedidos pelos vascaínos (acho que pensam que ainda estão nos tempos do Almirante Heleno Nunes) e não marcou impedimento de Joel no gol de empate do Santos.

Público
Mesmo em seu jogo mais importante este ano, e com ingressos baratos, o Vasco só atraiu 17.393 pagantes, ou 7.193 pagantes a menos do que o Santos no domingo passado, contra o Santa Cruz, embaixo de chuva, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Acho que é mais uma evidência de que a torcida santista cresce, enquanto a do Vasco diminui.

Elenco
Se mesmo desfalcado de Ricardo Oliveira e Jean Mota, e com Vecchio e Yuri no banco, o Santos chegou a dominar o Vasco em São Januário, acho que o elenco santista permite, sim, que o torcedor cobre bons resultados no Campeonato Brasileiro, a começar por uma vitória sobre o Sport, sábado, em Recife. É outra partida em que ou vai, ou racha. Quem estiver cansado ou com dodói, peça para sair.

Modesto Roma
O presidente do Santos pegou 90 dias de suspensão e recebeu multa de 40 mil reais por insinuar que o árbitro de Internacional 2 x 1 Santos entrou em campo com a intenção de prejudicar o Alvinegro Praiano. Essa é o tipo da coisa que só se pode afirmar se tiver provas.

Narrador/ comentarista/ gaúcho/ carioca
O Sportv tem o dom de transformar jornalistas esportivos de todos os cantos do Brasil em amantes dos times cariocas, até mesmo improváveis gaúchos. Este parece ser o caso de Jader Rocha, que narrou “e comentou” Santos e Vasco. O rapaz viu tantas falhas do árbitro contra o time do Rio que esqueceu de comentar algumas agressões a santistas, como a de Diguinho em Lucas Lima. Pensei que essa bajulação aos times cariocas era coisa do passado. Até porque, nos mercados mais desenvolvidos do Brasil, o Santos tem mais torcedores do que o Vasco. Não fosse alguma serenidade do comentarista Ricardo Rocha e a transmissão teria sido ainda mais parcial.

Vasco 2 x 2 Santos
Oitavas de final da Copa do Brasil
São Januário, 21/09/2016, 21h45
Público: 17.393 pagantes. Renda: R$ 469.245,00.
Vasco: Martín Silva, Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar (Alan Cardoso); Diguinho (Madson), Douglas, Andrezinho e Nenê; Ederson e Junior Dutra (Thalles). Técnico: Jorginho.
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz (Daniel Guedes), Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno (Elano) e Lucas Lima; Copete e Rodrigão (Joel). Técnico: Dorival Júnior.
Gols: Copete aos 10 e Nenê aos 24 minutos do 1º tempo; Ederson aos 24 e Rodrigo (contra) aos 37 minutos do segundo.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Cartões amarelos: Diguinho, Douglas, Rodrigão, Thiago Maia e Zeca.
Cartões vermelhos: Andrezinho e Rodrigo (este, após o final da partida).

Com apenas 68 reais eu lhe ofereço dois exemplares do livro Time dos Sonhos (um deles, se quiser, você pode trocar por um exemplar do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros) mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Os dois livros físicos você recebe no endereço que quiser, sem despesa de correio. Os eletrônicos envio pelo seu e-mail. Isso mesmo. 5 livros por apenas 68 reais! Mas essa promoção só vai até o dia 9 de outubro, ou o fim do estoque! Não deixe para a última hora!


Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, informe-se e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.
Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio! O que mais eu posso fazer para você se tornar um guardião na história do Santos?
Não se esqueça: se quiser, pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

E você, o que achou?


10 motivos para acreditar

Com apenas 68 reais eu lhe ofereço dois exemplares do livro Time dos Sonhos (um deles, se quiser, você pode trocar por um exemplar do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros) mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time. Os dois livros físicos você recebe no endereço que quiser, sem despesa de correio. Os eletrônicos envio pelo seu e-mail. Isso mesmo. 5 livros por apenas 68 reais! Mas essa promoção só vai até o dia 9 de outubro, ou o fim do estoque! Não deixe para a última hora!


Pelé dormindo com os livros Time dos SonhosDonosdaTerraA sensação de ser especialPedrinhoEscolheuUmTimedossie - livro
Clique aqui, informe-se e compre apenas um exemplar de Time dos Sonhos, que eu mando os outros livros de presente para você.
Neste setembro, mês do aniversário do blogueiro, você vai ganhar dois exemplares do Time dos Sonhos, ou, se preferir, um Time dos Sonhos e um Dossiê, mais as versões eletrônicas dos livros Donos da Terra, Ser Santista e Pedrinho escolheu um time, tudo isso por apenas 68 reais! E sem despesas de correio! O que mais eu posso fazer para você se tornar um guardião na história do Santos?

Não se esqueça: se quiser, pode trocar um exemplar de Time dos Sonhos por um do Dossiê da Unificação dos Títulos Brasileiros. É só pedir pelo e-mail blogdoodir@blogdoodir.com.br

10 MOTIVOS PARA ACREDITAR

O experiente Ricardo Oliveira, com lesão muscular, não enfrentará o Vasco, nesta quarta-feira, às 21h45, em São Januário, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, nem o Sport, sábado, às 18h30, em Recife, pelo Campeonato Brasileiro, mas mesmo assim há ao menos 10 motivos para acreditar que o Santos pode conseguir bons resultados nessas partidas.

1 – O Santos não depende de um centroavante para fazer gol. Seu sistema ofensivo conta com Vitor Bueno, Copete, Lucas Lima, o avanço dos laterais Victor Ferraz e Zeca, e ainda terá Rodrigão, o substituto de Ricardo Oliveira. Gols deverão sair.

2 – O técnico Dorival Junior parece que está curado da Cittadinite. Percebeu que o time fracassou seguidamente enquanto o garoto Léo Cittadini foi titular e agora tem escalado jogadores mais experientes, como Jean Mota, Vecchio e Yuri. Com isso, o meio de campo se tornou menos errático.

3 – Por já ter jogado nesta Copa do Brasil pelo Fortaleza, Jean Mota não poderá atuar contra o Vasco, porém Dorival Junior ainda poderá montar um bom meio de campo e ataque com Renato, Thiago Maia (ou Yuri), Vecchio e Lucas Lima.

4 – Como venceu a primeira partida contra o Vasco por 3 a 1, o Santos pode até perder por um gol de diferença e ainda se classificará. Caso marque um gol, só perderá a vaga se perder por 4 a 1 (3 a 1 para o Vasco levará a decisão para a disputa de pênaltis). Não deixa de ser uma vantagem, pois obrigará o time carioca a vir para o ataque, dando espaços para o contra-ataque santista.

5 – O fato de ter sofrido um gol no último lance do jogo de ida tem um lado positivo: fará os jogadores do Santos entrarem mais ligados. Se a vitória na Vila tivesse sido por 3 a 0, muito provavelmente os santistas incorporariam o indefectível Garfield que é incorporado em jogos fora de casa.

6 – Levando-se em conta que Rodrigão é bem limitado tecnicamente, Dorival Junior tem uma opção mais ousada para a partida contra o Vasco, que seria formar um meio-campo mais sólido, com Renato, Thiago Maia (ou Yuri), Vecchio (ou Yuri) e Lucas Lima, mantendo apenas Copete e Vitor Junior mais à frente. É claro que com a posse de bola Lucas Lima e os laterais avançariam, assim como Vecchio, ou Yuri, dando ao time mais mobilidade e mantendo sua ofensividade, mesmo sem um centroavante.

7 – As mesmas opções táticas podem ser usadas no sábado, diante do Sport. O time pernambucano continua se valendo de veteranos tarimbados, como o zagueiro Durval e o atacante Diego Souza, mas não anda bem das pernas e no fim de semana passado, mesmo jogando em casa, perdeu para o Coritiba por 1 a 0. Se o Santos jogar com a determinação necessária terá boas chances de sair de Recife mais perto da liderança do Brasileiro.

8 – Muitos santistas desconfiam da capacidade e, principalmente, do poder de motivação de Dorival Junior, mas o Sport é treinado por Oswaldo de Oliveira, o técnico que não conseguiu ganhar do Ituano na final do Paulista de 2014. Assim, ao menos no sábado a chance de tomar um nó tático do adversário é teoricamente menor.

9 – Rodrigão era o maior artilheiro do ano, no Brasil, quando foi contratado pelo Santos. O baiano de Belmonte veio do Campinense e seu habitat preferido sempre foi os campos do Nordeste. Cabra arretado, Rodrigão é o trombador que tem tudo para dar certo. Algo me diz que em Recife o pedreiro artilheiro deixará o seu. Só não pode se preocupar com dancinhas. Deixe isso pro Gabigol e quetais. Mergulha de cabeça e põe a bola pra dentro no peito e na raça, Rodrigão.

10 – Como já escrevi, este ano o campeão brasileiro será o menos medíocre, ou o menos mediano. Não há nenhum time maravilhoso. O Palmeiras tem dois jogadores acima da média; o Corinthians, nenhum; o Atlético Mineiro, nenhum, e o Flamengo está recheado de refugos do Santos, como Pará, Alan Patrick, Leandro Damião e Diego. Se jogar 90% do que pode, o Santos será o campeão brasileiro de 2016. Só é preciso que Dorival Junior, seu filho e os jogadores acreditem nisso. Nós, torcedores, acreditamos.

E você, acredita?


« Older posts

© 2016 Blog do Odir Cunha

Theme by Anders NorenUp ↑